História 21st Century Boys - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Kookmin, Lemon, Romance, Yaoi
Visualizações 23
Palavras 1.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi ❤

Sempre tive um amorzinho por essa fic então decidi refazer a idéia toda, ficou bem diferente!

Espero que curtam! Tem um pouquinho menos de humor, mas não é nada pesado!

Desculpem qualquer erro ❤

(Sim, o trecho da música do capítulo fala "I are" ao invés de "I am")

Capítulo 1 - Ruas em Seul


Fanfic / Fanfiction 21st Century Boys - Capítulo 1 - Ruas em Seul

I just wanna dance with somebody

I just wanna dance with somebody

It could be anybody

Tell me are you that somebody!

Don't matter who you are

Just love me the way I are

I just wanna dance with somebody

I just wanna dance with somebody

.  .  .

ㅡ Como é bom morar sozinho!!! ㅡ Gritei jogando a mala de roupas na cama e abrindo os braços sorridente, sem nem realmente saber como era a sensação, já que tinha acabado de me mudar.

Mas isso não importava. Finalmente estava livre!!

Poderia dormir a hora que quisesse, por quanto tempo eu quisesse (!!), sair sem avisar meus pais e até fazer umas festinhas as vezes. Bem, eu na verdade não sou muito adepto, mas a maioria das pessoas da minha idade parecem se divertir, então eu faço.

Percebi algo macio e felpudo roçar de leve na minha perna e olhei para baixo, sorrindo ao ver o que era; já havia deixado Luna, minha gatinha, solta para passear pela casa assim que cheguei, mas ela parece não gostar da idéia ficar longe de mim por muito tempo quando estou em casa.

ㅡ Olha quem não aguentou a saudade e já veio me ver! ㅡ falei meigo, abrindo um sorriso de dentes pra ela e a pegando no colo, ouvindo seu ronronar baixo de satisfação. ㅡ Já conheceu sua nova casa? O que achou? É boa? ㅡ Perguntei me sentando na cama com ela no colo enquanto fazia um carinho manso em sua cabeça, eu gostava de conversar com animais, sinto como se lá no fundo eles pudessem nos entender perfeitamente. ㅡ Vou contar isso como um sim!

Ri baixo e coloquei ela do meu lado naquela espaçosa cama de casal para que eu pudesse me deitar também, vi que já havia se aconchegado ali e sorri agradecido.

Me joguei deitando de barriga pra cima naquele colchão macio e dei um suspiro aliviado, finalmente poderia descansar.

E pensar que ajudar os caras da mudança, arrumar todos os móveis da forma que me agradava e guardar as coisas sozinho foi mais rápido do que eu imaginava.

Apenas 3 horas.

Ri ao pensar e notei Luna vindo pra cima de mim novamente.

ㅡ Não, amor...! ㅡ protestei cansado para ela ao sentir sua cabeça se esfregando no meu ombro, afim de mais carinho, fome não era! Eu já havia posto sua comidinha e água. ㅡ Seu dono precisa dormir um pouco...

Ouvi ela miar alto, manhosa como era e decidi lhe dar atenção, mesmo cansado.

Segurei seu pequeno corpo com as mãos e a trouxe com delicadeza para que se deitasse em meu peito; querendo ou não eu dormiria de qualquer forma ali pelo excesso de cansasso, então que dormisse junto comigo.

Não queria em hipótese alguma ser um péssimo dono.

Senti meus olhos pesarem enquanto deixava pensamentos bons vagarem minha mente. Minha mãe sempre dizia sobre como é positivo pensar em coisas que desejamos antes de adormecer.

Estava sentindo o sono chegar enquanto pensava sobre como queria e como estava animado para fazer novos amigos na cidade, conhecer novos rostos e imaginando como seria minha nova escola.

...

Droga.

ㅡ Luna? ㅡ Chamei baixo lhe olhando, conferindo que já estava dormindo, respirei fundo porque teria de levantar e tirar ela do meu colo.

Suspirei pesado e a tirei de cima de mim com o mesmo cuidado que tinha a colocado, dei um longo bocejo, sentindo meu corpo praticamente querer brigar comigo por estar levantando essa hora, mas o que eu poderia fazer? Não posso perder um dia de aula, preciso fazer minha matrícula ainda hoje!

Fui até a sala onde havia esquecido meu IPhone na mesinha e chequei as horas, vendo que eram 6 PM em ponto, o que era bem óbvio pela cor do dia que já começava a se escurecer.

A escola provavelmente era como todas as outras e fechava 6:20, então eu teria pouco tempo.

Fiz uma careta, voltando rápido para o quarto e pegando meus documentos e uma blusa de frio. Precisava chegar antes que a escola fechasse a secretária e ainda seria bom passar em algum lugar onde pudesse tomar um café, para que não ficasse tão sonolento e com aparência abatida.

Vesti a blusa enquanto pegava as chaves na mesa e sai, trancando a porta rapidamente e me colocando a andar à passos rápidos sem ter um rumo muito certo, parando justamente por causa disso.

"Que ótimo."

Estava fazendo frio e tudo o que eu sabia era que a escola ficava à três quadras de casa, o antigo dono da casa havia me dito isso. Mas três quadras em que direção???

Girei os olhos. "Otimismo Jimin!" Se eu não encontrar de primeira, posso fingir que é tudo uma simples caminhada, eu estou precisando perder um peso mesmo. 

Bom, minha casa ficava em frente ao parque do bairro (que por acaso era muito bonito), então haviam só quatro direções possíveis. Com um pouco de sorte, talvez eu possa tentar uma por uma e encontrar o local antes que o mesmo feche.

O café... pode ficar pra depois.

Mordi o lábio inferior me sentindo pressionado à achar a escola rápido e voltei a andar, descendo a rua tentando olhar bem para frente e ver se conseguia ver algo a frente em meio a neblina que começava a se formar, afim de agilizar o meu tempo.

...

ㅡ Aish!! ㅡ Suspirei cansado com a respiração já começando a ficar ofegante.

Havia praticamente corrido durante a quadra toda da direita para ver se chegava logo e nada, já era minha segunda tentativa falha.

Abaixei meu corpo e apoiei minhas mãos nos joelhos, talvez ser uma pessoa pouco esportiva e meio acima do peso como diria minha mãe tinha lá suas desvantagens.

Fechei os olhos com força e virei meu corpo para voltar ao ponto inicial.

"Só mais duas quadras, Jimin, só duas! Positividade!!!"

Voltei a caminhar rapidamente, colocando as mãos nos bolsos da blusa e olhando pro chão enquanto notava fumacinha saindo pela boca por causa do tempo gelado, me amaldiçoando por não ter pego um cachecol e principalmente: Por não ter feito a matrícula mais cedo.

Acabei esbarrando de frente com alguém, só notei quando tínha topado com força minha cabeça em seu rosto, ele ou ela era maior.

ㅡ A-aish! ㅡ Coloquei a mão na cabeça observando a figura a frente que tinha acabado de xingar um palavrão, era um garoto. ㅡ M-me desculpe, por favor. Eu estava distraído e não vi você pela neblina... ㅡ Falei me aproximando devagar do menino vendo que estava com a mão na boca, talvez tivesse doído bem mais nele.

Aproximei minha mão devagar para tirar a sua dali e ver se ele havia se machucado e levei um tapa na mesma, me assustando e afastando ela em seguida.

ㅡ Mas que porra!! ㅡ Que menino boca suja... ㅡ Você deve é ser cego pra não me ver!!

Ele podia muito bem ter desviado se me viu...

ㅡ D-desculpas novamente... eu sou tão desastrado! Você está bem? Ah e eu estava procurando a escola do bairro, não me recordo muito bem do nome, pode me ajudar?

Não queria o interromper ou que pensasse que eu não estava preocupado, mas tinha pouco tempo para chegar lá então não podia não perguntar.

ㅡ Sai logo da minha frente.

Dito isso ele continuou seu caminho, passando batido por mim e me esbarrando no ombro com força, confesso que fiquei um pouco chateado.

Era a primeira pessoa que eu havia "conhecido" na cidade e já havia dado vexame. Quanto azar...

Puxei o ar, tentando não ficar muito abalado com o que aconteceu e por ser tratado tão mal e continuei meu caminho, agora prestando mais atenção a minha volta.

.  .  .

I'm Sorry, I'm not the most pretty

I'll never ever sing like Whitney

Ooohh

But I still wanna dance with somebody


Notas Finais


Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Até a próxima!

Me digam se gostaram😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...