História 221B, Baker St. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, Girls' Generation, Got7, Sherlock, TWICE
Personagens BamBam, D.I. Greg Lestrade, Dr. John Watson, Jennie, Jim Moriarty, Jisoo, Lisa, Mary Morstan, Molly Hooper, Momo, Mrs. Hudson, Mycroft Holmes, Personagens Originais, Rosamund Mary Watson, Rosé, Sana, Sherlock Holmes, Taeyeon
Tags 221b, Baker Street, Bambam, Bamlisa, Dr Watson, Greg Lestrade, Holmes, Jennie, Jim Moriarty, Jisoo, Kpop, Lestrade, Lisa, Mary Watson, Molly, Momo, Moriarty, Mrs Hudson, Mycroft, Mycroft Holmes, Rose, Sana, Scotland Yard, Sherlock, Sherlock Holmes, Taeyeon, Watson Sherlock
Visualizações 13
Palavras 1.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi!!

Capítulo 1 - O acordo


Fanfic / Fanfiction 221B, Baker St. - Capítulo 1 - O acordo

29 de janeiro de 2014

Não era a primeira vez em que Kunpimook iria visitar sua psicóloga, nem a primeira vez que ela lhe pedia que arrumasse um amigo, ou até uma namorada para fazer-lhe companhia no dia-a-dia. Mas Watson sabia que isso estava fora de seu alcance, não podia se preocupar em fazer amizades quando tinha que achar um lugar confortável e que ele conseguisse pagar, para morar.

Terminava seu café sentado em um banco de madeira na praça. Ele não era muito de sair, mas se não achasse um bom apartamento logo, teria que sair do país ou até pedir ajuda para seu irmão, coisa que preferia morrer do que fazer. Quando dava o último gole no seu café, ouviu uma voz que Watson não reconheceu de imediato, mas que não lhe era estranha, sabia que já a havia ouvido em algum local, tentou se lembrar de onde a conhecia, mas foi retirado de seus pensamentos por um toque que sentiu no seu ombro, uma mão de uma pessoa que estava pedindo sua atenção.

- Kunpimook! Oh meu Deus! Quase não te reconheci! Caramba, você está péssimo, até parece que levou um tiro na guerra! O que aconteceu com você? - E então Watson conseguiu se lembrar de quem era o dono daquela voz. Kim Yugyeom, seu ex colega de faculdade que não via há anos, estava na sua frente agora. 

-Eu digo o mesmo, Yugyeom. Por onde esteve esse tempo todo? Já faz dois meses que voltei para Londres e ainda não tinha te visto por aqui! Ah, e respondendo sua pergunta; eu levei um tiro sim.

Depois de uma xícara de chá e um papo sobre guerras, família e de como Yugyeom tinha engordado, Watson decidiu que era hora de ir para casa, tomar um banho e dormir. Iria começar a arrumar sua mala, iria embora daqui a 3 dias se não achasse um lugar para morar.

-Mas já vai? Tão cedo! Tudo bem, mas dia 2 você vai na festa de aniversário da minha mulher, você tem que conhecê-la! E também tem que conhecer minha pequena Tae, você irá se apaixonar por ela logo de cara! Já tem 2 anos, como o tempo passa rápido, não?

- Minhas sinceras desculpas, Yug. Sinto em lhe dizer que vou partir daqui a 3 dias, mas diga a sua esposa e a sua pequena Tae que eu mandei lembranças.

-Ãhn? Como assim? Você não vai ficar em Londres? Mas nós acabamos de nos encontrar! 

-Eu não tenho lugar pra ficar, Yug. As boas suítes da cidade estão muito caras para eu pagar sozinho.- Quando viu que seu amigo iria abrir a boca para perguntar algo, Kunpimook deduziu o que seria e logo respondeu, não deixando Yugyeom formular a pergunta. - E sim, já pensei em dividir o apartamento com outra pessoa, mas, quem iria querer morar comigo?

Yugyeom riu abafado.

- O que é tão engraçado, Yugyeom?

-Sabe que você é a segunda pessoa que me diz isso hoje?

- E quem seria o primeiro?

-Uma grande colega minha, você vai ver quando chegarmos lá.

O local em que a garota foi encontrada foi no meio de um laboratório, supostamente estava fazendo uma experiência. Quando chegaram a sala em que ela estava, Kunpimook seriamente cogitou sair correndo daquele local, ela era louca? Estava chicoteando um cadáver! Qual era o problema dela?

-Hmm, YunJun, pode me passar o seu telefone? Preciso mandar uma mensagem e meu celular está sem bateria.

-É Yugyeom. E não, não posso, deixei meu celular carregando em casa.

-Ora, pra quê vocês servem então? 

-Eu posso emprestar o meu. - Kunpimook então, sentiu que emprestar seu celular para uma pessoa desconhecida, que há alguns minutos atrás estava chicoteando um cadáver, não lhe custaria nada. - Se quiser, é claro.

-Ah, claro, aceito sim. - E então o fez, assistiu a moça digitando e enviando a mensagem, devolvendo o celular logo depois. Sem agradecer. Depois de alguns segundos de silêncio, ela voltou a falar - Afeganistão ou Iraque?

- Como é?

- Em qual esteve? Afeganistão ou Iraque?

- Afeganistão, como sabia?

- Gosta de violinos?

- Como é?

- Eu tendo a tocar quando estou pensando e fico dias sem falar, isso te incomoda? Quem vai morar junto tem que saber os defeitos um do outro.

O silêncio ocupou aquele lugar.

- Ahn, como você sabe que eu estou procurando alguém para dividir um quarto? -Watson não estava mais entendendo nada. Como ela poderia saber que ele estava procurando algum lugar para morar?

- É óbvio, hoje de manhã falei para Yugyeom que sou uma pessoa difícil de morar, e aqui está ele, com uma pessoa que eu nunca vi na vida e que acabou de voltar do serviço militar no Afeganistão. Não foi tão difícil.

-Como sabia do Afeganistão?

-Eu encontrei um lugarzinho bem confortável no meio de Londres que juntos conseguiremos pagar. Nos encontramos lá amanhã as 20:00. Agora, se me dão licença, tenho um compromisso e não posso me atrasar. - Aquela moça era muito suspeita, como poderia saber de tudo aquilo? Watson não sabia se ainda queria dividir um quarto com ela.

- É simples assim? Mal nos conhecemos e vamos dividir um quarto? 

-Te incomoda? 

-Não nos conhecemos, nunca vi você na minha vida e, além do mais, eu não sei onde fica o lugar e eu nem sei o seu nome. - Quando Watson terminou de falar, a moça se virou para ele e o encarou por uns 20 segundos, e depois voltou a falar.

- Sei que você é o mais novo médico militar a ir para a guerra, que voltou para Londres por invalidez, sei que você tem um irmão que está preocupado com você mas você não o procura por não aprovar o estilo de vida dele, provavelmente um alcoólatra, talvez por que sua mulher o deixou recentemente, e também sei que sua psicóloga acha que seu mancar é psicológico e ela está certa. Isso é o suficiente para começar, não acha? 

Silêncio.

 E com isso, Kunpimook estava realmente muito chocado. Estava sem palavras e não sabia explicar como ela sabia todas essas coisas. Estava a encarando com uma cara com certeza de espanto, pois ela soltou um pequeno riso e foi em direção à porta.

-Co.. Mo... Como você sabe? Como você descobriu isso?

-Vamos fazer um acordo. Se você me aguentar por dois meses eu te conto o meu segredo. Agora, se os dois me dão licença, Lestrade está me esperando. - A moça deu um passo em direção a porta, pegou a maçaneta em sua mão, a girou, e virou o corpo em direção do mais velho. 

- Ah, o endereço é Rua Baker, Apartamento 221B, e meu nome é Lalisa Holmes. - E em seguida, saiu.

- Não se preocupe, ela é sempre assim.

Na verdade, era isso que estava fazendo Kunpimook ficar com medo. Como moraria com uma pessoa que só de te olhar, pode até te falar o que você comeu e de que signo você é? Era bizarro demais, até para Watson.




Notas Finais


Espero que tenham gostado, vou postar 2 capítulos por semana.
Dêem suas opiniões nos comentários!
With Love,
Nat.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...