História 2 MOONS THE SERIES VOLUME 2 - Capítulo 25


Escrita por: ~

Visualizações 80
Palavras 4.435
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ecchi, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - VINTE E CINCO


Fanfic / Fanfiction 2 MOONS THE SERIES VOLUME 2 - Capítulo 25 - VINTE E CINCO

 



  - WAYO

  
  A vida tinha voltado ao normal para mim depois dos exames mas, não posso dizer o mesmo
 para ao meu amigo Ming. 
  Agora, ele têm um namorado. Eu, Pha e todos os outros não entendemos como e quando isso
  aconteceu.
  
  Eles dois ainda tiveram a pouca vergonha de dizer que não há nada de extraordinário nisso, 
  que simplesmente decidiram ficar juntos e que estão felizes, só isso.
  Esta sendo difícil para mim acreditar que Ming conseguiu conquistar alguém com um gênio tão
  difícil como o Kit.

  Eu estou pensando em tudo que quero falar para tirar onda com ele mas, acho que ainda é
  muito cedo porque ele ainda não está acostumado com seu "Novo Status" como namorado do
  N´ming.
 
  Eu não fiquei muito surpreso por Pha ter aceitado isso de forma tão tranquila. Ele até
  
  está apoiando essa relação, é, mais ou menos.

  Tudo que ele disse é que fica feliz por ver seus amigos felizes e só por isso aceita essa
  relação. Ultimamente tudo têm dado certo para eles. Bom, mais ou menos, não posso contar
  os exames de Pha.

  Até para um gênio como ele está sendo complicado acompanhar o ritmo de seus exames. Provas
  a cada duas semanas.

  Nos últimos dias eu tenho ido ao quarto dele e sempre o encontro estudando. Até aproveitei
  para fazer alguns relatórios de química lá e, têm sido assim, nada de muito interessante 
  acontecendo nos últimos dias.

  Não que eu espere que algo de incrível aconteça sempre. Eu só não quero que P´Pha fique 
  estressado, embora eu saiba que não existe o "Felizes Para Sempre" 
  por um longo período de tempo, sem que os problemas apareçam e o pior, quando menos
 esperamos por isso.
  Ele anda tão ocupado que mal sei a próxima vez que vamos ter um encontro de verdade."

- Oi...Tudo bem?

 "Ele apareceu como se tivesse sido conjurado pelo meu pensamento. Ele atraiu para si a atenção
  de todas as garotas da minha faculdade enquanto caminha lentamente até mim.
  Ele evita entrar na minha faculdade na maioria das vezes que vem até aqui, sempre me esperando
  do lado de fora no carro mas, não dessa vez e isso me deixou preocupado. Eu ainda tenho
  tarefa de inglês."

- Viu como sou bonito e gostoso?
- Caramba, tão convencido.

 "P´Pha se sentou ao meu lado, empurrando suavemente  meu rosto com sua mão enorme, eu fiz o
  mesmo com ele. Ele parecia exausto e impaciente por causa dos estudos."

- Como você está? Tudo legal?
- Hã...Só um pouco enrolado com a tarefa de casa, tirando isso.

- Humm Deixe eu dar uma olhada.
- Não precisa. Eu só preciso corrigir algumas coisas, eu consigo. Sou incrível lembra?

- Tudo bem amor. 
 "P´Pha sorriu para mim."

- Esse legal é sempre tão cheio. Eu gosto daqui. Têm turmas diferentes. Não é assim na 
  minha. Me diz...Alguém já tentou alguma coisa com você aqui?

 "Eu me virei para encarar P´Pha."

- Do que você está falando?
- Hã...Alguém já chegou a flertar com você ou algo pior que isso?

- Pare de dizer besteiras. Ninguém nunca disse nada assim para mim.
- Humm, tem certeza? Não foi o que fiquei sabendo.

 "P´Pha estava estranho como me olhou sério.

- Você ainda não se deu conta de como é popular agora? Eu falo sério Yo. Até as garotas da
  minha faculdade fofocam sobre você. Você está longe de ser um cara normal outra vez.

 "P´Pha avaliou minha reação enquanto eu nego o que ele disse. Discordando do seu ponto
  de vista. Embora eu não possa ignorar que têm um fundo de verdade nisso. O que está
  acontecendo aqui?

  Eu continuei pensando nisso durante o almoço com ele. Logo em seguida ele me levou para
  o dormitório. Ele precisa estudar no laboratório hoje. Eu não tinha escolha se não 
  obedecer e ficar quietinho no meu quarto, bom, eu só saí para comprar algumas coisas na
  loja 7Eleven. Eu estava morrendo de fome.

  Eram umas 21:00pm quando cheguei à loja. Eu levei algumas minutos no refrigerador para 
  escolher entre as opções de sorvetes quando ouvi por acaso que, eu era o assunto da
  conversa de alguns caras ali perto.
  Eu ignorei no começo mas, não pude evitar a curiosidade. Como eu poderia evitar se um deles
  se aproximou de mim, me tocando."

- Oi...

 "Eu ergui a cabeça para o encarar. Está cara  que ele não passa de um playboy. Eu só não
  entendi o que ele quer de mim."

- Hã...oi.
- Você é a Lua da Faculdade de ciências certo? Wayo é seu nome não é?

 "Eu não gostei de ser reconhecido como " A LUA" mas, o que posso fazer se não aceitar que
  isso vai me perseguir agora."

- É...eu sou sim. Por quê?

 "Assim que confirmei que era eu, esse cara se virou para olhar seus amigos que nos olhavam
  de forma estranha. Quando ele olhou para mim novamente eu senti uma coisa ruim.
 
  Ele olhou para a minha...bunda, como se eu fosse um pedaço de carne ou , um experimento
  social. O que há de errado comigo? Por quê ele esta me olhando assim?"

- O quê foi? O que você está olhando?

 "Eu não escondi que estou com raiva dele."

- Não...Nada não.

 "Tinha algo de errado sim. E eu tive certeza quando ele inclinou a cabeça. Seu rosto quase
  tocando o meu quando ele aproximou os lábios do meu ouvido."

- Eu quero saber apenas uma coisa...
  ...
- Quanto você cobra? 

 "Hã? Quanto...cobro? O quê? Eu dei alguns passos para trás, assustado e confuso."

- O que você quer dizer com "Quanto cobro" Eu não entendi sua pergunta.
- Hummm Eu vou ser mais claro. EU QUERO SABER...QUANTO VOCÊ QUER PARA TRANSAR COMIGO.

 "A sensação foi horrível. Como se um caminhão esmagasse todos os meus ossos. Eu devo estar
  pálido agora, chocado."

- DO QUÊ VOCÊ ESTÁ FALANDO!? QUEM DISSE QUE EU FAÇO ISSO?

 "Eu estou muito...muito chocado mesmo. Mesmo assim eu não quero brigar com ninguém. Eu
  preciso saber primeiro de onde ele tirou esse boato absurdo. Isso é...loucura."

- Qual é? Todo mundo já sabe que você gosta de ficar com os caras TOP A. Caras tipo...
  A Lua da Universidade, o eleito desse ano.

 "Sim, isso é loucura porra! Isso é tão, incrivelmente idiota."

- Mas não para por ai. Dizem que você gosta de voar mais alto com...
  ...

- O Phana. Aquele médico, estou certo?
- É...Eu tenho algo com ele sim mas, não da forma como você pensa. Eu não sou um garoto
  de programa, um puto como você está tentando dizer. Pare de espalhar essas mentiras!?

- Qual é...Você fala sério?
 "Ele não estava acreditando em mim. Ele insisti nesses absurdos."

- Eu acho que você está só fazendo jogo duro comigo para...conseguir um dinheirinho à mais?
- VAI SE FODER SEU BABACA! ISSO É LOUCURA! CALE A BOCA E PARE DE ESPALHAR ESSES ABSURDOS
  OUVIU!!!?


- Hey! Calminha. Por quê está fazendo tanto barulho, fingindo que não quer? Todos nós sabemos
  do que você gosta de fazer.


- EU QUERO QUE VOCÊ SE FODA! 

 "Eu joguei aquele babaca em cima dos outros clientes que estavam na loja, quando o empurrei
  com toda a força, mostrando o dedo do meio para seus amigos antes de me afastar.
  Que porra foi essa? De onde saiu tanta merda assim?

  Eu não estou preocupado com o que estão pensando de mim na verdade. Eu só me importo com 
  o que P´Pha vai fazer quando isso chegar ao ouvidos dele. Isso vai prejudicar ele. Essas,
  acusações absurdas sobre ele também.

  Isso está vindo de alguém mas, não faço ideia de quem está espalhando esses boatos.
  Eu não sei à quem recorrer par ame ajudar. Não posso envolver Ming nisso.

  Depois de 20 minutos eu estava no quarto. E comigo E´Mon e a Gangue dos Anjos. Quem eu poderia
  chamar se não eles? Eu não tenho muitas pessoas em que confiar aqui. Eu tive a sorte de
  te-los encontrado na frente do meu dormitório, no restaurante onde eu e P´Pha sempre comemos.
 
  Meu quarto dicou pequeno para a quantidade de pessoas agora."

- Porra! Você é fã de seu próprio namorado?

 "E´Elefante se referiu ao altar que ergui para o P´Pha. Olhando todas as fotos dele de perto."

- E´Frango! Dê uma olhada nisso! Olhe como a vadia do Yo ampliou essa foto só por causa do 
  volume abaixo do cinto de P´Pha.

- Caralho! É tão...tão...tão...GRANDE!!! Esse é meu marido! Quero dizer...O marido do meu 
  amigo!!!

- Parem com essa pouca vergonha vocês dois.
- Calma E´Yo.

 "Montry pediu calma ao se jogar na minha cama como se fosse sua."

- Eu não estou surpreso E´Yo. Você é popular agora. Os boatos são inevitáveis agora. Só
  relache!

- Mas eu nunca passei por isso antes. Ele se aproximou perguntando o preço como se eu fosse
  um...

- Okay...Se isso continuar a ponto de você não dar conta, basta criar um anúncio público,
  simples assim.

 "E´Crown sugeriu isso para mim."

- É mesmo! Vamos chamar P´Oye e P´Chot. Ah e não podemos esquecer de Surayut e também do
  Echick...

- Calem a boca todos vocês! Meu E´Yo não é um garoto de programa.

 "Eu comecei a rir junto com E´Elefante e todos os outros, mas acho que era mais por causa
  da piada. Eu realmente não sou um prostituto e não tenho motivos para ficar com medo."

- Eu pensei que só o E´Mon viria até aqui.
- Como não viríamos hã? Nós estávamos curiosos sobre como é o quarto de um cara lindo como
  você.

- Nos diga, em que andar fica o quarto do P´Pha?
- Está louco? Não vou dizer!

- Não seja idiota E´Yo. Não vou invadir o quarto dele. Se eu estiver mentindo eu
  quero que um raio caia sobre minha cabeça.

 "Eu só me fiz de desentendido, já E´Elefante ficou chateado comigo, quero dizer, só por 
  um instante, até abrir meu LapTop. 

- Mais que porra é essa YO!? 

 "E´Elefante ficou de boca aberta. Os olhos arregalados na tela do meu computador."

- Eu quero que você fique calmo, okay? 
 
 "Eu me aproximei para ver o que E´Elefante estava vendo no meu computador."

  /BRANCO
   ALTO 
   ÓTIMA FORMA FÍSICA 
   UMA BUNDA DELICIOSA E APERTADA.
   QUER UM ENCONTRO COM A FAMOSA LUA DA UNIVERSIDADE? CLIQUE AQUI!


   QUE PORRA É ESSA!!!?

   Eu quase surtei quando cliquei no link e a página foi redirecionada para um perfil com...
   minhas fotos. 

   Elas foram editadas com uma faixa preta cobrindo meus olhos mas, ainda assim era possível
   saber a minha identidade. Eram imagens dos arquivos da Competição das Luas e , outras
   do meu perfil no Instagram.

   Eu não estou acreditando nessa porra!!!

   /MARQUE SEU ENCONTRO COM N´YO NO NÚMERO 099 147 9985763XXX/ 

   Eu não acredito, esse é mesmo meu número!

   ********

   Meu celular começou a tocar mas, era um número desconhecido. Eu rejeitei a ligação no
   mesmo instante, abrindo o app LINE. Eu fiquei ainda mais chocado quando percebi a quantidade
   de novas mensagens, não lidas.

   *P´  /  EU ADOREI VOCÊ. TE ACHEI LINDO. 
   *N´  /  QUERO SUA BOCA EM MIM.   0_0


   *A´  /  QUANTO É ? O PREÇO INCLUI O MOTEL? OUVI DIZER QUE VOCÊ COBRA TRÊS MIL. EU ACHEI CARO
           MAS VOCÊ VALE A PENA



    
-  CARALHO!

  "Eu joguei meu Iphone longe quando ele começou a tocar várias vezes. Eu estava começando
   à fica com medo."

-  Minha nossa...O anúncio foi publicado hoje.
-  Deixe eu ver E´Mon...Em que site foi?

  "E´Frango estava tão chocado quanto eu ao pegar o LapTop para olhar de perto."

-  Porra...Têm link na sua foto até na FANPAGE CUTEBOY E´Yo.
-  Mas o outro site é de Gigolo?

-  Hahã.
-  Têm como descobrir quem publicou o link? Talvez a gente consiga achar o safado.

  "A Gangue inteira estava na minha cama agora. Tentando encontrar uma forma de parar com
   tudo isso. Eu estava a ponto de enlouquecer com o meu celular que não parava de tocar.
   
   Eu estou pensando seriamente em publicar uma mensagem na minha página negando tudo isso.
   explicando que não estou me vendendo como todos acreditam agora. Eu só não fiz isso
   porque os Anjos de Fadas me proibiram, dizendo que isso vai dificultar a identificação
   do verdadeiro autor que vai se sentir contente se perceber que conseguiu me machucar.

   Alguém começou a bater na porta do meu quarto, fazendo a Gangue dos Anjos se calar de
   repente. Eu tenho quase certeza de quem é. PHANA. 
   
   Eu abri a porta lentamente. Era ele mesmo. A gravata afrouxada no colarinho da camisa
   agora amarrotada, para  fora da calça . 
   Ele parece exausto, o cabelo levemente bagunçado também. Ele não estava alinhado como
   sempre o vejo todas as manhãs mas, isso não impediu que a Gangue dos Anjos fiquem de
   boca aberta por causa de sua beleza."

-  Eu estou cansado demais.

  "Sem nem perceber que estávamos sozinhos ele já entrou no meu quarto me abraçando após
   fechar a porta atrás de si. Esfregando o rosto no meu cabelo."

-  Você se importa de ter um balconista de restaurante ao invés de um médico, como seu namorado?
   Eu estou pensando seriamente em largar a medicina.

-  Hã...Têm outras pessoas aqui amor.

  "P´Pha olhou surpreso para a Gangue dos Anjos ao parar de me abraçar. Mus colegas estavam
   cobrindo a boca, nos olhando. Eu só não sabia o motivo de sua reação. Será que eles 
   sentem vergonha de ter presenciado isso ou simplesmente estão com inveja?"

-  Olá senhoras! Eu não sabia que hoje tinha festa aqui.
-  Não P´Pha. Não têm festa nenhuma acontecendo aqui mas, se você está tão cansado como
   disse venha, pode se sentar.

  "A Gangue dos Anjos abriu um espaço na minha cama, convidando P´Pha."

-  Venha se deitar e pode dormir se quiser. Vêm...
-  NEM PENSAR!
  
  "Eu abracei P´Pha no mesmo instante. Eu não estou louco de deixar meu namorado virar
   presa para esses caras."

-  Hã...Eu vou ir descansar Yo...No meu quarto. Você têm bastante companhia aqui.
-  O quê? Você não vai ficar?

  "Raramente eu insisto para que P´Pha fique no meu quarto. Isso até causou espanto nele ."

-  Têm alguma coisa errada? Você está estranho.

  (Como ele se atreve a seduzir o namorado na nossa frente dessa forma?)
  (Cale a boca! Não vê que ele só quer ser confortado pelo namorado? Ele se sente mal
   pelo que esta acontecendo.)
  (Não está nada! Ele está provocando o namorado na nossa frente, nos fazendo inveja.
   E´Yo miserável!)

-  Não tenho nada de mais P´Pha. É que você mal chegou.
-  Sim mas, você está com seus amigos.

-  Não têm problema. Você pode se sentar ali na cadeira da minha escrivaninha.
-  Mas Yo!

-  Vêm, eles não vão morder você, por favor. Eu já expulsei todos os demônios do corpo deles
   com água benta.

  "A Gangue estava me amaldiçoando em voz baixa por causa do que eu disse. Felizmente P´Pha
   aceitou e ficou conosco. Eu me sentei em um banquinho livre no quarto."

-  Então madames, o que vocês fazem aqui?

  "Assim que P´Pha fez essa pergunta eles olharam para mim e P´Pha. Eu sabia no que eles
   estavam pensando. Eles não sabem se devem contar sobre as fofocas sobre mim."

-  Nada de muito interessante P´Pha. Estamos só fazendo um relatório sobre...pH, Não é
   pessoal?

  "E´Mon acenou com a cabeça para o resto da Gangue concordar com sua mentira. Todos 
   confirmaram a versão do chefe da Gangue.
 
   Não demorou muito para todos retomarem a discussão assim que P´Pha foi embora depois
   de um tempo."

-  Esse mentiroso safado está nos enganando! Ele disse que só publicou o link que alguém
   enviou de forma anônima para ele.

  "E´Mon gritou estarrecido enquanto continua sua busca pelo culpado, prometendo à si
   mesmo que vai acabar com o desgraçado que está fazendo isso."

-  Fiquem calmos, todos vocês. Eu pode estar mesmo falando a verdade.

  "O problema não era deles mas, a Gangue tomou para si a responsabilidade de resolver
   tudo. Como se fosse contra eles mesmos."

-  Se eu fosse você E´Yo levaria isso até as autoridades, processe esse infeliz! Pare e
   pense. Isso pode arruinar sua vida. Eu não sei como te orientar de forma jurídica porque
   não faço direito.

-  Nem pensar! Isso pode de alguma forma manchar o sobrenome do meu pai.

  "Nós ficamos calados por um instante até a Gangue voltar a torturar esse cara que publicou
   o link, a ponto dele dizer que estava assutado e até chorando no computador. 
   Quanto à isso não há muito o que fazer porque, já são centenas de comentários na FANPAGE
   no Facebook. 

   Eram as mais diversas opiniões. Uns me defendem dizendo que não passa de boatos infundados.
   Já outros me condenam, dizendo que isso é verdade porque já passei pela cama de Ming e Phana.

   Isso só pode ser um pesadelo. Um filme de terror. Nada disso é verdade porra. Quanto mais
   leio mais fico chocado. Eu nem posso fazer o que meus colegas me aconselharam, não posso.

   Eu decidi não fazer nada à respeito e aconselhei que eles fizessem  o mesmo. Eles já estavam
   complicando tudo tentando responder alguns dos comentários, me defendendo e atacando os
   usuários da página.
  
   É inútil, uma perda de tempo tentar convencer essas pessoas. Eles não me conhecem, nem eu
   à elas e não importa o que eu diga ou faça, elas continuaram a acreditar no que querem
   acredita.
 
   Tudo que nos restou foi entrar em contato com o administrador da página, pedindo que ele
   remova o link definitivamente. A resposta veio em poucos minutos e ele nos atendeu, graças
   aos céus por isso.

   Já passava da 0:00am quando a Gangue foi embora. Antes de ir eles me aconselharam a ir 
   descansar e não pensar em toda essa porcaria. Eles repetiram várias vezes que isso não
   passa de um rumor e que eu não devo esquecer disso. Eu aceitei de bom grado o conforto
   que ele me deram. Embora eu não consiga de fato, afastar da minha mente tudo isso.

   
   Eu decidi desligar meu celular, guardando-o na gaveta antes de sair do meu quarto e
   descer as escadas até o terceiro andar.
   Era quase uma hora da manhã e eu não sabia se P´Pha já estava dormindo. Mesmo assim
   eu decidi usar a cópia da chave que ele me deu para entrar no quarto.
   Eu sempre bato antes mas, decidi entrar direto.

   O quarto estava em um breu total. O único som que eu ouvia era do ar-condicionado ligado e,
   as respirações dele na cama, enquanto dorme. Eu tentei não acorda-lo, caminhando na ponta
   do pés.
   Com todo o cuidado eu me escondi com P´Pha embaixo do cobertor."

-  Eles já foram?

  "Ele acordou...a voz ainda cheia de sono. Ele se virou, me agarrando com seu braço longo, 
   me prendendo com uma das suas pernas. Ele começou a beijar meu rosto, afundando seu rosto
   no meu pescoço."

-  É...eles já foram.
-  Você veio para dormir comigo?

-  Hahã?
-  Hummm Você nunca dorme aqui. Sempre insisti que não gosta de dormir fora do seu quarto.
   Isso é estranho.

-  É...Foi mesmo um dia bem estranho.

  "A luz baixa do abajur era suficiente para que eu veja que P´Pha abriu os olhos assim que
   eu disse isso, piscando lentamente para despertar. A respiração suave dele aquecia a minha
   bochecha enquanto seus olhos me avaliavam."

-  Me diz...O que você têm?
-  Não tenho nada.

-  Yo...Eu sei que você têm alguma coisa para dizer. Você só desistiu no meio do caminho,
   fale comigo hum?

  "O que eu deveria dizer? (ENTÃO P´PHA, SABIA QUE SEU NAMORADO
   É UM GAROTO DE PROGRAMA AGORA?)
"

   Ter ele para mim, como meu namorado era um sonho impossível. Eu tenho me esforçado para
   merecer ele. Para ser perfeito para alguém perfeito como ele. 
   P´Pha têm tudo que alguém pode querer. Ele é lindo, têm um bom status e um futuro
   promissor.
   Como eu poderia permitir que uma fofoca sobre mim arruíne sua reputação? Eu sei que não
   deveria pensar assim mas, eu acho que não o mereço."

-  P´Pha, eu...
-  Hummm?

  "Deus, o que digo? Como eu falo isso?"

-  Existe um...boato, sobre mim.

  "Eu disse isso com extremo cuidado. Eu me virei para ficar de frente para ele, minha testa
   tocando a dele agora."

-  Ah é? Que boato? É só um ou têm mais?
   ...
-  Acho isso tão estranho...Por quê as fofocas sobre mim não se tornam virais como as 
   fofocas sobre você?

-  O quê? Você já sabe?

  "Agora eu fiquei surpreso, de verdade."

-  Sim...Você nem imagina quantos eu ouvi. Eu só não acredito em nada. Eu convivo com você.
   Grudado em você todos os dias, eu te conheço. Sei quem você é.

  "P´Pha continuou a falar, me puxando para mais perto dele enquanto arruma o cobertor para
   me aquecer melhor."

-  Eu ouvi muita coisa. Que você fica com um monte de caras por aí. Que você visita muitos
   bares, se insinuando. Alguns chegaram a dizer que você passou pela cama de todas as Luas
   da Universidade, que absurdo...E não para por ai, eu ouvi que...

-  PARA!

  "Deus do céu! Por que as pessoas são tão...mas assim? Eu vivo praticamente sozinho.
   Como podem espalhar tantas mentiras desse jeito?"

-  Eu ouvi outro boato hoje.
-  É? Qual?

-  Estão dizendo que vendo o meu corpo.

  "Eu esperei pela reação de P´Pha, fechando meus olhos com força. Mas ele não disse
   por alguns segundos até começar a gargalhar."

-  O quê foi que eu disse? Por quê você está rindo assim?
-  Hmm, Quanto você cobra pelo programa?

-  P´PHA!!! EU NÃO ESTOU BRINCANDO!
-  Hey! Por quê você está dando tanta importância à isso hã?

  "Ele ainda ria de mim quando apertou minha bochecha."

Você é popular agora. Como se fosse uma estrela e é normal surgirem os boatos. Olhe para
   si mesmo amor. Tão lindo, pele clarinha, lisa e suave. Sexy...hã, quero dizer, fofo.
   Seria estranho se não houvessem comentários sobre você.


   Basta que ele vejam um foto antiga sua e irão pensar que você é um filhinho de papai 
  rico que pagou um monte de cirurgias para ficar bonito.

  "P´Pha começou a brincar com a situação novamente. Eu me sinto mais aliviado na verdade.
   Por ouvir ele falar assim. A opinião dele é a única que me importa."

-  Me diz Yo...Quem já pagou para ter você?
-  QUE PORRA DE PERGUNTA É ESSA!?

-  Eu sei que você já é do Papai rico.
-  O quê!? Quem diabos é esse cara?

  "Agora eu fiquei mesmo com raiva. Do que ele está falando? Ele só ri de mim."

-  Sei que você é do PAPAI PHANA.

  "Eu dei um soco leve em P´Pha por causa de sua piada."

-  Você é muito engraçado sabia? HÁ HÁ
-  Falo sério. O PAPAI PHANA aqui pagou cara demais pelo garoto nessa cama...
   Eu só ainda não entendi como o PAPAI PHANA não possuiu o Wayo uma única vez ainda.

  "A pergunta de P´Pha me deixou calado por alguns segundos até responder."

-  Eu vou dormir, estou cansado.
-  Hahã...Estranho, sempre quando falo de sexo te dá sono.

-  Bom, eu só...
-  Então...Vai demorar muito para você estar pronto?

  "Eu tentei fugir do olhar intenso de P´Pha. Droga...Ele mal têm tempo para estudar
   e ainda consegue pensar nisso."

-  Eu acho que...bom, talvez aconteça logo.
-  Hunhummm Sério?

  "P´Pha parecia uma criança que vai ganhar o que tanto pediu aos pais. Ele começou a 
   rir outra vez."

-  Então você está pronto para o Phana aqui hum?
 
  "P´Pha deitou de costas na cama, sem tirar os olhos de mim. Apertando minha bochecha."

-  Está com sono mesmo?
-  Não está vendo como estou cansado? Claro que estou.

  "Eu ainda estava pensando nas fofocas sobre mim mas, não deveria. O próprio
   P´Pha não se importa. Por que eu deveria?"

-  Têm outra coisa que não contei....
   Hoje, em uma loja, um cara flertou comigo e me olhou como...se eu não valesse
   nada. Ele queria, pagar por uma transa comigo. Eu me senti tão mal. Eu queria encher a 
   cara dele de socos.

  "Assim que me dei conta que P´Pha estava me olhando diferente eu parei de falar. Ele
   não riu como ainda pouco."

QUEM É ELE? Como ele se chama? De que faculdade ele é?

  "P´Pha começou a me interrogar com uma voz séria, fria. Uma expressão fechada também."

-  Hã...Eu não o conheço.
-  COMO ESSE INFELIZ SE ATREVE!

-  Ele fez isso por causa desses boatos.
-  MAIS QUE...PORRA!!!!

  "O grito que P´Pha deu foi tão alto que tenho certeza que o terceiro andar inteiro pode
   ouvir."

-  EU VOU DESCOBRIR QUEM É E VOU ACABAR COM ESSE DESGRAÇADO.
-  NÃO VAI NÃO! Você pirou? Você não vai fazer nada.

-  Como não vou fazer nada Yo!? Como você me pede isso depois que descobri que ele queria...
   Que ele tratou meu namorado como se fosse uma prostituta hã? Ele vai pagar por isso!

-  P´Pha...
-  Não Yo...Pare! Eu ainda posso deixar passar os boatos porque sei que não são verdade mas,
   EU VOU MATAR ESSE INFELIZ POR ELE TER TIDO A CORAGEM DE PEDIR SEXO COM VOCÊ EM TROCA
   DE DINHEIRO, COMO SE VOCÊ VOCÊ UM COISA QUALQUER!!! QUE SE FODA TUDO!


  "P´Pha não para de praguejar depois de saber de tudo. Então, ele me olhou de repente."

-  Você não entede Yo?
-  O quê?

-  É POR SUA CULPA!
-  Eu não entendo P´Pha. Como assim por minha causa?
   ...
Escute Yo...Eu sempre vou ser assim, louco de ciumes e desesperadamente possessivo 
   com você porque...Eu quero a sua primeira vez pra mim. A primera, a segunda e todas
   as outras também.
   Eu me sinto perturbado todos os dias, pensando em você na sua faculdade longe de mim.
   Você me entende não é?


  "Era como se Hermione de Harry Potter tivesse lançado um feitiço de petrificação em mim.
   Eu engoli a saliva sentindo um misto de timidez e...tesão por P´Pha.

   É algo só entre nós dois e ninguém mais. Não preciso me sentir tímido sobre isso. É algo
   apenas entre nós dois."

-  Então você quer de verdade...ter, a mim?

  "P´Pha estava de certa forma, surpreso com minha pergunta."

-  Como você pode me pergunta isso? CLARO QUE EU QUERO. VOCÊ É MEU NAMORADO!
   VOCÊ NEM FAZ IDEIA DE COMO ESTÁ SENDO DIFÍCIL AGUENTAR!?


  "Sim, ele me quer mesmo. E foi doloroso ouvir sua voz assim."

-  AMANHÃ, ENTÃO...?



















 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...