História 2 MOONS THE SERIES VOLUME 1 - Capítulo 22


Escrita por: ~

Visualizações 95
Palavras 2.670
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - VINTE E DOIS


Fanfic / Fanfiction 2 MOONS THE SERIES VOLUME 1 - Capítulo 22 - VINTE E DOIS

 




   - WAYO -

  "O dia da competição está cada vez mais próximo e eu, ´Ming e os outros participantes podíamos sentir
   a pressão desse dia.
   
   Durante os últimos dias de ensaio nós fomos repreendidos por não estarmos nos aplicando como 
   deveríamos aos ensaios gerais. Logo depois eu e ´Ming soubemos que os veteranos que cuidavam dos 
   calouros do concurso apenas deram um puxão de orelha em nós, apenas para que não viéssemos a esquecer
   de tudo que aprendemos desdê o começo para o dia do Concurso.
   Aquilo só nos incentivou à darmos o nosso melhor em nossa preparação. 
   
   Eu tinha apenas três dias para praticar minha apresentação na loja do tio de P´Pha. Não seria nada
   complicado já que tenho habilidade natural e estou familiarizado com as teclas em um curto período
   de tempo.

   Até mesmo ´Ming me elogiou por meu desempenho e, para ouvir um comentário bom de ´Ming significava
   que eu realmente sou bom em algo. Nossa o tempo literalmente passou voando.
   E nesse período eu quase desisti de representar minha faculdade como sua Lua."

-  Cansado?

  "P´Pha insistiu para me dar uma carona até a pratica de hoje. Ele não pode deixar de perguntar isso
   para mim. Eu estava realmente cansado e podia sentir isso nos meus olhos pesados. Amanhã o que tiver
   que acontecer vai acontecer. Eu sei que dei o meu melhor e isso que importa."

-  Sim...muito.

  "Por que eu esconderia minha condição se, basta olhar para mim e ver a verdade, estou morto de 
  cansaço."

-  Isso vai acabar logo.

  "P´Pha disse de forma suave."

-  Não importa qual seja o resultado final, eu tenho certeza que todos vão levar em conta que você
   deu o melhor de si.
 
  "Eu sorri para ele. As vezes, ser motivado é realmente bom, realmente importante. Desde o dia em
   que P´Pha beijou a ponta do meu nariz até agora nós nos vimos poucas vezes. Suas aulas sempre 
   começam no mesmo tempo que minhas atividades e ele ainda precisa ficar mais algumas horas após
   as aulas. Felizmente ele teve um dia de folga, bom, ele e todos os demais.
 
   Pelo que soube, a Universidade libera os alunos para que possam se concentrar em torcer e apoiar 
   seus favoritos pelo menos com 24 horas de descanso antes do dia da Competição."


-  À que horas você têm que levantar?
-  Hãm... Umas 04:00am da manhã.

  "Bom, a competição em si começa mais tarde porem, nós precisamos começar a preparação as 06:00am então
   04:00am é o horário ideal para que eu possa me levantar e me arrumar com calma."

-  Já é quase 0:00am
  "P´Pha disse olhando para o relógio em seu pulso."

-  Sim...E você P´Pha!?
-  Bom...não é difícil para mim. A Prink já encontrou um maquiador para nós.

  "Eu me sinto meio...estranho quando ouço o nome dela."

-  O quê você têm?
-  Nada.

-  Você sabe que depois de amanhã você vai se tornar mais popular, certo?
-  Hmm.

-  Eu não duvido do seu amor por mim mas...

  "Estava bom até ele dizer "MAS". Eu já começava a me sentir chateado porque,
   isso é sinônimo de incerteza, dúvida. Ele deve ter percebido que essa dúvida dele
   me incomodou porque, ele sorriu para mim."

-  Eu sinto medo é de como você reage quando alguém se aproxima de você...
-  Como? 

-  Yo! Você não sabe como dar fora nos outros. Você não percebeu isso?
  "Hã...sério? Sou fraco quando o assunto é rejeitar as pessoas?"

-  Seu jeito, sua aparência deixa isso claro para os outros. Por isso quero que fique perto 
   dos seus amigos, entendeu?
 
  "Eu apenas assenti com a cabeça. Ficar com a Gangue dos Anjos deveria me manter longe de problemas
   então. 
   O carro finalmente havia chegado quando essa conversa terminou. P´Pha me acompanhou até o quinto
   andar logo atrás de mim, onde meu quarto está instalado. Ele não se moveu até estar seguro que eu
 
   estava seguro."

-  Você consegue acordar sozinho?

  "O próprio P´Pha estava com o sono preso em seus olhos e estava preocupado no horário que eu deveria
   levantar."

-  Quer que eu te acorde?
-  Não precisa. ´Ming vai vir me buscar bem cedo.
   
  "Minha nossa, eu estava tão cansado, meio acordado, meio dormindo e mesmo assim P´Pha estava aqui,
   hesitando voltar para o quarto dele. Ele parece não querer me deixar de forma alguma."

-  Eu não quero te deixar sozinho.
-  Por quê? Eu estou legal.

-  Eu tenho medo de que você fique estressado.
-  P´Pha...Eu não estou estressado, só, cansado. Você também deve estar, estudando como um louco.
 
  "Ele suspirou profundamente antes de erguer a mão e fazer um carinho na minha cabeça. Eu inclinei
   meu pescoço para sentir aquilo melhor. Eu levantei minha mão para dizer que tinha que entrar."

-  Não abra a porta para ninguém além de ´Ming.
-  Certo...Você pode ir para seu quarto agora P´Pha.

  "Eu tive que rir daquilo. Por quê será que P´Pha está tão preocupado comigo dessa forma? Eu
   só conseguia rir de orelha a orelha."

-  Certo...estou indo então.
-  Simmm.
-  Até amanhã.

  "Eu sacudia a cabeça várias vezes e ele fazia o mesmo sem força. Era a primeira vez que vejo 
   P´Pha agir daquela forma. Um lado dele que nunca pensei em ver. P´Pha não queria ficar longe de mim.
   Eu pensei nisso durante e depois do banho rápido que tomei. Eu queria acreditava que iria dormir
   como uma pedra depois da ducha mas, assim que vi o terno que usarei na apresentação amanhã eu...
   MERDA! EU NÃO CONSIGO DORMIR!
  
   Será o medo de cometer algum erro durante a competição? Eu não queria arrastar a minha faculdade 
   para a vergonha dos meus erros. Não só a minha faculdade mas, as pessoas envolvidas na organização
   do concurso também, eu vou enlouquecer. 
   O que eu poderia fazer para dormir? Eu poderia falar com ´Ming. Ele me entende como ninguém
   vai entender nessa vida.
   Não pensei muito e liguei para ele que atendeu rapidamente como se o celular estivesse colado
   em sua mão."

-  MERDA!!! Eu não consigo dormir.
-  É eu sei, eu também não.
  "Viram só!? Eu não era o único no limite."

-  São quase 02:00am da madrugada e eu queria poder dormir.
-  Eu estou com medo de passar vergonha no palco.

-  Humm eu não consigo dormir é por causa de KITKAT. Ele não responde minha mensagem.
  "Espere, estamos mesmo sofrendo pela mesma coisa?"

-  O que há na sua cabeça?
-  Ele não respondeu nada. Nenhuma das mensagens que eu enviei. Nós não nos vimos desde o dia em que
   o visitei em sua faculdade. Estou tentando falar com ele desde o início da noite mas,
   nada.

  "´Ming estava colocando todas as suas energias e esforços no objetivo de conquistar P´Kit mas
   eu podia sentir que as vezes a sua auto confiança vacilava."

-  Se acalme.
-  Será que eu deveria invadir o quarto dele? Talvez ele esteja doente.
  "Do que ´Ming estava falando? O P´Kit que conheço é forte como um touro. Eu me acho viril com
   meu porte e aparência, o que dira ele. Eu o acho realmente viril, mais do que eu claro."

-  Eu ja disse ´Ming. Fique calmo. Sua preocupação deveria ser a competição agora.
-  Eu estou calmo.
  "Sério mesmo?"

-  Sério Yo. Se ele não responder minhas mensagens eu não vou consegui dormir.
  "Cara! Ele parece estar falando sério. Eu consigo entender ele perfeitamente. Ele lembra agora como
   
   eu era a alguns dias atrás quando eu já era louco por P´Pha mas não sabia o que havia em seu coração.
 
   Eu não poderia repreender ele porque, eu sei bem o que ele está sentindo. 
   Eu não queria faze-lo se sentir ainda pior.
   Eu achava engraçado de certa forma apesar de vê-lo e ouvi-lo tão inquieto sobre alguém."

-  O que diz a mensagem que você mandou?
-  Perguntei o que ele está fazendo.

-  E ele leu mas não respondeu, é isso?
-  Sim.

-  ´Ming, já passa das 02:00pm. Você não acha que ele já está dormindo?
-  ...É, você deve estar certo.

-  Pare de pensar demais.
-  Eu não estou pensando demais. Eu apenas estou um pouco...ansioso.

  "Estúpido. Eu liguei para conversar sobre a minha ansiedade sobre a competição e tudo acabou
   em um drama amoroso."

-  Esta pensando no quê?
-  Eu devo ser um estorvo para ele. Porque...ele não pode ser como você? Ele não é ingênuo ou 
   amigável. As vezes ele me insulta. Como se eu fosse tão irritante. Eu acho que eu devo ser 
   irritante mesmo.

  "Nossa...P´Kit deixou ´Ming totalmente caidinho. Preso em suas mãos mesmo não tendo feito nada
  
   para conseguir isso. Só em não responder a mensagem de ´Ming foi o suficiente para dar um nó 
   na mente do meu amigo. Espere aí...ele me chamou de ingênuo?"

-  Calma. Pelo que sei ele não é esse tipo de pessoa.
-  Hmmm. Mas...por que diabos você está tão preocupado com a competição Yo? Já que vou derrotar você
   de qualquer forma.

  "Minha nossa, ele muda de assunto rápido mesmo heim?"

-  Você não está muito confiante?
-  Não mas, você têm que deixar eu vencer Okay? Quero sair para comer com o Kit outra vez.
  "Eu quase posso vê-lo levantar as mãos me implorando."

-  Para ser sincero, eu estou começando a ficar nervoso agora.
   Como assim...Só começou a ficar nervoso apenas agora? Eu estou desde que isso começou a três
   semanas atrás. Eu só consigo me sentir nervoso, uma bagunça enorme na minha cabeça.

-  Mas você canta tão bem. Só por isso estou com medo de que você consiga o título.
-  Seu Boxe também não é nada mal.

-  Claro, eu sou ótimo.
  "Tão modesto"

HEY!...MEU CHOCOLATE RESPONDEU A MINHA MENSAGEM AGORA MESMO AIII!!!!

  "Esse burro! Eu quase perdi a audição por causa de seu grito."

-  Ele disse que vai dormir. O que devo dizer? O quê?
-  Diga "Bons Sonhos" Ou algo assim?

-  Humm. Eu quero que ele torça por mim.
-  Isso é com você então.
-  Ele vai me dar?

  "Eu ouvi o som enquanto ele digita a mensagem para P´Kit."

-  Pronto, já enviei.
-  P´Kit não é uma pessoa de mente fechada, relaxe.

Me responda. Por favor...Por favor...Por favor...

  "´Ming parecia ansioso."

Ele disse que vai passar fome os próximos dois dias esperando que eu cumpra a 
   promessa .Aiii!


  "Hehehe. Ele parece tão feliz agora. Eu realmente desejo sorte para que ele se torne
   a Lua da Universidade e possa sair com P´Kit. Eu podia ouvir seus suspiros antes
   de desligar. No fim eu me deitei para tentar pegar no sono, com medo de estar horrível amanhã.
 
   Não adianta, eu não consigo pegar no sono. Eu já rolei de um lado para o outro sem sucesso.
   Será que P´Pha já dormiu?

   ´Ming com certeza já deve ter dormido, não quero incomoda-lo. Mas P´Pha, eu acho que posso sem
   nenhum problema. Se ele me der uma bronca eu penso em algo para me desculpar mais tarde.

   Sem pensar muito já desço as escadas em direção ao quarto dele. Tomara que ele esteja acordado para
   me ajudar a me distrair da minha ansiedade.
   
   Em poucos segundo chego alegre até o corredor do quarto dele, bom, alegue até notar uma garota de pé
   na frente do quarto de P´Pha.
   É P´Prink

   P´Pha estava conversando com ela, encostado no batente de sua porta. Não consigo ouvir sobre o 
   que falam."

-  Já está muito tarde.

  "A voz de P´Pha parece aborrecida mas não o bastante a ponto de ser um tom grosseiro."
-  Então eu vou entrar e procurar eu mesma.

  "Assim que disse aquelas palavras P´Prink tocou no ombro de P´Pha...entrando em seu quarto. 
   No exato momento que vi isso eu senti algo começar a queimar dentro de mim."

-  YO!

  "P´Pha gritou de uma forma como se não se importasse em acordar os vizinhos de seu andar."
-  Por quê você ainda está acordado?

  "A expressão facial dele mudou em segundos. Era totalmente oposta a forma como ele estava ainda
   a pouco falando com P´Prink. Ele se aproximou depressa para falar comigo, P´Prink ficou em pé
   em sua porta com uma carranca horrível."

-  Eu...estou incomodando você?
-  Me incomodando? De jeito nenhum!
   ...
-  Você está com fome? Por isso desceu do quarto? Vai comprar alguma coisa?
-  Não...
  "Eu balancei a cabeça."
-  Eu...vim ver você...Eu vim para, te buscar P´Pha.

  "Seu sorriso enorme durou apenas um segundo antes de voltar ao seu estado normal. Só isso?"
-  Nossa...Eu fiquei feliz agora.
  "Ele passou sua mão em meu cabelo antes de virar para olhar para P´Prink."
  
-  Prink! Pegue o que quiser no meu quarto. Eu vou dormir com o Yo esta noite.
  "HÃ!? O quê...Espere um minuto. Você me perguntou se pode fazer isso P´Pha?
   Ele segurou meus ombros me empurrando, logo atrás de mim enquanto subíamos as escadas sem prestar
   atenção à P´Prink que protestava em algum ponto atrás de nós."

-  Calma...O quê você quis dizer com "Dormir Comigo" Você está louco?

  "P´Pha tapou minha boca com sua mão enorme. Agora ele estava com medo de acordar seus vizinhos
   é? Estúpido!"

-  Você só têm algumas horas para descansar, não é?
  "Ele perguntou me empurrando para entrar em meu quarto. Apagando a luz e me puxando
   gentilmente para debaixo das cobertas. 
   Depois de me acomodar em minha própria cama, ele estica seu corpo alto ao meu lado. 
   Agora alguém tente me responder.
   Como você pode dormir quando têm um cara lindo, como um anjo caído do céu, deitado ao 
   seu lado, na sua cama?"

-  Eu estou aqui. Não precisa ficar estressado, ou com medo. Só, feches os olhos e durma.
  "As palavras dele não eram doces nem românticas mas ainda assim eram palavras vindas da boca de 
   P´Pha. Isso era o bastante para que eu me sentisse seguro."

-  Como eu posso dormir? 

  "Eu não podia deixar de reclamar. Minha cama não era King, e nós dois não somos exatamente pequenos.
   Seria difícil dormir com conforto. Mesmo assim P´Pha não parecia se importar ao se aconchegar perto
   de mim. Eu o cobri da mesma forma como ele fez comigo."

-  Só...dorme.
  "P´Pha ordenou olhando para o teto."

-  Você quer que eu coloque uma música LullaBy apra você?
-  Por quê você não canta?
-  Eu não canto bem.

  "Não acreditem nele. Saber cantar é uma das coisas que o fizeram popular no Ensino Médio. 
  
   Provavelmente ele só não quer se mostrar."

-  A essa altura, P´Prink já deve ter pego todas as suas coisas naquele quarto.
-  Está tudo bem. A coisa mais importante para mim está aqui, comigo.
-  O quê...a pulseira.

  "Ele está se referindo ao bracelete que lhe dei?
   P´Pha não tira ela do pulso desde o primeiro dia que à colocou, aqui mesmo, nesse quarto."

-  Você não está errado mas, Você Yo. É o mais importante.

  "Ainda bem que meu quarto esteja escuro, caso contrário, ele vai ver como estou vermelho de tanta
   vergonha, como uma cereja, com certeza.
   Eu estou tão feliz que ele não se importou em largar tudo em seu quarto para vir ficar comigo.
   Quanto mais próximos ficávamos , eu descobria que P´Pha é melhor do que podia imaginar.


   Eu tenho tanta sorte."

-  Amanhã, quando o Show de talentos começar...
-  Hã...

Eu preparei uma música para você.
-  Mesmo? Qual música?

-  Só espere para ouvi-la.
-  Isso vai fazer você ganhar?

  "Ele parece tão feliz"
-  Não. Eu só quero cantar para você.
-  Hmm. Obrigado.

-  Quero que você ouça ela.
-  Sim senhor.

-  Quero muito que você ouça, muito mesmo.

  "P´Pha acariciou minha bochecha enquanto eu repetia aquelas palavras."

Amanhã, Só terei olhos para você.
   #_#
Feliz agora? Bebê...
  "Eu me virei fingindo ir dormir. Não posso deixar ele ver meu sorriso.
-  Mas é uma música muito simples, normal.
-  NÃO IMPORTA O QUÃO COMUM ELA SEJA.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...