História 24/7=Heaven (Namjin/Abo) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Abo, Chanbaek, Hunhan, Jaenior, Jikook, Kaisoo, Kristao, Markson, Mpreg(gravidez Masculina), Namjin, Sulay, Taebam, Xiuchen, Yoonseok, Youngyeom
Exibições 281
Palavras 2.015
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente, o capítulo (não lembro o número) da minha fic.
É um milagre eu não ter me atrasado, porque eu sou o atraso em pessoa.
Me desculpem qualquer erro, e boa leitura.💟

Capítulo 12 - Just Mine!


Fanfic / Fanfiction 24/7=Heaven (Namjin/Abo) - Capítulo 12 - Just Mine!

Meu primeiro encontro com você, meu coração continuou acelerado como uma criança
Nesses dias, domingo, o sol chamado você está subindo no domingo
Meu primeiro encontro com você, meu coração continuou acelerado como uma criança
Nesses dias, domingo, o sol chamado você está subindo no domingo

24/7 = Heaven - Bts


Alguns dias depois…


Kim Seokjin


Se me perguntassem na minha vida, se eu beijaria Kim Namjoon, a resposta seria “Não”, assim como eu nunca imaginei que beijaria ele, eu nunca imaginei que sairia correndo de uma festa lotada, e passaria dias fugindo de uma pessoa que consegue me encontrar mesmo que eu esteja no inferno.


Os acontecimentos da semana com Seokjin, ele teve a chance de perder a virgindade dele, mas amarelou no meio do ato e saiu correndo, e depois contou tudo para a mãe dele que o chamou de fracote e de Virgem Maria a semana inteira, enquanto ele sofria bullying em casa, ele ficava se escondendo pelos corredores da escola igual a uma menininha com medo, até agora.



- Ok, Jin agora já chega, vai falar com ele, diz que foi um erro ou que foi coisa do momento, isso é tão fácil, não sei porque você está fugindo! _ Hoseok fala e o encaro com certo… ódio, eu e Hoseok nos tornamos mais próximos esses dias, porque depois de muito insistir ele me contou que naquele dia ele tinha brigado com o pai dele é falou que tinha fugido de casa, mesmo que isso fosse triste, eu fiquei feliz em ele confiar em mim, logo depois eu lhe contei sobre Namjoon e ele falou “ Ah, agora eu entendi o motivo de você ultimamente estar colado nas paredes igual a lagartixa.” Lá se foi a confiança que eu tinha em você Hoseok.


Apoio uma das minhas mãos na grade e volto meu olhar para a parte de baixo da escola, nós depois estávamos em um dos prédios abandonados da escola, onde ninguém entra, porque dizem ser assombrado, ridículo.


- Hoseok, você fala isso porque você é alfa, não se sente pressionado como nos, é eu não quero ir! _ Falo e ele ri apertando as minhas bochechas.


- Não precisa ir, porque… Ele tá vindo pra cá, tchau! _ Fala se levantando e pegando suas coisas, viro para trás vendo Namjoon vindo em nossa direção, fala sério como ele soube que eu estava aqui. _ Jin, só se deixe levar. _ Hoseok sussurra e o encaro com raiva. _ Oie, peguete do Jin! _ Completa e sai correndo me deixando sozinho com Namjoon, eu estava mais vermelho que um pimentão.


- Agora nós podemos conversar?_ Pergunta sentando do meu lado, assinto tentando não olhar pra cara dele. _ Pode, por favor, olhar pra mim? _ Pergunta e levanto meu olhar encontrando seus olhos me olhando atentamente.


- Você quer falar sobre o beijo, não é? _ Pergunto, e ele assente. _ Olha isso foi… _ Sou interrompido pelo mesmo quando ia começar o meu falso discurso.


- Não, não isso não foi coisa do momento e você sabe disso! _ Fala irritado e o encaro surpreso, não diz isso.


- Olha Namjoon, eu não… _ Sou interrompido novamente, mas dessa vez ele juntou nossos lábios, fechei os olhos automaticamente, Namjoon aprofundou o beijo o tornando mais quente, segurei em sua nuca e puxei de leve os cabelos dele. Quando separamos ele sorriu e me puxou novamente para outro beijo , correspondi mandando o controle pra aquele lugar, puxei também o cabelo dele enquanto senti sua mão na minha coxa a apertando devagar, mas forte, senti ele morder meus lábios e nos separamos.


Abaixei minha cabeça mais vermelho que tomate, porque, não é todo dia que você beija um garoto lindo que está a semanas te stalkeando, na maioria das vezes, nem é um garoto bonito de stalkeando, é um ser horripilante que parece o Henry J. P. Waternoose ou o Randall Boggs.



- Ainda vai falar que não quer nada comigo? _ Pergunta e o encaro,eu queria sim algo com ele, mas não queria nada momentâneo, que a qualquer hora ele poderia terminar comigo, mas a única forma seria que ele me marcasse, mais um alfa só pode marcar um omega durante o cio, cio que por acaso eu nunca tive.


Respiro fundo, e volto a olhar para o jardim da escola, não iria responder aquilo, não quero e nem devo.


- Jin, eu sei que você nunca namorou, mas eu prometo que não vou fazer nada que você não queira. _ Abaixo minha cabeça e tento me concentrar no jardim e não no ser humano ao meu lado.


- Não é isso! _ Respondo e ele me encara confuso.


- Então é o que? _ Pergunta e o ignoro. _ Jin, porque? _ Pergunta me puxando para encara-lo.


- Porque normalmente alfas querem ômegas que tem cios e que podem ter filhos, é adivinha eu não tenho nenhum dos dois. _ Respondo e ele parece pensar por alguns segundos, o empurro, e tento sair dali mas ele me puxa de volta. _ Se você não né soltar eu vou gritar, 1, 2- _ Ele me puxou e colou nossos lábios novamente, quando sua boca tocou a minha foi como se eu estivesse no céu, pra mim jamais existiria alguém que beijasse melhor que ele. Subi minhas mãos pro seu cabelo e o puxei devagar.


Ele pediu passagem e logo concedi esquecendo que estávamos na escola, e com muitas pessoas ao redor, a mão dele foi minha coxa e a outra para minhas costas colando mais nossos corpos, ele finalizou o beijo dando uma mordida fraca no meu lábio, fecho meus olhos tentando recobrar a consciência.


- Se for por você não ter tido cio, você ainda pode ter, existem remédios pra isso, e você ainda tem tempo já que ômegas só ficam estéril com 20 anos. _ Fala e eu assinto colando nossas testas.


Dia seguinte…


Ajeitei minha mochila nos meus ombros e andei até Hoseok, Jungkook e surpreendentemente, Jimin, eles estavam sentados em uma das mesas na parte externa da escola.


- CHEGOU QUEM FALTAVA! _ Hoseok berra chamando bastante atenção para nós, fala sério já não basta o fato de um dos garotos mais populares da escola estar na mesa que eles com várias garotas olhando, ele ainda quer chamar atenção.


- Hoseok, pelo amor de deus fica quieto! _ Jungkook fala um pouco vermelho e Jimin aperta suas bochechas, sinto cheiro de novidade.


- Adivinha quem desencalhou? _ Hoseok pergunta animadamente.


- Jungkook? _ Pergunto e ele me encara meio sério, mas logo dá um sorriso maléfico.


- Meninos, adivinha quem estava se pegando com Kim Namjoon ontem? _ Pergunta chamando a atenção dos dois. _ A nossa princesa! _ Fala e Jimin faz uma expressão confusa e Jungkook me olha surpreso.


- Não! _ Jungkook fala surpreso e ele é Jimin caem na gargalhada logo em seguida. _ Caiu a máscara de madre Teresa! _ Fala, fazendo com que eles rissem mais ainda, reviro os olhos e Jungkook para de rir e olha sério para um lugar, e cutuca em Jimin e eles começam a rir mais ainda.


Me viro encontrando Namjoon vindo até nós, lhe dou um sorriso e ele me olha e sorri de volta.


- Eu sou o padrinho! _ Jungkook fala fazendo com que nós virássemos para olha-lo.


- Mas você é Omega, não deveria ser madrinha e seu parceiro deveria ser o padrinho? _ Hoseok pergunta aparentemente confuso é Jungkook o olha com cara de cu.


- Mas continuo sendo homem, otário! _ Responde e Jimin e Hoseok começam a rir igual a dois retardados.


- Chegou quem não faltava! _ Hoseok fala e eu me viro para trás encontrando Namjoon me olhando sorrindo.


- Eu sou o Padrinho! _ Jungkook fala e Hoseok o encara já prestes a começar uma discussão.


- Como foi o primeiro beijo? _ Hoseok pergunta é vejo o rosto de Jungkook ficar vermelho lentamente.


- Ah, vai tomar no cu Hoseok! _ Fala irritado e Jimin ri. _ Você também, seu mongo! _ Completa e Jimin ri mais ainda, juntamente a Hoseok.


Olho no meu relógio vendo que já passava das 7 e meia e o sinal não havia tocado, estranho.


- Será que vai ter aula? _ Me pergunto e Namjoon pega em meu braço e olha a hora no relógio.


- Provavelmente não, vamos sair? _ Pergunta e o encaro.


- Own, que fofos! _ Jungkook vibra alegre, e Hoseok e Jimin assentem.


- Porque não vamos pro cinema? _ Jimin se pronuncia pela primeira vez desde que cheguei. Escuto um bip e vejo Hoseok pegar seu celular e dar um sorriso.


- Eu tenho que ir, até depois! _ Fala se levantando e ajeitando sua mochila. _ Bom cinema pra vocês! _ Fala antes e se retira rapidamente.


- Ele é estranho! _ Jungkook fala o olhando enquanto ele ia embora.


- Concordo! _ Falo e os meninos começam a conversar novamente depois de alguns segundos.


Jung Hoseok


- CHEGUEI! _ Grito ao entrar no apartamento, logo um ser de cabelos loiros aparece na minha frente, o ser mais fofo do mundo.


- Pensei que fosse morar lá, cavalo! _ E ele solta seu veneno. _ Cadê a pizza? _ Pergunta e me sento no sofá.


- Vou fingir que você se importa comigo e vou lhe dar a comida, Suga. _ Respondo e ele me olha com fogo nos olhos, mas não um fogo bom. Coloco à pizza em cima da mesinha de centro e ele ri a olhando como se fosse um animal olhando para sua presa. Encosto minhas costas no sofá e respiro fundo, estava muito cansado ultimamente, eu consegui um trabalho em uma loja, e minha semana tem sido extremamente exaustiva por causa dele, há alguns dias meu pai descobriu onde eu trabalho e foi lá tirar satisfação, ele armou uma briga com minha chefe, com a intenção de que ela me demitisse, e ele acabou banido de lá pra sempre, depois disso ele parou de ir lá me observar da janela como ele fazia antes de brigar com a minha chefe, desde aquele dia eu tenho prestado mais atenção nas pessoas a minha volta, e não tenho feito novas amizades com facilidade, porque eu sinto certo medo de que essa pessoa tenha algo a ver com ele.


A única pessoa que eu fiz amizade ultimamente foi com Yoongi, mas nem chega a ser uma amizade normal, já que ele me dá mais coices que um cavalo, ainda não sei o porque de ele me chamar de cavalo, eu sou tão normal.


- No que está pensando? _ Yoongi pergunta bem perto do meu rosto, abro meus olhos dando de cara o com o rosto de Yoongi me olhando curiosamente, mas ainda com aquela cara de quem comeu e não gostou, depois de alguns segundos o olhando noto uma coisa, ele está sentado no meu colo e está praticamente deitado em cima de mim, sinto meus ombros ficarem meio tensos mas continuo a olha-lo.


- Em nada! _ Respondo e ele assente, cadê os coices?


- Então porque está com essa cara de quem viu os avós no ato? _ Tava demorando. quando estava prestes a responder uma voz nos interrompe.


- O sofá não é lugar de namorar, pessoas costumam sentar aí! _ Escuto a voz de Jaebum, e me viro vendo ele é Jinyoung nos olhando com um olhar meio… malicioso, mas eu não os julgo, porque se eu entrasse em casa e encontrasse um alfa sentado no meu sofá com um alfa no colo dele eu acharia meio… estranho.


- Você não se importou com isso a algumas semanas! _ Jinyoung fala e me levanto imediatamente, quase derrubando Yoongi, o coloco no chão enquanto Jinyoung e Jaebum riem.


- Pelo menos não era eu que estava sentado! _ Yoongi fala e eles riem mais ainda. Ignoro e me sento na poltrona e Yoongi praticamente pula no meu colo. _ Não vou nem correr o risco! _ Fala e todos nós começamos a rir, pego um pedaço de pizza pra mim é Yoongi pega um pra ele, enquanto os meninos foram buscar refrigerante lá dentro.


Olho para Yoongi vendo o mesmo olhando atentamente para a TV, nunca pensei que existissem pessoas que ficam bonitas até fazendo cara de quem comeu e não gostou, mas Yoongi fica.

Notas Finais


Espero que tenham gostado, porque eu gostei de escrever esse capítulo, eu ri muito em alguns momentos (sou bem besta assim mesmo) então, eu realmente espero que vocês tenham gostado amozinhos. Era só isso.

Leitores mais fantasmas que eu apareçam!💟


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...