História 24/7=Heaven (Namjin/Abo) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Abo, Chanbaek, Hunhan, Jaenior, Jikook, Kaisoo, Kristao, Markson, Mpreg(gravidez Masculina), Namjin, Sulay, Taebam, Xiuchen, Yoonseok, Youngyeom
Exibições 404
Palavras 1.583
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente, eu queria falar uma coisa aqui hoje. É que eu não vou mais reescrever a fanfic porque muita coisa vai ficar confusa (mais do que já tá não fica kkkk sorry), eu vou ver se consigo cobrir um pouco as partes confusas.
E sobre o irmão do Tae, eu esqueci de falar, que ele é Omega, é o pai do Sehun, tem o Sehun como filho alfa, mas ele na fanfic quer ter certeza que o Sehun vai ter um filho para seguir depois do Sehun ( Tô até desnorteado com tanto erro que tô cometendo ultimamente )
CARA EU TÔ BERRANDO, A FIC TÁ COM 164 FAVS (acho que é isso msm)
MAYU EU TE AMO!💜
Era isso, boa leitura!

Capítulo 11 - Lu Han


Fanfic / Fanfiction 24/7=Heaven (Namjin/Abo) - Capítulo 11 - Lu Han

Baby, esta noite, tenha uma boa noite
Nossa primeira mensagem e telefonema
Estavam cheios de momentos estranhos
Nosso primeiro encontro muito esperado, por que eu roí minhas unhas?

Por que eu estava tão nervoso?
Com o tempo, nós naturalmente viramos namorados
Com esses tipos de palavras
Fizemos os sentimentos um do outro

Coffee - Bts


Luhan


- Bom, acho melhor nós irmos! _ Aquele garoto fala levantando do sofá com minha mãe, me levanto e assinto. Nós saímos de casa e eles se despediram.


- Tchau amor! _ Minha mãe fala é deposita um beijo no topo da minha cabeça. _ Cuide bem dela! _ Fala e ele assente me puxando para o carro, mãe se ele me sequestrar, quero que você saiba que eu não vou te perdoar. Ele abre a porta do carro pra mim é eu entro no mesmo, e logo ele entra e dá a partida.


- Ok, nós vamos o caminho inteiro quietos ou vamos conversar? _ Pergunta e o encaro incrédulo. _ Conversar com mímica, você sabe fazer mímica? _ Pergunta rindo e balanço minha mão como se quisesse falar “Mais ou menos”. _ Ok,quantos anos você tem? _ Pergunta, e eu faço com meus dedos dez e depois seis, e ele me encara surpreso. _ Nossa, você é tão jovem... Ok, você quer que eu diga a minha? _ Pergunta e eu assinto. _ Eu tenho 18! _ Fala e dessa vez eu que o encaro surpreso, ele realmente não parece ter essa idade. _ Do que você gosta? _ Pergunta novamente, coloco meu dedo na minha bochecha e começo a me mexer como se estivesse cantarolando uma música. _ Porque você está fazendo aegyo? _ Pergunta e o encaro com raiva, ele só pode estar me zoando. Aponto para o rádio e ele me olha confuso, mas logo volta a olhar pra pista. _ Você quer escutar música? _ Pergunta rindo e eu bato em minha testa. _ Hum, você gosta de música? _ Pergunta e eu assinto. _ E do que mais você gosta? _ Faço movimentos como se estivesse dançando, o que foi completamente ridículo, já pensaram no quanto é ridículo se esfregar no banco de um carro e mexer os braços, é muito ridículo e quase a minha vida. _ Gosta de escutar músicas e dançar, só isso? _ Pergunta e eu assinto. _ Eu gosto de comer, dormir, cantar e dançar! _ Legal, incrível, joga na minha cara que eu não posso cantar. _ Ah, me desculpe eu não… _ Abano minha mão como se falasse “Tudo bem” e ele volta a olhar pra frente. _ Chegamos! _ Fala estacionando em uma vaga… do cinema, eu sabia. Normalmente em encontros as pessoas vão para restaurantes, comem e conversam, meu único problema é a terceira parte, mas fala sério, mandar os filhos para um primeiro encontro em um cinema só porque um deles não pode falar e sacanagem. _ Vamos! _ Fala me puxando para dentro.


Ele comprou entradas para um filme de romance… ROMANCE, hahaha quem está sendo a garotinha aqui, eu mesmo, pois quando eu sem querer ri, só que no modo mudo, ele viu e comprou outras entradas, só que dessa vez para Invocação do mal. No fim eu me fudi porque eu morro de medo de filme de terror. Quando o filme terminou eu estava aterrorizado, e Sehun ele estava super feliz, parecia uma criança depois de ganhar doce, fala sério, eu estava morrendo de medo e ele estava rindo de mim, otário, espera só eu chegar em casa, vou colocar seu nome no meu Death Note.


Depois que ele me deixou em casa e se despediu da minha mãe, ele foi embora. Sinceramente, se eu soubesse que ele iria comprar entradas para o filme de terror eu nem tinha rido, na verdade ele não pode achar que eu ri, porque normalmente quando uma pessoa ri ela faz barulho, e eu não fiz então eu não ri. Me deitei na minha cama e fechei meus olhos, naquela noite eu quase consegui dormir por causa dele, e quando dormi ele fez questão de entrar no meu sonho.


Alguns dias depois


Oh Sehun


- O que será ela guarda aqui dentro? _ Me pergunto olhando para uma malinha prateada que eu havia achado no closet da Xiaoli.


Fazia alguns dias desde que nós nos conhecemos, e minha mãe ficou super animada quando eu falei que gostei dela, na verdade as palavras dela foram “Vamos comprar as alianças e casar eles antes que ele volte a ser o Sehun”. Depois disso eles passaram a nos deixar muito tempo juntos, meu pai me liberava mais cedo para que eu a visitasse, entre outras coisas.


Hoje ela tinha me chamado para vir na casa dela, nós passamos horas conversando, via mímica, e agora, ela está no banho, enquanto eu fico fuçando no quarto dela, até achar uma malinha prateada, eu tentei de todas as formas abrir essa merda, mas ela não abre, simplesmente não abre. Tento colocar novamente uma senha e não dá certo, coloco à pequena mala no meu colo e começo a pensar em que tipo de senha ela teria colocado, talvez o nome do pai dela, o problema é que eu não sei o nome do pai dela.


Depois de alguns minutos tentando me lembro de ela ter me falado a alguns dias atrás que gosta de dançar, coloco “dança” como senha é em seguida a mesma abre, eu sei que é errado mexer nas coisas dos outros mas eu sou curioso.


Pego as coisas que estão lá dentro, me surpreendendo ao encontrar documentos de um garoto, mas não um garoto qualquer, um garoto igualzinho a Xiaoli, olho algumas das fotos que haviam ali e noto que algumas parecem ser bem velhas, já outras parecem não ter nem um ano que foram tiradas, será que a Xiaoli tem um irmão? É que irmão é esse, ou é outra garota igual a ela, só que com o estilo da Amber.


Pego um envelope azul e o abro encontrando lá alguns documentos, leio o primeiro vendo que o nome do “garoto” é Lu han, mas espera, o nome dele é Lu ou Han, acho que o sobrenome é Lu, então o nome é Han? Han... Han... Hansol salamandra… Eu não tô bem hoje, olho mais um pouco os documentos e me surpreendo ao ver o nome da mãe da Xiaoli na certidão de nascimento dele, ok, isso é muito estranho. Pego aqueles documentos e coloco no bolso da minha jaqueta, tenho alguém que pode descobrir quem é ele, pego também uma foto do garoto, e coloco na minha jaqueta.


Escuto o chuveiro ser desligado e fecho a malinha e a coloco cuidadosamente no lugar que estava antes, depois disso ando até a prateleira de livros dela e pego um livro para fingir que estava lendo, mas fala sério, em pleno século 21 quem lê livros? A resposta é, muita pouca gente, pelo menos eu não conheço ninguém que leia.


Escuto a porta do banheiro ser aberta e me viro encontrando uma Xiaoli meio descabelada e já vestida, pensei que as pessoas, principalmente as garotas se vestissem em seus amados quartos, mas a Xiaoli e diferente, em outras palavras sinto uma diferença entre ela e as outras garotas. Ando até ela e coloco seus cabelos atrás de sua orelha, e a mesma abaixa a cabeça, a Xiaoli já não é alta, e de cabeça baixa vira uma anã, não que ela seja uma anã que mede 1,55, ela mede cerca de 1,75, outra coisa que eu acho estranha nela, já que normalmente as garotas medem de 1,50 a 1,65, mas não falo nada sobre isso por ser bem alto, sou quase o Sheldon Cooper, só que menos estranho.


Levanto sua cabeça e a mesma me olha meio corada. - Eu vou ter que ir embora agora, mas eu prometo que venho aqui mais tarde, Ok? _ Pergunto e ele me mostra seu dedo mindinho, e eu coloco meu dedo mindinho no dele. _ Até depois! _ Falo e lhe dou um beijo na bochecha e ela faz o mesmo comigo.


Quatro dias depois


Oh Sehun


- Fala sério Minhyunk, como assim não existe nenhuma Yú Xiaoli nós registros? _ Pergunto irritado a Minhyunk que me encarava com certa raiva.


- Eu tô falando, eu pesquisei o nome dos filhos do Sr. e Sra. Lu é eles só tem um filho chamado Lu Han, eles não tem nenhuma filha chamada Xiaoli, Ok? Eu pesquisei em todos os registros que eu tenho de garotas nascidas em Pequim, e também pesquisei sobre a família Lu, e não tem nenhuma garota chamada Xiaoli na família, muito menos com o sobrenome Yú. _ Fala e o encaro incrédulo e ao mesmo tempo irritado.


- Minhyunk, eu conheço ela, eu vejo ela praticamente todos os dias e você está dizendo que ela não existe? _ Pergunto e ele respira fundo, parecia estar se controlando para não me bater. Pego meu celular é coloco em uma das fotos que tirei recentemente de Xiaoli e lhe mostro, mas o mesmo empurra o celular.


- Olha Sehun, não estou dizendo que ela não existe, só estou dizendo que nós registros só tem falando que o Sr. e a Sra. Lu só tiveram um filho, homem, Omega e mudo. _ Fala e o encaro surpreso. _ O que foi? _ Pergunta e o encaro.


- Xiaoli é muda! _ Respondo e ele parece se surpreender.


- Me mostre uma foto dela! _ Ele Fala e eu lhe estendo meu celular, e ele o pega.


- Agora… eu não estou entendendo nada! _ Fala olhando a foto dela.

Notas Finais


Sobre os caps estarem bem menores, isso se chama falta de tempo, coisa que sempre acontece comigo, ultimamente meu dia se resume em, acordar 6 da manhã, arrumar a casa e terminar as 10 quase, onze e depois fazer a comida para as pessoas daqui, então me desculpem se os caps estiverem pequenos e que eu também tenho escola a tarde e só tenho a noite pra escrever, me perdoem se os caps ficarem pequenos, eu vou me esforçar mais!
O próximo capítulo e Namjin, velho nem tô acreditando que eu consegui postar 8 minutos antes do dia 24! XDXD
Kissus😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...