História 39° graus - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Kentin
Exibições 8
Palavras 510
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Noite de calor


Suas pernas estavam bambas e sua temperatura levemente alterada. Seus olhos queimavam, e sua boca estava em um tom completamente carmesim.


Estava cansado de mais para qualquer coisa. Cambaleava de volta para casa, enquanto sentia os ventos frios tocarem a pele de seu rosto, e arrepiar cada pelo em seu corpo, por de baixo das roupas compridas. Não via a hora de chegar em casa, e jogar-se na sua cama arrumadinha e confortável. 

Pensava em Alexy também, e se perguntara se o garoto já estivesse acabado sua bagunça, como sempre fazia. Arrumava suas festinhas particulares, e deixava a casa em uma zona totalmente desarrumada, onde Kentin mal conseguia andar.

Após mais alguns minutos, quase arrastando o solo do sapato social, no asfalto brilhoso e limpo, Ken chegou em seu apartamento. As luzes da varanda estavam apagadas, mas a do quarto de Alexy permaneciam acesas. O que fazia o moreno imaginar o motivo.

Pegou o elevador, e subiu até o seu andar. Observando finalmente, o número pregado a porta. Abriu a mesma, com certa euforia, ao a atravessar, tirou rapidamente os sapatos com solos gastos e pôs sua pasta de trabalho em cima de uma pequena poltrona branca.

A casa era trabalhada em cores simples, e nada chamativas. Apenas cinza, preto, branco e vez ou outra, algo azul. Na sala, uma mesinha de vidro centralizada, e ao redor, as pequenas poltronas, totalizando em quatro, ficando duas em cada lateral. Tendo também o sofá preto em frente a TV. Kentin se lançou a esse sofá, e fechou os olhos em sinal de descanso.

Queria poder tomar um banho, mas sentia frio e não tinha nem disposição para se levantar e seguir até seu quarto no segundo andar do apartamento. Pensara em ir procurar Alexy, e ver o que estava fazendo, mas a falta de coragem lhe era empecilho. 

- Onde está você, maldito Alexy? - sussurrou para si mesmo.

Kentin estava esgotado. Já havia escutado diversas vezes, o amigo dizer que algum dia, o trabalho ainda iria o matar. Nunca deu ouvidos, pois sempre precisou fazer o que fazia, mas no momento, Ken estava pensando seriamente em renunciar sua fonte de renda. Gostaria de passar mais tempo em casa, e desperdiçá-lo mais jogando video games. Só que o tal nunca fora seu amigo.


         ÷×÷×÷×÷×÷×÷


O moreno agora dormia sereno no espaçoso e confortável sofá. Agora, muito lhe agradara tê-lo comprado. Enquanto isso, sem ouvir barulho algum vir da sala, Alexy preocupava-se cada vez mais com a demora de Kentin para chegar em casa, afinal, já passava da meia-noite e ele não chegava. Isso não era mais trabalho, e sim escravidão! Resolvera ligar-lhe, mas interrompeu a chamada, ao ouvir um toque vir da sala. Saiu imediatamente de seu quarto, em frente a sala. Abrindo as portas de correr eufórico. 

Quando havia aberto as portas por completo, deparou-se com a visão do mais velho, deitado no grande Sofá. Seus cabelos estavam desgrenhados, e uns fios grudados a testa pelo suor. Sua boca entreaberta.... Alexy saira do quarto cambaleando para ver aquilo. enfraquecera suas pernas, fazendo-o andar pela casa de forma desajeitada.








Notas Finais


Orlár, desculpem qualquer erro, e perdoem o cap pequeno, não consegui escrever mais que isso, pq escrevo pelo celular e meu teclado fica bugando o tempo todo -_- Se alguém leu isso aqui (KSBWNSN espero que sim) aguardem o próximo, que deverá dair hoje mesmo kkksbna.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...