História 30 dias por ela - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 585
Palavras 2.357
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa os erros e boa leitura <3

Capítulo 12 - Day 8


POV LAUREN

Era umas 16:30 e eu estava terminando de tirar as coisas das caixas, confesso que levo jeito para decoração, pelo menos para mim estava ótimo sem contar o meu quadro gigante da Lana Del Rey na parede da sala. Ally voltaria do Texas hoje e meu apartamento estava pronto, então eu pensei em fazer uma festa do pijama como fazíamos na época do colégio então mandei mensagem para as meninas e para Vero e Lucy também, elas precisavam conhecer minhas amigas. Todas aceitaram o convite até Camila, o que me deixou surpresa, mas levando em conta nesses últimos dias que ela me tratou bem eu estava de boa. Eu prometi que iria buscar Ally no aeroporto quando ela chegasse e eu precisava comprar algumas besteiras para comer de noite, então fui ao mercado para comprar tudo e iria direto para o aeroporto esperar Ally. Estava com o carro da Normani já que nem Chris ou minha mãe podiam me emprestar, eu precisava comprar um carro logo. Ally chegou e fomos direto para o prédio, ela só precisava passar no apartamento dela para tomar um banho e pegar algumas roupas. Enquanto ela se ajeitava fui tomar banho e esperar as meninas chegarem, o que não ia demorar já que morávamos todas no mesmo prédio, Vero e Lucy tinham ido mais cedo para me ajudar a arrumar a casa.

- Oh branquela chegamos – Ouço Dinah gritando e saio correndo do quarto.

- Hey DJ oi Mani, essas são Vero e Lucy, Lucy era minha companheira no exército e Vero a namorada dela  – falo apresentando-as e apontando quem era quem e logo Ally aparece atrás

-

- Olá meninas– Ally abraça todas carinhosamente, eu adorava esse jeito dela – quem são essas? – Ally fala olhando para Vero e Lucy.

- Ally essas são Vero e Lucy –  Ally já parte para o abraço, ela tinha um jeito meigo com todo mundo.

- Cadê a Mila? – Ally pergunta curiosa.

- Ela disse que vinha – Normani falou enquanto comia um pacote de gominhas – ela já deve estar vindo – dei de ombros e fui para a sala onde eu tinha colocado alguns colchões para as meninas. Claro que eu tinha comprado algumas bebidas pra não perder o hábito, mas nada muito forte. Comecei a mostrar o apartamento para elas, que não ficaram muito surpresas com a decoração já que era meu estilo, mas adoraram a “sala da criatividade”, aquele era meu cantinho, era especial, e eu tinha feito uma parede com todas as nossas fotos. Elas estavam rindo de algumas fotos quando ouço o barulho da campainha e vou logo atender, era Camila, ela estava com um pijama dos Minions, que estava um graça nela.

- Oi Camila, entre as meninas já estão aqui – ela assentiu e entrou olhando todo o apartamento.

- Ficou muito bonito Lauren, ficou sua cara – ela fala rindo e logo é cortada quando as meninas aparecem rindo uma da cara da outra por causa das fotos – do que estão rindo suas loucas?

- A Lauren fez uma parede com nossas fotos e tem cada coisa lá, tem uma sua dormindo abraçada com uma banana de pelúcia – Camila ficou vermelha pelo comentário.

- Ah Camila, essa é Lucy minha companheira no exército e Vero a namorada – Camila estava bem tímida.

- Oi meninas – ela fala vermelha.

- Então vamos começar essa festa, o que acham de um filme? – Normani sugeriu e todas concordamos e optamos por filme de terror, Ally e Camila odiavam porque ambas tinha medo.

Normani apagou a luz e foi para o colchão e se abraçou com Dinah, Vero e Lucy se deitaram no outro, o sofá era cama então sentou Ally, Camila e eu, Ally ficou no meio porque ela realmente estava morrendo de medo mesmo antes do filme começar. O filme tinha iniciado e Ally e Camila já estavam abraçadas olhando para qualquer coisa menos a televisão, elas levaram belos sustos o que rendeu boas risadas. O filme já tinha acabado e as meninas queriam fazer mais alguma coisa.

- O que acham de pergunta e respostas? Daí a gente usa a Vodka que a Lauren comprou – Dinah pergunta maliciosamente.

- Mas onde a Vodka entra nisso? – Ally pergunta curiosa.

- Cada rodada que acaba é uma dose para cada, pode ser? – Dinah fala esperando uma resposta nossa.

- Vodka Lauren, sério? – Verônica provoca.

- Se comporte Verônica Iglesias – Lucy a repreende.

- Pode ser eu vou pegar a Vodka e os copos – falei indo em direção a cozinha e voltei com os copos, já estavam todas no chão da sala em um roda – beleza como vamos fazer para quem vai perguntar e quem vai responder? – pergunto curiosa já que não tinha nada lá.

- A gente usa o litro de refri que tomamos antes – Ally dá ideia e todas concordamos, voltei com o litro e coloquei no chão para começarmos.

- Quem gira primeiro? – Camila se pronuncia.

- Podemos fazer em ordem alfabética, todas tem direito a uma pergunta, não precisa necessariamente todas responderem porque vai depender da garrafa – Normani fala empolgada.

- Beleza então Ally você começa – Camila dá a garrafa para Ally girar. A garrafa caiu na Dinah.

- Qual foi a coisa mais linda que já disse para Normani?

- Que ela é a melhor coisa que aconteceu comigo – Normani sorriu na hora e deu um selinho em Dinah.

- Norminah é foto – Lucy dá um sorriso para elas.

- Camila você é a próxima – Normani deu a garrafa para ela. Caiu na Ally.

- Allycat, sabemos que você é de jesus, mas qual foi a coisa mais safada que fez? – Ally quase engasgou com a bala que estava comendo.

- Preciso mesmo falar? – assentimos esperando a resposta, já que realmente Ally era muito santa, mas já que fiquei fora por 4 anos vai saber né.

- Eu dei uma de gata sensual com o Troy – ela fala com a cara parecendo uma pimenta – e foi no estacionamento do Mc Donalds.

- Nossa Allyluia, eu já fiz safadeza pior com a Normani, mas já que você é de deus já aceito – Dinah fala arrancando risadas nossas.

- Beleza, é você Dinah – Ally entrega para Dinah tentando acabar aquilo o mais rápido possível. O litro parou em Verônica.

- Então Vero, pelo o que eu ví adoramos uma boa bebida, qual foi a maior loucura que você fez quando estava bêbada? – Dinah perguntou e Vero fez uma cara pensativa.

- Já fiz tanta merda, mas a pior foi quando eu fiz um festa na minha casa e a polícia apareceu, eu tava muito bêbada e acabei batendo no policial, fui para o conselho tutelar por ser de menor, minha mãe ficou puta comigo e quando eu cheguei em casa eu beijei meu cachorro – ela fala nostálgica.

- Nossa, que agressora você hein? – Camila fala nos fazendo rir.

- Continuando contigo Lauren – DJ me entrega o litro, girei caindo em Lucy.

- Qual foi a coisa mais leal que já fiz para você lu? – perguntei curiosa, ela pareceu pensar um pouco e logo deu sua resposta.

- Você já fez tantas coisas por mim Laur, já quase morreu por mim mas já que tenho que responder, foi no Iraque quando estávamos atacando um dos esconderijos inimigos e tecaram uma granada em minha direção, você saiu correndo até mim, me pegou no colo, e tentou correr o mais longe possível, você sabia que a bomba ainda alcançaria a gente, e você se fez de escudo por mim, fazendo com que voássemos para longe, e eu agradeço por ter feito isso por mim – eu estava com lágrimas, aquele dia foi uma de minhas quase mortes e ela lembrava, as meninas também estavam quase chorando, Camila estava um pouco pálida, e com os olhos vermelhos insinuando que estava quase chorando.

- Não acredito que lembra disso – falei surpresa e ela me abraçou.

- Nunca me esqueceria disso Laur – ela fala com uma voz manhosa.

- Beleza, chega da sessão lágrimas e vamos continuar que eu to querendo a Vodka – Dinah se manifesta – é você Lucy.

- Okay, parece que caiu em Camila – Lucy falou com um sorriso sapeca – uma pessoa aqui me falou que você tem uma das mais lindas vozes que ela já ouviu, e que adorava te ver cantar, mas ela também me falou que você disse que ela também sabe cantar, só queria saber se é verdade já que não sei o que perguntar – Lucy fala rindo da confusão que fez com as palavras, mas Camila sabia que ela tinha falado de mim.

- Sim, ela tem uma voz linda, ela canta muito bem também, a voz dela é grave e um pouco rouca o que deixa melhor ainda – percebi que ela falou involuntariamente já que ela pareceu ter um briga interna consigo mesma por ter falado aquilo.

- Normani sua vez morena gostosa – Dinah lhe entrega o litro.

- Laureeen caiu em você, vamos lá, todas aqui nessa sala sabem que você é linda e muito atraente, e eu quero saber se essas características atraíram alguns pegas nesses 4 anos – eu não queria falar na frente de Camila, me sentia desconfortável, porque eu tinha ficado com umas 8, mas eu sempre me sentia traindo ela mesmo que tivéssemos acabado eu ainda tinha esse sentimento.

- Sim atraíram alguns pegas mas não muitos – falo rápido e direta para não ter mais perguntas para mim – vamos lá Vero última da rodada.

- Normani, o que fez você gostar na Dinah, porque eu ainda não entendi – Vero fez a pergunta para brincar com elas, ela e Dinah eram muito parecidas, perdidas na coisas, amavam festas e bebidas, zoavam todo mundo mas no fundo eram uns amores.

- Ela pode ser louca, pode ser bem sarna também, mas o fato de amar Queen B já me faz ser louca por ela – Normani sabia que se ela falasse pouco Dinah faria drama por isso ela fez de propósito.

- Só isso Normani Kordei Hamilton? Eu te desculpo porque eu te amo, e também amo a Queen B – ela falo rindo.

- Esperávamos um drama básico de Dinah Jane Hansen – Camila fala olhando para a cara que Dinah fez.

- Falou a que não é dramática né Bunduda – todos rimos do seu comentário.

Jogamos mais 3 rodas e já era 1:00 e todas estavam com sono, então nos ajeitamos para dormir, Vero e Lucy em um colchão, Normani e Dinah em outro e Ally e Camila no sofá cama, eu fiquei com meu quarto. Dei boa noite para as meninas e fui para minha cama, eu estava bem cansada já que eu tinha aberto as caixas todas hoje e ainda fiz uma festa depois. Fiquei encarando o teto e meus olhos logo se fecharam.

Acordei em um esconderijo inimigo, eu estava atrás das rochas com uma sniper dando cobertura para meus companheiros enquanto eles faziam o serviço, Lucy não tinha vindo por causa da perna que ainda estava ruim por causa do tiro que havia levado na última missão. Estava um silêncio por lá, achamos até que tinham evacuado o lugar, mas eu estava desconfiando, quando nossa equipe começou a revirar o local vários homens apareceram de todos os lado e começaram a atirar em todos, estávamos em menos e eu estava fazendo o que eu podia de lá mas estava quase que impossível, sabendo que eu não podia fazer nada de lá saí correndo para tentar salvar alguém, fui matando alguns homens que apareciam na minha frente e cheguei até Jason que estava abaixado atrás de uma barricada.

- Jason?

- Corre Jauregui – ele falava fraco pelo tiro que tinha levado no peito direito.

- Não vou recuar, vem eu te ajudo.

- Deixe-me e sai logo, era uma armadilha – eu sabia que precisava sair dalí, mas algo estava me segurando, eu não queria deixar Jason alí, ele era importante para mim, era um ótimo amigo que tinha me ajudado várias vezes, eu não podia deixa-lo lá.

- Não, Jason, fique acordado tá? Eu estou aqui, eu vou te ajudar – mas foi em vão, ele já havia morrido, e a raiva subiu em mim, eu queria matar todos que estivessem lá, eu sabia que não podia me apegar a ninguém, sabia que isso me afetaria, mas foi impossível, eu já estava cega e estava indo pro conflito quando sinto braços me segurando e vozes, mas não tinha ninguém perto de mim, eu estava ouvindo vozes femininas mas meus olhos não focavam no que estava realmente acontecendo. Minha visão começa a se focar no rosto de Lucy tentando me acalmar. Eu tinha tido um pesadelo mas eu não estava no quarto, era a cozinha.

- Calma Lauren eu estou aqui, respira, foi só um pesadelo – a voz de Lucy era calma.

- Desculpa – começo a chorar em seus braços e vejo as meninas paradas em pé me olhando – eu machuquei alguém?

- Não, você só nos assustou, não se preocupe – Normani coloca a mão em meu ombro na tentativa de me passar segurança.

- Lauren, por que não me falou que os pesadelos estavam piores, você começou a alucinar aqui, você precisa ir ver um psicólogo – Lucy começa a brigar comigo.

- Desculpa Lucy, eles estavam bastante recorrentes mas eu não tinha alucinado ainda – falo olhando nos olhos dela.

- Tá tudo bem, mas amanhã você vai em psicólogo, e não vai teimar comigo okay? – assenti e ela sorriu para mim – meninas isso se chama transtorno de estresse pós-traumático, mas pelo jeito ninguém sabia desse problema né Lauren? – ela olha para mim novamente.

- Ela não falou nada pelo menos – foi vez de Ally, Camila estava do seu lado com uma expressão de preocupação.

- Não falou mesmo, por que Lauren? – Dinah falou vindo em minha direção.

- Não queria que sentissem dó de mim, odeio envolver as pessoas em meus problemas, não queria que vocês tivessem que presenciar esse meu problema, desculpa – falo me encostando no balcão da cozinha – não vai se repetir.

Todas me deram um sorriso encorajador, e sempre foi assim, elas estavam do meu lado para tudo, para qualquer situação, elas sempre estavam.

 


Notas Finais


Então, as meninas conheceram Vercy, descobriam sobre o problema de Lauren, e Camila está começando a se entregar.
Espero que tenham gostado, não esqueçam de favoritar e comentar, comentários me dão criatividade, beijos e até a próxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...