História 2 MOONS THE SERIES VOLUME 2 - Capítulo 2


Escrita por: ~

Visualizações 275
Palavras 2.888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ecchi, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - DOIS


Fanfic / Fanfiction 2 MOONS THE SERIES VOLUME 2 - Capítulo 2 - DOIS

 



  - P´KIT -

- Mais que droga! Você precisa de um amor urgente sabia? Quem é que têm um encontro com o amigo
 
  depois da aula além de mim?

 "Eu já havia perdido as contas de quantas vezes Beam já reclamou só por eu ter arrastado ele 
  para comprar algumas coisas comigo. Segundo ele, é um perda de tempo me acompanhar, tudo por
  causa daquele garota, acho que o nome dela é N´Fahsak. Ele não vai morrer se chegar uma ou
  duas horas atrasado.

  Eu odeio ir a qualquer loja sozinho. E além disso, eu preciso manter a tradição de manter 
  meus amigos sempre perto já que, nós somos conhecidos como a "Guangue dos Médicos Ilegais.
  O que posso fazer? Já que não tenho um amor, serve o meu amigo."

- Não quero saber daquele cara!

 "Eu repreendi Beam enquanto testo uma das canetas de cor azul que normalmente uso para fazer
  anotações na aula."

- Fala sério ´Kit! E óbvio que a nova Lua da Universidade está caidinho por você. Ele está 
  correndo atrás de você igual à um cachorrinho perdido.

 " ´Beam esta adorando me provocar. Todo cheio de si mesmo ao arrumar todo tipo de situação 
  entre mim e aquele estúpido. Ele só desiste quando eu me seguro.
 
  Porra! Eu ainda me sinto mal desde o dia que ouvi ´Ming tratar sua ex-namorado de uma forma
  tão doce e carinhosa dias atrás. Eu não consigo entender que sentimento é esse dentro de mim,
  é tão estranho sentir isso. 

  Ele me contou toda a verdade na ocasião mas, mesmo assim essa raiva se alastrou dentro de mim.
  Como alguém pode ser tão estúpido quanto ele? Ele não passa de um mulherengo barato e 
  conquistador."

- Hey! O quê você têm? Esta com uma cara...parece até que seu cachorro morreu.

 "´Beam me cutucou, com uma caneta e com sua pergunta."
- Fale de uma vez! O que você está pensando tanto.
- Não tenho nada.

 " ´Beam e seu jeito curioso. Ele não consegue segurar esse seu jeito."

- Sério ´Kit! Há quanto tempo que nos conhecemos hã? Eu sei que têm alguma coisa te 
  incomodando só em olhar para sua cara.

- Pare! Eu não tenho nada. Vamos, eu já terminei.
- Hey, não mude assunto!

 "Porra! Está cheio de garotas aqui e esse burro agarra meu pescoço sem nem sentir vergonha.
  O quê vão pensar sobre nós dois?"

- Você não ouviu!? Já disse que terminei ou, se você quiser pode ir embora sozinho agora,
  me solta porra!

- Não, primeiro me responda! 
- Eu disse para me soltar ´Beam!
  ...
- ´P´KIT!!!

 "Uma terceira voz gritou meu nome fazendo ´Beam finalmente me largar. Eu fiquei estático ao
  ver quem era o dono da voz...era a nova Lua da Universidade."

- Hã...eu vou para o caixa pagar isso.

 "Eu me afastei sem dizer nada à ele. O que eu posso fazer se é ele mesmo que me deixa 
  nervoso assim."

- HÁ! Olá New N´Moon!

 "´Beam apertou a mão de ´Ming de forma genuinamente animada, ao cumprimenta-lo antes de 
  me seguir."

- UAU! Vocês já são "Marido e Mulher" Por acaso?
 
 "Eu quero jogar essa sexta com todas as coisas dentro dela na cabeça do meu amigo."

- P´...
- Hã...Quanto é?
 
 "A atendente parece ter esquecido que eu estava ali porque, ela só olhava para ´Ming sem nem
  ligar para o que eu estava dizendo. Tudo que fiz foi ficar parado, esperando."

- O quê você têm P´Kit? Por quê não responde minhas mensagens no LINE?

 "A situação seria cômica se não fosse trágica. A atendente olhou para nós dois com os olhos 
  arregalados. Eu sabia exatamente o porque ela estava tão espantada. Droga!"

- Por favor moça, eu estou com pressa, passe isso rápido.

 "´Ming deu um passo, despejando suas próprias compras na esteira para a atendente."

- Que porra! O que você acha que esta fazendo!? Eu não vou pagar nada para você!

 "Eu estou sendo mesquinho?"

- Fique calmo P´! Eu mesmo vou pagar. Finalmente você falou comigo. Você sumiu à vários dias.
  O quê há de errado com você?

 "Eu apenas suspirei."
- Eu fiz alguma coisa? Eu te ofendi? Se eu fiz alguma coisa que te chateou, só me diga P´Kit.

 "Como vou responder isso se, nem eu mesmo sei o porque me sinto tão estranho em relação à ele.
  Eu só fiquei quieto.
  Eu sinto o nó na minha garganta e isso é totalmente o oposto de mim mesmo. Eu sempre fui muito
  honesto e sincero com todo mundo e sobre qualquer assunto mas, com ele, com isso, eu não 
  consigo.'

- São...$1.037,00 Bath no total senhor.

 "Como assim mais de mil? Eu jurava que tudo não passaria de pelo menos $400. Esqueça, eu só
  tiro uma nota de mil baths da carteira e fiquei com o dinheiro na mão porque, a atendente já
  havia pego o cartão de ´Ming."

- Você vai ter que me pagar de alguma forma por suas compras no meu cartão P´. Você pode...me
  levar à um Starbucks quando sairmos daqui.

 "Esse...esse cara é, inacreditável. Ele acabou de dizer que sempre faz a coisa errada quando 
  esta perto de mim e mesmo assim me obriga a acompanha-lo. Esse, burro! Como posso dar um
  fora nele? Mais que porra!"
- Não preciso ir com você há lugar algum, posso te pagar aqui mesmo.

 "Eu mal estendi o dinheiro e ele já estava longe com nossas sacolas. Minhas coisas. Eu preciso
  desse material então, não têm outro jeito, eu o segui. ´Beam, claro, já tinha ido embora."


   
                                           ........

  
 "Eu sempre gostei desse tipo de café que pedi mas, por algum motivo ele está tão, amargo agora.
  Eu queria desaparecer dessa loja. Provavelmente o café não é tão amargo quanto esse cara na
  minha frente. Ele não bebeu uma única gota da sua própria xícara e não tirava os olhos de
  cima de mim. Isso já está me deixando desconfortável.
  
  Sério, nunca me senti tão mal na vida.Eu me sinto envergonhado como se tivesse feito algo de
  errado mas, não fiz nada."

- Okay, agora me responda. Porque você não responde minhas mensagens desde aquela noite hã?

 "Eu escondi meu constrangimento ao beber da minha xícara mais uma vez."

- Eu...tenho estado ocupado.
- Ocupado...?

- É! Ocupado.
- Mesmo...?

 "A expressão dele não era nada boa."

- Você estava mesmo ocupado ou, não queria me atender?

 "Por quê ele têm que fazer isso comigo. Por quê eu tenho que me sentir assim, tão mal por
  causa de sua pergunta? Tudo por causa de algumas mensagens idiotas."

- Você me deixou preocupado sabia?

 "Ele têm um rosto tão bonito que faria qualquer um cair de joelhos e realizar todas as suas
  vontades com apenas um único sorriso mas, agora, ele me olhava com amargura. Uma expressão
  tão mal-humorada."

- Ouça...
 "Eu não podia deixar isso continuar."
- Sim, estou ouvindo.
  ...
- Bom...
- Espere!

 "Eu pulei da cara com um susto quando ele levantou a mão para me interromper."

- Deixe eu me preparar para o que você vai dizer antes.

 "Ele deu um suspiro profundo depois de tomar um gole de sua bebida."

- O que afinal de contas você acha que vou falar?

 "Agora era eu que estava realmente chateado e confuso."

- Não sei, talvez algo como "FIQUE LONGE DE MIM, SEU MULHERENGO INSENSÍVEL! EU NUNCA VOU
  GOSTAR DE VOCÊ, NUNCA, JAMAIS!"

 "Nossa, ele falou isso com a voz carregada de uma emoção estranha. Uma voz tão quebrada
 
  que me deixou sem reação."

- É isso, não é P´?

 "Depois de dizer aquilo ele, voltou a sua expressão triste e mal-humorada em poucos segundos.
  Isso foi tão fofo que eu só pude rir um pouco."

- Hey! Não ria da minha cara P´!
- Você é tão engraçado sabia?

- Então...é isso que vai me dizer não é?

 "Ele ficou em silêncio, ansioso pela minha resposta."

- "Por favor...por favor. Que não seja nada disse que eu disse, por favor senhor..."

  "Ele nem se importou de estar rezando no meio da loja cheia. As mãos juntas em oração à Buda, torcendo para que ele
  estivesse errado."

-  Você...
-  Espere P´...Me deixe falar primeiro.

  "Eu comecei a falar antes que ele continuasse com esse martírio."

-  Depois de ouvir tudo que você disse aquela noite. Sobre, eu ter sido o motivo que fez você 
  terminar seu namoro com MooWan eu, me senti horrível. Eu fiquei me perguntando se você 
  não chegou a ama-la nenhum pouco no tempo que estiveram juntos. 

  Tudo isso só criou dúvidas na minha cabeça. E se isso acontecesse comigo? E se você cair outra
  vez em tentação  e olhar para outra pessoa enquanto estiver namorando comigo? Eu...

- O QUE!? VOCÊ QUER FICAR COMIGO!!!?

  "Esse burro gritou  tão alto que precisei tapar sua boca rapidamente."

- Seu imbecil! Eu já disse para você não falar nada inda.

 "Droga! Eu não deveria ter contado a verdade. Esse deve ter sido o pior erro que 
  cometi até hoje. E ele deve perceber que estou derrotado porque, ele não para de 
  sorrir para mim."

- Humm, acho que entendi P´. Você está me testando não é? Para ter certeza se quer ficar comigo.
- Hey! Eu não disse nada disso.

- Sim mas, você deixou claro suas intenções não é?
- Vai se Foder!

- UAU! Até pensou em mim por todos esse últimos dias, isso é...
- CHEGA!
- Agora eu sei o porque você não me atendeu no LINE. Você estava todo esse tempo pensando
  sobre isso, sobre nós dois e, eu sei porque. Você só têm medo de reconhecer para si mesmo que
  me quer.

 "Droga! Agora eu estou assustadoramente feliz."

- Sim, eu posso ver como você está feliz P´.
 
 "Eu tenho que calar a boca desse imbecil."

- Cansou de ser um burro é? Agora está até fazendo suposições absurdas?
- Eu só sei que você está me dando a chance de provar que gosto de você, não é?

 "Foi bom eu ter contado isso tudo de uma vez por todas e, não só manter essas dúvidas na
  minha mente. Ele parece tão...contente. Eu só suspirei de alívio.
  
  Ele está certo. Eu estou mesmo com medo de admitir que quero ele. Eu só não consigo dizer
  isso com todas as letras ainda. Eu sinto tanto medo de me machucar. Medo de me frustrar com
  ele."
  
- Porra KIT! Eu estava atrás de você!
  
 "Beam me assustou me tirando de meu devaneio ao me encontrar aqui depois que nos separamos
  na loja."

- Nós podemos ir embora agora?
- O quê? Já quer ir embora?
- Sim, você já terminou de pegar tudo que queria?

 "Será que esse cara bateu com a cabeça no caminho até aqui? Por quê tanta irritação assim?
  Eu me levantei pegando minha bebida sobre a mesa."

- Não se preocupe P´! Eu posso levar o P´Kit.

 "´Ming disse isso para Beam com aquele sorrisinho nos lábios."
- Não precisa , eu levo ele ´Ming.

  "O que está errado com Beam? Ele é sempre tão educado e brincalhão, em qualquer situação mas
   agora ele parece realmente irritado. Nunca vi ele assim."

- ´Kit veio comigo e vai voltar comigo.
-  Espere ´Beam! Você não tinha um encontro com N´Fah?

  " Eu surrei no ouvido do meu amigo."

-  O quê foi agora? Você está falando como se quisesse muito ir embora com ´Ming!
-  Não...não é isso, é que...

-  Então cala a boca e vamos.
-  Porra! Por quê você está agindo assim? Parece até um marido morrendo de ciúmes da esposa.

  "Hey, calma aí! Por quê eu tenho que ser a esposa nessa história toda?"

-  HAHA Muito engraçado.
  "Beam agarrou meu pescoço, me arrastando para fora da cafeteria sem nem me dar tempo
   de dizer nada à ´Ming."

-  Por quê você está tão bravo ´Beam!? Me diz porque você está tão emburrado droga. Foi 
   alguma coisa com a N´Fah? Ela não vai mais se encontrar com você, é isso?

  "Durante todo o caminho de volta ´Beam não disse nada. Nem mesmo agora que estamos a sós 
   no quarto e eu já havia perguntado várias vezes mas, nada. 
 
   Ele praticamente meteu o pé na minha porta como se fosse seu próprio quarto e não o meu,
   já jogando sua mochila na minha cama só para me fazer recolher tudo outra vez. EU odeio
   bagunça e esses livros são caros porra!"

-  Vai me dizer o que há de errado com você ou não?

  "Eu perguntei com todo o cuidado, já que não sei qual vai ser sua reação."

-  Você...
  "É agora, ele vai me dizer..."
-  Eu disse para você procurar um amor mas, nunca pensei que você levaria isso tão à sério
   e tão rápido.

-  Do que você está falando droga!?
-  Eu ouvi tudo. A sua conversa com ´Ming. Parece que ele já têm praticamente todo o seu 
   coração...

-  Estúpido! Qual o seu problema!? Eu gosto é de garotas com, seios e tudo!
-  Sério!?

  "Ele sabe. Eu posso ouvir e sentir cada sarcasmo nas suas palavras. Não importa o quanto
   eu negue."

-  Mas, eu não entendo! Por quê você está tão mal-humorado?
-  Eu ouvi tudo ´Kit! Desde o início e, eu pensei mesmo que ele era um cara legal mas, quando
   ouvi tudo aquilo, a história completa...
   "Meu amigo suspirou."

-  Eu estou com medo de que ele te machuque ´Kit.
  
  "Tudo que eu podia fazer era observar meu amigo, sentado na minha cama. Ele praticamente
   
   nunca disse algo assim para mim. Nunca tinha cuidado de mim assim." 
 
-  Valeu por, se preocupar comigo. 

  "´Beam nunca vai ser como o Pha mas ainda assim vai continuar atraindo muitas garotas com
   certeza. Nunca vi esse jeito dele, protetor, agressivo. Ele realmente está me protegendo."

-  Então, o que eu devo fazer?

  "Eu sempre sou tão esperto e inteligente quando se trata do assunto dos outros mas, tão burro
   quando se trata de mim mesmo.
 
   Antes que ele me respondesse qualquer coisa alguém bateu na porta. Eu logo dei alguns passos
   para atender mas ele ergueu a mão, deixando claro que ele é que iria atender. 
 
   Esse cara parece que esqueceu que esse não é o quarto dele de verdade.

   Era Pha que entrou no quarto assim que ´Beam abriu mas, ele não estava sozinho. ´Ming entrou
   logo atrás dele."

-  Ele estava lá fora então, pedi que ele subisse comigo. Agora, me digam, o que porra
   está acontecendo com vocês!?

-  Foi bom você ter vindo Pha

  "´Beam agradeceu por Pha ter aparecido."

-  E foi bom você ter vindo também.

  "´Ming ficou confuso quando meu amigo disse isso, olhando para todos mas, a pessoa de
  quem ele mal tirava os olhos, era eu."

-  Do que vocês estão falando?
  ...
-  Eu vou ficar com o ´Kit!

  "Mais que...porra é essa!? O quê ele acabou de dizer?"
-  O QUÊ!...
  "Eu estava confuso."
-  Mais que porra...que palhaçada é essa?

  "Pha não parecia acreditar no que ´Beam disse. Para ele isso foi uma piada. E
  ´Ming não disse nada, nenhuma palavra, nada mesmo."

- ´Kit acabou de aceitar, não é? Diz para eles.

  "´Beam se virou para me encarar. Eu fiquei em choque. É por isso, que ele está bravo?"

-  P´Kit...

  "´Ming, que estava ainda mais chocado que eu exigiu de mim uma resposta."

-  Diz à eles ´Kit. Diga que estamos juntos agora. Diga que conversamos agora mesmo sobre isso.

  "Que loucura é essa? Eu estou a ponto de dizer a verdade mas senti a mão de ´Beam nas minhas 
   costa e um beliscão que vai deixar um hematoma, com certeza. Porra isso dói"

-  Au!

  "´Ming se virou sem nem esperar por minha resposta. A expressão dele era...desolada, 
  deprimente até."

-  ´Beam seu imbecil! O que você pensa que está fazendo hã? Isso é algum tipo de joguinho de
   triângulo amaroso para você!? eu não achei graça em nada do que aconteceu aqui.
  
  "Eu gritei na cara do meu amigo."

-  Eu só queria ajudar você, você ainda está confuso e...
-  Ajudar assim!? Agora que tudo ficou ainda pior!

-  Hey! Não fala assim comigo. Um cara como ele estava merecendo provar do seu próprio remédio, 
   ou você acha mesmo que todas garotas com quem ele já terminou não ficaram machucadas?
   Com certeza ele quebrou o coração de muitas garotas por aí.

-  Chega! Você já acabou!?
-  Há...Eu estou vendo que agora você decidiu tomar as dores dele para si mesmo hã?

-  Pare! Eu só não queria que ele ficasse da forma que ficou droga!
-  Certo...

  "´Beam agarrou sua bolsa e saiu batendo a porta atrás de si de uma forma tão grosseira que
   assustou a mim e Pha.
   Meu amigo só olhava para mim e eu, não sabia o que dizer. Eu estava tão estressado e com 
   tanta raiva que nem sabia o que pensar."

-  Eu...só vim aqui pegar minhas anotações que deixei com você.
  "Pha pegou seu material sobre a minha mesa, então se virou para mim."

-  Já faz um tempo que eu queria ter conversado exatamente sobre isso com você Kit.
-  Conversar sobre o quê?

-  Bom...faz um tempo que eu suspeito que, ´Beam gosta de você em segredo. 
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...