História 30 Segundos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), IU
Personagens Jungkook, Lee Ji-eun "IU", Suga
Tags Bangtanpinkz!fanfics
Visualizações 50
Palavras 1.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - 01. Morte


Fanfic / Fanfiction 30 Segundos - Capítulo 1 - 01. Morte

As bebidas alcoólicas estavam dispostas a mesa, junto com os maços de cigarros usados em uma vasilha de prata e objetos diversos. Era dezenove de agosto, uma data tão comum para qualquer pessoa e também para as garotas que se encontravam na sala estar realizando uma pequena 'festa'. 

 A música alta e as conversas denunciavam uma pequena dor de cabeça em Ji-eun, a garota de cabelos escuros bufou devido ao interminável mimimi de suas amigas sobre seu relacionamento com Baek-hyun. Claro, ela tinha um forte interesse pelo rapaz e o mesmo por ela, mas não seria de uma hora para outra que ela se entregaria a ele.  

 Com o cigarro entre os lábios a garota se levantou do sofá cor vinho, cambaleando levemente seu corpo para o lado direito. A campainha da casa havia tocado mais de uma vez, anunciando a tão esperada chegada dos rapazes e a impaciência dos mesmos.  

 — Alarme falso! - gritou a morena ao abrir a porta principal da casa e se deparar com a rua vazia e escura, não havia ninguém do lado de fora - Malditas crianças... 

 — Que droga! - Yura protestou, olheiras profundas podiam ser vistas mesmo com a maquiagem em seu rosto. Parecia que ela não estava nos seus melhores dias - Eles já deveriam estar aqui a mais de trinta minutos. 

 — Talvez tenham amarelado com a gente ou tiveram amnésia do nosso endereço. - Seulgi despejou as cinzas da ponta de seu maço sobre a vasilha de prata, enquanto Jennie retornou a sentar no chão com um copo de bebida em mãos. 

 — Já tentaram ligar para algum deles? - Perguntou Rosé enquanto espiava a rua pela janela. 

 — Claro que não... - Indagou Ashley - E nem vamos fazer isso. Quer saber, vamos continuar a festa com ou sem eles. - A garota bravejou. 

— Eu vou ficar um pouco lá fora – Ji Eun retirou seu casaco do cabide - Estou de cabeça cheia, preciso ficar um pouco sozinha. 

 — Tudo bem então. - Exclamou Lalisa após descer as escadas e aparecer na sala igual a um fantasma. - Só não se esqueça do que eu te pedi hoje mais cedo, Ji Eun.  

 — Acho que os atrasados chegaram... - Rosé disse sarcástica, ainda olhando para a janela. 

 — Deixe que eu dou as boas vindas – Seulgi se levantou do sofá, deixando a garrafa de bebida vazia sobre a mesa e caminhando apressadamente para a porta. 

 Ji Eun bufou novamente. Enquanto Lalisa trocava a música que tocava no som da sala, a morena pensava na merda em que seria sua noite. 

Maldita hora em que aceitei realizar essa festa.... 

 

▬ 

 

 — E aí, Ji Eun, vai me levar pra conhecer à casa ou não? - Baekhyun aproximou cada vez mais seu corpo com da morena que sorriu sarcástica para o rapaz. 

 — Vou... - Ji Eun pareceu pensativa – Porque você não começa com a área da cozinha e traz mais cervejas pra gente? 

 — Beleza então - O garoto se levantou do sofá e logo desapareceu das vistas da morena, a mesma olhou para Jennie a ponto de matá-la. 

 — Você enlouqueceu de vez, só pode – A Kim a encarou com reprovação - Olha para nós, estamos no último ano do colégio e em momento algum você tentou se divertir ou... namorar. 

 — Eu já te disse isso mais de um milhão de vezes, eu sei que gosto do Baekhyun, mas não quero absolutamente nada com ele no momento.  

 — Tá bom, tá bom, senhora careta. — Jennie bufou. — Enfim, não irei lhe forçar a nada... mas... você ainda continua tendo sonhos ruins? 

 — Não posso dizer que são sonhos ruins, pois não me lembro absolutamente de nada quando acordo. - A morena bebeu um longo gole de sua cerveja. — Mas faz um pouco tempo que ele não ocorre. 

 — Pelo que me lembro da última vez, você deu pequenos gritos dizendo algo relacionado a lâminas. Por algum acaso você sonhou com algum psicopata? 

 Ji Eun riu. 

 — Não faço a mínima ideia, mas caso seja isso o que diz, espero que ele seja bonito. 

 — Caralho.. - Jennie riu — Acho melhor você maneirar na bebida, olha a merda que está dizendo. 

 — Relaxa, se ele é bonito ou não é só um sonho, nunca será real. Tenho certeza de que ele não vai me machucar de verdade. 

 — Talvez você tenha razão. Agora eu quero sonhar com esse 'psicopata'. Doa seus sonhos com ele pra mim – Jennie ergueu a latinha de cerveja. - Na desgraça e nas maluquices? 

 Ji Eun também ergueu a sua. 

 — Na desgraça e nas maluquices – Repetiu por fim e brindaram. 

 O som do trovão alto surgiu lado de fora, junto com a chuva que aumentava à cada segundo. Graças a ela a energia havia ido embora, e por isso a casa por completo estava sendo iluminada por velas de diversos tamanhos em todos os lugares. Yura havia ido para o andar de cima junto Kyung, Baekhyun dava a impressão que havia sido sequestrado ou morto pela sua demora. Lalisa estava sentada encostada a parede, parecia que o sono havia a vencido de vez. 

 A campainha da casa havia sido tocada duas vezes, deixando Jennie tanto quanto a Ji Eun surpresa. A garota se perguntava quem poderia ser as 11h da noite em meio à chuva e ao escuro. Jennie permaneceu na sala enquanto a menina de cabelos escuros ia até a porta, com um pouco de medo ela girou a maçaneta e a abriu, mas não encontrou ninguém a não ser uma criança de vestido azul do outro lado da rua. 

 A garotinha que a observava com atenção desapareceu segundos depois, ela parecia semelhante a Ji Eun quando a mesma era pequena. A morena julgou a si mesma que aquilo poderia ter sido impressão sua, talvez fosse seus sete copos de cerveja que estavam fazendo seu efeito muito tarde. Contudo, assim que a morena fechou a porta um grito pode ser ouvido do andar de cima. 

 E tudo o que se passou aos olhos da garota foi Jennie correndo em direção as escadas e uma loira toda torta a acompanhando. Eun fez o mesmo, e Baekhyun que havia sumido estava logo atrás da morena. 

 Chegaram rapidamente ao quarto no final do corredor, Seulgi chorava enquanto Rosé a perguntava diversas vezes o que havia acontecido, o corpo de Yura estava estirado na cama. Parecia que um conjunto de lâminas haviam brincado com seu corpo, o sangue tanto no colchão quanto na parede e os cortes em sequência em seu corpo eram a prova disso. 

 Ji Eun havia entrado em choque, tanto que correu para a janela assim que viu Yura e ali permaneceu. E pela segunda vez, pode ver a menina de vestido azul do outro lado da rua. A morena se julgou ser louca pela segunda vez, pois podia ver os lábios da menina se movimentando e vozes infantis cantando em sua cabeça  

 

"1, 2... Jeongguk vem te pegar  
3, 4...
 é melhor manter a porta fechada 

5, 6... agarre seu crucifixo

7, 8... fique acordado até tarde 
9, 10... não durma nunca mais"


Notas Finais


Hey guys <3
Essa é minha segunda ShortFic, e anuncio a todos que estou mais feliz do que nunca por ter postado uma fic do meu OTP, IUKOOK.
Afirmo que o próximo capitulo irá demorar pois tenho que atualizar minhas outras fanfics, mas até lá não desistam de mim <3. Desculpem qualquer erro e espero que tenham gostado.

Não se esqueçam de ir ao meu perfil para ver minhas outras fanfics/Drabbles.
Beijão <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...