História 30 Seconds to Love You - Capítulo 28


Escrita por: ~

Exibições 182
Palavras 964
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii ! Desculpem a demora, coisinhas para resolver. Bom, queria saber se vocês apoiariam uma nova fanfic Jargot. Sim, eu vou continuar com essa. Mas, queria saber se vocês querem outra fanfic com a Margot Robbie e o Jared Leto. Na nova fanfic, tá decidida a presença do Jared , queria saber se vocês querem a Margot também, só pra depois não ficar chato pra vocês eu só ficar fazendo fanfics Jargot, caso não queiram outra. Se caso, você não quiser a Margot, coloca nos comentários que outra atriz/cantora/modelo você quer , ou até mesmo se quer uma personagem inventada.
Se quiserem também me dar dicas para o nome, para o enredo e até algumas ideias para os capítulos eu iria adorar.
OBS: Preciso que me respondam o mais rápido possível ,para que eu dê uns ajustes na nova fanfic e já postá-la
Agradeço desde já !

Espero que gostem
Boa leitura *-*

Capítulo 28 - Foi apenas um sonho ruim


Recadinho nas notas do autor, por favor, leiam !

​Beijinhos de purpurina *-*

Margot P.V

 

Não falei para o Jared sobre o sonho. Até porque não queria o deixar preocupado por pensar que estou louca. Mas, eu mesma estou suspeitando de estar enlouquecendo. Acho que o choque de saber que ficaria com o Jared de novo, foi tão grande que acabou afetando os meus neurônios. Aquele sonho ficou me atordoando por uma semana. Qualquer coisa me lembrava ele. Tentava esquecer dele o máximo possível, mas ele sempre ficava passando em minha cabeça.

Por um certo momento tentei decifrar aquele sonho, que parecia não ter pé nem cabeça. Um coisa que me chocou foi Elizabeth. Oque era estaria fazendo lá. Será que ela irá voltar ? Eu não faço a mínima ideia, mas o melhor agora e esquecer dele mesmo.

- Mag, cheguei !! - Cara gritou da porta. Eu estava na cozinha mexendo no notebook. Ela vem caminhando até mim, com as mãos cheias de sacolas.

- Uau, pelo visto você comprou muita coisa. - Disse, desviando meu olhar do computador por alguns segundos.

- Claro, estava tudo na promoção. Mesmo que eu não use, comprei. - Cara deu de ombros. Soltei uma risadinha. Nunca julguei ela pelo estranho hábito de comprar as coisas e quase nunca as usar, elas sempre acabavam ficando no armário. - Ah, toma aqui, seu cartão.

Ela pegou meu cartão de crédito da sua bolsa, e coloca á minha frente. Por um momento senti vontade de pular no pescoço dela e só parar de apertar quando visse a vida saindo pelos olhos dela.

- Não gastei tanto ... pode ficar tranquila. - Ela disse ao perceber meu humor um pouco alterado. Tirou a bolsinha que usava e a jogou na bancada. - Você falou com o Jared hoje ?

Sentou-se a minha frente.

- Não, ele e os meninos tem que resolver uns negócios da banda, mas ele disse que se sobrar tempo, irá vir para cá. - Respondi

- Ah, sim ...  o Shannon vem ? - Perguntou

Lancei um olhar desconfiado, mas com humor. Ela não entendeu de princípio, mas percebeu meus pensamentos.

- Por que quer saber ?

- Sei lá, só por saber. - Ela deu de ombros, e segurava um sorriso

- Huuuum - Solto um sorriso, de orelha a orelha.

- Não me olhe assim , Robbie - Ela aponta para mim, com um olhar nervoso.

- Ah vai, pare de esconder. Eu sei que vocês está interessa pelo Shannon.

- Nada haver. Nós apenas viramos amigos, e eu quero saber se ele vem. - Deu ombros novamente, e piscou os olhos duas vezes.

- Está mentindo, piscou os olhos duas vezes. Você sempre faz isso quando está mentindo.

- Não !

- Sim !

- Não !

- Sim.

- Não ! Que droga Margot ! - Cruzou os braços, desviando o olhar de mim.

- Tá bom, tá bom, não está mais aqui quem falou ... - Levantei os braços como quem se rende. É claro, poderia não falar mais nesse assunto, mas com certeza eu não iria esquecer dessa possibilidade.

Ela havia ficado realmente irritada, oque era uma evidencia que ela estava gostando do Shannon, mas também, como não amar aquele urso dos braços musculosos ?

----------////----------

- Sabe ... eu nunca pensei em que comer maçãs com pasta de amendoim fosse tão bom - Tomo disse, comendo mais uma maçã, com muita pasta de amendoim.

- Sei lá, isso vicia. - Shannon disse, fazendo o mesmo que o amigo.

- Eu também gostei. - Foi a vez de Jared falar. Ele pegou o pote de pasta de amendoim, mergulhou sua maçã e comeu automaticamente.

- Eu como isso desde que eu era criança. - Expliquei.

Todos estavam lá, descalços, largados pela sala e comendo maças e pasta de amendoim.

- Sabe oque eu preciso agora ?

- O que, Cara ?

- Refrigerante.

- Quer que eu vá comprar ? - Tomo pergunta, se levantando e passando as mãos pelas suas roupas, que estavam amarrotadas.

- Sim.

- Posso ir junto ? - Shannon também se levanta

- Então vamos nós três - Cara conclui. Os três calçam os tênis, pegam a carteira e saem pela porta.

Agradeci mentalmente por terem ido embora, assim poderia conversar com Jared. Ele olhou para mim, ainda deitado no chão. Retribui o olhar.

- Jared ... - Digo com a voz calma

- Oi ?

- Posso falar com você ? - Me levanto do chão, sentando-me desleixadamente no sofá.

- Claro. Pode falar qualquer coisa pra mim ... - Ele também se levanta, sentando-se á minha frente.

Dou um suspiro, e nesse momento eu penso se realmente tenho que falar isso para ele. ​Vamos Margot, não pare agora, não agora que está quase. ​Simplesmente contei tudo á ele, que permanecia sem nenhuma reação, possivelmente estava pensando.

- Acha que estou ficando louca ?

Ele olhou para baixo, oque me deixou desconfortável, pensei que ele estava realmente me achando louca.

- Sim .... você simplesmente pirou. Está fora de si. - Ele disse, quase num sussurro.

Permaneci sem reação, ele realmente estava falando sério ?

​Desviei o olhar dele, que continuou me observando. Já começava a pensar como seria minha primeira consulta no psicólogo, quando ele disse:

- Mas, sabe de uma coisa ? - Ele diz, me fazendo voltar o olhar á ele. - Eu amo pessoas loucas ...

Ele abriu um sorriso, e eu retribui, sem graça.

Foi como se um aperto do meu coração, sumisse .... como se ele realmente havia me entendido. O abracei, e depois deitei em seu peito.

- Foi apenas um sonho ruim, nada daquilo foi verdade .... - Ele acariciou meu cabelos.

​Espero ....

 

 

 

 


Notas Finais


Eu sei foi um capítulo meio lixo, mas é que não tinha muito pra falar. Prometo compensar nos próximos capítulos.

Espero que tenham gostado
Se gostou, favorite e comente, assim posso saber oque está achando
Obrigada por ler *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...