História 36 Perguntas - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 22
Palavras 489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Estou animada. Se querem elogiar a fanfic e/ou têm uma crítica construtiva para fazer, por favor coloque nos comentários, isso ajuda muito e é muuuuuuuito importante.
Espero que gostem da leitura ^^

Capítulo 2 - Eddy Ao Resgate


P.O.V: Julieta Schuyler

Falta pouco para a conclusão da faculdade. Só mais um trabalho, mais um passo para a conclusão do curso e eu me formo...senhorita Julieta Schuyler, psicóloga...soa muito bem. Só preciso de uma coisa...um voluntário. Infelizmente não posso pedir para um amigo ou uma amiga, já que o objetivo das 36 perguntas é tornar íntimas duas pessoas que não se conhecem inicialmente. Resultado, estou eu, que nem uma louca, andando pela universidade procurando alguém que possa me ajudar. Bom, digamos que não está sendo fácil. Já perdi as contas de quantas pessoas recusaram, provavelmente meio desconfiados de uma completa estranha chegar do nada pedindo ajuda para o trabalho de conclusão da faculdade. Enfim...

Andando pelo campus da faculdade de Ciência da Computação, observo os alunos ali presentes. Minha atenção é atraída para dois garotos conversando. Eles logo se despedem e eu me aproximo do que permanece lá.

-Licença, desculpe por incomodar, mas... – digo pedindo mentalmente para que ele aceite a proposta - ...me chamo Julieta Schuyler, sou veterana na faculdade de psicologia e estou precisando de alguém que me ajude com o trabalho. Quero recriar o experimento do psicólogo Arthur Aron, que desenvolveu 36 perguntas que, segundo o estudo, pode fazer dois estranhos se tornarem íntimos, talvez até se apaixonarem. Quero testar em mim mesma e em outra pessoa, só que no caso precisaria ser alguém que não conheço e por isso quero saber se você poderia me ajudar...e... – vejo que o garoto parece estar processando o que eu disse - ...muita informação?

-Com...certeza. Vamos por partes. – ele olha nos meus olhos e faz gestos firmes como se estivesse organizando algo – Você só quer ajuda para o seu trabalho, é isso? Pronto, eu ajudo. Desde que não interfira no meu trabalho de conclusão.

-Não, é claro. Tudo bem. Só...marcar os melhores horários para encaixarem na sua rotina.

-Okay, tudo bem então. Pode me passar seu número então, senhorita...Schuyler, certo?

-Isso.

Ele pega seu celular e coloca na teclado

-Pode falar. – eu lhe digo meu número e ele o disca. Liga para o meu celular e eu o ouço chamando. Ele encerra a chamada – Pronto. Você tem meu número agora.

Sorrio

 

 

P.O.V: Eddy Darling

Cara, que sorriso bonito. EDDY, PARA COM ISSO. Mal conhece a garota e já vai se apegar? Não, não, não, não, não. Pode ir parando por aí.

-Aliás. – digo guardando meu celular novamente no bolso – Belo gosto musical. Gostei do toque de celular.

Ela sorri novamente

-Obrigada...e obrigada por me ajudar com o trabalho também...an...qual é o seu nome?

-Eddy  Darling.

-Bom, prazer, Eddy Darling. Espero não demorarmos para nos vermos novamente.

-Igualmente.

Sorrindo, ela se despede de mim e vai embora. A observo se afastar e depois sigo meu caminho até o ponto de ônibus. Espero o meu transporte e vou para casa pensando no projeto que devo apresentar para concluir a faculdade e...vez ou outra...imaginando como será esse trabalho com a garota.


Notas Finais


Sei que ficou curto mas é só o início! Espero que tenham gostado do capítulo, até o próximo ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...