História 20 passos pro crush te notar - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lu Han, Sehun, Tao, Xiumin
Tags Baekyeol, Chanbaek, Clichê, Hunhan, Kaisoo, Kaistal, Taoris, Xiuchen
Visualizações 178
Palavras 1.290
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem
Desculpem
Desculpem
Desculpem tempo sem posta
Dessa vez era castigo sem nem mesmo pc, mas agora voltei
E vou tentar nunca mais deixar vcs esperando
E esse cap tera coisinhas +18
Não é lemon chanbaek ainda, uma dica: baconzinho...
Leiam e sejam feliz

Capítulo 11 - Passo 11- Tome uma atitude


Segurei seu rosto firmemente, e mesmo ele meio cabisbaixo continuava a sorrir em minha direção, aos poucos estavamos nos aproximando e quando os nossos narizes se tocaram...

-Baek eu t... - Omma abriu a porta fazendo nós dois á olharmos irritados. - Acho que atrapalhei... Bem, eu vou sair e volto só mais tarde.

-Ok omma, se divirta! - Falei com raiva na voz

-Tem preservativo no meu quarto, tchau! - Minhas bochechas esquentaram e com certeza estavam vermelhas, olhei Chanyeol e ele estava mais vermelho que uma pimenta.

-Desculpe por isso, minha omma é meio...

-Tudo bem, tudo bem, eu entendo. - E então rimos como dois idiotas logo saindo do quarto e indo pra sala.

Decidimos colocar uma série, fazer maratona de série não era meu forte mas comer pipoca e chocolate eram. Liguei a Netflix e apaguei a luz da sala indo até a cozinha fazer pipoca pra mim (sim, PRA MIM) e então fui seguido por ele.

-Não acha que está fazendo pouca? - Ele perguntou olhando por trás de mim eu colocando os milhos na panela.

-É só pra mim, bobo! - E então ele fechou a cara fazendo eu rir, e então levei um soco fraco no braço. - Tá bom eu coloco mais!

Depois de completarmos a missão da pipoca, peguei uma barra de chocolate no armário e como eu infelizmente não tinha dinheiro, ficamos sem refri e bebemos água mesmo. Busquei um cobertor no quarto e me ajeitei ao lado dele no sofá, tive que compartilhar o cobertor com ele, não que fosse ruim, mas se ele queria podia ter dito. Chanyeol sem mais nem menos pegou o controle colocando the walking dead

Eu nem fiquei com medo daqueles zumbis na tela, nem me assustei com os sons que eles faziam, eu tava de boas. Tão de boas que Chanyeol levou um susto e derrubou minha pipoca.

-Puta que pariu! - Gritei irritado e ele com medo (não sei se era da série ou de mim) - Por que se colocou se tem medo?!

-E-eu não tô com medo...

-Não...

-Vamos colocar my little pony? 

-Pode ser né... - E então colocou um episódio para nós vermos. Era tão bosta que chegava a ser engraçado, era fofo a forma como Chanyeol gostava daquilo, ele cantava as músicas, ria das piadas ruins, shippava os pôneis (mais especificamente a Raibow dash com a Applejack) Eu ainda acho que eu estava rindo dele e não do desenho. Dava pra ver o brilho nos seus olhos assistindo aquilo. Depois de assistirmos 3 episódios, olhei o relógio que mostrava ser 20:07 (Autora: alguma b3ar por ai?) 

- Chanyeol, acho que já está tarde...

-Sim mas... Eu não quero ir embora! - Senti meu buraquinho piscar com aquilo, pera! Ele tá querendo dormir aqui? Eu não ligo não! Pode vim! Senti um arrepio e logo pensamentos impuros dominaram minha cabeça. 

-P-por que quer ficar aqui? - Ele se aproximava cada vez mais de mim, e eu cada vez sentia a minha calça mais apertada. - Chan... Por que está fazendo isso? Essa proximidade não é meio estranha? - E então deixou um simples selar em meus lábios e logo deixou apenas nossas testas coladas.

-Nunca seria estranho me aproximar de quem eu amo... - E então novamente selou meus lábios, pediu passagem e então começamos um diferente beijo, não sei explicar como era, era diferente de todos os que eu já dei. Sem pensar, tirei o cobertor de cima de nós dois e o empurrei sobre o sofá ficando por cima, rebolei lentamente sobre seu membro ainda desacordado e então senti aos poucos ele endurecer enquanto ouvia gemidos roucos saindo de sua boca, segurei a barra de sua camisa pronto para puxa-la para cima, quando de repente...

-Baek, Ei Baek! Baekhyun! Tá tudo bem? - Sai de meus pensamentos vendo Chanyeol estalando os dedos em frente a minha cara. Segurei sua mão mostrando ter voltado a realidade. - Eu só disse que não queria ir embora Baek... 

-P-pode dormir aqui se quiser, só que tera que dormir comigo na mesma cama ou na sala... 

-Não me importo de dormir com você... - Senti um aperto na minha calça, olhei por baixo do cobertor de uma forma disfarçada, e baconzinho tava lá, acordado e bem duro por sinal, começei a suar com toda aquela situação. - Tudo bem Baek? - Ele perguntou provavelmente ao ver minha cara de vergonha e ao mesmo tempo desespero.

-E-eu preciso q-que você fique no meu q-quarto por um tempo... - Disse tentando fazer cara de que nada aconteceu. - Preciso usar o banheiro...

-Eu espero na sala, você não deve demorar muito...

-Chanyeol... Por favor, o banheiro é perto da sala não conseguirei fazer o que preciso sabendo que você vai ouvir.

-Ouvir o que? - FUDEO.

-O-o barulho na água da privada... - Comecei a ficar mais nervoso e ainda pra ajudar o pequeno Baek parecia que ficava cada vez mais duro.

-Baek, para de mentir! 

-Hm... - Minha cabeça e meu corpo de repente não trabalhavam como um, ataquei seus lábios fazendo ele se assustar, eu pensava que era errado, mas ao mesmo tempo era tão bom. Ele negou passagem no começo, mas depois a cedeu e consegui aprofundar o beijo, nossas bocas pareciam que tinham o formato perfeito uma para outra, e nossas línguas tinham uma sincronia melhor do que todas. A falta de ar bateu fazendo nos separarmos. - Chan... Por favor, vai pro meu quarto. - E então, mesmo que ele ainda estivesse confuso, se levantou e andou até meu quarto, quando ouvi a porta fechar levantei e andei até o banheiro em passos largos. Entrei fechando e trancando a porta atrás de mim. - Não creio que vou fazer isso com ele aqui... - Sentei no chão encostado na porta e toquei meu membro superficialmente por cima da calça, abaixei apenas a calça vendo minha boxer branca quase transparente de tão molhada, abaixei ela e gemi baixo ao sentir meu membro tão duro "saltar" pra fora. Comecei a movimentar minha mão lentamente enquanto deixava a gola da minha blusa na boca pra tentar evitar gemidos altos, aos poucos acelerei e os gemidos ficaram mais rápidos e altos, quando senti meu ápice chegar, larguei meu membro e soltei a blusa da minha boca. Abri a gaveta do banheiro que guardava apenas coisas minhas, procurei, mas não achei meu consolo.

-Eu não acredito que deixei ele no quarto! Vai na mão mesmo então! - Me posicionei de quatro e abri um pouco as pernas, coloquei dois dedos na boca os molhando de saliva e logo os posicionei em frente a minha entrada. Adentrei apenas um e foi impossível segurar um gemido alto e manhoso, comecei a mover meu dedo dentro dali, e então coloquei o outro, esperei um tempo e comecei a move-los enquanto rebolava lentamente. Eu não conseguia gemer outra coisa que não fosse o nome dele, comecei a tentar ir ainda mais fundo e rebolar mais rápido, logo cheguei ao ápice deixando um alto gemido arrastado ser ouvido provavelmente pela casa toda. 

Levantei e arrumei minha calça e comecei a limpar o chão se não o chinelo da omma ia estalar em mim, lavei as mãos e finalmente sai do banheiro com um sorriso inocente nos lábios.

-Chanyeol! - O chamei recebendo o silêncio como resposta. - Chan! Eu já sai do banheiro! - Ouvi um baixo gemido ao passar em frente ao meu quarto, aproximei os ouvidos da porta, e os gemidos vinham exatamente dele. Gritei vitorioso por dentro e sai pulando feliz silenciosamente até a sala. Desliguei a tv e acendi a luz, deitei no sofá ouvindo os gemidos dele mesmo que meio baixinhos.

Tomar uma atitude pode fazer alguém ficar com você na cabeça, e é bom saber que quem você é apaixonado se toca pensando em você, hihi...

 


 .






Notas Finais


Baek safradinho tomando atitudes rapidas
Sera q o chan tava mesmo pensando no baek como ele pensava nele?
Chan tb havia dito q gostava de um garoto, talvez ele estivesse pensando nele não é?
Bem, só o tempo da fic dirá!
Bjs de uma raposinha-cervo!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...