História 3 da manhã - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruxos e Bruxas
Tags Amizade, Assustador, Casa De Praia, Comedia, Crazy, Livro, Romance, Terror
Visualizações 8
Palavras 514
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Terror e Horror

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Coisas estranhas


Depois daquelas perguntas estranhas fiquei pensando muito , se ele tinha dito isso por estar bêbado ou se ainda sentia algo por mim.

Ele acabou dormindo e eu fiquei vendo televisão , o pessoal estava demorando muito acabei ficando preocupada , pois já estava a começar uma tempestade novamente. Uma hora depois meu primo me liga e me avisa q não vão conseguir atravessar a ponte por causa da tempestade e que iriam arrumar um lugar pra se abrigar .

Então eu resolvi fazer o jantar , chamei o Lorenzo , ele meio confuso das idéias me pergunta cadê todo mundo e eu explico o que aconteceu .

Ele estava tão lindo com aquela camisa de praia florida , não conseguia desviar o olhar dele , ele começou a reparar que eu estava olhando ele de mais então eu resolvi desviar o olhar , mas ele foi direto comigo , colocou a mão na minha nuca e me puxou , tanto tempo que eu não sentia aquele calor humano , num certo lado eu queria , mas outro não , pois ele tinha namorada , mas acabei me deixando levar no momento , quando estava tudo muito quente ouço algo lá em cima caindo , muito assustada paro o clima e abro os olhos , ele nem percebeu e começou a me puxar pra mais e mais , eu não queria mais que aquilo então empurrei ele e falei "Cara você ouviu aquilo?" Ele olhou pra mim fez um sinal do tipo não quero saber , me levantei e resolvi pegar a lanterna para ver o que tinha se passado , pois naquela época estava tendo muitos assaltos. Minhas pernas estavam tremendo tanto que estava difícil de fazer um passo leve, subo as escadas , cada degrau um rangido de casa velha , meu coração a mil nem sabia o que fazer se fosse um assalto mesmo, a medida que eu vou subindo as escadas vejo pedaços de cabelo no chão e pingas de sangue, foi aí que eu me apercebi que algo estava errado , gritei e chamei o Lorenzo , ele veio correndo pensando que eu tinha me machucado , quando ele viu a mesma coisa que eu tinha visto suas pupilas se dilatam e ele bem direto fala "Vamos embora daqui agora!", me puxando pelas mãos me leva para a cozinha e me dá uma arma a qual eu não sabia que ele tinha levado pra viagem , ele pega no celular e liga pra polícia , mas a gente tinha esquecido que estava uma grande tempestade lá fora que nem tinha rede nem Net e era sorte a gente estar com luz. Depois de tantas tentativas falhadas ao ligar pra polícia ele desiste e senta no chão da cozinha e fala " cara a gente deve estar alucinando, se tivesse alguém aqui em casa já teria pegado a gente a muito tempo" , eu com muito medo acabo concordando com ele , pois eu não queria que fosse verdade o que estava acontecendo , deitei minha cabeça em seu peito e acabei cochilando. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...