História 7 Dias Com Você - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Originais
Exibições 9
Palavras 432
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - 5 Carta


Fanfic / Fanfiction 7 Dias Com Você - Capítulo 6 - 5 Carta

10 de Julho

Antes de dormir gosto de relembrar todas aquelas músicas, o violão, as risadas, histórias engraçadas e exageradas de nossos pais, as fagulhas da fogueira brilhando por todo o vazio sendo levadas pelo vento e também apagadas por ele.

Durante o almoço nossos pais fizeram uma pequena surpresa pra gente, haveriam jogos durante a tarde, e quem ganhasse podia escolher um prêmio de todos que aceitassem participar. Você disse sim antes mesmo de terminar de ouvir, e logo eu fiz o mesmo, gerando risos da minha mãe e um olhar por cima da xícara de café, a essa altura já tava claro que eu tinha uma queda do tamanho de um abismo por você, e já sabia o que pedia se ganhasse as competições.

Pensei que seria fácil ganhar, conversei com meu irmão e sua irmã para que eles me deixassem ganhar, os dois nem se deram o trabalho de perguntar o que eu pediria, já tava bem na cara. Mas... você simplesmente me esmagou como um inseto em todas as competições, a primeira foi corda dupla, e você parecia poder fazer aquilo durante a tarde toda, a segunda foi um tipo de frenesi entre pegar um objeto de certa cor na floresta e entregar a algum dos juízes, quando você apareceu com uma borboleta azul nas mãos fechadas em concha eu me joguei no chão e aceitei a derrota, no terceiro e último estava determinado a ganhar de você, ao menos uma vez, mas assim que começamos percebi que já tinha perdido, como inferno você andava tão rápido com as mãos?!

Já tarde da noite, sentado do tronco de árvore perto da fogueira e rindo com meu pai sobre as derrotas que tinha levado, não podia deixar de seguir você com os olhos, a dança te fazia girar e pular nas pontas dos pés enquanto dançava com minha mãe. Meu pai me deu um empurram nas costas e disse para eu parar de ser medroso e te chamar pra dançar, enquanto eu me aproximar de você com as mãos suando frio e a cara tão vermelha com as brasas da fogueira você já dava um sorriso cômico, enquanto dançavamos meu irmão tocava violão e sua irmã cantava uma melodia o mais melodramática possível, os dois estavam tentando arrumar um clima mas só conseguiram criar um assunto para nós dois rirmos enquanto eu te girava devagar.

"O vento tinha balançando o seu cabelo enquanto eu te girava, você pareceu tão surreal que eu agradeci mentalmente por ter perdido a competição, sua idéia foi muito melhor do que um simples beijo."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...