História 50 Tons de Incesto (Versão JiKook) - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Baby!jimin, Daddyjk, Daddykink, Dirtytalk, Gravidez Masculina, Incesto, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!top, Lemon, Namjin, Taeyoonseok
Visualizações 758
Palavras 1.091
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vocês estão muito putas comigo? Vocês querem minha cabeça numa bandeja? Espero que não...

LEIAM AS NOTAS FINAIS

Capítulo 25 - Wish You Were Here.


Fanfic / Fanfiction 50 Tons de Incesto (Versão JiKook) - Capítulo 25 - Wish You Were Here.

P.O.V - JUNGKOOK 


Seria mentira se eu dissesse que sai dali o mais depressa possível, após fechar a porta eu pude ouvir o choro do Jimin, eu nunca tinha me sentido tão culpado em toda minha vida, suas palavras ainda ecoavam pela minha mente, eu sabia que ele tinha dito no momento da raiva mas infelizmente eu também sabia que na hora da raiva nos dizemos as maiores verdades que estão escondidas dentro de nós, assim como quando estamos bêbados, apertei o botão do elevador sentindo meu coração implorar pra abrir aquela porta e abraçar o Jimin, não deixar ele, mas eu sabia que aquela não estava sendo uma escolha minha, assim como eu sabia que entrar ali de novo iria piorar toda situação, as portas do elevador se abriram me assustando e eu me arrastei juntamente com a mala para dentro do mesmo apertando o botão do térreo e vendo a porta se fechar junto com os pedaços do meu coração que haviam sido espalhados pelo chão, a vontade de gritar e socar alguma coisa era grande, as lágrimas desciam sem permissão pelo meu rosto me fazendo querer socar tudo a minha frente, esfreguei meus olhos tentando manter minha visão focada assim que o elevador chegou no meu destino, sai do mesmo arrastando a mala para fora e passei direto na portaria saindo dali como uma bala, peguei meu celular no bolso traseiro e disquei o número de Jin, no segundo toque o mais velho atendeu...


- Olha, parece que alguém lembrou que eu existo não é mesmo?


- Oi Hyung, eu precisava conversar com alguém... Nós podemos nos encontrar?


- Claro que sim, o que houve Kookie, porque essa voz de choro? - Jin já demonstrava sua preocupação mesmo do outro lado da linha.


- Me encontra naquela cafeteria perto do colégio do Jimin, daqui dez minutos ok Hyung?


- Ok Kookie, mas o que está acontecendo?


- Lá eu te explico Hyung, até mais.


Desliguei o telefone antes que Jin me fizesse mais alguma pergunta e segui o caminho completamente contrário ao da nossa casa, eu rezava para que o meu Hyung estivesse em casa e principalmente pra que não tivesse problema eu ficar na casa dele, por sorte o encontrei em casa e não precisei dizer nada, apenas pela minha cara o mesmo já me pediu pra deixar a mala no quarto de hóspedes e me fez prometer que depois eu contaria tudo, concordei e avisei que iria encontrar Jin e sai novamente, andei o mais rápido possível pois a casa do Hyung era relativamente longe da cafeteria, acabei chegando ao mesmo tempo que Jin, abracei o mesmo apertado deixando todas aquelas lágrimas acumuladas se soltarem de forma dolorosa e livre, Jin me apertou em seus braços tentando ao máximo me acalmar, só entramos de fato na cafeteria após eu me sentir completamente calmo, sentamos em uma mesa afastada e pedimos dois cappuccinos, Jin me incentivou a contar o que havia acontecido e eu contei tudo enquanto esperava nossos pedidos chegarem, o Kim ficou chocado,principalmente quando eu contei o que Jimin tinha dito, aquilo estava me matando por dentro e eu só queria que fosse tudo um sonho...


- Eu vou matar o Jimin, como ele ousa dizer isso pra você? E como assim o Appa de vocês te expulsou? Você tem onde ficar nenê? Olha Kookie, você pode ficar em casa comigo.


- Não precisa se preocupar Hyung, eu já arrumei um lugar pra ficar, mas muito obrigado de qualquer maneira.


- Você e aquela anta do Jimin, são como filhos pra mim,eu jamais deixaria meus bebês sozinhos. - Jin me deu seu clássico sorriso confortador e acariciou minha mão me passando a calma que eu precisava, respirei fundo e olhei ao redor vendo nossos pedidos chegando, tomamos nossas bebidas em um silêncio confortável, afinal, eu não fazia questão alguma de voltar a tocar naquele assunto e Jin sabia respeitar isso, ficamos quase uma hora na cafeteria até nos despedimos, Jin alegou que iria atrás do meu Appa enquanto eu voltaria pra casa do Hyung, o caminho foi lento e por todo ele minhas memórias com Jimin me atingiam, eu odiava ouvir suas palavras a cada bom momento nosso que invadia minha mente, porque tinha que doer tanto aquilo que foi dito? Eu só queria poder apagar aquelas palavras da minha mente mas porque era tão difícil... Me distrai em pensamentos e mal percebi que já estava na porta do Hyung, entrei na casa do mesmo percebendo que a porta estava encostada, entrei e ja sai procurando o mesmo...


- HYUNG, VOCÊ AINDA ESTÁ AÍ? - não obtive resposta alguma me fazendo acreditar que o mesmo já havia saído, andei até a mesa de centro da sala e encontrei um bilhete muito mal escrito mas destinado a mim...


" Fui atrás do Jin pra evitar dele matar alguém, arruma suas coisas no meu quarto e tem comida na geladeira, daqui a pouco eu volto."


Foi impossível não rir com aquele bilhete, guardei o mesmo no bolso e fui até o quarto do Hyung encontrando minha mala ali, coloquei a mesma em cima da cama e comecei a guardar tudo na parte vazia do armário,meu coração se apertava a cada roupa tirada daquela mala, aquilo não estava sendo nada fácil pra mim e com certeza não estava sendo nada fácil para o Jimin também, meu celular tocou me tirando daqueles pensamentos, atendi sem olhar quem era...


- Alô...


- Kookie-Ah, me perdoa pelo o que eu disse, eu te amo tanto, eu não me arrependo de nada, eu fui um idiota por dizer tudo aqui. - a voz de Jimin soava ainda mais embargada me fazendo querer abraça-lo, meus dedos tremiam ao ouvir sua voz soando daquela forma.


- Eu também te amo Minnie, eu nunca vou deixar de te amar meu amor.


- Eu precisava me desculpar, eu estou me sentindo tão horrível por ter dito tudo aquilo, eu queria tanto estar com você agora, eu preciso de você Kookie.


- Eu também preciso de você Minnie, eu queria estar ao seu lado, tudo o que eu mais queria e que nada disso tivesse acontecido...


- Eu tenho que desligar, tem alguém subindo as escadas, eu te amo Kookie, me manda na casa de qual dos Hyungs você está que amanhã eu vou dar um jeito de ir te ver.


- Eu também te amo meu amor.


Ligação finalizada...





Droga, droga, droga

O que eu faria para ter você aqui, aqui, aqui

Eu gostaria que você estivesse aqui

Droga, droga, droga

O que eu faria para ter você perto perto, perto

Eu gostaria que você estivesse aqui.


Avril Lavigne - Wish you were here.


Notas Finais


OBS: Não tá errado não, no início o Hyung misterioso pediu pra deixar a mala no quarto de hóspedes mas depois ele mudou de opinião e colocou as coisas do Jungkook no próprio quarto...

Enigma pra vcs: QUEM é o Hyung? Já sabemos que não é o Jin, quem Será? Quem acertar primeiro ganha uma beijoca 😙😙

Esses capítulos estão todos baseados na minha playlist de bad...tanto O outro como esse os nomes são músicas da Avril 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...