História 50 Tons Azulados - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Aaaaa, Bangtan Boys, Black Pink, Bts
Exibições 20
Palavras 1.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiramente obrigada pelos favs e exibições, segundamente fora temer.

Capítulo 2 - Erros


Não aguentava mais tanta humilhação, aquele garoto havia me deixado pior do que eu já estava, segui em direção para o meu quarto desolada. Pude ouvir do lado de fora a aglomeração das garotas, entrei sem me importar com a presença das mesmas e me tranquei rapidamente no banheiro... 

- O que há de errado com essa garota ? 

Jisoo perguntou enquanto encarava a porta do banheiro a qual eu estava 

- Talvez seja medo, sei lá, ela chegou aqui a pouco tempo e você sabe como é díficil se adaptar a este lugar. 

Rosé respondeu gentilmente

- Ah, mas quando chegamos aqui não demoramos tanto para fazer amizades. Ela parece ser louca, não nos dá espaço para conhece-la, eu realmente gostaria de entende-la.

Jisoo completou enquanto ainda encarava a porta 

- Jisoo, vamos dar um tempo para ela. Ela parece ser uma boa pessoa! 

Jisoo deu ombros e ambas voltaram a fofocar.

Estava eu ainda muito chateada com tudo, as lágrimas ainda desciam sobre meu rosto e eu estava desesperada. Vi esquecida na pia do banheiro uma lâmina de estilete, simples, porém afiada. Sempre me disseram para jamais encostar uma lâmina em minha pele, mas eu não pensei e queria poder de alguma forma acabar com aquela dor psicólogica. Sim, causando dor física, com muito medo e com as mãos trémulas comecei com pequenos cortes, fui me aprofundando e logo os cortes ficaram maiores e mais fundos, eu estava ensanguentada e não conseguia parar, se eu sentia dor ? Claro, porém era uma dor suportavél, diria até que boa. Não me contentei apenas com a dorzinha dos cortes e eu queria mais, queria sentir mais daquilo, era bom, era excitante e eu precisava de mais. Avistei uma garrafa de alcool sobre a bancada de escovas, logo pensei : Porque não ? Agarrei a garrafa e despejei todo o líquido sobre meu corpo ferido, doeu, desta vez a dor fora insuportavél e eu continuava gostando de sentir aquilo. Por um impulso dei um berro alto chamando a atenção das garotas, Jisoo e Rosé. As mesmas logo correram na falha tentativa de abrir a porta do cômodo ao qual eu estava

- Moça ? Está tudo bem ? 

Rosé perguntou com um semblante preocupado 

- AAAAAAAA, COMO DÓI. 

Eu continuava a gritar, chorava sem parar e  mal conseguia me apoiar no chão para me levantar. 

- Ei, abra a porta, queremos lhe ajudar. 

Jisoo completou, parecia nervosa

Com muita dificuldade consegui virar a chave, assim abrindo a porta. As garotas ao me verem naquele estado ficaram em choque, eu estava toda ferida, cortada e coberta por sangue. 

- Ai meu Deus, o que aconteceu ? Venha, vou te ajudar a levantar. 

Rosé logo correu ao meu socorro, me segurou pelos braços e me colocou sobre sua cama. 

- Conte-nos, o que está acontecendo ? Por quê fez isso ? 

Jisoo perguntou preocupada

- Eu...e... eu não sei. Eu não aguento mais

Respondi aos prantos 

- Qual o seu nome ? 

Rosé perguntou não menos preocupada

- Lalisa Manoban, mas... prefiro que me chamem apenas de Lisa.

- Certo Lisa, vou buscar alguns panos e água para lhe ajudar a limpar todo esse sangue.

Rosé se dipois a me ajudar e Jisoo apenas tentava me confortar dizendo que tudo ia ficar bem. Elas não eram quem eu pensava que eram, eram boas pessoas e... 

- Toc Toc Toc 

Fomos interrompidas com batidas na porta, gelei, pois ninguém poderia me ver naquele estado. As garotas encararam uma a outra sem saber o que fazer. 

- Abra Rosé, mas não deixe quem quer que seja entrar. 

Jisoo parou em minha frente na tentativa de me esconder

- Bom dia Rosé, sr. Jin está ordenando que todos os alunos e alunas vão para a quadra principal participar de sua palestra sobre drogas e afins.

Era uma das supervisoras vindo nos avisar sobre uma tal palestra. Foi rápido e Rosé logo voltou para o quarto preocupada

- Venha Lisa, vamos ajuda-la a se limpar. Temos que ser rápidas

As garotas me ajudaram gentilmente e eu logo vesti um moletom qualquer juntamente de uma calça jeans, ninguém poderia ver o estrago que eu havia feito em meu corpo. Rapidamente todas descemos para a quadra principal, a qual já estava lotada de alunos. 

Andamos a procura de cadeiras vagas e nada, todas já estavam ocupadas. Estava eu passando quando avistei aquele mesmo garoto mal educado de mais cedo, aquele de mechas esverdeadas no cabelo lembram ? Mas desta vez ele não estava sozinho, estava acompanhado de alguns amigos, reconheci apenas Jimin. Estava de costas mas o reconheci pelas roupas, ao seu lado estava um garoto "estranho", eu diria, cabelos negros e semblante entristecido, pelo o menos era o que parecia. Estava também um outro garoto, extremamente pálido, cabelo todo tingido de um verde pastel, ao seu lado havia uma garota que parecia ser sua namorada, muito bonita por sinal e por fim o doce e gentil Jimin. Cutuquei Jisoo curiosa para saber quem eram... 

- Ei Jisoo, quem são ? 

Estava realmente interessada em saber sobre 

- Haha sério ? Bom, o gostoso de madeixas negras, ah, e que madeixas... É o Jeon Jungkook, ah Jungkook se eu te pego... 

Jisoo parecia encantada com o tal Jungkook, olhava para ele parecendo estar apaixonada, ou talvez queria apenas uma noite com ele. 

- Menos Jisoo, bem menos

Rosé interviu 

- Aquele é o Jungkook, Jisoo daria pra ele fácil, fácil. O garoto de cabelo colorido se chama Min Yoongi, mas os amigos o chamam de Suga, a garota que está com ele é Jennie, ninguém sabe se são ficantes ou não, eles ficam nessa putaria desde do começo do ano letivo. O garoto com as mechas esverdeadas no cabelo é Kim Taehyung, desejado por todas, porém parece que nenhuma garota nunca é boa o suficiente para ele, uma pena. E o fofinho do sorriso mais lindo mundo se chama Park Jimin.  

Rosé me disse tudo o que eu precisava saber. 

- Aquele Kim Taehyung até que é bonitinho

O elogiei meio tímida e com medo da reação das garotas

- Bonitinho ? Aquilo é um deus grego, fala sério, eu só queria saber como é beijar Kim Taehyung

Jisoo brincou 

- Ihh, esqueça Lisa. As vezes até acho que ele é homosexual, nunca o vi com uma garota sabe ? 

Rosé completou. Continuei observando cada movimento seu, sua beleza era um pecado. A forma como ele encarava seus amigos era única, ele era perfeito. 





Notas Finais


A história ainda ficará legal PROMETO.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...