História 7 Dias com a Rapper - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Exibições 261
Palavras 3.803
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Visual Novel, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


H I I ~
COMO CEIS TÃO?

Demorei mais to de volta com a segunda parte :v

Aproveitem!
E boa leitura ^^

Capítulo 4 - | Episode 03 | Part. 2/ver.


A ruiva andava para lá e para cá dentro do próprio corpo, enquanto se estranhava por agir estranho com Chaeyoung. 


Na cozinha, a menina menor sentia o rosto arder em um pequeno sorriso, porém aos poucos estranhou a demora da maior. 


Sentia-se já estressada, sua bunda já estava doendo na quela cadeira, e o som da companhia se fez um bom convite para que saísse daquele comodo. 


Levantou-se com cuidado, enquanto via a maior já rente a porta, atendendo quer quer que fosse. 


A Myoui escutou a campainha soar, e logo apanhou o celular, colocando-o no bolso da calsa, logo descendo as escadas indo atender a porta.


-' Pois não? No...


-' Mina eonni! - A menina mais nova praticamente pulara em cima de si com um abraço apertado -' Oh! - Exclamou a menor ao visualizar a pequena para rente ao sofá, apoiando-se.


Mina a principio estranhou toda essa reação mais logo se tocara que provavelmente era a menor que estava atrás de si. Dito e feito, assim que virara o rosto dera de cara com a mais nova encarando a outra com olhos curiosos, e estranhadores.


-' Hm... - Murmurou a menor de cabelos curtos, comprimindo os olhos como se quisesse lembrar-se de algo. 


-' Chaeyoung-Ssi! - Curvou-se a menor, com a voz baixa e o rosto levemente rubro. 


-' Eu... 


-' Kim Dahyun - Murmurou em um tom decepcionado, porém não parecera muito claro para a menor -' Da sua sala... 


-' Ah! Tofu girl! - Exclamou expressando animo, em um sorriso aberto. 


A mais velha sentiu seu rosto esquentar ao ser chamada de tal forma pela mais nova. 


-' A-ah, você me conhece assim? - Riu.


-' Você é bem mais famosa como tofu, do que Kim Dahyun - Sorriu a menor dando alguns pulinhos para mais perto do sofá, isto que atraira um olhar curioso da "tofu". 


-' Uh-hm - Mina pigarreara chamando atenção das mais novas, estava sobrando durante aquela interação. 


-' Ah!  Mina eonni eu posso falar com você rapidinho? - Sorriu a menina ainda com os olhos em Chaeyoung.  


-' Claro. 


-' Foi bom te ver Chaeyoung-Ssi. - Acenou para a menina, enquanto puxava Mina pelo braço para fora da casa. 


-' Dahyun! - Chamou a menor, o que fizera a outra voltar em quase meio segundo.


-' Oi?


-' Só Chae, sim? - Sorriu para a mais velha que corara na mesma hora.  


-' Certo! Então foi bom te ver, Chae - Sorriu, enquanto olhava para o rosto da menor apreciando esse momento. 


Chaeyoung que por sua vez achava engraçado o jeito bobo da outra, porém começava a se sentir envergonhada pela menina continuar a olha-la.  


Mina por sua vez, já estava começando a se irritar com a mais nova, de pele alva, que por algum motivo não tirava os olhos de Chaeyoung.  


-' Dahyun? - Chamou a garota que dera um pulo, saindo de seu transe independente -' Vamos, ali sim? - Apontou para um canto fora da casa, recebendo um aceno positivo da garota. 


-' Então até depois -  Sorriu para Chaeyoung deixando seus olhos comprimidos, uma imagem fofa aos olhos de Chaeyoung.  


A mais velha das meninas, ainda ficou alguns segundos esperando a menina se mexer, ou desgrudar seus olhos da outra. Por um motivo desconhecido de seu ser, não conseguia se sentie confortável com Dahyun olhando para Chaeyoung tão abertamente. 


A ruiva bufou puxando a mais nova pelo braço para fora da casa, Chaeyoung por sua vez apenas riu da situação da colega de classe. Estudavam a quase um ano na mesma classe porém nunca trocaram mais de duas palavras. 


Aproveitou a falta de presença da Myoui, em sua própria casa, para então escanear a casa com seus olhos. De fato era uma casa confortável, e até um tanto grande para uma pessoa só. 


Seus olhos correram pela sala, até cairem sobre uma estante com muitas fotos, sorriu curiosa e com seus pulinhos aproximou-se da estante. 


Do lado de fora, Mina encarava intensamente a garota mais nova, que tentava a todo custo olhar para da casa pela janela. 


-' Dahyun! - Chamou a atenção da menina mais nova, que se assutou e sorriu sem graça. 


-' É... 


-' Então? 


-' Por que você não me disse que namorava Son Chaeyoung!? - Pediu explicação para a maior, a Myoui estranhou o tom magoado na voz da menina.  


-' Talvez por que não sabia que você a conhecia? - Ultilizou do tom irônico, se arrependendo quando vira os olhinhos da menor arregalados. 


-' Então, você realmente? 


-' Que? - Perguntou confusa, seu celebro demorou alguns segundos para raciocinar que havia deixado a atender que namorava a pirralha Son -' Yah! Não!  Claro que não Dahyun! - Disse em um tom nervoso, escondendo as mãos para tras das costas, costume esse que tinha quando estava nervosa ou pensativa.  


-' Hm - Murmurou desconfiada, olhou mais uma vez para a janela, enchergando a mais nova, sorrindo para uma das fotos de Mina enquanto deslizava o dicador pela mesma -' Tudo bem, então - Murmurou desviando o olhar da cena -' Só queria falar, que Nayeon eonni ligou ontem, questionando sobre você ir ou não, Nayeon eonni quer muito que você vá, ela disse que está com saudades - Sorriu a menina. 


-' A-ah... - Murmurou a Myoui um tanto envergonhada a amiga mais velha realmente sabia acanhar qualquer pessoa -' Eu irei ligar para ela - Sorriu -' Obrigada Dahyun-ah. - Bagunçou os cabelos da menina que reclamara.


-' Ah, Nayeon eonni também pediu para você atende-la, que você tem um celular exatamente para se comunicar com ela - Riu das próprias palavras que dizia -' E que ela vai puxar muito suas orelhas até ficar vermelhas. - Riu sendo seguida da mais velha.


Já havia se acostumando com o jeito docemente agressivo da amiga, o instinto protetor de Nayeon era bem ativo em seu cotidiano. 


-' Ok, ok, eu vou ligar para ela - Riu -' Muito obrigada, novamente Dahyun-ah! 


-' É. Mina eonni? - Chamou mais uma vez atenção da mais velha para si, enquanto de canto de olho olhava para a mais nova ainda observando as fotos -' Chaeyoung-ah, vai? - Perguntou curiosa.


-' Provavelmente - Sorriu amarelo para a menina que dera o seu melhor sorriso.


-' Debbak! - Sorriu animada -' Vejo vocês hoje a tarde,  talvez - Sorriu correndo para a casa da frente dando alguns pulinhos.


A Myoui apenas suspirou, isso não cheirava algo muito, bom? Ela não tinha levantado nenhum conceito ainda sobre essas reações de Dahyun. 


Voltou para dentro dando que cara com uma Chaeyoung com um de seus portas retratos em mãos.


Enquanto Mina estava para fora, Chaeyoung aproveitou para analisar cada uma das fotos da Myoui. Encontrando uma fotinha mais fofa que a outra, o que causava risos bobos da menina.  


Seus olhos desceram pelos retratos, analizando fotos desde uma Mina agarrada à um gatinho à uma Mina em sua formatura junto a mais duas garotas que desconhecia a existência.  


Porém seus olhos apaixonaram-se por uma unica foto, foto essa que retratava uma Mina pequenina, com os cabelos lisos caidos em uma tonalidade castanha. Seu sorriso gengival a mostra para quem quisesse ver, os olhos comprimidos, e seus braços em volta de uma pelúcia de pinguim fofo.


Atrás de si, estava exposto um grande parque onde ao fundo havia algumas pessoas porem muito embaçadas para poder identificar qualquer rosto.  As folhas cor de rosa denunciavam o famoso festival das cerejeiras, não recordava o nome correto em Japonês, mais sabia que tinha até mesmo ali na Coréia, quanto em outros países,  pela grante influência da árvore típica do Japão. 


Pegou a foto na mão, seus olhos não conseguiam desgrudar daquela fotografia revelada. Passara tanto tempo observando aquela foto, que ao menos notara a presença da mais velha pouco atrás de si. 


Mina se perguntava o que tanto Chaeyoung via naquela foto que não desgrudava os olhos, esperou que a menor tirasse os olhos da foto, porém não veio tão rápido como esperava, decidindo então chamar a atenção da menor.


-' Gostou tando assim? - A voz da Myoui soara baixa num tom rouco tão gentil aos ouvidos de Chaeyoung. 


Esta que se assustou-se desiquilibrando-se escorregando para trás, sua sorte era que estava próxima de mais, para o seu conhecimento de , Mina que apenas envolvera seus braços em volta da cintura da menor segurando-a.


-' A-ah - Chaeyoung sentia suas bochechas queimarem, até mesmo suas olheras queimavam, seus olhos cairam sobre os braços de Mina, e em como os dedos finos da mais velha estavam entrelaçados entre si, como em um abraço. 


A risada baixa da Myoui chamara a atenção da menina, que sentira tudo em sua face esquentar. 


-' Está com vergonha? - Riu a mais velha achando graça, já que podia ver perfeitamente as orelhas vermelhas da menor.


Esta que se soltou do abraço da mais velha, abixando a cabeça, o que fez a Myoui rir ainda mais. 


-' Vai a merda Myoui! - Ralhou a menor levantando o rosto para encarara, seus olhos correram por toda face da menina mais velha, notando que não havia mudado tanto desde da época em a mesma tirara a foto em suas mãos. 


Mina ria, de forma controlada, respirando fundo para então encarar a menor, que para si estava um fofura, com o rosto totalmente vermelho, mais era claro que Myoui Mina, nunca admitiria isso, nem mesmo para sua mente.


-' Você deveria lavar essa boca - Alfinetou a mais velha enquanto descia seu olhar para as mãos da mais nova -' O que gostou tando nessa foto? 


-' Como se você mandasse em mim - Ralhou a menor, porém fora pega de surpresa com a pergunta sentiu-se nervosa e envergonhada -' C-com as flores! Flores de cerejeiras são muito lindas - Sorriu em nervossismo. 


Estava para vir o dia em que Son Chaeyoung diria em auto e bom som que era Myoui Mina que havia feito com que ela gostasse tanto daquela foto.  


-' As Sakuras? - Perguntou curiosa, vendo a mais nova acentir voltando a deixar o porta retrato em seu devido lugar. 


-' Sim.


A Myoui decidiu apenas ignorar a resposta estranha da menor, e voltar a fazer suas programações. 


-' Bom, de qualquer jeito, vamos, já estamos bem atrasadas - Avisou pegando as chaves do carro e da casa.


Chaeyoung apenas acentira com o comando dando alguns pulinhos para perto da mais velha, que a enlaçara em um abraço lateral, ajudando-a decer o pequeno degrau que havia para decer para a garagem. 


Acomodou a menina no bando do passageiro, para então seguir caminho para o seu, enquanto esperva o portão automático terminar de subir.  


Pelo retrovisor observava atentamente a rua atrás de si, para descer a pequena rampinha em marcha-ré. 


Chaeyoung observava a maior se perguntando por estava a achando linda, concentrada daquele jeito e em como a manina um tanto excessiva de molhar seus lábios com a língua. Estava a observando de mais para ser normal. 


O começo do caminho fora feito de forma calma e quieta, apenas as respirações eram ouvidas ali. 


Mina começava a se enjuriar com aquele silêncio encomodante e até mesmo vergonhoso, observava pelo retrovisor a menor apenas olhando para fora da janela. 


-' Para a esquerda - Murmurou a menor chamando a atenção da mais velha.


-' Hm?


-' Para a esquerda. Vire para a esquerda! - Explicou se exaltando um pouco, aquele silêncio estava acabando com os raciocínios da menor.


O silêncio à fazia observar a mais velha o que era estritamente estranho e descesserario para si, não havia motivos para isso, então apenas havia uma chance de sair desse silêncio constrangedor e observação extrema na maior. Arrajar confusão. 


-' Aish... Grossa - Reclamou a Myoui, ainda sim estranhando a atitude da mais nova, então fez a curva voltando para o silêncio constrangedor.  


Chaeyoung quis voar no pescoço de Mina por não ter revisado sua grosseria, tinha que haver um jeito de que pelo menos trocassem duas palavras.


Observou a Myoui olhar em um ponto fixo do carro, e sua mão se dirigir para o rádio, sentiu-se aliviada pelo menos algo iria fazer barulho dentro daquele carro. A busca da Myoui por uma boa estação estava no tanto complicada, já que a mais velha revezava entre prestar atenção à estrada e dar uma breve olhada em que numeração estava.


-' Deixa eu... - Ofereceu ajuda a mais velha dirigindo sua mão ao aparelho porém levara um leve tapa na mão,  que fizera a menor olha-la indignada.


Mina apenas sorriu, fazendo a outra bufar. Enfim a musica suave começou a espalhar-se pelo automóvel, a melodia melancólica e a letra fazia as duas ali refletir.


Chaeyoung se perguntava porque de uma música com uma letra tão simbólica havia sido escolhida pela mais velha. Olhara de canto de olho para a ruiva que parecia inerte a letra.


-' Galaxy é uma ótima música - A maior decidirá puxar assunto.


-' Devo concordar - Murmurou enquanto vagava pela letra da música -' Ela tem um grande significado, creio eu - Disse querendo levar adiante esse curto diálogo. 


-' Porque? 


-' Acho que Galaxy retrata muito os sentimentos das integrantes - Disse enquanto olhava para fora da janela -' Ladies' Code, eram em cinco integrantes, porém em um acidente duas delas morreram - A menor disse com a voz calma e rouca chamando a atejnção da Myoui -' Uma delas tinha uma pelúcia de banana, tudo que encontraram com vida fora o amarelo da pelúcia ainda sim suja e rasgada.


A Myoui estava chocada, nunca imaginaria algo assim. Seus olhos cairam sobre a figura de Chaeyoung, seus cabelos esvoassavam com o vento que adenteava a janela, e seu olhar era baixo. 


-' Isso é trágico - Murmurou.  


-' Acho que ser artista é isso, não é? - Murmurou ainda com os olhos grudados no asfalto que passava com velocidade por suas íris. A Myoui a olhou esperando que continuasse -' Se arriscar para se sentir bem, ter um sonho realizado. Elas fizeram isso, e mesmo que o sonho acabe tão rápido, sempre vale a pena.  


Mina olhava Chaeyoung encantada, pela primeira vez não via uma menina prepotente, com a língua afiada em ironias e desprezo pra distribuir a pessoas que não eram de seu agrado. 


-' Sonho é ter asas para voar - A voz de Mina soara suave chamando a até da mais nova que a olhara esperando pelo resto -' É o que dizem. Elas conseguiram voar, hoje elas tem asas mesmo que ninguém as veja - Sorriu ainda com olhar na estrada.


Mesmo sabendo que a menor a olhava, o final da música já era anunciada pelas as estrofes. Observou pelo canto do olho o singelo sorriso da menor, chamando sua atenção em como aquele sorriso puxado com a pintinha enfeitando o canto, podia expressar tantos sentimentos.


-' Coisa do Japão? - Perguntou sorrindo.


-' Coisa do Japão. - Concordou sorrindo assim como a menor que se ajeitara no banco e passara a escutar a musica que agora tocava.  


Estavam próxima ao centro quando a Myoui decidiu que estava na hora de se acertar com a menor. Por motivos desconhecidos por si, o que a menina fara tocara seu coração de um jeito afoito. 


-' Chaeyoung? - Chamou-a. 


-' Hm?


-' Você disse que gostou das flores de Sakura, não é? - Perguntou com os olhos grudados na estrada sem perceber a tonalidade vermelha consumir o rosto da mais nova.


-' Disse. 


-' Quer ir ao festival? Vai ter um, daqui à alguns meses - Propôs esperando que a menina não estranhasse.


-' Por que disso? - Perguntou querendo se esquivar do olhar a mais velha, seu coração dera um pulo quando escutara a proposta. 


-' Agente não pode se odiar para sempre - Murmurou a maior, enquanto fazia uma curva um tanto fechada.


-' Quem disse que eu à odeio? 


-' Então você não me odeia? - Sorriu. 


-' Não. Eu apenas desgosto da tua existência - Murmurou escondendo a face vermelha contra o vidro. 


Mina bufou, então era realmente impossível de tentar algo pacífico com Chaeyoung, seus dedos batucaram o volante, enquanto suas bochechas inflavam-se em desgosto. 


-' Você é impossível sabia? - Ralhou a mais velha, o que fez a menor sorrir de fornal nasal.


-' Lógico - Sorriu -' Impossível de se vencer, impossível de se copiar - Indicou levantando seus dedos -' E impossível de você conseguir algo comigo - Sorriu orgulhosa. 


-' Aish, quem disse que eu quero algo com você? - Perguntou incomodada com a palavra "impossível" em apenas uma frase.  


-' Você acabou de me chamar para sair, não é querer algo? - Virou-se para a mais velha, com seu sorriso estampado. 


-' Eu só estou tentando ser legal! - Reclamou a mas velha. 


-' Claro que está - Riu a mais nova fazendo com que a mais velha bufasse. 


A Myoui nada respondeu, realmente não havia nada para fazer aquela menina ser menos... Ela. 


-' Onde fica sua casa? - Perguntou assim que entrou no bairro que lhe fora informado.


-' Na quele prédio, logo ali - Apontou para um prédio grande e bonito. 


Mina estacionou o carro logo a frente do portão, e logo ajudou a menina a descer do carro o travando logo em seguida. 


Não precisaram nem ao menos apertar o interfone para que suas entrada fossem autorizadas. Passaram por um jardim não tão grande como não tão pequeno.  


-' Chaeyoung-Ssi! - Foram abordada por um garoto jovem mais que com seu sorriso parecia um tanto velho pelos risquinhos aos lados dos olhos.  -' O que aconteceu com a sua perna?! - Perguntou preocupado enquanto olhava para as pernas da mais nova. 


Mina apenas observara o menino com uma expressão seria, já que o mesmo estava demorando para tirar os olhos da perna da mais nova.


-' JinYoung! - A menina sorriu para o garoto, que novamente sorria com sua expressão de velho -' Sofri um pequeno acidente - Fixara bem a palavra "acidente" o que fez a Myoui engolir a seco.  


-' Oh! Meu deus,  e você está bem? Precisa de alguma ajuda? Foi ao médico direitinho? - O garoto bombardiava perguntas para a menor que sorria. 


Mina estava começando a se incomodar com o olhar fixo na garota mais nova, o que a fizera puxar a mais nova para mais perto si. 


-' Estou bem, JinYoung! Já fui ao médico tudo direitinho - Sorriu.


-' Ai que bom! - Sorriu o menino, finalmente escorregando o olhar para Mina que ainda estava seria, este que engoliu a seco, que olhar era aquele? -' Ela? Quem é? 


-' Myoui Mina, ela é da mesma agência que a minha - Sorriu. 


-' Myoui Mina? - O garoto estranhou o nome -' Não é aquel...


-' Ai, ai, ai, ai - Chaeyoung começou a encenar dor, JinYoung era mesmo um boca aberta -' Ta doendo! - Choramingou. 


-' Chaeyoung!? - JinYoung dessesperou junto de Mina que a olhava preocupada -' Precisa de algo? 


-' Minha perna, ai,  tá doendo! 


-' Espera eu vou te ajudar! - Alarmou-se o garoto aproximando-se da menor, porém sendo impedido pela ruiva. 


-' Não! Pode... Pode deixar comigo - Murmurou Mina, se abaixando em frente a menor que a olhava um tanto surpresa -' Tá doendo muito? - Perguntou, enquanto verificava como estava a perna enfaixada. 


-' S-sim... - Murmurou apoiando as mãos sobre os ombros da mais velha.


-' Certo. - Murmurou dando uma rápida olhada no menino que observava tudo com os braços cruzados, logo em seguida virando-se de coata para a mais nova -' Sobe - Pediu, o que fez a mais nova arregalar levemente os olhos -' Anda logo, não quero que essa perna piore!  


E assim a pequena fez, subindo com um pouco de dificuldade logo sendo suspendida no ar, agarrou o pescoço da mais velha em um abraço apertado.  


-' Não seria melhor eu ajudar com isso? - Perguntou JinYoung, recebendo um olhar desteutivo da Myoui. 


-' Não, esta tudo bem.


-' Certo... - Murmurou o menino intimidado pela seriedade da menina de cabelos ruivos -' Ah! Chaeyoung? Mark hyung está preocupado -Sorriu o menino antes de sair pelo portão. 


Mina apenas bufou, e seguiu pelo saguão do prédio, notando o auto padrão. 


Ainda se sentia encomodada pelo jeito, como, o menino havia olhado para Chaeyoung, mais especificamente para as pernas da menor. Seu rosto ardia e algo dizia que não era vergonha. 


-' Senhorita Chaeyoung...? - Comprimentou o porteiro estranhando a companhia feminina da mais nova sem que fosse a menina alta de cablos esverdeados.


Chaeyoung apenas sorriu, se prendendo ainda mais a Mina, por algum motivo estava prevendo uma queda, Mina não parecia com tudo a menina mais forte de todas.


Notou as mãos de Mina apertarem suas coxas, porém não era nenhuma ação pervertida, já que podia ver a mais velha bufar e seu semblante sério quase emburrado. 


Sorriu, apoiou seu queixo sobre o ombro da maior, sorrindo rente ao ouvido da mais velha que no momento apertava o botão para sibir para o seu andar. 


-' Brava, Myoui? - Perguntou fitando o rosto da mais velha pela porta de alumínio brilhante do elevador.  


-' Não enche Chaeyoung - Bufou fazendo a menina sorri.


-' Tudo isso é ciúmes? - Riu. 


-' Não é ciúmes! É desconforto! De onde eu venho não é comum isso.


-' Com o que? Isso o que?


-' Com meninos assim? 


-' Assim como? Seja mais específica Mina! 


-' Meninos tarados.


-' Você tá falando do JinYoung? - Riu a garota mais nova alto -' Sério? 


-' Ele quase comeu suas pernas com os olhos! É desrespeitoso! 


-' Você não deveria se importar com isso. - Riu a menor. 


-' Não me venha com graça, Chaeyoung.  Não estou me importando com isso por sua causa, é porque é desrespeitoso, só isso! - Mina disse de forma rápida e ríspida. 


-' Não estava falando de mim - Murmurou Chaeyoung rindo -' Mais se não é por isso porque está tão bravinha? - Disse cutucando as bochechas da mais velha com os dedos indicadores. 


-' Se não é isso é o que? E eu já te disse, não é isso, deixe de ser convencida,  o mundo não gira em pessoas interessadas em você - Ralhou a maior enquanto saia do elevador segundo pelo corredor -' Pra que lado? 


-' Direita, apartamento 217 - Indicou vendo a mais velha parar em frente e se abaixar para que ela pudesse descer -' Não é como se isso não fosse verdade - Riu -' E sobre aquilo, JinYoung é gay - Disse rindo, enquanto abria a porta.  


Mina a olhou espantada com a revelação o que fez a menor rir ainda mais. 


-' Ai meu deus, Chaeyoung-ah! Ainda bem! - O garoto alto de cabelos vermelhos correu até a menor dando-lhe um abraço forte, logo jogando seus lábios sobre o da menina mais baixa, em um selinho. 


Se Mina já tinha seus olhos arregalados, agora nem mesmo em suas órbitas  estavam mais.




Notas Finais


E A E?
Curtiam? Espero que sim ^^
Até a terceira parte ^^

Bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...