História 30 dias por ela - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 559
Palavras 1.773
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa os erros e boa leitura <3

Capítulo 8 - Day 4


 

POV LAUREN

Eu estava cansada de olhar para aquele teto do hotel, mas também não queria sair de lá, precisava de alguém para conversar, mas as garotas estavam ocupadas com algo, então eu mandei mensagem para Lucy torcendo para que ela não estivesse ocupada também.

CHAT ON

- Hey Lucy.

- Olá Jauregui, como você tá?

- To morrendo de tédio e você?

- To na mesma, Vero teve uma reunião no trabalho e eu fiquei aqui. Vamos tomar um café. Tem um lugar que a Vero me levou quando eu cheguei, ele é perto da praia, eu te busco anjo.

- Okay.

CHAT OFF

 Levantei daquela cama e fui tomar um banho, coloquei uma roupa simples e fui até a portaria para esperar Lucy chegar. Comecei a olhar minha redes sociais antigas, tinha fotos horríveis minhas, não sei como pude postar aquilo. Lucy chegou depois de uns 15 minutos, e então fomos até o tal café. Ele tinha uma decoração estilo anos 80, era agradável e confortável. Eu tinha pedido um chocolate quente e Lucy um cappuccino.

- E a Camila? – Lucy pergunta puxando assunto.

- Complicada sempre, eu tinha ido a praia tocar violão e do nada ela apareceu lá, nós discutimos, rolou lágrimas e etc.

- Pode não parecer, mas eu e Vero passamos por várias coisas, claro que o exército foi o mais marcante, mas a família dela era muito preconceituosa, estudávamos em escolas diferentes, e morávamos em bairros muito distantes, era bem complicado, mas passamos por tudo isso, e agora estamos juntas.

- Os pais de Camila também eram preconceituosos, eu lembro que eu subia até a janela dela para vê-la, já caí de lá algumas vezes, mas era por uma boa causa.

FLASHBACK ON

- Camila, abre aqui – falo batendo no vidro.

- Você vai acabar se machucando se continuar dando uma de macaca Lolo – Camila fala rindo.

- Se for para estar contigo acho que vale a pena não acha?

- Você é tão romântica – ela me dá um selinho e começa a aprofundar nosso beijo, paramos pela falta de ar e deitamos na cama para assistir alguma coisa.

- Pode ser terror Camz? – falo procurando alguns filmes.

- Você sabe que eu tenho medo Lolo – ela fala com a voz manhosa.

- Eu sei, mas assim você fica abraçadinha comigo, e fica vermelha quando se assusta e eu rio da sua cara, o que é fofo.

- Você é um idiota, mas eu te amo.

- Eu também te amo Camz... O que acha de Velozes e Furiosos?

- Pode ser.

Coloquei o DVD e começamos a assistir o filme, estava no final quando percebi que já era pra eu estar em casa. Me despedi de Camila e fui em rumo a janela, só que quando eu fui me apoiar na árvore que era próxima da janela eu acabei resvalando e caindo de lá e me esfolando um pouco.

- Meu deus Lauren, eu disse que ia acabar caindo, teimosa.

- Eu só me esfolei Camila, nos vemos amanhã?

- Claro, boa noite, te amo.

- Durma bem, também te amo.

FLASHBACK OFF

- Que fofo isso de ficar pulando as janelas, na verdade você é romântica, só que também paga uma de durona – dou risada de seu comentário e continuamos uma conversa paralela. Pagamos a conta e saímos caminhar um pouco.

- Lucy, o apartamento vai ser meu daqui a 2 dias, quer me ajudar a escolher a tinta e os móveis?

- Claro Laur, vamos lá.

Voltamos até onde Lucy havia deixado o carro e saímos em direção a uma loja de tintas. Entramos no lugar e fomos em direção a uma parte da loja que tinha as cores e uma amostra de como ficaria na parede, eu tinha me apaixonado por um azul meia-noite, eu usaria o azul e um cinza claro. Pagamos pelas tintas e fomos até a loja de eletrodomésticos, foi algo rápido já que eu gostava de coisas mais simples. Eles seriam entregues 2 dias depois que eu terminasse a compra do apartamento, então eu teria que começar a pintar no primeiro dia.

- Vai me ajudar a pintar o apartamento né? – pergunto para Lucy enquanto andávamos até o carro.

- Claro, então, você disse que Camila mora no mesmo prédio.

- Ela e Austin, e o resto das meninas é claro, e eu vou aproveitar para ver mais Camila.

- O que vai fazer se ela não quiser mesmo você?

- Não sei, eu voltei por ela, eu poderia voltar para o exército sabe? Por mais que eu ame ficar em Miami com minha família e amigos eu voltaria para lá.

Lucy apenas assentiu e chegamos no carro. Ela me deixou no hotel, e foi para casa. De novo eu estava sozinha. Me deitei na cama e acabei pegando no sono, acordei quase 18:00, com meu celular vibrando cheio de mensagens de Dinah.

CHAT ON

- Laureeen responde mulher que saco.

- To aqui sarna.

- Meu deus, to te chamando aqui faz um bom tempo.

- Vai direto ao ponto DJ.

- Hoje a noite vai ser das mulheres, então nós vamos para uma balada que vai ter, o que acha?

- Eu adoraria, que horas vai ser?

- Eu e Mani passamos aí as 20:30.

- Okay, a Camila vai?

- Vai.

FLASHBACK OFF

Eu tinha tempo para me arrumar então eu pedi um serviço de quarto, e assisti um pouco de televisão. Eu já tinha tomado banho e estava com a roupa, só precisava terminar a maquiagem, eram 20:15, fiz uma maquiagem bem básica, mas deixei meus olhos bem chamativos. As meninas tinha chegado bem na hora, o que eu estranhei porque conhecendo Normani e Dinah as duas chegariam depois da festa. Mas quando abri a porta do carro era Ally a motorista. Camila estava no banco da frente e atrás sentou Normani, Dinah e eu.

Chegamos na festa e fomos para a entrada e Camila estava deslumbrante, ela conseguia ser linda de todas as formas. Seu vestido marcava bem suas curvas, seu cabelo estava solto e sua maquiagem estava bem básica também. Entramos no local e achamos uma mesa para sentarmos, era mais afastada das pessoas, o que era confortável. Ally estava de motorista então ela não ia beber, Normani e Dinah já estavam na pista “detonando”, Ally e Camila tinham ficado na mesa e eu estava no bar pegando uma bebida. Tinha uma mulher que estava me encarando um bom tempo, minha bebida tinha chegado e então a moça se aproximou de mim.

- Vai ficar sentada a noite inteira?

- Pretendia, não sei dançar muito bem.

- Eu te ensino – ela fala maliciosamente.

- Então vamos.

Ela saiu me puxando para a pista de dança, me levou para uma parte da pista que estava mais vazia que seria a parte que estava minha mesa. Ela começou a rebolar em minha frente e eu por não saber dançar continuei a observando dançar, até que ela colocou minhas mãos em sua cintura e eu fui rebolando com o tempo da música, senti que alguém estava me observando e então olhei para o lado e Camila me encarava com cara de quem ia pular em mim. Mas ela logo percebeu que eu estava olhando pra ela então desviou o olhar. A mulher estava um pouco alterada já pela quantidade de bebida que tinha consumido, mas eu continuei dançando, fazia tempo que eu não me divertia, eu estava curtindo a música até que ela me puxou pela cintura e me beijou, eu retribuí o beijo. Nos separamos pela falta de ar, e então ela sumiu pela multidão. Eu estava morrendo de tanto dançar então eu me sentei na mesa, e ví Ally mexendo no celular.

- Cadê as meninas? – pergunto para Ally que logo me olha.

- Dinah e Normani ainda estão dançando e Camila foi ao banheiro, eu ia lá ver se ela está bem já que ela está lá um tempo já.

- Eu vou Ally, já volto.

Fui em direção ao banheiro para ver se Camila estava lá. Ela estava em uma das cabines encolhidas chorando, eu logo me aproximei para ver o que tinha acontecido.

- Camila? O que aconteceu?

- Nada, eu só vim usar o banheiro, e quis me sentar aqui um pouco – sua voz estava alterada por causa da bebida.

- Você está bêbada Camila, vem cá eu te ajudo – peguei em sua mão sentindo um logo um arrepio, e a ajudo a levantar – quer ir para casa? Eu chamo um táxi e te levo.

- Não precisa Lauren, pode ficar com aquela mulherzinha, eu me viro – sua voz estava confusa mas dava para entender.

- Não, você está mal, eu vou avisar a Ally que estou te levando pra casa okay? – eu falei pra ela que assentiu meio sonolenta, fui até a mesa e avisei Ally que estava indo levar Camila para casa, Ally apenas me deu tchau e então eu fui buscar Camila para irmos. Eu liguei para o táxi e ficamos esperando na calçada. Camila mal parava em pé, e suas palavras estavam todas embaralhadas. O táxi tinha chegado, e com muita dificuldade eu coloquei Camila no carro, indo direção a sua casa. Paguei o taxista e então tirei ela do carro. Entramos no prédio e eu a peguei no colo, já que a mesma estava mole para consegui andar. Peguei as chaves dela na bolsa e entrei com ela no apartamento, parece que Austin não estava lá, já que as luzes estavam apagadas e os quartos vazios. Levei Camila para o banheiro para dar banho na mesma que estava deplorável.

- Lauren, a água ta fria – ela fala manhosa.

- Não reclama da água manhosa – falei tentando evitar olhar seu corpo, ela estava bêbada, e iria parecer que eu estava me aproveitando dela.

Tirei ela do banheiro, peguei suas mudas de roupa e a ajudei a vestir as mesmas, a arrumei na cama e estava de saída quando ouço ela me chamar.

- Lauren.

- Fala Camz.

- Obrigado.

- Não foi nada.

- Você sempre cuidou de mim não é?

- Mesmo longe eu cuidei de você.

- Porque é tudo tão difícil Lauren?

- Porque se fosse fácil não teria graça.

- Faz sentido, boa noite Lauren.

- Boa noite Camz.

Saí de seu apartamento e fui para o hotel, eu não tinha bebido muito dancei mais do que bebi para ser sincera, mas foi uma noite boa. Tomei um banho e rápido e fui me deitar, mas as palavras de Camila não saiam de minha cabeça.

“Porque é tudo tão difícil Lauren?"


Notas Finais


Eu estava planejando colocar o POV da Camila, mas eu andei pensando que já que a fic se baseia na Lauren tentando reconquistar Camila, eu iria deixar apenas a parte de Lauren. Já fui pensando em uma segunda temporada usando POV de Camila, para falar com tinha sido os 4 anos longe Lauren3
Espero que tenham gostado, não esqueçam de favoritar e comentar, bjs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...