História 30 dias por ela - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 645
Palavras 1.570
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa pelos erros e boa leita <3

Capítulo 6 - Day 2


POV LAUREN

 Eu estava entrando na floresta para despistar um grupo que tinha atacado nossa base no lado leste, alguns tinham recuado de helicóptero outros saíram pelos comboios, mas os outros, não tinha restado ninguém, Lucy estava em meus braços, ela havia sido baleada na perna, ficou me xingando porque eu não deixei ela andar, levei até uns tapas, mas logo ela desistiu sabendo que eu era mais forte que ela. Achei uma pequena caverna perto de um riacho, teríamos que ficar lá pela noite e de manhã avisar alguém que ainda estávamos aqui.

Acordei com vozes perto do riacho, eram dois homens que estavam pegando água, sabia que não eram dos nossos pelos símbolos que tinham, eu precisava fazer o mínimo de barulho se não eu chamaria atenção de alguém.

Eu peguei minha faca e arremessei no homem da direita acertando seu tórax, enquanto eu corri em direção ao outro no intuito de atingi-lo com um soco, e eu acertei, só que ele revidou e eu caí na água, ele pulou na água para tentar me afogar, eu tentava revidar... Mas de repente eu estava olhando para o teto do quarto do hotel, minha respiração estava acelerada e minhas mãos estavam suadas.

Era mais um pesadelo. Levantei e fui direto para o banheiro, eram 6:30 da manhã, então eu iria na cafeteria que fui com a Mani. Não demorei muito no banho, então coloquei uma roupa básica, e saí do hotel. Decidi ir a pé, eu demoraria mais, mas eu precisava caminhar um pouco.

Eu cheguei ao local e sentei na janela, onde eu tinha visão de um parque cheio de crianças brincando e se divertindo. Eu estava desenhando um pouco em um caderno velho, quando eu começo a observar mais atentamente o parque, e eu enxerguei uma pequena garota, eu conhecia ela, não tinha como esquecer. Era Sofia, irmã de Camila, ela era tão pequena e inteligente, e agora devia estar em torno de seus 9 ou 10 anos.

FLASHBACK ON

- Lauren olha! – ouvi sua doce voz e saí correndo em sua direção, Sofia era muito imperativa.

- O que você achou Sofia?

- Conhece essa flor? – ela me perguntou com um sorriso no rosto. Era um girassol, Sofia adorava flores.

- Não sei Sofia, qual é? – menti para ela, sabia que a pequena conhecia aquela flor, mas adorava ver o quão inteligente ela era.

- Um girassol!

- Sério? Que linda flor.

- É muito linda mesmo.

FLASHBACK OFF

Paguei a conta e saí correndo em direção ao parque.

- Sofia? – falei me aproximando da mini Cabello

- Laur? Que saudade – ela me abraçou forte, e aquilo me trouxe conforto – achei que tinha esquecido de mim.

- Nunca pequena, nunca.

- Sofia com quem... Lauren? – era Camila, ela estavam tão linda como sempre, mas teve a mesma reação ao me ver, seus olhos pareciam ver um fantasma – oi Lauren, Sofia vamos tomar o sorvete que você queria – Camila fala apressada tentando se livrar de mim.

- a Laur pode ir junto kaki?

- a Lauren tem mais coisas para fazer Sofia.

- na verdade eu estou livre – falo sabendo que Camila teria que falar comigo.

- obaaaa então vamos – Sofia falou animada, mas Camila pareceu ficar nervosa.

Saímos em direção a sorveteria, eu lembrava daquele lugar, era o preferido de Camila.

FLASHBACK ON

- Um de flocos e um de bombom – falei para a garçonete.

- Você sabe Lolo – ela começa a rir de minha expressão confusa – o meu sabor favorito de sorvete sua lerda.

- Ah, é impossível esquecer Camz, as vezes acho que você só conhece esse sabor.

- Idiota haha.

Ela tinha o sorriso mais lindo do mundo, e aquela risada era muito boa de ouvir. Logo a garçonete chegou com nosso pedido e ela ficou me encarando, ela estava me comendo com os olhos.

- Você poderia parar de olhá-la assim? – Camila fala com raiva.

- Desculpa – a mulher pisca para mim e sai rebolando.

- Vadia – Camila estava vermelha de raiva.

- Calma Camz.

- Desculpa, mas você é minha Lolo, não posso deixar que estranhos cheguem perto do que é meu okay?

- Já disse que fica fofa com ciúmes?

- Para, agora eu to envergonhada.

- Vermelha fica mais linda ainda.

- Eu vou te dar uns tapas Lauren.

- Não vai não, você me ama.

- Verdade, mas as vezes você merece hein.

FLASHBACK OFF

Aquela tarde foi ótima, e eu estava disposta a ter aquelas tardes de novo.

Chegamos na sorveteria e sentamos no lugar que sempre sentávamos, Sofia estava falando mais do que o normal, mas quando chegou os sorvetes ela ficou calada para comer.

- Está fazendo faculdade de direito? – perguntei pois sabia que era o sonho dela.

- Estou – nossa que direta.

- Será que você pode falar direito comigo?

- Estou falando direito Lauren.

- Não você está sendo fria.

- Deve ser porque não quero falar com você – ela abaixou a cabeça e parecia ter se xingado mentalmente por aquilo – desculpa, eu só estou um pouco cansada.

- Tudo bem... Camila, você está feliz?

- Estou ótima e você?

“estaria melhor com você ao meu lado”, pensei em dizer aquilo, mas não queria estragar o clima agradável que estávamos entrando.

- Estou bem.

- Laure... – Camila foi interrompida pelo meu celular tocando.

LIGAÇÃO ON

- Alo Laur? – era Lucy, e um sorriso logo apareceu em meu rosto.

- Oi Lucy, já está em Miami?

- Acabei de chegar ao aeroporto.

- Quer que eu te busque?

- Não precisa, a Verônica já está vindo, eu só liguei para avisar, podíamos nos encontrar qualquer dia desses, Vero quer te conhecer.

- Estou ansiosa para conhecer ela também.

- Depois nos falamos Laur, bjs.

- Bjs Lucy.

LIGAÇÃO OFF

Camila parecia desconfortável com o telefonema, será que ela estava com ciúmes? Não seria possível, Camila estava no estágio de odiar Lauren Michelle Jauregui Morgado.

- Lauren, eu e Sofia já vamos okay? – Camila fala um pouco com pressa.

- Espera, eu pago -  falo para elas já pegando minha carteira.

- Lauren, não precisa.

- Precisa sim.

Ela bufou do meu lado enquanto Sofia estava distraída no celular.

- Tchau Cabello’s.

- Tchau Lauren – Camila falou um pouco irritada, será que era por causa da ligação?

- Tchauu Lo – Sofia veio correndo para me abraçar – podemos tomar sorvete mais vezes?

- Quantas vezes você quiser pequena.

Logo as duas desapareceram pela esquina, e voltei para o hotel. Ela estavam diferente, não estava alegre e sorridente como era, e sei que não era por minha presença havia algo a incomodando. Será que Austin estava fazendo mal a ela? Os pais dela estavam brigando com ela de novo? Tinham várias hipóteses rondando em minha cabeça e eu ficava cada vez mais preocupada.

----------------------------------------

Era umas 15:00 quando Lucy mandou mensagem falando que ela e Vero estavam na praia. Eu estava sem muito o que fazer, então aceitei o convite. Coloquei um biquíni por baixo de um calção preto, juntamente com minha camisa da Lana Del Rey. Não estava muito confortável em ficar de biquíni pois eu tinha algumas cicatrizes. Eu saí do hotel e peguei um táxi até a praia, Lucy havia mandado um mensagem dizendo que estavam perto do píer. Caminhei até lá encontrando duas mulheres em baixo de um guarda-sol. Era Lucy, e a outra devia ser Vero, elas estavam rindo de alguma coisa.

- Chegueeei amores – falei empolgada.

- Ooi Laur – Lucy falou rindo ainda – essa é Vero minha namorada.

- Oi Lauren – Vero me abraçou.

- Lucy fala muito de você, pelo amor de deus.

- Cala a boca Lauren

- Não, deixa ela falar, quero saber o que você fazia por lá.

- Vai dar muita treta – falo tentando provocar elas.

- Dona Lucy, eu quero saber dos teus rolos.

- Veremos – Lucy fala provocando ela.

- Veremos? Acho melhor você correr, se não eu vou te jogar na água.

- Está me ameaçando com água Verônica Iglesias?

- Só corre.

Logo Lucy começou a correr pela praia tentando fugir de Vero, as duas lembravam Camila e eu, ela sempre perdia porque eu corria mais rápido, mas eu sempre ganhava um beijo para soltar ela.

FLASHBACK ON

- Não Lo, me solta, por favor .

- Você que provocou – comecei a fazer cócegas nela – Vou te jogar no mar.

- O mar não Lolo – ela falava ofegante.

- Me dá um beijo e eu não te jogo na água.

- Não precisa nem pedir Lolo.

Ela me deu um longo selinho, e começamos a aprofundar o beijo, eu demonstrava tudo que sentia por ela, nossos beijos eram profundos e intensos e eu amava aquilo.

- Eu te amo Lauren.

- Também te amo Camz.

E continuamos na areia macia daquela tarde, eu tinha levado meu violão e ficamos cantando até o anoitecer.

FLASHBACK OFF

Quando dei por conta que estava divagando de novo, Lucy e Vero já estavam na água rindo uma da outra. Elas ficaram mais um tempo na água, estava escurecendo, então elas saíram da água porque segundo Lucy, ela ia visitar os sogros. Elas me deram uma carona para o hotel, e então eu fui tomar um banho e ir me deitar, tinha sido um dia cheio.

Eu precisava descobrir se tinha algo errado com Camila. Eu conhecia ela, e sabia quando algo estava errado, quer dizer, conhecia.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, não esqueçam de favoritar e comentar.
Estou aberta para ideias galera.
Até qualquer hora bjs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...