História 30 dias por ela - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 751
Palavras 1.001
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem se tiver erros, e boa leitura <3

Capítulo 3 - Casamento?


            POV LAUREN

- Laureeeen! – Ally pulou em meus braços chorando.

- Espero que sejam lágrimas de alegria em Ally – falo rindo do “desespero dela”.

Tiro Ally de meus braços e vejo Camila me olhando como se tivesse vendo um fantasma, ela estava parada com um tomate na mão, devia estar ajudando Ally com o almoço.  Ela estava tão linda, não que ela não fosse antes, mas agora ela tinha um ar de mulher poderosa.

- Oi Camila – falo não esperando que ela respondesse.

- O-oi Lauren – ela fala ainda surpresa, era como se ela não soubesse que eu estaria aqui, e ela não sabia mesmo.

- Não sabia que viria – ela fala ainda surpresa.

 Com essas palavras percebi que ela não queria estar alí naquele momento, ela estava em pânico.

- Então Lo, me ajuda a arrumar a mesa para comermos? – Ally pergunta gentilmente percebendo a tensão entre nós.

- Claro Allycat.

Fui pegando os pratos e talheres para levar até a sala de jantar, e ouço uma pequena discussão.

- Eu quero ir para a minha casa Normani – as vozes estavam distantes mas eu consegui ouvir o que estavam dizendo.

- Porra Camila, sua casa é na porta da frente, se você for eu vou te puxar pelos cabelos e te trazer de volta.

- Você me falou que tinha adiantado nosso almoço de sexta porque a Dinah não iria poder.

- Precisei mentir pra você vir, se não você não ia vir.

- Obviamente Normani.

- Quer saber chega okay? Estamos sussurrando aqui que nem malucas, você vai ficar para o almoço tá?.

Parei de ouvir os sussurros e logo depois Normani e Camila aparecem na mesa para comer com a gente.

Ally tinha caprichado no cardápio, frango na cerveja, batatas assadas, salada e macarrão. Sentia saudades de comida caseira, lá no exército teve algumas vezes que fiquei dias sem comer por causa das missões ou porque eu deixava para as pessoas feridas, eu tinha visto crianças morrendo de fome, pessoas inocentes lutando até morte por um pouco de alimento. Eu estava divagando, quando ouço alguém me chamando.

- Lauren? Você esta bem? – Normani fala um pouco preocupada comigo.

- Não foi nada, desculpa, eu só estavam apreciando tanta comida.

- Você tem que vir mais vezes branquela, a Ally caprichou mesmo – Dinah leva um tapa pelo seu comentário – aai Normani você tem força tá?

- Mereceu idiota!

- Acho que alguém ficou sem sexo – pela primeira fez Camila se pronuncia na mesa.

- Nunca Chancho, Mani não aguenta ficar sem mim – logo Normani lhe dá outro tapa – aai mulher vai me deixar roxa.

- É só calar a boca Jane – Camila fala rindo da cara de Dinah sentia falta daquela risada, daquele sorriso. Dinah mostra o dedo do meio para Camila.

- Normani vai te ensinar o que fazer com esse dedo – Camila fala maliciosamente.

- Deus, estamos comendo meninas – Ally se pronuncia.

Todas rimos de seu comentário e continuamos comendo e conversando, eu sentia falta daquilo, uma conversa calma por pelo menos 1 hora. Eu não tinha muito tempo para conversa no exército, ou eu estava em alguma missão ou eu estava treinando.

- Quem lava e quem seca? – Ally se pronuncia

- Eu tenho que ir ao mercado – Normani fala indiferente.

- Vocês sabem que eu tenho que ir trabalhar – Dinah se pronuncia.

- Eu fiz o almoço então, Lauren e Camila, quem lava e quem seca?

- Eu lavo – falo indiferente, afinal, era só lavar a louça com Camila do meu lado.

- Não tem como escapar né? – Camila olha para Ally

- Não querida, e eu vou ao mercado também, DJ me da carona – Ally saí pela porta sorrindo.

A porta fechando foi o último barulho que ouvi, depois disso um silencio se estabeleceu no lugar, então eu fui começar a lavar a louça.

- Se não quiser ficar aqui pode ir, eu seco a louça – falo para Camila que estavam desconfortável ao meu lado.

- Não eu to bem aqui, e a Normani levou a chave da minha casa – ela fala

- Onde está morando? – perguntei tentando puxar algum assunto.

- Na porta da frente, Dinah e Normani moram no andar de cima, e Ally aqui – ela fala rápido tentando terminar logo aquela conversa.

Ouvimos a porta se abrindo e logo a voz doce de Ally preenche o desconforto.

- Oi amores, eu vou estar na sala e depois venho guardar as coisas tá? – eu e Camila assentimos.

Estávamos quase acabando, quando a campainha toca, Ally atende e logo uma voz masculina invade o local, e um engomadinho entra na cozinha.

- Oi amor – o garoto chega dando um selinho em Camila, o que fez o meu estômago revirar.

- Oi lindo, o que faz aqui? – Camila fala meio confusa.

- É que eu estou indo para uma reunião com meu pai, e você estava demorando para ir para casa, então eu vim avisar para não ficar preocupada – aquelas palavras me deram nojo e raiva.

- Okay, Austin essa é Lauren, uma velha amiga – “amiga”, aquelas palavras me machucaram.

- Oi, eu sou Austin noivo de Camila – noivo? Noivo? Meu sangue começou a ferver de raiva, mas me controlei para ser simpática e não voar no pescoço daquele engomadinho.

- Prazer sou Lauren, quando é o casamento? – pergunto curiosa.

- Mês que vem - ele fala empolgado.

- Hmm felicidades então – dou um falso sorriso para o garoto.

- Obrigado, é eu estou Amor, depois eu estou de volta.

- Tchau Amor – eles se despedem com um selinho e de novo meu estômago revirou.

- Eu já vou indo também Camila, eu tenho que visitar minha mãe e os meus irmãos – falo apressada para ela não me questionar, porém ela só assentiu e foi para a sala com Ally.

Me despedi de Ally e logo saí de lá, eu tinha uma mês para tê-la de volta, então meu objetivo teve um obstáculo, tenho 30 dias para conquistar ela e eu não vou desistir.

 

 

 


Notas Finais


o que acharam? Até a próxima bjs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...