História 7 Dias com a Rapper - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Exibições 125
Palavras 5.335
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Visual Novel, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


A A E E \0/
QUEM VOLTOU? EU!

Galera to de bolta uhul!
Demorei? Acho que um pouco ;-;

BOM! MAIS CHEGA DE CHAPTER 03!
TAQUI A ÚLTIMA PARTE!
ALELUIA \0/

Espero que gostem, como eu gostei de eacrever este capítulo ^^

Boa Leitura ^^

Capítulo 5 - | Episode 03 | Part 3/ver.


-' Eu estava tão preocupado! - O menino estava afoito -' Onde foi que você se meteu? Eu fiquei louco atrás de você! Recebi trocentas ligações da Tzuyu-ah! Quase fui preso por querer invadir o seu enteriment! E nada de você aparecer! -  O menino falava de forma dessesperada enquanto amassava as bochechas da menor entre suas mãos. 


Novamente Mina se via totalmente ignorada, por um garoto que assediara Chaeyoung. Observou criticamente o garoto, fuzilando cada parte do garoto bonito. Meninos costumavam a ser abusados com Chaeyoung,  assim? 


-' Oppa... - Chamou a menina manhosa. 


-' Ai meu deus! Son Chaeyoung, o que fizeram com a sua perna!? - O garoto surtara, enquanto tinha seus olhos sobre a perna enfaixada -' Você pode me explicar o que é que você estava fazendo? Para sumir, não voltar para casa, e aparecer aqui com a perna nesse estado e... 


-' Mark Oppa! - A menor chamou mais uma vez.


-' E... Com uma garota?  - Perguntou curioso ao ter seus olhos sobre a menina de cabelos ruivos escuros. -' Chaeyoung...


-' Mark Oppa! Eu estou tentando falar - Reclamou a menor -' Você está muito histérico! - Reclamava enquanto empurrava o menino para poder entrar com a ajuda de Mina, que à levou até o meio da sala. 


-' Claro que estou! Você simplesmente decide sumir por aí, para namorar? Eu deviria te deixar de castigo! - Ralhou o mais velho.


-' Yah, Oppa! - A mais nova tinha suas bochechas vermelhas, tão vermelhas como os cabelos dos dois mais velhos ali consigo. 


Mina tinha suas bochechas, assim como Chaeyoung, vermelhas pela bronca que o menino dave em Chaeyoung. "Namorada? Eu?" Era o que Mina pensava enquanto via a cara séria do outro.


-' Aproposito - Virou-se para Mina, caminhando um pouco mais para próximo da ruiva -' Sou Mark Tuan - Curvou-se -' Oppa dessa peste - Sorriu.


-' Oppa! - Reclamou Chaeyoung, suas bochechas não suportariam outra tonalidade de vermelho além da que já estava exposto.


-' Myoui Mina - Sorriu a ruiva, curvando-se  apenas parte do busto, já que sustentava Chaeyoung em seu corpo. 


-' De fora?


-' Japão - Sorriu.  


-' Hm... Chaeyoung, eu não sabia que gostava de japonesas! Justo você que costumava dizer que... 


-' Oppa! Por favor! - Pediu para que o mesmo ficasse quieto, levando o dedo indicador aos próprios lábios em sinal de silêncio.


O garoto riu. 


-' Bom... - Voltou a cruzar os braços -' Alguma de vocês duas poderiam me explicar o que aconteceu com a bela perna de Chaeyoung? - Perguntou o que fez Mina estranhar o modo como ele se dirigiu às pernas da menor o olhando de forma séria -' Ah! Não se ofenda Mina-Ssi! 


-' Oppa, eu to bem só sofri um pequeno acidente. Mina me levou para o médico e já cuidamos dela.


-' E para onde foi ontem a noite? 


-' Para a casa da Mina... Mina vai cuidar de mim Oppa, enquanto minha perna não melhora - Disse abaixando sabia que o mais velho lançaria o mesmo sorriso pervertido de quando ela elogiava certo alguém. 


-' Certo, certo. Só mais uma pergunta, vão ficar para o almoço? - Perguntou exibindo um sorrio -' Faço questão de cozinhar para minha nova dongsaeng! - Sorriu o menino fazendo as outras duas sorrirem. 


-' Não podemos, desculpe - Curvou-se a Myoui em pedido de desculpas.


-' Hã?


-' Oppa, viemos apenas fazee uma mala para mim passar o tempo de melhora na casa da Mina. E depois...


-' Depois iremos encontrar alguamas amigas - Completou a mais velha, já que a menor não fazia ideia do que fariam. 


-' Ah, poxa. Então venham amanhã! Os meninos estarão aqui, vai ser divertido! Eles estão com saudade da nossa dongsaeng preferida - Riu o menino. 


Chaeyoung apenas olhara para Mina, com cara de gatinho pidão. Mina tentou a todo custo não sorrir daquele beicinho da menor, porém falhou completamente. 


-' Estaremos aqui - Sorriu a Myoui.


-' Ótimo! Agora vão, não quero que vocês se atrasem ao encontro de vocês por minha causa - Sorriu sentando-se no sofá e voltando sua atenção para a televisão -' Mina? - Chamou a garota quando a mesma começava a seguir pelo corredor, seguindo Chaeyoung que guiava com pulinhos -' I - Disse quando a mesma voltou alguns passos para poder olha-lo -' Gay - Pontou para si mesmo, sorrindo para a menina que corara e acentira. 


Mina voltou a seguir Chaeyoung encontrando-a sentada em sua cama. 


O quarto da menina, não era nada chamativo, porém as paredes eram cobertas por desenhos, de tinta à base d'água, sorriu ao perceber o quanto a menina era organizada. 


Observou sua cama repleta de ursinhos. 


-' Pode parar de ficar observando tudo, e pegar isso aqui para mim? - Reclamou a menor chamando a atenção da maior que riu.


-' Quem manda ser tão pequena? - Riu postando-se atrás da menor que estava na ponta do pé para alcançar a pequena malinha vermelha -' Aqui. - Sorriu se afastando da menor que estava emburrada entegando a mala para a mesma. 


-' Obrigada - Murmurou a pequena, pegando a mala e apoiando sobre a vadeira giratória. 


Mina voltou a observar a cama da menor repleta de ursinhos, tinha vários de várias formas de bichinhos até personagens de desenho, como o comilão do desenho Vila Sesamo. 


Entre eles os olhos da Myoui captaram o tão precioso animal, o bichinho que tanto amava. Uma pelúcia de pinguim, não se aguentou e logo apanhou a pelúcia sentando-se sobre a cama da mais nova, quanto se distraía com o brinquedo. 


Chaeyoung que arruma suas coisas dentro da mala, achou fofo o jeito como a Myoui se encontrava inerte a sua pelúcia. 


-' Você gostou dele? 


-' Hm?


-' O Senhor Pingo - Riu a mais nova apoiando-se na escrivaninha.


-' Você tá falando do Pinguim? - Perguntou a mais velha ainda confusa, recebendo um aceno da mais nova -' Ah... Sim, é uma pelúcia muito fofa, o nome dele também - Riu a mais velha. 


Chaeyoung sentiu-se envergonhada pelo suposto elogio, porém sorriu também. O silêncio reinou por momentos entre elas Chaeyoung observava Mina, e Mina brincava com o ursinho. 


-' Você pode ficar - Sorriu a menor.


-' Hm?


-'Pode ficar com o Senhor Pingo - Sorriu para a mais velha que a olhava estática, será que a pequena Chaeyoung não poderia fazer nenhum ato gentil, que seria estranhada? 


-' Mas... Ele é seu.


-' E eu estou te dando -Riu a mais nova -' Pode ficar! Ele vai ficar fofo na sua cama, precisa de novos ares não é senhor Pingo? - Perguntou para o boneco em brincadeira, a Myoui sorriu com o ato, e inerte balançou a cabeça da pelúcia. 


-' Arigato - Agradeceu a ruiva, abraçando o ursinho,  Chaeyoung se sentiu bem e apenas sorrira para a mais nova voltando a ajeitar as últimas coisas na mala, não levaria tanta coisa -' Qual o seu preferido? - Perguntou a mais velha chamando a atenção da Son. 


-' Hm... O Tigor - Riu apontando para uma pelúcia de tigre.


-' Ah! Que fofinho - Sorriu a mais velha apanhando o ursinho o analizando -' Pensando bem ele se parece com você - Riu olhandoda pelúcia para Chaeyoung -' Pequenininho e rabujento - Riu ao ver a careta da mais nova.


-' Yah! - Ralhou Chaeyoung atacando uma bolimha de papel que estava em cima da escrivaninha  Mina que desviou ainda rindo. 


-' Que cena linda - Mark apareceu no quarto todo sorridente, com a mãos juntas em formato de agradecimento olhando para as duas mais novas.


-' Mark oppa? A quanto tempo está ai? - Perguntou Chaeyoung.


-' Tempo o suficiente para shippar eternamente vocês duas! - Riu o garoto ao ver as duas meninas com as bochechas mais vermelhas que o próprio cabelo. 


-' Yah! Oppa! Você e seus comentários inconvenientes! - Reclamou Chaeyoung. 


-' Nossa, que rabugenta! - Ralhou o mais novo o qur fez a Myoui rir, Chaeyoung era realmente rabugenta -' Só vim chamar vocês duas para tomarem um auquinho, e é assim que você me trata? Justo eu que faço de tudo para cuidar de você! - Dramátizou o garoto fazendo a Myoui rir ainda mais.


Chaeyoung tinhas suas bochechas vermelhas.


-' Certo! Certo! Oppa, já vamos indo - Ralhou Chaeyoung, fazendo o garoto rir. 


-' Ótimo, não demorem!  E eu to de olho! - Riu o menino. 


Desta vez era Mina a estar vermelha.


-' Não liga para ele! - Chaeyoung chamou a atenção da mais velha -' Mark Oppa e deste jeito, muito brincalhão, cuidadoso e dramático - Fez careta -' E inconveniente. Mas é um grande amigo - Sorriu quando a mais velha levantou-se para ajudar-lhe com a mala.


-' Chaeyoung? 


-' Hm? 


-' Porque está deixando, Mark-Ssi, achar que somos namoradas? - Mina resolveu arriscar, alguma coisa tinha, Myoui Mina conhecia Son Chaeyoung muito bem para deixar algo assim passar naturalmente. 


-'A-ah. Mark Oppa disse que quando eu começasse a namorar eu iria ganhar um presente. E eu estou curiosa - A menina disse com certa naturalidade. 


Mina por sua vez apenas murmurara um "hm", entanto levava a mala da menina para sala, omde Mark as esperava com sucos de morango. 


Chaeyoung logo sorriu, morango era seu sabor preferido, apoiou-se na cadeira para então apanhar o copo e levar a boca. 


Mina logo se aproximou da menor a acompanhando no suco, estava realmente bom, para uma pessoa que gostava de maçã. 


Mark apenas observava as mais novas com um sorriso.


-' Querem biscoitos? - Perguntou.  


-' Não, não,  já temos que ir Mark-Ssi! - Sorriu Mina, apanhando a mão de Chaeyoung,  que quase se engasgou com o suco -' Chaeyoung? - Mina e Mark a olharam preocupados. 


-' To bem, to bem - Murmurou a menina coçando a garganta, enquanto de canto de olho vias suas mãos dadas. 


-' Ah! Mina, deixe de formalidade - Sorriu o garoto -' Agora serei o seu Oppa também - Riu.


Mina achava Mark engraçado e simpático, para um menino que praticamente atacara Chaeyoung na porta da casa. 


-' Hai. - Concordou, vendo os olhos curiosos de Mark -' Mark Oppa - Riu, o que fez o menino dar um gritinho engraçado e apertas as bochechas de Mina. 


-' Kawaii! - Riu.


-' Agora temos que ir, até! - Despediu-se Mina, do menino, logo Chaeyoung em seguida dando-lhe um beijinho no rosto.  


Mark acompanhou as meninas até a porta de casa e esperou-as entrar no elevador.  


-' Ah... Essas crianças - Riu ao fechar a porta de casa e seguir para a cozinha.


No elevador Chaeyoung se encontrava tensa por ainda ter a mão de mina à sua. Não era ruim, pelo contrário era bom. E esse era o problema.  


Mina por seu lado, percebera Chaeyoung quieta de mais para seu gosto, até sentir certo aperto em sua mão para então lembrar do que fazia. Por momentos se esquecera que estava de mãos dadas com a mais nova. Mas para si parecia ser algo tão naturalmente bom, que até mesmp se esquecera.


Soltou a mão da menina mais nova com calma, sorrindo para a menor. 


-' Espero que ganhe o seu presente - Sorriu, carregando a mala de Chaeyoung, enquanto esse buscava apoio em seu ombro.  


Chegaram no carro, logo Mina ajudou a mais nova se acomodar no banco, e seguiu para guardar a mala no porta mala, e colocar o pequeno senhor Pingo no banco de trás. Para então sentar-se em frente ao volante. 


-' Quem vamos encontrar? - Perguntou a menor curiosa. Já estava com essa curiosidade desde que a menina avisara em sua casa com Mark. 


-' Primeiro vamos ao hospital - Disse sem tirar os olhos da estrada em uma curva que completava -' Depois iremos encontrar alguamas amigas minhas. Elas são legais. E após isso iremos encontrar Sana, Momo, e Tzuyu. Ela está louca atrás de você.


-' Aish... Me esqueci completamente - Murmurou a menor para si mesma. 


A mais velha sorriu.  


O restante do caminho até o hospital fora em pleno silêncio.


Mina estacionou o carro em frente ao grande prédio branco, logo seguindo para o lado se encontrava a mais nova, ajudando-a a descer. 


A mais nova sentia o corpo arrepiar ao ter os braços da Myoui em volta de si, e isso era um sinal ruim. Muito ruim.


-' Olá - Comprimentou a atendente. 


-' Ah, olá, eu gistaria de fazer o aluguel de uma muleta - Sorriu para a mulher.  


-' Quem é o paciente? 


-' Essa tampinha aqui - Riu Mina ao levar um tapa da mais nova.  


-' Certo - A mulher sorriu preenchendo uma ficha -' Assina aqui. É a responsável? - Perguntou recebendo um aceno da Myoui -' Ok, seguiam pelo corredor norte, primeira a esquerda, sala 333 - Sorriu caeimbando a folha e colocando junta a outras pilhas de papel. 


E assim como a moça indicara Mina guiou Chaeyoung. Chegando lá foram abordadoa por um médico ou apenas um que utilizava jaleco.  Este que pegara a ficha e analizara a ficha logo  seguida Chaeyoung. 


-' Acho que não temos o seu tamanho - O medico murmurou enquanto olhava as etiquetas -' Vou conferir, ali, volto daqui a pouco - Disse logo saindo da sala.


Chaeyoung olhava para onde o homem havia ido incrédula, olhou para Mina a vendo com um pequeno sorriso. Então Mina queria rir de sua cara. 


-' Qual a graça,  palhaça? - Perguntou cruzando os braços. 


-' Nenhuma - Prendeu o riso.  


-' E porque esse risinho ridículo? - Perguntou fechando a cara.


-' É porque... Bom - Fez sinal com a mão pouco abaixo da cintura, soltando uma risadinha. 


-' Qual é!  Eu não sou tão pequena assim! - Ralhou. 


-' Ok, talvez aqui - Postou a mão pouco abaixo de seus ombro riando ainda mais da cara que a menor fazia. 


-' Almenta mais um pouquinho - Pediu com a cara emburrada e as mãos ainda cruzadas.


-' Assim tá bom, para você? - Riu a maior, colocando a mão pouco maos acima de seu ombro. 


-' Ainda assim, não sou tão pequena  - Murmurou, soltando as mãos para o lado do corpo.  


Mina achava fofo o tamanho da menor, era uma gracinha e o rosto de bebê só ajudava a aparência, enganosa em partes, de uma menininha fofa.


Esperou que medico voltar com um par de muletas alegando ser "as menores que encontrei", o que fez Chaeyoung emburrar ainda mais e o riso de Mina aumentar. 


Mina não conteve a gargalhada guando percebeu que mesmo sendo a menor ainda era grande para o seu corpo, sendo obrigada a ajustar o tamanho na rosca ali mesmo. 


-' Você nao precisava ter feito aquilo! - Reclamou a pequena enquanto passava o cinto. 


-' Deixa de reclamar, estou te prevenindo de umas belas dores no corpo - Riu a mais velha enquanto arrancava com o carro. 


-' Sei... Você está mesmo é tirar com a minha cara - Reclamou, afundando-se no banco. 


Mina a olhou com um sorriso gentil. Elas estavam bem. 


-' Hm - Murmurou Mina. 


-' O que foi? 


-' Olha só.


-' O que?


-' Agente - Riu.


-' O que tem? 


-' Estamos bem - Riu a maior, o que fez a baixinha se virar completamente para si -' Não é bom? Ficar um sem brigas, ou provocações?  


Mina viu a menor abrir e fechar a boca varias vezes, alimentando a curiosidade da ruiva em saber o que tanto Chaeyoung queria evitar falar. 


-' Só... Não se acostuma - Murmurou a menor, voltando a se afundar no assento e passar a olhar pela janela.


Mina apenas riu, acentindo com a cabeça mesmo que a menor não tivesse vendo. Voltou a seguir o caminho com um sorriso calmo, já que o clima era calma. 


Olhou para o sensor do carro que indicava as horas, assustando-se ao ver que era um pouco depois das uma, estariam ainda mais atrasadas se fossem para sua casa, então apenas seguiu o caminho.  


-' Para onde estamos indo? Sua casa não foca para lá? - Perguntou a menor ao ver a mudança de rota. 


-' Estamos um tando atrasadas, vamos direto para a sorveteria - Sorriu, por mais que soubesse que iria levar uma bronca da amiga mais velha. 


A menor apenas assentiu, por um momento se sentiu nervosa por ir conhecer as amigas de Mina, estas que não são Momo e Sana, que já são de seus círculos sociáveis. 


Segiu o caminho decorando cada parte do percurso, principalmente as mais bonitas, para que talvez quando chegasse à casa de Mina pudesse desenhar um pouco. 


Observou o carro estacionar em frente uma sorveteria, um tanto afastada do centro, o qie era estranho já que era costumeiro da Coréia as sorveteria se localizarem no centro da cidade, e fora disso só em loginhas de conveniência. 


Soltou o sinto, enquanto sentia certo movimento dentro da sorveteria e ao lado de fora. Abriu a porta e esperou que a maior lhe trouxesse as muletas.  


Desceu cuidadosamente com a ajuda de Mina que segurava sua mão, para então apoiar os braços sobre o estofado do objeto sentindo certo desconforto. 


-' Ruim? - Perguntou Mina, vendo a cara um tanto ruim da menina mais nova, que acentiu -' Logo você acostuma, quando torci o pé, foi a mesma coisa - Sorriu.  


-' Myoui Mina! - Ouviu a voz autoritária da garota mais velha e logo a dor insuportável em sua orelha.


-' Ai! Ai! Ai! Nayeon unnie! - Reclamou a Myoui enquanto inclinava o corpo para o lado na tentativa de aminizar a dor, o que fazia a outra puxar ainda mais.


-' Eu disse que ela iria puxar suas orelhas - Riu a mais nova de cabeloa coloridos saindo de dentro da loja acompanhada com mais duas pessoas. 


-' Nayeon unnie, deixe ela! - Pediu a garota de cabelos curtos.


-' Não te mete Jeong! Essa pinguim descarada tem de aprender a não me deixar sem notícias! - A menina mais velha ralhou, puxando ainda mais as orelhas da Myoui que choramingava de dor, até uma risada rouca chamar sua atenção. 


Chaeyoung que observava tudo sem ser notada, estava morrendo de rir por dentro do sofrimento da maior. E mesmo não conhecendo a garota cujo nome era Nayeon, já à admirava de mais. 


A garota era bem bonita, tinha um corpo em forma, cabelos negors  uma franjinha fofa, fora os dentes, que percebeu ser, de coelhos.


Logo em seguida visualizando outras três figuras, uma era Kim Dahyun, eata que já conhecia, a outra cabelos longos mais nem tanto e castanhos um tanto ondulado e um rostinho gordinho, também linda em sua opinião. E por último a garota que para seu espanto já conhecia. 


-' BabyChae? - A garota de cabelos curto exclamara espantada causando uma risada na pequena. 


-' Olá, Jungyeon - Acenou rapidamente, voltando a mão no apoio da muleta.


-' O que aconteceu com você? - A mais velha praticamente correra para perto da menor, colocando suas mãos nas duas bochechaa da menina -' Eu estava tão preocuoada, Mark estava louco, e... 


-' Uh-rum - Ouviro um murmúrio vindo da garota que queria arrancar as orelhas de Mina -' Posso saber...? 


-' Calma, amor, é a Chae, a baby, lembra? - Riu a menina, Nayeon era bem ciumenta. 


A mais velha demorou alguns segundos para então se tocar de quem se travava aquela figura pequena e extremamente bonita de cara de bebê. 


-' Ai meu deus, Chaechae! - A mais velha correu até a menina mais nova a abraçando. -' O que fizeram com você? - Perguntou a mais velha olhando para as muletas e para a perna da menor, voltando a abraça-la.


-' Yah! In Nayeon, deixe Chaeyoung respirar - Reclamou Jungyeon,  puxando a namorada para que a mesma desgeudasse da menor. 


Mina observava toda a interação atentamente querendo saber de onde saia tanta intimidade assim. Novamente se sentia encomodada com as pessas agarrando Chaeyoung.  


-' Uh-rum - Chamou atenção das tres, Nayeon e Jungyeon que descutiam algo sobre Chaeyoung e Chaeyoung que ria em confusão.


-' Nós estamos aqui tentando entender o que está acontecendo. Da para explicar? - Pediu a menina de cabeloa castanhos -' De preferência lá dentro, sentadas - Sorriu.


E assim fizeram, Jungyeon "arrastou", ou ao menos tentou devido ao caso de, Chaeyoung para dentro, enquanto Nayeon tentava a todo custo saber o que tinha acontecido com seu bebê precioso, e Dahyun segiu a todas com um sorriso assustador, deixando Mina para trás. 


Esta que fechou o carro bufando e seguiu para dentro da sprveteria, estava começando a ficar irritada com as amigas. 


Chegou até a mesa vendo todas já acomodadas, Chaeyoung no meio de Jungyeon e Nayon, Dahyun ao lado de Nayeon e Jihyo ao lado Jungyeon, sobrando apenas dois lugares para si, esses ao lado das últimas citadas. Porém a Myoui preferiu pegar uma cadeira solta de uma mesa vazia e se sentar de frente a menor. 


Estava ligeiramente irritada por não estar ao lado da menor. Porém ninguém precisava saber, nem mesmo ela.


A atendente logo apareceu anotando os pedidos. 


-' E então? - Pediu Jihyo,  que já estava devidamente apresentada à Chaeyoung.


-' Hm... Chaeyoung é minha vizinha - Riu Jungyeon -' Ela divide o apartamento com o Mark, da minha faculdade sabe, o ruivingo? - Comentou recebendo um aceno de Jihyo e Nayeon -' Então convivemos muito, e ela passou a ser meu bebêzinho - Riu Jungyeon apeetando a bochecha direita de Chaeyoung. 


-' Jungyeon! - Reclamou a menor, o que fez as mais velhar rirem. 


-' E você Nayeon? - Perguntou, Jihyo. 


-' Como Jungyeon é uma boa namorada - Ironizou -' Uma vez ela me chamou para ajuda-la a cuidar de uma "criança" - Riu ao ver a menor bufar -' Daí conheci a Chaechae - Riu -' Que virou meu bebêzinho! Ela é tão fofa dormindo - Apertou as bochechas da menor.


-' Ah! Nayeon unnie? - Perguntou a menor espantada.


-' Sim? Eu não acredito que você se esqueceu de mim! - Bronqueeou a mais velha.  


-' Você está muito diferente - Murmurou Chaeyoung baixinho -' Bem mais bonita - Sorriu, o que fez todas fazerem um "own", exeto por uma de cabelos vermelhos. 


-' Já sabe agradar - Riu Dahyun,  levando um tapa de Nayeon. 


-' Poxa, Chaeyoung você é realmente muito fofa - Riu Jihyo, vendo a menina ter as bochechas tomadas pelo tom vermelho -' Deve ter sido horrível ter Nayeon cuidando de você - Riu ao ver a cara feia de Nayeon. 


-' Yah! Eu não sou tão horrível assim! Não é Chaechae? 


-' Hm... A unnie é bem brava - Riu. 


-' O que? - Exclamou Nayeon.


-' Você me obrigou a tomar sopa de cebola e alho! 


-' Faz bem para a garganta, Chaeyoung! - A mais velha ralhou com a menor. 


Mina estava ficando cada vez mais emburrada, Nayeon e Jungyeon eram excessivamente grudentas com Chaeyoung, Dahyun estava quase babando em Chaeyoung de tanto que ficava olhando de boca aberta, e Jihyo. Ah, Jihyo apenas estava encantada com a pequena. Pequena essa ques estava muito fofa para seu gosto. 


-' Ih... Parece que alguém está com ciúmes - Zombou Jihyo, ao perceber a carranca da amiga. 


-' Uh? Ah, não fique com ciumes Mina - Riu Nayeon.


-' Não é de você retardada! - Ralhou Jihyo. 


-' Ei! Não fale assim com ela! - Reclamou Jungyeon. 


-' Yah! Como assim? - Perguntou Nayeon confusa. 


Mina já sentia suas bochechas queimarem sabia que dali para a frente suas amigas fariam de tudo para envergonha-la, e ter o olhar de Chaeyoung sobre si estava sendo pior ainda. 


-' Da Chaeyoung, né sua tonta? 


-' Como assim?!


-' Ai Nayeon! Pelo amor de deus, Chaeyoung veio junto da Mina, será que você não entendeu ainda? - Ironizou Jihyo. 


-' Ai meu deus! - Nayeon exclamou levando as mãos à boca. Deixando uma Jungyeon e Chaeyoung confusa. -' Myoui Mina,  sua filha da mãe!  Você está namorando a Chaeyoung!? - Perguntou exasperada. 


-' O que?! - Exclamaro Chaeyoung e Jungyeon juntas olhando diretamente para Mina.


-' N-não...


-' Como você ousa namorar um bebê desses? - Ralhou a mais velha -' Ela ainda é tão nova!


-' Nayeon? - Tentou chamar a mais velha que eatava surtando.


-' Meu deus, Mina o que foi que eu te ensinei?! Não...


-' Eu não to namorando ela! - Exclamou um pouco alto de mais, chamando a atenção de algumas pessoaa próximas a elas. 


-' Não? - Perguntaram Chaeyoung, Nayeon, e Jungyeon o mesmo tempo -' Então o que? - Continuou Nayeon. 


-' Não. Só estou cuidando dela - Diase por fim, agradecendo pela moça ter trago os pedido e ter se desculpado pela demora. 


O começo do sorvete passara num clima estranho, porém logo Jihyo pixara assunto com Chaeyoung trazendo todas para a conversa até mesmo Mina, que comentava uma coisa ou outra. 


Chaeyoung estava gostando das meninas, sendo que apenas Jihyo que não a conhecia, porém a mais velha era tão fofa consigo, e divertida que era impossível de não gostar dela. 


Porém algo lhe incomodava, e isto vinha de Mina. Não que Mina estivesse fazendo algo errado ou que a irritasse, mais algo nela nesse momento a incomodava e isso a fazia olha-la por varias vezes no meio da conversa.


A ruiva pouco entrava na conversa, estava maia concentrada em seu sorvete, do que na sua conversa, e por motivos, esses que ela não queria descobri, sentia falta da voz se Mina, principalmente quando dirigida a si.


A conversa estava animada, e a maioria da atenção era toda de Chaeyoung, que revezava oara falar com cada uma, exeto por Jungyeon que já conhecia e vivia suficientemente com a pequena, e Mina que praticamente ignorava todas com seu sorvete de chocolate. 


Deu graças à deus ao receber a mensagem de Tzuyu e as outras. 


Zhou Tzuyu. 

Vocês irão vir mesmo? 

Já estou a caminho, do parque . 

Vista. Por: Myoui Mina, Minatozaki Sana, Hirai Momo.


Minatozaki Sana. 

Já estou indo também, me espere na frente do parque Tzu. 

^^ 

Vista. Por: Zhou Tzuyu, Hirai Momo, Myoui Mina.


Hirai Momo. 

To chegando, to em um lugar próximo

Vista. Por : Zhou Tzuyu, Myoui Mina, Minatozaki Sana. 


Myoui Mina.

Chaeyoung e eu, logo estaremos aí. 

Vista. Por: Zhou Tzuyu, Hirai Momo, Minatozaki Sana.


Sorriu ao terminar de tigitar. 


Espantou-se ao levantar o olhar e ter todas a meninas olhando para si, inclusive Chaeyoung. 

-' Hm... Chaeyoung e eu precisamos ir - Sorriu. 


-' Porque está tão feliz? 


-' Não estou - Fechou o sorriso. 


-' Para onde vocês vão agora? - Perguntou Nayeon desconfiada. 


-' Iremos encontrar umas amigas do enterteriment - Sorriu ao terminar de ajudar Chaeyoung sentar-se em seu lugar, e colar as muletas no banco de trás.  


-' Certo,  divirtam-se - Sorriu Nayeon. 


-' Foi um prazer te conhecer Chaeyoung!  - Gritou Jihyo ao ver o carro começar a andar. 


Esperaram até o carro virar a esquina para então:


-' Elas tem algo, não tem? - Perguntou Nayeon ainda olhando para onde o carro fora.


-' Uh-rum.


-' Com certeza. 


-' Acho que não - Murmurou Dahyun,  chamando atenção das mais novas. 


-' Iiih... - Começaram as brincadeirinhas com a maknae.


O caminho para o parque fora quieto. Mina se sentia melhor, mais confortável. Enquanto Chaeyoung queria saber porque o celular de  Mina vibrava freneticamente. 


-' Suas amigas são legais - Decidira puxar assunto, ou se não por curiosidade pegaria o celular da mais velha para ver o que tando acontecia ali. 


Não era ciúmes, era curiosidade. 


-' Sim, são,  mais você já conhecia boa parte delas - Sorriu ainda concentrada na estrada. 


-' Sim, Dahyun principalmente - Riu -' Ela é engraçada, meio boba, né? - Riu a menor se virando para a maior.


Esta que evitara olhar para Chaeyoung,  não gosta que a menor tocara no nome da menina de cabelos coloridos. 


-' Mais ou menos isso -Disse de forma rápida e desconfortável,  o que não passarra despercebido da menor. 


-' O que foi? - Perguntou mesmo que não querendo demonstrar preocupação pelo jeito da maior. 


-' Nada, só estou cansada - Sorriu a maior. 


Assim que chegaram ao parque, Chaeyoung foi praticamente esmagada por Tzuyu, que lhe dera uma bela bronca pelo susto que havia dado na mais nova. 


Mina fora direito se sentar junto de Momo e Sana. 


-'E ai? Tá difícil de conviver com a baby? - Perguntou Momo rindo.


-' Nem tanto.


-' Pera, Myoui Mina, não está detonando a pobre imagem de Chaeyoung? 


-' Não exagere Sana, só estou dizendo que ela não é tão difícil de se lidar. 


-' Son Chaeyoung? Estamos falando da mesma pessoa?  


-' Pare de graça, Sana! 


-' Nossa...


-' Deixa ela Sana, sabe o que é isso? Ciúmes. - Riu Momo. 


-' Yah, fiquem quietas vocês duas! - Mina reclamou enquanto observava Tzuyu e Chaeyoung em uma conversa um tanto, intensa? 


Observou o jeito como a mais nova, passara o cabelo da mais alta para trás do ombro, costas, e o jeito como Tzuyu sorrira. Era de fato desconfortável para si. 


Tzuyu se encontrava espantada com que a amiga mais baixa falava.


-' Eu não acredito Chaeyoung!  Você elogiando Mina? 


-' Não estou elogiando! Só estou dizendo que... 


-' Ei meninas, vamos comer um lanche?  - Propôs Momo animada, indo para onde estavam as duas. 


-' Ótimo, estou morrendo de fomo - Sorriu Tzuyu olhando para a mais baixa.


-' Por mim, tudo bem - Sorriu olhando oara Mian que apenas deu de ombros e acompanhou. 


Chaeyoung estava achando aquilo muito estranho, não era para ela estar ao seu lado? Não era só por que Tzuyu estava ali, que ela não deveria cuidar de si. Era isso que Chaeyoung queria pensar de forma egoísta e abusada.


Porém estava sentindo falta da atenção da menina em si. Mina estava a ignorando? 


Durante o lanche a conversa ia e vinha, em vários assuntos Mina parecia mais relaxada, e falava tanto quando Momo, Sana e Tzuyu. Porém Chaeyoung queria muito saber o que era esse humor horrível que estava tendo.


Momo ficava a toda hora agarrando Mina, ora era braços por sua cintura, outra era nos ombros da ruiva, ou deitava a cabeça sobre o ombro da mesma, quando não fica escorando a cabeça à da outra. Momo estava se tornando irritante para Chaeyoung. 


-' Chaeyoung? - Ouvira alguém lhe chamar.


-' Hm? 


-' Vai terminar de comer? - Perguntou Momo com um sorriso.


-' Não pode ficar - Sorriu forçadamente. 


Sana e Tzuyu estavam em uma conversa só delas. Momo estava atenta a sua comida. Restando apenas Mina e Chaeyoung. 


Chaeyoung não iria puxar assunto, estava mau humorada de mais. 


-' O que foi? - Ouvira a voz da mais velha um tanto baixa.


-' Estou cansada. - Não era mentira a falta do remédio já estava fazendo efeito. 


-' Quer ir para casa? Já está um pouco tarde mesmo, e você precisa tomar seu remédio. - Sugeriu recebendo um aceno da menina mais nova. -' Certo,  menina nós já vamos - Disse se levantando.


-' Mais já? - Sana Perguntou finalmente tirando sua atenção de Tzuyu. 


-' Sim,  Chaeyoung está cansada e precisa tomar o remedio dela - Disse por fim. 


Não discordaram da ruiva, pois era realmente averdade, então logo se despediram das duas, que logo sairam no carro de Mina.


-' Bom, eu vou indo também, não vou ficar de vela - Diz Momo rindo ao ver as duas corarem -' Aproveitem a noite. - Despediu-se, logo seguindo seu caminho.


-' Hm... Quer dar uma volta? - Sana propôs im tanto envergonhada. 


-' Claro - Sorriu Tzuyu. 


Mina estacionou o carro na garagem, logo se deparando com uma Chaeyoung adormecida do banco do carro. Observou o rosto da menina sereno, apoiado contra o vidro. Viu seus cabelos cobrindo parcialmente sua face, e um fio impertinente que insistia em grudar na boca da menor. 


Levou a mão para o rosto da mais nova tirando o fio impertinente dali. Sorrindo quando a menina murmurou algo, roçando seus lábios contra seus dedos. 


Mima sentiu suas bochechas queimarem, quando sentiu os lábios da menor em volta de seu dedo. Desviou o olhar para a frente, suas bochechas queimavam fortemente. 


O coração de Myoui Mina, parecia um trem bala de tão rápido que batia. 




Notas Finais


PENSEM EM UMA PESSO QUE VICIOU MUMA MÚSICA E NÃO PARA DE ESCUTAR! ESSA SOU EU! AHSHSHSHS

Gente escutem Drip, da JiA (Miss A) he he he

E AI? O QUE ME DIZEM DESTE FINAL? HMMMMMMM

Espero que tenham gostado!

E pra quem lê Ou'aT, logo terá atualização! EU NÃO ESQUECI DO MEU AMORZINHO!

Ahshhshshs
Bye bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...