História 2 MOONS THE SERIES VOLUME 1 - Capítulo 26


Escrita por: ~

Visualizações 91
Palavras 3.668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - VINTE E SEIS


Fanfic / Fanfiction 2 MOONS THE SERIES VOLUME 1 - Capítulo 26 - VINTE E SEIS

 


   - KIT KAT -

   CAPÍTULO ESPECIAL / APÓS A COMPETIÇÃO

  
   "Como todos previam, pelo menos a maioria, meu amigo ´Ming agora é a nova Lua da Universidade.
    Eu mesmo não fiquei surpreso quando o resultado veio à tona.

    N´Yo ganhou muitos prêmios e têm talento mas sem dúvida a pessoa mais adequada para ocupar 
    esse lugar depois de ´Pha é realmente ´Ming. Todos ficaram realmente satisfeitos com o 
    a escolha dele para ser a Nova Lua este ano.
  
    Ele não recebeu o prêmio como congenial e provavelmente suas notas foram ainda mais baixas
    para o voto popular e eu compreendo bem o motivo. Ele realmente têm um talento único 
    para irritar as pessoas. Não seria justo ele ter ganho esse prêmio, não mesmo.

    A final de contas, porque eu estou aqui pensando tanto nos motivos que levaram ele a se tornar
    a Lua deste ano? Não é da minha conta droga. Ele parecia mais como um jogador de futebol que
    havia acabado de ganhar o prêmio de melhor jogador e eu , claro teria que cumprir com o
    que prometi, ir jantar com ele outra vez.

    Eu até poderia ir qualquer outro dia, qualquer outro menos hoje. O dia em que ele recebeu
    a faixa. Mas o x da questão é, ele vai cobrar de mim essa promessa?

    Eu não quero ser notado no meio de um monte de gente outra vez como aconteceu ano passado 
    quando fomos jantar com Pha quando ele recebeu o título. 

    Eu imaginava que apenas Idols tinham o poder de encher um restaurante com fãs enlouquecidos mas
    a quantidade de pessoas que vinham pedir foto ao Pha aquele noite foi absurdo.

    Definitivamente eu não quero que aquilo se repita. Sem chance de sairmos hoje, já decidi.
    Eu corri para ajudar Pha mais cedo com as rosas de N´Yo e, cara, quantas rosas, só para
    apressar ´Beam a pegar o carro para irmos embora o mais rápido possível daqui porque,
    eu tenho que escapar de ´Ming.
 
    Mas claro, ´Beam não iria perder a oportunidade de flertar com as garotas nos bastidores. 
    Merda! Eu deveria ter vindo com meu próprio carro."

-  ´Beam sou burro, vamos logo!
  
  "Eu já havia chamado ele um milhão de vezes. Eu já estava ficando paranoico olhando para todas
   as direções com medo que a Lua deste ano me pegasse a qualquer momento. Eu tenho que aproveitar
   agora para ir embora porque provavelmente têm uma multidão babando nele."

-  Espera!
  "Ele tirou minha mão de seu ombro apenas para voltar sua atenção para as garotas.'

-  Que droga!
-  Mas, porque você está tão apressado? Nós não fomos convidados para jantar com o Pha hoje.
-  Hã! Você não está com fome?
-  Eu estou mas, posso esperar um pouco mais.

  "Ele quer ficar rancoroso justo hoje?"

-  Por acaso você está fugindo de alguém? Você nunca quer sair correndo dos lugares
   assim.

  "Sim, ele está realmente bravo porque nem ao menos notou isso antes."

-  Não estou fugindo de ninguém, eu só estou com fome.
-  Hã...Você não está fugindo do ´Ming, está?

-  Cala a boca e volte a paquerar vá!

-  Sobre o que vocês dois estão conversando?

  "Droga! Ele está aqui. Por quê não consegui fugir a tempo, porque? Eu e ´Beam já deveríamos
   estar longe a esta altura. Assim que olho para trás, ele mostra seu sorriso de dentes
   brancos perfeitos."

-  Não fui incrível P´!?
  
  "Sim, você é realmente ótimo nesse negócio de Boxe Tailandês porque, se não fosse, eu não deixaria
   você me irritar seu idiota."

-  Ei N´Ming! Estou feliz por você!
  "Beam o felicitou."

-  Nossa faculdade ganhou o prêmio por dois anos seguidos e você nos superou hoje. Ano que vêm se 
   houverem calouros interessantes me avise. Assim eu posso ajudar a apoia-los também.

-  Bom essa ideia é muito boa.
  "Ming concordou com ´Beam.
   Ele estava carregando suas rosas, prêmios e mimos que deve ter ganho de seus fãs e claro,
   sua faixa de campeão."

-  Quer ajuda?
  "Eu me ofereci para ajudar...não quero ser um idiota com ele."

-  Não se preocupe P´! Eu me viro. Eu na verdade estou morrendo de fome.
   Que tal nós irmos logo para você cumprir sua promessa.

  "Viu só! Meu instinto não falha. Ele quer sair justo hoje. Logo hoje que ele está realmente...
   bonito, com certeza querendo mostrar para todos que ele é o calouro mais famoso do ano."

-  Não podemos ir hoje.
-  Hã...porque?

  "Ele parece um moleque birrento fazendo bico."

-  Certo!
-  Isso mesmo ´Ming. Ajude a me livrar dele. Ele não me deixa em paz. Assim não consigo flertar
   com as garotas direito.
  
  "´Beam me empurrou para o corpo de ´Ming. Maldito, sacrifica o próprio amigos tudo por causa
   
    de garotas. Seu cachorro safado!"

-  Aceito com prazer sua ordem P!

  "E esse outro burro ainda entra na onda de ´Beam.
   Não quero mais perder tempo com esses dois estúpidos. ´Beam não vai sair daqui tão cedo e o único
   que me resta é ´Ming, como eu volto para casa se não for com ele? 
   Mas não tenho escapatória. Vou ter que comer com ele primeiro."

-  Você já escolheu onde vamos comer?

  "Não há o que fazer então, simplesmente deixo rolar."

-  Ainda não P´.
  "Ele está sorrindo agora."
-  Eu quero que você escolha."
-  O quê!? Por quê tenho que escolher?

-  Por quê eu não estou de dieta e posso comer em qualquer lugar então, é só
   decidir.

  "Claro, depois que você mostrou todos os seis gominhos de seu abdômem no palco, fazendo
   aquele monte de garotas e gays gritarem como loucas não é?

   Aishiii. O único lugar que consigo pegar agora é o restaurante de sopa de macarrão."

-  Nossa que calor!

  "Depois que ´Ming colocou as coisas dentro do porta-malas ele entra no carro e arranca a 
   barra da camisa de dentro de suas calças, logo em seguida tirou a faixa, desabotoando
   um botão também.
   Tire os olhos ´Ming! O que há com você? Por quê está olhando para esse cara?"

-  Você quer?
  "Ele está se referindo a faixa, cuidado com o que você pensa."

-  Para que diabos eu quero isso?
-  Experimente.

-  Vai se foder! Eu não quero isso!

  "Não adiantou eu resistir. ´Ming passou a faixa para mim com entusiasmo."
-  Experimente! Por favor! Por favor! Por favor!

  "Caralho. Eu não poderia dizer não, não depois dele falar assim comigo. Será que eu sempre
   vou me sentir cansado demais para brigar quando ele começar uma discussão?
   No fim, a faixa mais deseja por todos os concorrentes hoje está aqui, no meu corpo, agora
   mesmo."

-  Já chega! Tire isso de mim!
-  Uau P´! Ela fica incrível em você.

  "Ming disse isso com os olhos no celular. Ele está digitando algumas mensagens no Line."

-  Fica bem minha bunda.

  "Ele riu da minha cara ao me ajudar a retirar a faixa."
-  Você fica lindo como namorado da Lua da Universidade.

  "Eu não retruquei de volta."

-  Podemos ir ou não? Dirigi!
-  Okay...Okay!

  "Ele deve estar exausto mas, ainda assim arruma forças para me irritar.
  (Namorado da Lua) minha bunda! Você acha mesmo que pode me conquistar!?
  Merda...isso é tão estranho."

-  Sabe P´...Eu parecia confiante no palco mas a verdade é que, eu estava assustado. Você
   nem imagina como eu sou exigente comigo mesmo.   
  "Como eu poderia saber disso?"

-  Se eu não fosse a Lua, eu não teria a chance de dirigir o carro para você P!
   
  "Logo depois de dizer tudo isso para mim ele morde o KITKAT que estava segurando."

-  Então você só queria vencer por minha causa?
-  Só não conte isso aos que estavam torcendo por mim, okay P´?

-  Porra!
-  Eu falo sério.

-  Você é mesmo...
-  Impressionante!?

-  Impressionante minha bunda!
-  Hey ! Você sempre fala tantos palavrões quando está envergonhado  P´!

-  Hã! Envergonhado minha bunda! Vai se foder!
-  Viu só! Palavrão outra vez.

-  ´Ming Kwan, seu idiota!
-  Eu estou certo não é? Hahaha

  "Esse cara parece não se importar com nenhuma das minhas palavras."

-  Sua voz não me irrita nenhum pouco sabe. Não é nem desprezível nem perversa.
   Parece mais com a reclamação de uma pessoa fofa ou algo assim.

-  Vai se...
-  Viu? Acertei de novo...

  "Eu evito manter os olhos distraídos. Eu me sinto meio estranho quando ele diz coisas assim.
   Ele realmente têm muitos truques nas mangas. Ele sabe como incomodar os outros com suas
  
   palavras. Além de fazer qualquer pessoa se sentir estranha.
  
   ********
   O telefone dele começa a tocar no console do carro. Ele apenas pressionou o botão e coloca
   a chamada em viva-voz por ainda estar dirigindo."

-  TENG TENG! VOCÊ CONSEGUIU! VENCEU!

  "Era a voz de uma garota. Ela é bonita. E parece tão doce e adorável. Eu não estou sendo curioso,
   ele apenas colocou a chamada assim, o que eu poderia fazer?"

-  Wave me ligou e contou tudo. Estou tão feliz por você! Fiquei sabendo que você praticou 
   tanto para isso.

-  Obrigado mas, por quê você não veio assistir?
  
  "A conversa deles era de um casal apaixonado, pela forma tão doce que eles falam um com o 
   outro."

-  Hã! Sua faculdade é muito longe...
-  Sei, você simplesmente não quis vir.
-  No início eu não queria ir mas depois de ver as fotos que Wave me enviou eu me arrependi.
   Queria muito ter estado lá.

-  É uma pena mesmo. Você perdeu, eu estava lindo.
-  Ahhh.

  "Eu suspiro."
-  TENG, Estou dirigindo agora. Ligo quando estiver livre.
-  Okay...não vá se esquecer de me ligar. Estou me sentindo tão só. Math não está aqui.
-  Okay...sim senhora.
 
  "´Ming continuava com as mãos no volante.

-  Não se esqueça de se alimentar bem quando for jantar. Você está tão magrinho.
-  Okay...Você também, Tang.
-  Sim...

-  Me ligue, Okay?
-  Sim senhora!

  "A chamada foi encerrada. O silêncio ficou dentro do carro o que, gerou um clima desconfortável.
   Caralho! O que esses dois têm um com o outro, exatamente?

-  Qual restaurante você quer ir?
-  Não estou mais com fome.

-  Você deve estar sim, já que é tão tarde.
-  Já disse, estou sem fome.

-  Vamos parar aqui nessa loja 7-11

  "Ele parou o carro. Será que ele está procurando macarrão no restaurante "CHAY-SI"? Desci do carro
   para segui-lo até o restaurante.
   Ele se destaca na multidão como eu havia previsto."

-  O que vamos comer P´?
 
  "Ele está com um sorriso atrevido no rosto ao fazer esta pergunta. Não sei dizer o porque esse
   sorriso na cara dele me deixa tão bravo. É como se ele se multiplicasse sempre que faz isso."

-  Eu vou querer o que você for comer também.

  "Droga! Eu estou com tanta raiva. Eu queria voltar para o meu quarto agora e me afundar 
   nos livros."
-  Okay

  "Ele foi fazer o pedido e percebo que muitas pessoas estão secando ele, fazendo vários comentários
   sobre ele ser a Lua da Universidade agora. Até os funcionários da loja ficam bobos com ele.
   Não é preciso que eu diga que ele age como se estivesse flertando o tempo todo com a atendente."

-  Aqui, beba.
  "Ele entregou o copo com água para mim."

-  Eu fiquei com medo que você ficasse com raiva e decidisse ir embora, por isso resolvi comer aqui.

  "E eu estou mesmo com raiva."

-  Você está bem P?
-  ...
-  Você parece tão chateado e, isso não está me agradando.
-  Você têm certeza que não têm nada para me dizer?

-  Hã?
-  Realmente nada. Você não vai dizer nada?

  "´Ming estava com uma cara genuinamente confusa."

-  OUHHHHH!
  "Ele de repente grita, como se tivesse entendido."

-  é sobre MooWan, não é?

  "MooWan? Esse nome não é como aquele "Arroz doce?"

-  Ela é minha EX.

  "Eu retirei meu celular do bolso mas, parei assim que ouvi isso."

-  Ela...não parece que é sua ex, pelo menos não para mim.
  "Mas...porque algo tão idiota saiu da minha boca?"

-  Ah, eu esqueci. 
  "Ele coçou sua cabeça, a ponto de quase estragar seu penteado perfeito."

-  Eu só estou acostumado a conversar com ela dessa maneira. E eu ainda não sei 
   o que se passa na sua cabeça.

  "Depois de pegar as tigelas de comida ele empurra uma para mim."  
-  Ela foi a garota com quem fiquei mais tempo, de todas as outras, de todas as ....

  "Ele levantou as mãos para fazer contas com os dedos e tudo que fiz foi 
   observa-lo, movendo a sobrancelha sem perceber."

-  13...?
 
  "Eu quase engasguei com a água que estava bebendo."

-  Hã...talvez 15.
-  Aishhh Isso é problema seu!

-  Me perdoe P´, me perdoe não contei direito.

  "Ele me entregou um guardanapo para limpar minha boca."

-  Eu namorei com ela por um ano antes de terminar tudo. Ela foi minha última namorada, estávamos
   tão próximos. Por isso é um pouco difícil para nós dois mudarmos a maneira como tratamos um
   ao outro, mesmo depois de terminarmos. Ela inda gosta de me ligar então, eu apenas converso
   
   com ela como sempre mas, agora como amigos.

-  Hum...e porque vocês dois acabaram seu relacionamento?
   ...
-  Bom...ela, descobriu que, eu gosto de outro alguém.
-  Você é mesmo um idiota!

  "Ele encolheu os ombros."
-  Eu não gostava desse...alguém a ponto de querer paquerar essa pessoa na época. Eu não o amava
   o bastante para terminar minha relação com MoonWan. Além de tudo isso, eu não queria continuar
   sendo um babaca então...preferi ficar solteiro.
   
  "Mais que porra! Esse cara é muito enrolado. Até o Pha não é tão complicado quanto esse cara.
   Ele gosta do Wayo e nunca ficou com nenhuma garota de forma séria. Só ficava com algumas 
   porque se ofereciam em bandeja para ele mas, nada além disso. Mas esse babaca no entanto, tinha
   uma namorada e ainda foi capaz de colocar os olhos em outra pessoa e nem teve coragem de
 
   corteja-la. Mas que porra há de errado com esse cara!?"

Não me olhe dessa maneira P! Eu finalmente estou correndo atrás dessa pessoa agora.
   ...
Essa pessoa está comendo macarrão agora, na minha frente.

  "Merda! Agora eu fiquei realmente surpreso."
-  Merda! Você está legal P!?
  "Então ele terminou seu namoro com a "Arroz Pegajosa N´Pork" por causa de mim?"

-  Você está mentindo.
-  Não estou não. É verdade que eu gosto de flertar mas, quando gosto de alguém de verdade,
   eu levo essa pessoa à sério."

-  Chega dessa conversa.
-  Por quê?

-  Pare de falar, já disse!
-  Mas, isso já esclareceu o seu mal-entendido?

-  Hey! Não têm nenhum mal entendido aqui.
-  Mas muita raiva então...

-  O QUÊ!?
-  Você sente medo que...eu ainda goste de MooWan de alguma forma?

  "Eu fingi estar com muita raiva ao enfiar os pauzinhos na minha tigela de macarrão."

-  Já sei...Eu vou parar de falar com MooWan.
-  HÃ!?
  
  "Eu fiquei sinceramente surpreso ao olhar para ele."

-  Ela me disse que estava tentando me esquecer mas, parece que não está conseguindo. Então
   se eu parar de falar com ela, isso pode resolver tudo.

-  Mas ela vai ficar com o coração partido.
-  Sim mas...Se eu não fizer isso, como você vai se sentir P?

  "Eu fiquei balançado."

-  Como você se sentiria se eu continuasse à conversar com ela e...eu ficasse paquerando
   você?
  
  "Eu não sabia dizer nada. Nem sobre mim mesmo, nem sobre a "Arroz Pegajosa N´Pork."
-  Faça o que quiser.

  "As vezes eu sinto dificuldade em tomar decisões então eu, simplesmente, deixo para lá.
   Eu não sabia o que dizer e por isso, volto a me ocupar com minha comida. Quem foi que disse que
   eu não estava com fome? Eu só queria que fosse uma tigela maior."

-  Então...
  "´Ming continuou com uma voz suave...
   Eu levantei a cabeça para olhar para ele e, não deveria ter feito isso porque, seu rosto é
   o mais sedutor do céu, da terra e do inferno."

-  Eu estou cortejando você então...
  "Ele ergueu a sobrancelha duas vezes. Eu reagi, coçando minha cabeça com o punho fechado."

-  Você permiti...?
  "Eu cocei minha cabeça ainda mais como se eu estivesse cheio de caspa."

-  Por quê você não come? Vai esfriar!
-  Me responda primeiro...

-  Aishh Seu burro! Você vai comer ou não!? Se não, eu que vou comer?
  "Eu não deveria ter o provocado. Ele empurrou sua tigela para mim sem nem titubear."

-  Você parece estar morrendo de fome. Coma tudo, é por minha conta. Você vai me responder ou não?
   ...
-  Se você não responder, eu vou assumir que disse sim para mim.
  
  "Eu não sei como responder então, simplesmente continuei comendo sem lhe dar atenção. Eu não consigo
   ficar tranquilo quando estou perto dele. 
 
   Eu já me sinto estranho, até começo a duvidar de que gosto de garotas. Será que é por causa desse
  
   pirralho?

                                              .......
 
  "O "Encontro" entre mim e ´Ming, havia terminado...ou não. ´Ming fez questão de me levar de volta
   para o dormitório. Ele percebeu assim que chegamos que é o mesmo prédio em que Yo mora. Até
   ameaçou de vir morar aqui."

-  Onde fica seu quarto?
-  Por quê? Você vai ir atrás de mim por acaso?

  "Eu não deveria ter perguntado isso. A expressão dele era como a de um "Filho Feliz"

-  Está em outro bloco. Eu vim aqui muitas vezes buscar o Yo. Agora eu acho que não seja necessário
   já que ele têm um novo motorista gostoso.
   ...

-  Não, eu mudei de ideia. Eu vou continuar vindo aqui muitas vezes, até mais que antes.
-  Hum...para quê?

-  Como para quê? Para te buscar claro.
-  Não preciso disso. Eu tenho meu próprio carro. Também posso ir com ´Beam, já que ele mora ao 
   lado.

-  Mas o semestre vai começar logo e nós estudamos muito longe um do outro.
-  E o quê têm isso?

-  Eu quero sempre ver seu rosto...
  "Esse cara..."

-  Você fala como se nunca tivesse se esgueirado até a minha faculdade para me espionar.
-  Hã...o que você disse ascendeu um fogo dentro de mim, sabia?

-  Chega...eu estou indo.

   *******
  "O celular dele tocou assim que abro a porta do carro para sair. A foto de uma garota surgiu
   na tela. Droga! Ela é humana mesmo ou, uma boneca?
   Era a "Arroz Pegajoso de Carne de Porco" ligando para ele outra vez e eu, saí do carro 
   rapidamente para que eles pudessem conversar, bom, eu tentei na verdade porque, 
   ele usou a mão enorme para agarrar meu pulso e me fazer voltar para o carro." 

-  O que foi?
-  Ja está tarde e, você ainda não me ligou.
-  Hã...eu estava jantando com meu namorado...

  "Mas...que porra foi essa! Vá se foder. Como esse babaca diz uma coisa dessas, assim!?
   Eu estava a ponto de abrir a boca para desmenti-lo mas ele tapou minha boca antes que eu
   dissesse qualquer coisa. Porra! Ele não era só mais alto que eu mas, também era mais 
   forte o desgraçado."

-  Namorado...?
-  Sim...
-  Você está mentido...!
-  Não estou não...!
-  Por que você está fazendo isso!? Por que está mentindo para mim!?
-  Eu estou dizendo a verdade, não estou mentindo...
-  Mas...todo esse tempo! Eu pensei que nós pudéssemos voltar a ser como antes...

  "´Ming olhou nos meus olhos antes de continuar, sem tirar a mão da minha boca."

-  Quando ainda estávamos juntos, você lembra que disse que eu estava gostando de outra pessoa,
   lembra disso?

-  Sim...então...?
Então é isso...Ele é meu namorado agora.

  "Eu me debati para tentar me livrar de suas garras. Eu queria agarrar o celular e explicar 
   para essa garota que todas as coisas que ele disse não eram verdade mas, era tarde, a garota
   pirou, perdeu a cabeça. Ela começou a gritar e insultar ele, dizendo que ele deu esperanças
   apenas para magoá-la agora.
   Ele tenta fazer com que ela se acalme mas, não adianta.
   
   Eles continuaram discutindo. Ele acusando que ela sempre o perturbava e ele já se sentia cansado
   disso. Eu pensei que ele havia mesmo mentido para mim mas, parece que tudo que ele me contou
   durante o jantar, era verdade. 
  
   Ele realmente cumpriu o que disse. Ele realmente está rompendo qualquer vínculo com sua ex ela
   apenas continuou gritando até ele desligar a chamada.

   Ele me libertou antes de dar um profundo suspiro.
   Eu apenas consigo piscar sem palavras."

-  A menina está com o coração partido agora.
-  Eu também não estou bem P´! Mas...eu só tenho olhos para você...então, o que posso fazer?
 
  "Eu ainda continuava sem palavras."

O quê você viu de tão especial assim em mim?
Nada...
 
  "É um desgraçado mesmo."

Mas...Eu gosto de você ...é tudo que eu sei.
  
   "O silêncio tomou conta do carro e, ficamos assim por algum tempo até que eu decidi
   sair do carro novamente."

-  Hey...parabéns!
 
  "Era a primeira e única vez que isso vai sair da minha boca."
-  Pelo o quê?
-  Pelo título de Lua da Universidade.

-  Hã...certo.

  "Ele pegou sua faixa e jogou para mim."

-  Isso é seu.
-  Porra! Isso não é meu, é seu!

-  Não...Eu ganhei isso para você.
-  Você é louco? Você vai precisar disso para tirar muitas fotos ainda.

-  Sempre que eu precisar, eu venho aqui pegar com você.
  "Ele fez aqueles olhos de cachorrinho."
-  Eu quero ve-lo novamente. Você não quer ficar comigo?
  
  "Eu acho que ele já descobriu como me deixar fraco."

-  Okay...OKay. Me dê isso logo.

   Eu agarrei a faixa de forma brusca de suas mãos antes de descer do carro.
   Quando eu pensei que já tinha terminado ele baixou a janela do carro e gritou
   para mim.

RESPONDA MINHA MENSAGEM NO LINE MAIS TARDE!!!
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...