História 3 meses com One Direction - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags One Direction, Romance
Visualizações 49
Palavras 1.341
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


KATHERINE
KATHERINE
KATHERINE
KATHERINE
CAPA

Capítulo 2 - Era Agora que a Katherine tinha um ataque!


Fanfic / Fanfiction 3 meses com One Direction - Capítulo 2 - Era Agora que a Katherine tinha um ataque!

- Bia –

Bem hoje, não estava a ser um bom dia, não estava mesmo, os meus pais divorciaram – se a bastante tempo e a minha mãe, ainda tem ataques, hoje por exemplo, ela foi a casa dele, e disse que queria voltar para ele, eu, euzinha aqui tive que ir a esquadra buscar ela, o que foi desagradável, os policiais olharam para mim e riram da figura da minha mãe, eu só queria, que ela fosse normal como as outras, eu estava na sala enquanto ela brigava com a empregada, hoje eu estava agressiva com a vida, e qualquer brincadeira fazia eu mudar o rumo da vida, tocaram e eu foi atender, uma carta da One Direction.. Katherine eu te mato se for daquele concurso idiota. Eu abri e era sim, eu já não estava bem… ela apareceu 4 minutos depois, ela estava com um sorriso de orelha a orelha.

- que é essa merda Katherine Costa Nascimento? – eu mostro a carta.

- eu posso explicar Beatriz Ferraz Cardoso! – ela disse meu nome completo e eu odeio isso. Eu olho séria para a carta e depois para ela.

- Explica! – eu ordenei.

- Parece que estás de TPM, sério que merda, mas ok, a 9 meses, que para mim foi a seculos atrás, ouve um concurso sabes.. então eu nos inscrevi as duas e era impossível sermos as escolhidas. – ela começou mas eu interrompo ela.

- Não foi impossível nós fomos aceitas e podes dizer a essa tal de Simon que eu não estou com a mínima ideia de aturar 5 idiotas. – eu disse zangada.

- Vá la Bibs! Faz por mim e não por eles! – ela começa a chorar a sério. – está pode ser a minha ultima esperança de passar 3 meses com aqueles 5 idiotas como tu dizes vá lá… Bia por favor.. – ela agarrou – se a minha cintura, e eu fiz ela se afastar.

- eu não vou por ti, nem por eles, eu vou porque quero conhecer Londres… e quando chegarmos lá vamos a uma boate qualquer porque quero desanuviar a minha raiva… ou melhor eu vou lá agora, vou vestir – me. – eu disse e sai para o andar de cima. Eu vesti (notas finais) e desci, eu tenho 18 anos, ok, a Katherine e que tem 16.  Eu sai peguei dinheiro, e sai, entrei na boate a 7 quadras da minha casa, vi lá muitos homens, ou seja, estavam só de mulheres eu, mais umas 5 mulheres e as empregadas. Eu pedi ao barman, que trabalhava ali e que eu conhecia bem, e pedi vodka, vodca atrás de vodka e depois de 5copos seguidos daquilo a minha cabeça ainda pensava naquele idiota do meu ex namorado, pedi mais alguns copos e depois pedi outra bebida. Pedi uísque, uns 5 copos, e ainda não estava bêbada, pedi licor, e depois misturei os 3, vodka, uísque e Licor, foi no banheiro e vomitei, depois de estar completamente bêbada, eu foi para casa, eu ria de mim mesma no meio da rua, eram 4 da manhã e o voo era as 7e meia ou seja tenho que ir fazer a mala e ainda tenho tempo de dormir uma hora, eu dormi duas hora e quando voltei a acordar uma dor dos infernos, eu peguei uma mala, pego os looks montados pela minha mãe, a empregada entra no quarto e como ela conhece – me bem, e viu o estado em que estava, ela mesma fez a minha mala, pegou tudo, e eu dormia mais meia hora, ela acordou meia hora depois, dei – me remédio, e tomei banho, eram 5 da manhã eu dormi 2 horas ainda bem que o voo e 10 horas, vamos fazer escala em Lisboa Portugal, o que era muito legal, conhecer um pais da janela do aeroporto, eu comi umas bolachas, e pego minhas malas, e despedi-me da minha mãe e dos meus 7 irmãos, ainda bem que eu tenho a Gabrielle minha empregada, se não eles iriam para algum orfanato, eu peguei um táxi, e vi a Katherine já no aeroporto, eu pego as minhas duas malas de rodas e a minha mala que vou levar na cabine comigo, fizemos o Check – In, depois fomos para a sala de embarque, não ia muita gente, só iam 20 pessoas, no total a contar com a tripulação, quando abriram as portas, mostramos o bilhete e fomos para a área vip, não esperava outra coisa da One Direction, só estou a dizer isto, porque eles tem dinheiro e para vossa informação eu não quero o dinheiro deles. A Kat ainda não acreditava, eu cheguei no nosso banco, coloquei a mala em cima da minha cabeça e adormeci, com dores de cabeça igual a minha só depois de 10 horas que passa.

Eu acordei depois de algumas horas, com a voz escrota da Katherine.

- Que foi? – eu disse com raiva

- nada é que eu já pedi a minha quantidade de comida e tu ainda não pediste nada.. podes pedir? – ela disse e eu quase A MATEI… matei mentalmente sim.

- moça? – eu chamei a mulher, hospedeira peço desculpa.. disse em inglês.

- yes! – ela disse. não vou falar inglês.

- eu queria pedir alguma coisa para comer! – eu disse com sono.

- sim vou buscar! – ela disse e depois voltou com o carinho.

Eu pedi a ela, e depois só comi, bolachas de água e sal, e uma água. A Katherine comeu a comida horrível do avião cheirava bem, mas eu não gostava, estávamos a viajar pela TAP. Eu voltei a dormir e só a dormir toquei – me que não me apresentei.

Eu sou a Beatriz, mas pode me chamar, destes apelidos,Bia, Bibi, Be, Triz, Biazinha, Bi, Bibs, como quiser, eu tenho 18 anos, conheci a Kath, Kat, Kathy, Kate, Kaka, Kathe quando ela estava no parque sozinha a chorar por um menino, eu achei tão cruel eu vi ele a acabar com ela na frente de todos os amigos dele e dela, as ex melhores amigas dela, desapareceram como o namorado estupido dela, ela desde desse dia teve medo de se apaixonar e eu fiquei igual quando meu último namorado acabou comigo, por mensagem e mandou o print me identificou, em todas redes sociais e ainda fez um vídeo um diz que eu sou, vadia, loka, psicopata, ele levou tanta porrada nesse dia que acabou por tirar do youtube e acabar o print, ele foi preso, mas voltou livre o tribunal só fez ele não sair e nem se aproximar de mim, o que eu achei completamente certo, eu reprovei um ano, fiz o mesmo ano duas vezes, tirei a carta de condução aos 18, sou mais velha que a Kaka, dois anos. Mesmo sendo a mais velha, ela tem mais maturidade que eu… bem eu sou barraqueira, gosto de fazer os outros rirem nem sei mais… chegamos a Lisboa, e depois fomos para o outro avião, eu coloquei os fones e fiquei a ouvir música, depois fomos para o avião quando abriram a porta de embarque, fomos uma das primeiras porque somos vips, a Katherine comia não sei o que… sentamos e eu dormi mais uma vez. Acordei com a voz da Katherine, eu levantei, peguei as minhas malas todas, e esperamos pelo tal Paul. A Katherine estava em pulgas. Ela não parava quieta, um pouco. Eu estava sentada, e um homem parou bem na nossa frente ela ficou branca.

- Oi! – eu disse. – deixa ela, você é o Paul? – eu pergunto.

- sou sim menina, vocês são as ganhadoras do concurso? – ele pergunta e a Katherine afirma. E eu afirmo sorrindo falso.

- então vamos! – fomos atrás dele, entramos no carro, depois de colocarmos as malas, ele dei partida, aquela van, tinha 6 lugares, 3 normais e outros três de frente o que foi muito massa pode esticar – me. eu fechei os olhos varias vezes, mas desta vez não consegui dormir, acho que a Katherine passou – se as pulgas, o carro parou e saímos do carro. Era agora que a Katherine tinha um ataque.


Notas Finais


Comentem e obrigado por tudo
Divulguem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...