História 50 Dons De Um Gênio - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Acnologia, Anna Heartfilia, Aquarius, Aries, Bickslow, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Flare Corona, Gajeel Redfox, Gildartz, Grandine, Gray Fullbuster, Hibiki Lates, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Personagens Originais, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Sting Eucliffe, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Tags Nalu
Exibições 500
Palavras 1.904
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Hentai, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura :3♥♡♥♡♥

Capítulo 8 - Podemos Ser Tudo Menos Isso


Fanfic / Fanfiction 50 Dons De Um Gênio - Capítulo 8 - Podemos Ser Tudo Menos Isso

Natsu - H-Hey... - Se afastou da loira dando alguns passos para trás temeroso, Encarou as lágrimas cairem ao chão pouco a pouco e se sentiu mal no momento. - Porque está chorando? - Lucy limpou as lágrimas que escorriam por sua face e rapidamente encarou o chão com os olhos opacos.

Lucy - Não é da sua conta... - Sussurrou em um tom inaudível e Natsu a olhou sem entender. 

Natsu - O que? - Perguntou e Lucy levantou o rosto irritada em sua direção. 

Lucy - Eu disse que não é da sua conta! - Gritou e girou o pé pondo-se a correr na direção oposta à casa do rosado, O mesmo arregalou os olhos com o ato desesperado da loira e logo começou a segui-la correndo atras de si.

Natsu - Me arrependo amargamente por não fazer exercícios enquanto eu podia! - Arfou sentindo seus músculos latejarem e começou a perder a loira de vista. - Droga! - Parou o percursso e esmurrou um poste ao seu lado pondo as mãos no bolso logo em seguida, Tirou os óculos guardando os mesmos e bagunçou o resto de seus cabelos que ainda estava colados com o gel. - Essa garota corre, Não corri nem três minutos e já estou quase morrendo aqui. - Falou cansado andando pelas ruas ao qual achou que a loira havia tomado caminho.

Era mais ou menos umas 12:45 da tarde quando o rosado finalmente desistiu de procurar a loira.

Natsu - Ela já deve ter voltado pra casa mesmo. - Falou entediado e  Enquanto andava pelas ruas de Magnólia, A cidade onde morava, Viu alguns rostos familiares adentrarem uma loja específica. - Moço me dá isso aqui! - Falou pegando um boné e um óculos preto da mão de um senhor que passava ao seu lado naquele momento, O mesmo iria reclamar mais antes disso Natsu puxou algumas notas de seu bolso para aquele homem que ficou feliz com o valor recebido. Prendeu seus cabelos rosados debaixo do boné e logo pois os óculos pretos se disfarçando, Entrou naquela loja que, a propósito, Era uma loja de culinária onde vendiam livros para receitas e Etc, O rosado fingiu olhar um livro enquanto na verdade estava mais interessado em um grupo de cinco estudantes que estavam no balcão da atendente da loja.

Jellal - Moça será que pode me dizer onde é a seção de livros para diferentes tipos de bolo de morango? - Perguntou esparramado por cima do balcão desanimado e a atendente o olhou incrédula. 

Atendente - N-Nós não temos este tipo de sessão senhor. - Falou com uma gota na cabeça e arregalou os olhos ao ver um belo moreno só de cueca box vir em sua direção. 

Gray - Por favor moça estamos tentando ajudar nosso amigo aqui a dar um presente para a Mina que ele gosta. - Sorriu de canto e a atendente corou. - Será que poderia simplesmente nos dizer onde fica a sessão que o meu amigo procura?

Biscklow - Gray suas roupas.  - Falou entediado e o moreno arregalou os olhos.

Gray - Ah não!  - Gritou procurando suas roupas irritado.

Jellal - É sério mesmo moça, Por favor eu preciso muito de um livro de bolos de morango. - Falou pidão e a atendente suspirou ainda envergonhada pelo moreno seminu. 

Atendente - M-Mais eu já disse que... - Foi interrompida.

Gajeel - Diz logo onde tá essa porcaria de seção mulher! - Gritou enraivecido balançando a atendente pelos ombros e um certo loiro suspirou. 

Laxus - Calma Gajeel. - Disse tirando os fones de seu ouvido. - Nem tudo se resolve a base da violência. 

Biscklow - Hummm! - Pareceu lembrar de algo. - Hoje vi Mira conversar animadamente com um carinha do 3° Ano. - Laxus arregalou os olhos. - Será que eles dois tão ficando? 

Laxus - BORA! - Gritou indo em direção ao azulado. - DEDURE LOGO QUEM É ESSE CARINHA SE NÃO EU MATO VOCÊ! - Disse irritado balançando Biscklow pelos ombros e Natsu ao longe deu uma baixa risada.

Natsu - Mirajane neh Laxus? - Sorriu malicioso. 

Jellal - É sério mesmo moça que não tem tem essa seção? - Perguntou desanimado ao ver Gajeel soltar a atendente irritado. 

Atendente - S-Sinto muito moço... - Falou um pouco tonta e Jellal caiu de joelhos no chão. 

Jellal - PORQUE!? - Gritou fazendo com que todas as pessoas do lugar o encarasse incrédulo. - Justo quando eu estava decidido a me declarar pra Erza! -  O rosado arregalou os olhos. 

Natsu - Erza? - Sussurrou para si e sorriu malicioso.

Gajeel - Boa sorte na próxima vez meu amigo. - Sorriu sarcástico para o azulado batendo de leve em seu ombro.

Jellal - Você fala isso mas antes era todo desesperado pra saber tudo sobre a Levy. - Disse irritado e Gajeel arregalou os olhos. 

Gray - Neh? - Sorriu sacana ao achar suas roupas. - Até me pediu dicas de como chegar em uma Mina. - Gajeel corou.

Gajeel - I-Isso é passado! - Falou irritado.  - E você? - Olhou para o moreno. - Porque não pega a Juvia de uma vez? - Gray corou de leve.

Gray - B-Bom... - Suspirou irritado. - Ela é bonitinha e tal mas não faz meu tipo, Acho ela meio grudenta. - Todos sorriram sarcástico.

Biscklow - Grudenta neh? - Perguntou sacana.

Gray - E você aí!  - Apontou para Biscklow. - Fica se fazendo de Durão mais é apaixonado pela Lisanna! - Sorriu sarcástico e o azulado arregalou os olhos. 

Biscklow - D-De onde você tirou isso!? - Perguntou incrédulo. - Tá louco ou o que!? - Se irritou. 

Gray - Eu sei muito bem quem é que está louco por uma certa albina aqui. - Falou olhando Laxus com malícia. 

Laxus - Nem começa Gray me deixa quieto que eu não tenho nada a ver com a Mira. - Disse sério. 

Gray - Mas eu nem falei que era a Mira. - Todos o encararam. - Eu ia dizer que era a Lisanna. - Sorriu sacana. 

Biscklow - Que apanhar é gelinho!? - Perguntou irritado segurando a gola da blusa do moreno e uma gota surgiu na cabeça do rosado.

Natsu - Quem diria que eu iria descobrir tanta coisa sobre eles em menos de 24 horas... - Pensou incrédulo vendo Jellal se levantar do chão. 

Gajeel - Uma coisa que eu acho estranha é a amizade entre Rogue e Sting.  - Pois o dedo indicador no queixo chamandl a atenção do rosado.  - Eles gostam da mesma garota mais continuam sendo melhores amigos. - Natsu ficou perplexo. 

Gray - Ue eles são melhores amigos desde criança.  - Falou dando de ombros. - É normal isso não acha? - Perguntou vendo todos menos Gajeel concordarem consigo.

Gajeel - Sei não... - Suspirou.  - Tem coisa estranha rolando aí. 

Jellal - Para de ser pessimista Gajeel e bora logo pra outra loja de culinária procurar um livro descente para que eu possoa aprender a fazer um bolo de morango!  - Falou agarrando o amigo.

Biscklow e Laxus - Não seria mais fácil comprar um? - Perguntaram em unisom com uma gota em suas cabeças. 

Jellal - Não!  - Disse determinado. - Quero que Erza coma algo feito pelas minhas próprias mãos!

Gray - Você vai fazer é ela se engasgar comendo algo seu. - Deu uma risada sacana e levou um soco certeiro de um Jellal irritado, Sairam da loja de culinária e Natsu observou os mesmo sumirem ao longe.

Natsu - Melhor eu ir pra casa... - Sussurrou tirando aquele disfarce e logo poi-se a andar em direção a sua humilde residência.  - Sting e Rogue são melhores amigos e gostam da mesma gatota em? - Se perguntou estranhando. - Gajeel tem razão isso é um pouco estranho. - Suspirou e logo a curiosidade bateu em sua porta. - Quem será a garota que eles gostam? - Se perguntou curioso e ao passar em frente ao cemitério central de Magnólia o rosado arregalou os olhos ao ver esvoaçantes cabelos loiros se movimentarem com o vento enquanto encarava um certo túmulo. - O que ela está fazendo aqui? - Sussurrou para si mesmo ao reconhecer a loira depois de alguns segundos, Adentrou o local indo em direção a mesma e ao chegar perto o suficiente pode ouvir alguns soluços vindos da loira. 

Lucy - Mamãe... - Sussurrou e o rosado arregalou os olhos.

Natsu - Mamãe...? - Se perguntou e logo encarou o nome no túmulo onde a loira estava a encarar com os olhos opacos. - Layla Heartfilia... - Pensou sem interesse.  - Heartfilia? - Arregalou os olhos. - Ela é da família da Lucy então... - Lembrou do que a loira sussurou a alguns segundos atrás.  - Ela é mãe da Lucy? - Se sentiu mal. - A mãe da Lucy... Ela morreu...? - Encarou a loira aos prantos e sentiu uma pontada em seu coração. 

Lucy - Porque...? - Se perguntou e o rosado a encarou. - É tudo culpa minha... - Soluçou.  - Se eu não tivesse ido... Se eu não tivesse me irritado eu... Eu ainda estaria com você... - Natsu chegou mais perto da loira e a mesma ao ouvir passos encarou o rosado sem emoção. - O que quer? - Perguntou rude.

Natsu - Nada só vim ver se é verdade que existem zumbis aqui. - Sorriu sarcástico e a loira deu uma baixa risada.

Lucy - Pelo que pode ver, Se existisse eu já teria sido comida. - Suspirou de leve sorrindo de canto.

Natsu - Quem seria o doido que tentaria comer uma azeda feito você?  - Perguntou incrédulo e a loira se irritou. 

Lucy - Alguém que tenha muito bom Gosto. - Sorriu sacana e o rosado se emburrou, Encarou o túmulo a sua frente e suspirou. 

Natsu - Sua mãe?  - Perguntou o óbvio.

Lucy - Sim. - Sorriu minimamente. 

Natsu - Você gostava dela? - Perguntou tentando puxar assunto. 

Lucy - Sim, E muito. - Sorriu de leve. - Sinto muita falta dela, Saber de sua morte foi como se uma parte do meu coração tivesse sido arranacada entendi? - Perguntou e o rosado suspirou.

Natsu - Não eu não entendo.  - Lucy o encarou. - Eu não sei como é perder alguém importante pra você. 

Lucy - Nunca perdeu alguém desse tipo? - Perguntou curiosa.

Natsu - Não... - Sussurrou. - Mais talvez um dia quem sabe... - Sorriu de canto. - Eu posso te entender... - A loira encarou o túmulo. 

Lucy - Não quero que entenda esse tipo de coisa. - Falou e o rosado a encarou. - É horrível. 

Natsu - Bom pelo menos você não seria a única que eu conheço a sofrer por algo assim. - Sorriu de canto e a loira o encarou com um sorriso de leve,  Mais logo lágrimas se formaram no canto de seus olhos. - Vem aqui. - Puxou a loira para um aconchegante abraço, Lucy pois os bbraços em volta da cintura do rosado e afundou seu rosto em seu abdômen chorando com se tudo ao seu redor estivesse se desmoronando, Natsu deu um leve Beijo no topo da cabeça da loira e sentiu a mesma aperta o abraço, Começou a fazer cafune em seus cabelos loiros enquanto a mesma parava de chorar aos poucos. - Se quiser um ombro amigo... Eu estarei aqui... - Sussurrou para a loira que afundou ainda mais o rosto.

Lucy - Amigos? - Sussurrou de volta. - Nós podemos ser tudo menos isso.




Notas Finais


Até o próximo :3♥♡♥♡♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...