História 5 Years - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Carmen Carrilho, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Personagens Originais, Valéria Ferreira
Tags Adriura, Bimoto, Daléria, Jarmen, Jorgerida, Maniel, Marilina
Exibições 77
Palavras 1.742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Primeiro Dia de Aula!


POV. Margarida.

Digamos que muita gente madrugou, então vocês já devem imaginar como os rostos das pessoas estão agora de manhã, né?
Posso garantir que muita gente vai levar sustos agora cedo.

Sai do quarto, junto com Alícia. Majo, havia acabado de acordar e estava se arrumando. E mandou a gente ir na frente.

Fomos direto para o refeitório, Estava morrendo de dor de cabeça, por causa da Bebida, sim teve bebida. Os meninos " Paulo e Kokimoto" acharam um jeito de trazer bebida para dentro da escola. Alícia não tinha remédio, nem Majo, então vou ter que espera as outras virem para eu pedir.

- Bom dia! - Valéria fala sorrindo se sentando ao meu lado.
- Só se for para você - Alícia respondeu um pouco grossa.
- Bom Dia! Mal humor - Marce fala se sentando ao lado dela
- Não é só porque você está namorando que eu tenho que acordar de bom humor - Alli retruca
-parece que alguem ainda esta de TPM - Mário fala se sentando ao lado de Marce, a beijando em seguida.
- Pelo amor de Deus, sem pegação na minha frente - Paulo falou se sentando a frente dos dois, que riram.

Valéria me deu um comprimido e eu o tomei rápido, em seguida de pouquinho em pouquinho, todos foram se sentando. Micayla e Marina surgiram pela outra porta, que dava para área se lazer. As duas estavam discutindo.
- É impressão minha, ou elas estão discutindo? - Majo pergunta ao meu lado.
- Isso não é bom - Gabriel e Felipe falam ao mesmo tempo.


- Ih Dani ela vai te bater - Valéria fala brincando     

- Porque? - Majo pergunta baixo
- Eles terminaram, ontem - respondo, e vejo ela sorrir
Micayla passou pela nossa mesa sem dizer nada, pegou um copo de leite com chocolate, um misto e uma fruta, voltou para mesa, e se sentou na frente da Majo.
- Você não vai me bater, não é? - Daniel pergunta.
- Não é você em que eu vou bater, por incrível que pareça estou te defendendo. - Ela fala bebendo o leite. - Mas muito obrigada, por ter feito eu acordar querendo bater em alguem - ela fala irônica.
- Vocês estão bem? - Jorge pergunta ao seu lado.
- Nem um pouco. Ela deve estar me odiando agora - ela responde revirando os olhos.
- Imagino o porque - Felipe falou e Micayla suspirou irritada.
- Acho melhor irmos, temos aula. - Carmen fala se levantando
- Agora, o Inferno começa- Jaime fala
- Concordo - Paulo se levanta.
~•~

- Então vocês são o Famoso Segundo Ano? - uma Mulher de aparentemente 28 anos falou, assim que entramos na sala de aula.
- Famosos eu já não sei, mas somos o Segundo Ano - Koki brincou se sentando em uma das carteiras da frente.


Sentei atrás de Majo, ainda observando a Nova Professora. Seus cabelos eram castanhos, seus olhos bem escuros, sua pela bronzeada. Vestia uma calça jeans escuras, um salto não muito grande, uma blusa vermelha e um cinto de couro. Sem nenhumas maquiagem no rosto.


- Bom, eu me chamo Cristina, Mas podem me chamar de Cris e sou a nova professora de Literatura.
- Seja bem vinda! - Carmen falou sorrindo para ela que retribuiu.
- Obrigada - ela agradeceu - Bom eu vou fazer uma pergunta, e vocês vão me dizer qual é o significado dela, assim também nos conhecemos um pouco. - Ela continuou e nós assentimos.

Ela deu a volta na mesa, pegou a caneta e escreveu no quadro.

“ O que é o Amor? "
- Só pode estar de brincadeira - Majo murmurou na minha frente
- O que é o Amor? O que isso significa?
- Ah essa é fácil! É Futebol - Jaime fala animado.
- Eu vou lembrar disso viu, Jaime! - Carmen falou mais a frente.
- Você sabe que eu estava brincando né linda? - Jaime tentou concertar, causando risadas
- Parece que temos um casal na Sala - Dessa vez a professora se animou
- Como vocês se chamam? - ela perguntou
- Jaime
- Carmen - A professora sorriu, e voltou a atenção para sala.
- Alguem mais?
- Comida! - Micayla falou e se virou para Jorge, que riu - Sem ofensas Amor, mas quem não ama comida?

Aquilo de alguma maneira me incomodou.
- Mais um!
- Gulosa - Gabriel falou rindo.
- Mas eu concordo, vai me dizer que você não Ama um sorvete? Coxinha? Lasanha? Pizza? - Alice entrou no jogo, se virando para Gabriel, que estava do seu lado
- Pronto, mais uma para o Time - Alícia falou rindo.
- Gente,desde quando isso é amor? Amor é romance! - Laura interferiu.
- Depende do Amor - Majo disse.
- Isso! Depende do Amor. Mas o Amor está em todos os lugares, de formas diferentes.
- O que exatamente você está tentando nos ensinar? - Perguntei um pouco confusa
- Por exemplo, Carmen você falou que ia lembrar do que o Jaime disse, em uma determinada ocasião. Bem e o que ele falou?
- Que o Amor é Futebol - Carmen respondeu revirando os olhos
- Bem talvez não seja, mas à amor no meio - Cris continuou - Jaime é um bom jogador?
- Sim, ele é - Carmen respondeu
- E quando ele está lá jogando, e faz um golaço, você não tem vontade de entrar dentro do campo e o abraçar e o beijar ?- Carmen corou - Isso responde, isso é Amor.
- Outro exemplo, Comida! Quando mais novos, e vocês chegavam em casa, esperando aquela comida que só a sua mãe faz, sua comida favorita. Isso é o Amor. Existe varias definições, mas ele sempre está em toda parte. Outro exemplo, são pessoas completamente opostas. Já ouviram aquela frase “ os opostos se atraem " ? - concordamos
- Vou usar vocês como exemplo de novo - ela falou em direção ao Jaime e Carmen.
- Sem problemas, estou sendo exemplo em alguma coisa, pela primeira a vez na vida - Jaime riu
- OK! Olhem o Jaime, ele ama Futebol, prefere jogar do que estudar.
- E comida - Valeria completou
- Você é observadora hein? - Paulo falou e a professora sorriu
- E comida! Agora, olhem a Carmen, ela é inteligente e ama estudar. Eles são completamente diferente, mas com apenas uma coisa igual. Um sentimento. O Amor, eles partilham isso.
- E quem disse que os iguais também não se atraem? - Paulo perguntou, um pouco irônico, chamando toda atenção para si.
- Indiretas rolando aqui! - Val falou sorrindo.
- Nossa Valéria, você é muito precipitada - Alícia reclamou
- OK, vamos supor que não é sobre vocês. Então sobre quem seria? C-u-n-h-a-d-a? - Marcelina interferiu.
- Sobre a Laura e o Adriano, né gente? Eles são iguaizinhos, e vivem no Mundo da Lua - Bibi falou.
- Agora eu entendi o significado de “ Famosos" - A professora riu, guardando a caneta - Mas vamos ver, daqui algum tempo, eu vou perguntar novamente e vamos ver se vocês mudaram de idéia

O Sinal bateu e todos saímos da Sala, e fomos para outra

- Até que essa professora é legal - Carmen comentou
- Lógico, usou você como exemplo o tempo todo - Valeria respondeu.
- Como sempre! - Jaime concordou passando o braço em volta do pescoço de Carmen
-Pelo nenos, agora é hora de dormir - Alícia comentou se espreguisando
- Não acredito que aquela velha ainda não se aposentou - Paulo reclamou

Entramos na Sala e cada um se sentou no mesmo lugar da sala anterior, uma mulher baixinha de aproximadamente 59 anos estava nos encarando

- Espero que esse ano, vocês não repitam os mesmos acontecimentos do ano anterior. E se eu pegar alguém dormindo, saíra da Sala. - Ela falou friamente e algumas pessoas reclamaram.
- Acho que achamos uma copia da Diretora - Majo falou baixo atrás de mim, dessa vez tínhamos trocado de lugar, eu na frente e ela atrás.
- Porque todo mundo sempre olham para gente? - Alícia, Micayla, Paulo e Felipe falaram de braços cruzados
- Quer mesmo que a gente responda ? - Mário perguntou irônico
- As vezes eu fico boiando aqui - comento e Majo concorda
- Eu acho melhor ficar boiando, porque demoraria dias para falar tudo que esses quatros já aprontaram - Valéria falou, fazendo alguns concordarem
- Nossa Valéria, hoje você ta que ta hein? Pelo Amor de Deus! - Alícia exclamou ainda de braços cruzados.
- Acho Melhor vocês calarem a boca, antes que todo mundo aqui fique de detenção - Daniel falou pela primeira vez desde que entramos.
- Não é só porque terminou o namoro, que vai ter que ficar rabugento, Danielzito - Valéria falou brincando.
- Valéria Ferreira, mas um pio e você vai para fora da sala. - A Professora Clotilde falou. Meu Jesus, que nome é esse? Quem em sã consciência da um nome desse para a filha?
- Seus mau humorados, chatos! - Ela murmurou baixinho, fazendo bico, do meu lado

Vou dizer que nada aconteceu da maneira que a Professora queria.
Carmen prestava a atenção na aula, anotando tudo que serviria para depois. Alícia tentava se apoiar no braço, tentando não dormir. O que era meio impossível. Majo mexia no cabelo e nas unhas. Jaime tentava a todo custo matar os mosquitinho, que o rodeava por causa do calor, com o caderno, e acabou acertando a cabeça de Paulo, que jogou uma dúzia de bolinhas de papel nele. Davi jogava algum jogo no celular escondido, e Valéria o olhava impaciente. Bibi e Koki conversavam por cartinhas. Daniel, uma hora prestava atenção e outra focava em qualquer coisa que não fosse a aula. Micayla escrevia no caderno, pelas forma e pelos desenhos do lado parecia ser uma música. Laura desenhava corações no caderno. Adriano parecia estar no mundo da Lua, como sempre. Marcelina uma hora ou outra conversava com Mário, sobre coisas aleatórias. Felipe cutucava Alice, que tentava aprestar atenção na aula. Gabriel mexia no celular escondido. Jorge copiava algumas coisas da Lousa. E o restos dos alunos ou conversavam baixo ou prestavam atenção na aula

- Graças a Deus! eu vou matar esses bichos dos infernos - Jaime falou um pouco irritado, assim que a aula acabou

~•~

1 Mês depois


Notas Finais


Hello, Bem agora é que a história realmente vai começar
então até daqui uns dias, ou até amanha
bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...