História 4 months《Suga and Jimin》 - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Bts, Drama, Hospital, Jeon Jungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Hoseok, Kim Nanjoom, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Novela, Park Jimin, Rap Monster, Romance, Suga, Suspense
Exibições 18
Palavras 755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Capítulo 11


Capítulo 11

P.O.V Suga

" Eu espero que você entenda Suga... " Rap Monster disse, olhando para mim, todos desviaram o rosto.

" O que aconteceu? " Eu estava sentado no sofá tentando levantar, mas não deixavam. " Diz logo! "

" Suga... sua mãe infelizmente... morreu. " Rap Monster disse.

Eu abri e fechei a boca, não estava acreditando. Coloquei as mãos no rosto e os cotovelos nos joelhos, apoiando a minha cabeça. Eu olhei para eles e disse

" Não, isso é mentira. " eu disse levantando.

" Desculpa Suga... " Rap Monster disse.

" Não... não é verdade... não pode ser... " eu disse olhando para o chão.

" Nós vamos te deixar sozinhos, precisamos ir para o Show. Se você não conseguir fazer o Show, não precisa ir, os fãs vão entender. "

Eles saíram, cada um dizendo " Meus pêsames " ou " Meus sentimentos ".

Eu me joguei no sofá e as lágrimas começaram a cair. Eu não estava acreditando que a pessoa mais importante da minha vida tinha partido. Eu preciso refrescar as memórias, preciso levantar, preciso ser forte.

Fui até o banheiro, o enorme espelho refletia a imagem de um outro Suga. Os olhos inchados, a palidez, o cansaço. Abri a banheira e me preparei para um banho. Fui até a cozinha beber um copo d'água e as lágrimas voltaram a cair, cada vez mais. Não estava aguentando...

Peguei a primeira faca que vi, e corri para o banheiro. Nessa hora olhei para o reflexo do banheiro, a faca na minha mão... o que eu estava fazendo?

Peguei a faca e olhei para o meu pulso, quando voltei a olhar o espelho, vejo o reflexo de Suk chorando tão desesperada quanto eu.

" O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO? " Ela gritava e chorava.

Eu cortei um pouco do pulso.

" SUGA PARA " Suk gritava e eu chorava também. " PARA! "

Mesmo que eu tenha ido embora por um longo tempo

Sem repulsas

Você me aceitou

Sem você, eu não sou nada

Mais um corte.

Os meninos agora estavam atrás de mim, tentando me fazer parar.

Você esteve firmemente ao meu lado

Você não precisava dizer nada

Então, nunca solte a minha mão

Eu não vou soltar a sua mão outra vez nunca mais

Meu nascimento e o fim da minha vida

Você vai estar lá para cuidar de tudo

Mais um corte, mais fundo.

A dor não parava. Tanto física quanto sentimental.

Soltei a faca, que caiu e fez um pequeno barulho no chão, parecia em câmera lenta.

A banheira estava transbordando, com o pouco de força fui até ela e fechei.

" Suga... você viu meu celular? " Consegui distinguir a voz, do outro lado da porta, Jungkook.

Entrei na banheira, o sangue dos pulsos se misturando com a água.

" Suga? " A voz ao longe de Jungkook. " SUGA? " Batidas na porta. Tenta abrir, mas está trancada. Quando escuto um estrondo e a voz do Jungkook desesperado. Me puxando. Ele quase escorrega por causa do chão que está molhado.

Tenta me puxar e me tirar da água, vejo vultos. O sangue ainda escorrendo dos pulsos. Olho para o banheiro e a última imagem que tenho era do rosto de Jungkook e Suk ao fundo, que some de repente. E os gritos de Socorro do Jungkook.

P.O.V JungKook

" Gente esqueci meu celular, vou voltar e buscar. " Eu disse me despedindo dos meninos. " Encontro vocês no Show. "

Entrei no quarto, não encontrando o meu celular. Escutei a água da banheira ligada e pensei que talvez Suga estivesse tomando banho.

" Suga você viu o meu celular? " Perguntei.

Nada.

" Suga? " Eu perguntei, pensando que talvez ele não tenha escutado. " SUGA? "

Nessa hora tentei abrir a porta, trancada. Comecei a chutar a porta, e quando consegui a abrir, vi uma cena horrível.

Suga deitado na banheira, cheia de sangue, afundando. Fui até ele gritando seu nome e tentando tirá-lo da banheira. Tentei chamar alguém e fui procurar pelo celular dele, encontrei em cima da pia do banheiro e liguei para o primeiro número: V.

" ALÔ, V? POR FAVOR VEM RÁPIDO NO QUARTO, CHAMA UMA AMBULÂNCIA, CHAMA ALGUM SOCORRO, TRAZ OS MENINOS! "

" O que aconteceu? " Ele perguntou, o barulho de pessoas gritando, animadas. ao fundo.

" O SUGA! "

Eles desligou na hora e em menos de dez minutos, apareceram todos.

" EU CHAMEI UMA AMBULÂNCIA! " J-Hope gritou no celular.

Tiramos Suga dali e colocamos ele no chão da sala. Tentávamos ver se ele estava respirando. A ambulância e os médicos apareceram rapidamente, e eu fui ligar para a Suk.

" Já tentei, ela não atende. " Disse V.

" Tenta ligar mais vezes. " Eu disse.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...