História 50 Tons de Preto - Capítulo 16


Escrita por: ~ e ~RainhaHomicida

Postado
Categorias In This Moment, Marilyn Manson, Motionless In White, New Years Day
Personagens Ashley Costello, Christopher "Chris Motionless" Cerulli, Devin "Ghost" Sola, Joshua Balz, Maria Brink, Marilyn Manson, Personagens Originais, Richard "Ricky Horror" Olson, Ryan Sitkowski, Vinny Mauro
Tags 50tdp, Damablood, Ghost, Motionless In White, Originais
Visualizações 12
Palavras 750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Hope is more than a postponed disappointment.


Fanfic / Fanfiction 50 Tons de Preto - Capítulo 16 - Hope is more than a postponed disappointment.

Pov's Helena

— Helena me desculpe, é você que eu amo, você me aceita de volta? Eu assumo o filho com Kyle mas  fico com você. — Devin diz sorrindo e toca minha mão e eu me assusto, olho em volta e todos ali estavam olhando para nós dois, sinto uma tontura e a sensação ruim dos sonhos volta, olho em seus olhos e pela primeira vez sinto medo, era ele no sonho, ele é um dos abusadores, me recolho ao lado de Ryan e Devin continuava ali, esperando a resposta. — Não, seu lugar é com a Kyle, não toque em mim, me esqueça. — Digo engolindo o choro e ele fica em choque. 

— O que? Mas você disse que eu tinha até o final da semana.— Ele diz triste, e vejo Kyle me fuzilar com o olhar, ela precisava dele mais que eu. — Não vale a pena, bom casamento a vocês e saúde para o bebê. — Saio rapidamente do banco e ele puxa meu braço e lembro de seu toque firme, foi ele, era ele, o empurro para longe e saio correndo da igreja, e sinto alguém me puxando para trás e me envolvendo num abraço acolhedor, era Ryan.

— Está tudo bem, vamos embora.. — Ele diz e me leva calmamente para o carro, acabamos encontrando Nicole e Chris junto com Ricky no estacionamento, e seguimos para casa do Chris, preciso contar o que lembrei, eles podem me ajudar.

[...]

— Agora eu vou contar um fato que aconteceu quando eu tinha apenas 10 anos de idade e por favor, não fiquem malucos com isso. — Digo séria e os quatro me olham confusos. — Manson abusou de mim desde dos meus 6 anos. — Sinto às lágrimas molharem o meu rosto. — Em uma noite, minha mãe estava en sua turnê e meu pai cuidando de mim, ele falou que tinha uma surpresa para mim, eu fiquei feliz, e esperei e foi a pior coisa da minha vida. — O choro já atrapalhava minha fala. — Ele e mais dois homens abusaram de mim e um deles, era o Devin, eu lutei contra isso durante anos até que nessa semana os sonhos voltaram e eu não quero ele perto de mim. — Choro ainda mais e Nicole me abraça e chora também e os três homens ficam ali calados, e parados.

— Eu mato ele ou você mata? Tortura? — Chris pergunta calmo para Ryan. — Tortura, é a melhor opção. — Ryan completa. — Espera, você só lembrou disso agora? Isso é sério. — Nicole estava preocupada mas sabia que ela queria matar o Devin.

— Eu me casei com Devin e engravidei dele por ele ter me estuprado, mas isso não vai se repetir nessa vida, e lembrei de detalhes da vida passada também que envolve você. — Forço um sorriso a ruiva. — Estou na espera dessa lembrança. — Chris ri.

— Mas antes de qualquer coisa, nós iremos te proteger dele e eu vou sempre estar ao seu lado viu baixinha. — Ryan sorri e eu coro, ele é tão amável 

— Eu sei, obrigada, Ricky, você sabe quem são seus pais? — Pergunto ao gótico dos olhos azuis em minha frente. — Não? — Ricky fica confuso - Bom, tenho boas notícias, Ricky você é filho de Nicole e Chris! Bom, você foi morto depois que Nicole morreu por ser meio que "o filho do diabo" e foi ai que Chris virou esse monstro que é hoje. - eu disse e Chris me olhou de cara feia mas logo voltando a ficar surpreso, Nicole? Nicole estava paralisada - Vocês nunca perceberam? Nicole e seu amor incondicional por Ricky sem nenhuma malícia, Chris o seu sentimento de culpa em relação a ele, como se não tivesse conseguido cumprir algo com ele. — Os três ficaram se entre olhando até que pelo oque percebi Nicole se lembrou de tudo e voou no pescoço de Ricky o abraçando com tanta força enquanto chorava, o moreno pareceu se lembrar também pois se encolheu no abraço de Nicole como um bebe e Chris abraçou os dois, ele apesar de tudo era uma boa alma. Com um leve sorriso triste nos lábios eu saiu dali, não queria atrapalhar o momento, vou para o jardim e me sento na grama começando a observar o nada mas pensava em tudo, foi quando senti alguém me abraçar por trás e eu já sabia quem era, era ele, que sempre esteve ao meu lado, Ryan.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...