História 30 dias por ela - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 602
Palavras 1.739
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa os erros e boa leitura <3

Capítulo 7 - Day 3


POV LAUREN

- Acordem sapatonas! – cheguei ao apartamento de Dinah e Normani gritando, porque elas tinham me convidado para ir ao shopping, Ally tinha ido à casa de Troy, e Camila tinha faculdade – Andem logo – eu fui em direção ao quarto e abri a porta furiosamente, tinham roupas em todo lugar do quarto – será que essas malditas foram sem mim? – falo para mim mesma e logo ouço gemidos vindos do banheiro – eu não acredito que vocês estão se comendo no banheiro! – gritei batendo na porta.

- Quer merda Jauregui, já vai mulher! – Dinah grita do banheiro e logo Normani sai rindo da raiva de DJ.

- Desculpa, a gente foi tomar banho pra ir te buscar, mas daí né.

- Me esqueceram por sexo Mani?

- Resumidamente sim.

Normani estava secando os cabelos e Dinah sai brava comigo do banheiro, comecei a rir do seu drama.

- Não sei do que está rindo branquela, não iria gostar que eu atrapalhasse teus pega.

- Eu iria deixar pra um dia que eu não tivesse convidado minha amiga para ir ao shopping.

DJ desistiu de argumentar e foi se trocar, eu admito, aquelas duas tem um ótimo gosto pra roupas, elas vestiam pra matar, acho que se fosse para irem até a esquina elas iriam se produzir todas.

Tomamos um café rápido que Mani tinha feito, e saímos em direção ao shopping. O shopping ficava a uma meia hora do apartamento delas, e as duas que eram o projeto da Beyoncé, tocaram um álbum inteiro dela no carro no volume máximo, eu estava um pouco surda e arrependida de ter pego um carona com elas, mas logo chegamos ao shopping e tive que ouvir reclamações de Dinah por causa que não tinha mais estacionamento, ela estava procurando uma vaga quando um cara pegou a vaga dela antes, Dinah ficou dentro do carro que nem uma pessoa civilizada? Não ela foi brigar com o homem, como eu disse, ela adora um drama. O homem se negou a sair de lá então Dinah voltou ao carro bufando e foi procurar outra vaga. Encontramos uma perto da saída do estacionamento e finalmente entramos no shopping.

- É sempre assim DJ? Um cara invade a vaga e você sai tretar com ele?

- Meu estilo branquela, é assim desde o colégio não lembra?

- Eu lembro, mas era com coisas que realmente mereciam sua raiva.

- É que hoje alguém interrompeu meu sexo né Jauregui, nem sei quem foi.

- Esquece isso DJ, vamos fazer compras okay? Aí você melhora esse teu humor.

Normani só observava e começava a rir dos dramas que Dinah fazia, ela era a mais nova de todas, mas também a mais alta, o que dava um ar de mãezona. Ela tinha esse extinto com todas, se qualquer coisa acontecesse com você, Dinah sempre estava lá.

FLASHBACK ON

- O que você fez com Ally sua idiota? – Dinah estava alterada.

- A coloquei no lugar dela, no lixo – Ally era zombada por sua altura sempre, mas tinha vezes que as pessoa abusavam demais.

- Se o lixo fosse lugar para alguém, seria pra você Brad, Ally pelo menos tem um futuro na vida, diferente de você, que vai continuar esse riquinho de merda maconheiro – tinha uma roda se formando, Dinah estava começando a ficar mais brava ainda com o garoto, eu tentava acalmá-la enquanto Normani e Camila estavam no banheiro limpando a roupa de Ally já que tinha comida no lixeiro. O garoto tentava sair dos braços de Dinah que estavam prensando ele na parede, mas Dinah era maior, então ele fez a pior coisa que poderia ter feito, ele tinha cuspido na cara dela e aí ela soltou o demônio interior e começou a socar a cara dele. Eu consegui afastá-la antes que o diretor chegasse e então fomos ao banheiro ver como Ally estava.

FLASHBACK OFF

- Do que você está rindo Laur? – Normani pergunta curiosa, já que eu estava rindo sozinha.

- Eu estava lembrando do dia em que o Brad colocou a Ally no lixeiro da escola, e Dinah se meteu em briga com ele.

- Hey, eu lembro desse dia, eu não ví a briga, eu estava no banheiro com Ally – Normani fala nostálgica.

- Do que vocês estão rindo? – Dinah chega do nosso lado com uma sacola de sapatos.

- Épocas de colégio DJ - Normani fala rindo ainda.

- Vamos que eu preciso comprar algumas roupas.

- Não tirou suas roupas das caixas ainda? – Dinah fala enquanto olha seu celular.

- Eu tirei sim, e já lavei, mas eu preciso renovar aquilo e necessito renovar minha coleção de coturnos.

- Vai voltar pra badgirl?

- Com certeza, falando nisso minha jaqueta de couro está velha também, preciso de uma nova.

- Também, você não largava aquela jaqueta, tava o calor dos inferno e você com a porra da jaqueta e o óculos de sol.

- Ei meus olhos são sensíveis demais tá? E os óculos davam um ar de garota sexy.

- Vai sonhando Jauregui – Dinah fala provocativa e eu lhe dei um tapa – meu deus Jauregui, não basta a Mani me dando tapas e agora você.

Saímos andando pelo shopping e comprando as coisas que precisávamos. O relógio já marcava 12:00, então resolvemos almoçar por lá mesmo.

- Falou com a Camila? – Mani pediu para mim enquanto ela comia as batatas-fritas de Dinah.

- Eu fui tomar sorvete com ela – Normani ficou confusa, então eu tive que explicar – eu encontrei Sofia no parque e Camila estava lá, e Sofi queria tomar sorvete então foi né.

- Ninguém diz não para a Sofia – Mani começa a rir.

- Onde você está trabalhando DJ? – pergunto curiosa, já que quando eu estava na casa de Ally ela tinha saído mais cedo para ir trabalhar.

- Na loja de CD’s do Theo.

- E eles tem sessão da Beyoncé agora? Porque quando abriu a loja você queria processar o cara por não ter Queen B no lugar.

FLASHBACK ON

- Camz, eles tem o novo álbum do 1975 – falei para Camila que estava procurando o CD do One Direction.

- Sério? Vai compra Lo? – Camila pergunta com um sorriso sapeca, ela sabia que eu amava aquela banda.

- Eu... – paro no meio da frase quando ouço Dinah gritando com alguém.

- Como assim não tem sessão exclusiva para Beyoncé? Eu vou te processar por não priorizar uma rainha.

- Eu não me importo com a Beyoncé moça – o cara não devia ter falado aquilo. Dinah se alterou um pouco e pulou nele.

Resumindo nós fomos expulsas do lugar e eu fiquei sem meu álbum do 1975.

FLASHBACK OFF

- Mani qual os dias que Camila faz faculdade – eu estava criando jeitos para conversar com Camila, já que ela não iria vir falar comigo por vontade própria.

- Segunda, terça e quinta das 7:30 ás 15:00.

- Obrigado... Eu já vou indo tá meninas?

- Não quer carona?

- Eu ainda estou surda da vinda até aqui.

- Okay então, nos vemos qualquer hora.

 Eu saí do shopping lá pelas 15:30 e fui para casa de minha mãe buscar meu violão para ir até a praia. Precisava pensar um pouco, eu tinha que conquistar a amizade dela de novo, será que ela tinha medo que eu fosse embora de novo? Claro que se eu não conquistasse ela de novo eu voltaria, pois não teria sentido ficar aqui, se não fosse por ela. Eu amava minha família e amigos, mas eu também adorava ajudar o país.

Fiquei conversando com meus irmãos e minha mãe fez um café da tarde para mim. Saí de lá umas 17:30 e fui direto para a praia. Eu cheguei lá e sentei na areia mais perto do mar, e tirei meu violão da capa, eu amava tocar violão e compor músicas, Camila falava que eu cantava bem, mas eu nunca acreditei. O clima estava ótimo, estava quente, mas tinha um vento muito bom. Eu estava tocando algumas músicas aleatórias, tentando pegar o jeito do violão de novo já que eu nunca mais toquei. O sol ia desaparecendo, mas eu não queria sair de lá, me trazia boas lembranças com meu pai. Eu sentia falta dele, meus olhos começaram a arder pelas lágrimas que estavam se formando quando ouço uma voz doce.

- Eu imaginei que estaria aqui – Camila? O que ela fazia aqui?

- O que está fazendo aqui? – pergunto ainda surpresa.

- Austin saiu com os amigos dele, e eu fui mal educada contigo, não é todo dia que seu velho amor volta do exército de repente.

- Sabe que eu voltei por você Camila – ela ficou surpresa mas em silêncio.

- Eu segui em frente Lauren, eu amo o Austin – aquelas palavras estavam doendo.

- Você ama ele, ou ama o fato de ter alguém ao seu lado – ela ficou em silêncio – quer saber, esquece – ficamos em silêncio por um tempo até que Camila se pronunciou.

- Lauren você não estava comigo quando precisei, e Austin estava lá. Meus pais tinham me expulsado de casa por amar um garota, então eu estava sem casa, sem Sofia, sem você. Eu demorei pra aceitar que você realmente tinha ido embora, e agora você volta tentando desenterrar o passado?

- Desculpa Camila por ter ido embora, você sabe que eu queria continuar contigo, mas deixou seu medo falar mais alto que terminou o que tínhamos, eu teria te apoiado em tudo, eu já lhe apoiava em todas as suas escolhas, mas você ignorou o que eu queria, você que terminou tá? – meus olhos estavam enchendo de lágrimas assim como os dela.

- Não seria a mesma coisa com você do outro lado do mundo, com risco de nunca mais te ver.

- Mas agora eu estou aqui Camila, estou aqui agora, não era isso que queria? Que eu estivesse do seu lado?

- Desculpa Lauren, mas o tempo passou okay? Assim como meus sentimentos por você.

- Eu sei que você ainda me ama, você pode não querer aceitar, pode querer fugir do que sente, mas você que isso é verdade.

- Tchau Lauren, se quiser podemos ser amigas, mas o tempo passou.

 Camila virou as costas e saiu caminhando pela areia, pude escutar ela chorando baixinho enquanto se distanciava de mim. Ela sentia alguma coisa por mim ainda, podia estar apagado o lado dela que ainda me amava, e eu iria acender de novo.

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, não esqueçam de favoritar e comentar, até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...