História 4 months - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Bts, Drama, Hospital, Jeon Jungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Hoseok, Kim Nanjoom, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Novela, Park Jimin, Rap Monster, Romance, Suga, Suspense
Exibições 5
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Capítulo 12


Capítulo 12

《Suk》

Faltava pouco eu pular no banco do avião de tanta ansiedade quando ele estava aterrisando na França, o piloto abriu a porta e me entregou a mala, um ônibus me levou até o interior do aeroporto e de lá mesmo fui correndo pegar um táxi para ir ao hospital que graças a Deus não era muito longe.

Mas é claro que o trânsito estava um caos então demorou quase meia-hora para chegarmos no hospital,devia ser umas 3 horas da manhã quando paguei o motorista pela corrida, peguei a minha mala na velocidade da luz e fui correndo até a entrada do hospital, cheguei soada de tanto correr e quase bati o peito na bancada da recepção enquanto perguntava para a mulher de cabelos curtos onde estava Suga.

"Quarto 402" Ela disse simpática e eu fui correndo com a minha mala chamando muita atenção e apertei o botão do elevador diversas vezes e ele não chegou nem por um decreto.

Corri até as escadas de emergência e subi quatro lotes de escadas bufando e carregando a mala nas costas, quando cheguei no 4 andar consegui ver V com uma máscara, bebendo água e Jungkook em frente a uma porta observando o andar que estava quase vazio, com exceção de uns dois homens na slaa de espera.

"Jin" Eu disse largando minha mala no chão e correndo na direção dos dois "V" Eu disse quando os alcancei e V logo me estendeu um copo d'água.

Neguei com a cabeça, por mais que minha garganta doesse cada vez que eu falava. Eu só queria saber se Suga estava bem.

"Suga...Cadê?" Eu perguntei me apoiando nos meu joelhos, estava realmente cansada de correr.

"Naquele quarto" Jungkook disse apontando para uma porta azul com os números 402 gravados nela.

Agradeci com a cabeça e entrei no quarto, a visão que tive logo de cara me deixou chocada e triste ao mesmo tempo.

Suga estava com os pulsos envolvidos por uma faixa branca que dava diversas voltas em ambos braços, estava com um aparelho que o ajudava a respirar e o barulho das máquinas já estavam me deixando louca.

Me sentei na pequena e desconfortável poltrona que estava ao lado de sua cama e fiquei olhando para o seu corpo, parado e mais pálido do que nunca, uma bolsa de sangue estava pendurada ao lado de sua maca e injetava constantemente sangue nas veias de Suga, o que me deixava com mais nervoso ainda.

Segurei a sua mão enquanto tentava me controlar para não chorar, o que pelo visto não deu certo já que alguns minutos depois eu estava com a cabeça apoiada em sua mão e soluçava sem parar, eu conseguia ouvir o meu choro que estava quase superando o barulho das máquinas.

Eu não fui capaz de falar nada, não conversei, não briguei, não disse nada, ele não iria ouvir mesmo. Fiquei somente segurando a sua mão e desejando para que ele saísse daquele estado o mais rápido possível.

Os meninos entraram na sala menos Jin e eu enxuguei o rosto rápido.

Como se tivesse adiantado algo

"Você está bem?" Rap Monster perguntou me olhando.

Fiz que sim com a cabeça e ele fingiu que eu não estava mentindo.

"Ficou legal o seu cabelo" V disse tentando me animar.

"Ah... Obrigada" Eu disse sorrindo e puxando uma mecha de cabelo para cima "Onde está Jin?" Eu perguntei tentando mudar de assunto.

"Ele está em outro quarto, pois fez a doação de sangue para Suga" Jungkook disse sorrindo.

"Onde ele está?" Eu perguntei me levantando.

"No quarto ao lado" J-Hope disse sério.

Andei até o quarto do lado e lá estava Jin de repouso, ele parecia cansado.

"Tudo bem?" Eu perguntei abrindo um sorriso.

"Sim, claro" Ele disse sorrindo.

"E você?"

Fiz q sim com a cabeça e ele fez o mesmo que os outros.

"Obrigada" Eu disse abaixando a cabeça.

"Por quê?" Jin perguntou virando a cabeça.

"Por doar sangue para Suga"

Ele sorriu e disse que não era nada, saí do quarto logo depois e os meninos estavam na sala de espera para me avisar que Suga estava acordado.

"Oi" Eu disse olhando para Suga.

"Oi" Ele disse sem olhar nos meus olhos.

Me sentei ao seu lado e ele olhou para meu cabelo.

"Ficou legal"

Abri um pequeno sorriso e joguei o cabelo para trás.

"Por que Suga?" Eu perguntei ficando séria de repente.

Ele ficou quieto e abaixou a cabeça, dava para perceber o quanto ele tentava não perder o controle novamente.

"Ela era simplesmente tudo pra mim" Ele disse dando de ombros e colocando as mãos no olhos.

Tirei uma mão de seus olhos e apertei dentro da minha, ele olhou nos meus olhos e percebi que os olhos dele estavam vermelhos e estavam mais fundos que o normal.

"Eu te entendo" Eu disse me sentando na cama, de modo em que eu ficasse de frente para ele e me estiquei para abraça-lo sem sair do lugar, ele afundou a sua cabeça e chorou de soluçar enquanto eu acariciava sua cabeça e me segurava para não chorar junto.

"Eu a amava tanto" Ele disse emboladamente enquanto eu fazia um "shh" para alcama-lo.

"Está tudo bem, agora conte "um, dois, três" e esqueça

Esqueça todas as memórias tristes, segure a minha mão e ria

Está tudo bem agora conte "um, dois, três" e esqueça

Esqueça todas as memórias tristes, segure a minha mão e ria" Eu cantei baixinho, por mais que minha voz não fosse lá essas coisas ela poderia ser útil pelo menos uma vez.

Repeti o refrão diversas vezes até ele resolver se deitar e eu me deitei ao seu lado, ficamos deitados juntos observando o teto sem graça do hospital.

Suga estendeu sua mão e ficamos com ad mãos entrelaçadas enquanto ele dizia:

"Obrigada" Ele disse se virando em minha direção de modo em que nossos rostos ficassem mais próximos.

"De nada" Eu disse sorrindo e aproximando meu rosto mais um pouco de modo que nossos narizes se tocassem, fechei os olhos e um barulho do lado de fora da porta me fez dar um pulo.

"PORCARIA V" Jungkook disse e logo ouvi um barulho de algo que parecia ser um tapa.

"Desculpa" V disse mais baixo.

Me remexi na cama envergonhada enquanto Suga fazia o mesmo, liguei a televisão e depois de um tempo Suga estava dormindo e eu resolvi fazer o mesmo.

Tomei a liberdade de abraça-lo enquanto dormia e tentei fazer o mesmo por mais impossível que parecesse eu consegui dormir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...