História 6 Anos Depois - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Caroline Forbes, Klaus Mikaelson
Tags Camille, Marcellos Marcel, Rebekah, Romance, Traição
Visualizações 9
Palavras 1.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente essa não é a primeira vez que eu escrevo uma história mas as que eu já escrevo nunca passou do primeiro capitulo ou seja sejam pacientes comigo caso eu faça algo errado.
❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤

Capítulo 1 - Pontos e mais pontos


Fanfic / Fanfiction 6 Anos Depois - Capítulo 1 - Pontos e mais pontos

Entrei naquele bar claramente amargurada, eu não sei como ele tem coragem de fazer isso comigo,não entendo o motivo.O lugar não tava muito cheio tava normal pra uma quarta ha noite, fui até o balcão,pedi uma bebida forte e bebi tudo de uma só vez,não sei porque fiz aquilo,o líquido desceu rasgando na minha garganta deixando uma péssima sensação. Ouvi meu celular tacar e já é a terceira vez desde que eu sai do apartamento do Tyler, desliguei o celular o botando no balcão e pedi outra doze acho que gostei daquilo.

—algum motivo pra estar prestes a se embebedar e fazer besteiras das quais talvez se arrependa amanhã?—um cara me perguntou sentado do meu lado.

—ta falando isso por experiência própria?—falei olhando ele e me deparando com maravilhosos olhos verdes e o resto é mais maravilhoso ainda, depois que falei ele sorriu fazendo eu derreter.

—de fato eu sofri essa terrível experiência, faz parte,mas você não respondeu minha pergunta.

—tem, meu noivo —novamente ele sorriu mas dessa vez parecia estar frustrado e arqueou as sombrancelhas desviando o olhar— ou melhor, ex noivo —ele me encarou novamente .

—ex? O que aconteceu?

—ele me traiu, eu terminei o noivado e tudo isso aconteceu a cerca de duas horas atrás...

—e você veio afogar as magoas em tecla.

—basicamente isso —sorrimos juntos—eu sai de lá fiquei um bom tempo vagando pela cidade e agora to aqui, conversando com um estranho enquanto calculo mentalmente a quantidade de chifres que eu posso ter ganhado sem perceber. Acho que descobri o motivo das minhas constantes dores de cabeça.

—como dizem "se chifre fosse órgão não faltaria doadores".

—e isso não foi legal.

—todos já tevemos as nossas dores de cabeça.

—até você?

—eu falei que já tive minhas experiências.

—tragicas experiências.

—então... você ta solteira?

—não é definitivo ainda.

—de 0 a 10 quais as chances de você voltar com seu ex.

—sinceramente,agora eu posso dizer que é 0 mas foram 3 anos, quando a raiva passar eu não sei se vai continuar em 0.

—indefinido.

—mas eu posso dizer que eu não quero passar pela minha experiência bêbada hoje então eu vou embora e como vim pra cá de táxi eu posso dizer...

—que aceita um carona —completou se levantando.

—rápido,isso é bom.Significa que ganhou pontos comigo.

—o que os pontos valem?

—vou decidir quando o número de pontos tiver no máximo.

Sorriu depois que pagamos saímos dali. Tive uma ideia de como era vida dele só pelo carro, muita gente diz que eu não deveria julgar os outros antes de conhecer de verdade mas eu não consigo evitar isso. Depois disso falei pra ele onde eu morava e seguimos toda a trajetória conversando. Dava de ver o interesse dele em mim a cada pergunta que ele fazia que foram muitas ao contrário de mim que mais respondi. Não da pra dizer que eu não tive um certo interesse nele,qualquer uma teria,ele é bonito, atraente, sexy e é melhor eu parar por aqui.

Ele parou o carro em frente o prédio ,algumas pessoas estavam saindo outras entrando, era pouco o movimento muitas pessoas devem estar em casa a essa hora, considerando o frio que vem aumentando nos últimos dias,enquanto isso nós estavamos calados.

—então...—ele quebrou o silencio enquanto olhava pra frente.

—então...—acredito que nunhum de nós tinha muito a falar.

—ta entregue, sam, saúva e sóbria longe de fazer qualquer besteira—respirei fundo pensando que eu ia fazer algo extremamente.

—sam sim,saúva também,sóbria claramente longe fazer besteira nunca na verdade to bem perto de fazer uma.

—é a primeira coisa que você fala na noite que eu não entendi—falou olhando pra mim.

—vou explicar —tirei o sinto me aproximando em um movimento rápido e o beijando.

Ele esperou rápidos segundos até retribui tornando aquilo um beijo nem tão calmo mas também não era tão agitado. Nossas línguas se foram se entrelaçaram em um só ritmo. Eu não deveria ta fazendo isso já que a minha relação com o Tyler não foi definida mas eu queria fazer aqui não sei por vingança eu só queria.Depois de alguns instantes nós paramos o beijo só nos encarando.

—e essa foi a segunda coisa da noite que você fez e eu não entendi—falou e eu sorri.

—você não vai subi? —tudo que ele fez foi sorri e voltar a me beijar mas dessa vez foi um beijo mais feroz ele foi mais feroz.

Saímos do carro passando pela portaria rápido e entrando no elevador onde onde ele me beijou de novo me prensando na parede, senti meu sangue ferver naquele instante, estiquei meu braço até chegar aos botões do elevador apertando os do meu andar. Depois que o elevador abriu saímos dali indo em direção ao meu apartamento que eu abri a porta rápida e um pouca atrapalhada com as chaves nós entramos e ele fechou a porta com o pé me puxando pela cintura e me beijando, senti suas mãos embaixo da minha blusa apertando minha cintura enquanto minhas mãos percorriam por seu cabelo tirei meus sapatos logo como ele e depois fomos até a escada começando a subir ela. Ele arrancou minha blusa jogando ela no degrau das escadas,fui em direção do meu quarto acompanhada por ele e entramos sem nem nos preocupar em fechar aquela porta, ele me empurrou na cama depois tirou sua camisa ,me dando um perfeita, e deitou na cama por cima de mim beijando por todo meu pescoço e minha barriga subindo para meu pescoço sua mão foi pro meu cabelo o agarrando e puxando o que arrancou um pequeno gemido meu que o deixou mais excitado. Pus a mão em seus ombros arranhando naquele local. O empurrei ficando por cima dele.

—se continuar assim vai chegar ao maximo de pontos antes da noite acabar —falei desabotoando sua calça rápido e a tirando.

—espero que você escolha um bom prêmio daqui pra amanhã então —sorri,segurando em seu queixo e o beijando, beijei seu pescoço e pude chupa algumas partes por ali, mesmo sabendo que ia deixar marcas depois,mordi com certa força a sua orelha ouvindo ele gemer no meu ouvido, suas mãos subiram por minhas costa até chegar ao fecho do meu sutiã abrindo e o tirando.Ele me virou ficando por cima de mim novamente, beijando e chupando meus seios.


Notas Finais


Depois eu continuo o capitulo, vou deixar todo mundo na vontade.😚😚😚
Por favor comentem e favoritem falem o que eu tenho que melhorar eu aceito de tudo nos comentários.Não me deixem na mão💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...