História 7 garotos e uma vida. - Imagine BTS - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 58
Palavras 1.664
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Isso é serio?


- Aff, tá bom. Vamos vem. Ele falou pegando na mão dela e indo até o acampamento.

Flashback Off

S/N On

No outro dia fomos fazer uma trilha, brincamos, nos divertimos, comemos, conversamos. E no final da tarde, arrumamos nossas coisas e fomos embora. Chegamos no apartamento dos meninos, e quando entramos tinha uma garota no sofá, quando ela nos viu, pulou encima do Jimin.

- Oppa, como eu tava com saudades de você.
- Lisa. Ele falou tirando ela de cima dele.
- Bom, meninos tudo bem com vocês? Ela falou olhando pros meninos que só observavam em silêncio.
- Lisa, tudo bem com você? Porque voltou?Hoseok perguntou.
- Tudo otimo, só vim ver meu namorado. Ela falou olhando pro Jimin e dando um selinho nele.

Quando eu vi aquele beijo eu nao me controlei, empurrei a garota na parede.

- Quem você pensa que é pra beijar o Jimin?
- Quem é você garota? Me solta. Ela falou tentando se soltar.
- Me responde. Falei fechando minha mão.
- Eu sou a namorada do Jimin, e você é quem pra me encostar desse jeito?

Soltei ela e sai do apartamento correndo.

Eu nao queria ver ninguém, só queria sumir e nunca mais ver o Jimin.

- S/N espera. Tae e Yugyeom vieram atrás de mim.

Corri até um beco onde nao tinha ninguém, consegui despistar os meninos.

- Droga, Droga, Droga. Falei me sentando no chão com o rosto cheio de lágrimas.

- Olha, o que temos aqui.

Ouvi uma voz e me virei pra ver quem era. Era um homem velho com uma garrafa de bebida na mão.

- Q-quem é você? Falei me levantando.
- Nao precisa ficar com medo, não vou te machucar.

Ele falou chegando maus perto, e segurou meu rosto e me deu um beijo, logo empurrei ele e quando eu ia começar a correr eu senti ele puxando meu cabelo me fazendo cair no chão.

- Não seja uma garota má. Ele falou se abaixando do meu lado.
- Por favor, me deixa ir. Falei soluçando de tanto chorar.
- Princesa, não chora eu já disse não vou te machucar.

Ele me puxou pra um lugar abandonado e lá ele abusou de mim, depois ele foi embora e me deixou ali, no chão chorando.

Eu nao conseguia me mecher, eu só chorava e estava me sentindo suja.

Depois de um tempo que se pareceram horas, eu me levantei com dificuldade e fui andando pela rua me apoiando nas coisas, até que eu estava vendo alguém me chamando quando ficou tudo preto.

Acordei em uma cama cheia de fios.

- O-onde eu t-to?

Falei olhando em volta quando vejo um homem se aproximar de mim

- Fica longe de mim, por favor. Falei começando a chorar.
- Senhorita S/N, eu sou o médico que está cuidando de você. Nao se preocupe não irei te machucar, sinto muito pelo que aconteceu com a senhorita.
- O-onde eu to?
- Está no hospital, a senhorita desmaiou na rua e dois garotos te trouxeram aqui.
- Que dois garotos? Eu quero ver eles.
- A senhorita deveria descansar
- Por favor, me deixa ver eles.
- Vou chamar eles.

Ele chamou os meninos, Tae e Yugyeom começo a chorar quando vejo eles e Yugyeom me abraça.

- Calma, vai ficar tudo bem. Ele repetia isso várias vezes enquanto acariciava meu cabelo.
- Eu perdi o Jimin para aquela piranha e aquele homem ainda encostou em mim. Falei chorando mais ainda no abraço.
- O médico disse que você já ganhou alta.
- Tudo bem. Falei limpando as lágrimas me soltando do abraço.
- Quer que a gente espere você?
- Sim, por favor. Dei um sorriso fraco enquanto me levantava da cama.

Quebra de tempo.

Chegamos em casa e as meninas e todos os outros menos o Jimin estavam ali. Quando a More e a Mylena me viram vieram correndo me abraçar.

- Aí meu Deus, você ta bem?
- Nós ficamos tão preocupadas.
- Meninas, eu só preciso de um banho e tempo, por favor e meninos, obrigado por virem mais não precisam ficar se não quiserem. Falei dando um sorriso fraco.

- O que aconteceu com ela? Ouvi Mylena sussurrando pro Tae e Yugyeom.

Fui até meu quarto, peguei uma roupa e fui tomar meu banho.
Tirei minha roupa, liguei o chuveiro e deixei aquela água cair sobre mim, sem querer, acabei pensando em tudo que aquele homem fez e me sentindo daquele mesmo jeito, só que pior. Comecei a chorar descontrolada no chuveiro.

Termino meu banho, limpo meu rosto pra não parecer que chorei e volto pra sala, todos ainda estavam lá.

- Gente, eu já disse podem ir sem quiserem.
- Mais, a gente não quer. Jackson falou.
- Você ta bem? O Jin me perguntou.

Droga. Não consegui controlar o choro, quando ele me perguntou isso.

- Meu Deus, porque você tá chorando? YoungJae me pergunto me abraçando.

Contei tudo pra eles chorando muito e ainda abraçada com o YoungJae, quando ouvimos o barulho da porta ser aberta com muita força e eu vi Jimin entrando por adentro.

- S/N, S/N, você ta bem? Me desculpa nao vir antes eu estava...
- Com aquela garota, né? Falei de cabeça baixa.
- Olha, S/N me deixa explica, por favor.
- Qual vai ser a desculpa que você vai inventar?
- Não é desculpa, me deixa explicar.
- Tudo bem, vai.
- Olha, ela era minha namorada antes de você. Mais ela viajou pro exterior e me deixou aqui, e depois de algumas semanas eu encontrei você.
- Ela era sua namorada? Mais você me disse que...
- Eu sei o que eu disse, e sinto muito, mais S/N me perdoa por favor.
- Jimin, eu preciso de tempo, muita coisa aconteceu pra um dia só e quando eu achei que estava tudo perfeito aquela garota apareceu e depois aquele homem...
- Espera, que homem?
- É... É que...
- S/N! Que homem?
- Jimin, a gente pode conversar no quarto?
- S/N, que homem?
- Jimin, pro quarto.

Fomos pro quarto e ele ficou me olhando esperando que eu dissesse algo.

- Que homem?
- Jimin...
- S/N, me responde, que homem? Ele falou gritando.
- Eu fui estuprada. Falei quase em um sussurro.
- O que?
- Eu fui estuprada. Falei começando a chorar de novo, só de lembrar daquilo.
- O-oque? V-você f-foi... Ai meu Deus, meu amor, eu sinto muito. Ele falou me abraçando.
- Jimin, foi horrível. Falei com a cabeça no seu peito.
- Eu tô aqui, não se preocupa. Eu não vou te abandonar.

Naquela noite, Jimin dormiu ali comigo. Sem malícias, só carinho.

- Eu te amo ChimChim.
- Eu também te amo minha princesa.

Acordei no outro, e Jimin não estava na cama.

- Jimin? Jimin?
- Tô aqui amor, estava preparando algo pra você. Ele falou sorrindo e me trazendo uma bandeira com comida.
- Awn, obrigada Oppa. Mandei um beijinho no ar e comecei a comer.

Quebra de tempo.

Mais tarde, Jimin me levou pra faculdade, me buscou, me levou pro trabalho e ele foi me buscar e fomos comprar umas coisas pra cozinhar. Compramos as coisas e passamos no apartamento dos meninos pra pegar umas roupas pra ele. Ele foi pegar as roupas e eu fui pra cozinha pegar uma água.

Ele estava demorando demais, então fui ver o que estava acontecendo, chegando no quarto encontro aquela garota encima do Jimin beijando ele, empurrando ele na parede. No mesmo momento, deixo cair o copo de vidro no chão, e acabo cortando todo meu pé. Saio correndo dali, e acabo trombando com o Jin.

- S/N? Oque aconteceu? Você ta bem?
- Jin, me leva embora por favor. Falei chorando.
- Claro, vem.

Entramos no carro e ele me levou até em casa, o carro estava no completo silêncio.

- Você previsa limpar bem pra não infeccionar.
- O que?
- O pé, ta bem feio. Nao é melhor ir pro hospital?
- Tanto faz. Falei olhando pelo vidro.
- Quer me contar o que aconteceu?
- Eu vi o Jimin beijando aquela tal de Lisa.
- Espera, o que? Beijando?
- É, eles estavam prensados na parede e quase se comendo ali.
- Você tem certeza disso?
- Jin, eu vi. Agora para de me incomodar.

Nesse momento, eu já estava com uma mistura de sentimentos, raiva, dor, mágoa, eu não queria ver o Jimin nunca mais na minha frente.

Quebra de tempo.

Se passaram 2 semanas, e eu não tive mais contato com Jimin, ele me ligou várias vezes desde aquele dia, ele ja veio aqui em casa várias vezes e sempre sobrava pras meninas não deixarem ele entrar.

Eu estava tão mal, eu queria o meu ChimChim de volta, mais ao mesmo tempo eu só queria que ele sumisse no meio do deserto com uma bomba plantada nele.

Eu estava almoçando antes de ir pro trabalho em um restaurante quando alguém senta na minha mesa. Eu levanto a cabeça, e a última pessoa que eu queria ver estava ali, Jimin.

- Olha, você tem me evitado por 2 semanas, será que a gente pode conversar?
- A gente não tem nada pra conversar. Falei ja me levantando da mesa quando ele me parou ficando na minha frente.
- Temos sim, e muita coisa.
- Como o que? Você quer me explicar o que? Que você estava beijando aquela piranha no seu quarto, é isso que você quer me explicar? Quer me explicar o fato de você mentiu pra mim dizendo que nunca teve uma namorada? Eu dispenso, Obrigado. Eu ja ia saindo dali, quando ele segura meu braço.
- Você não vai sair daqui.
- Me solta
- Não.
- Me solta Jimin, ta machucando.
- Eu vou passar na sua casa hoje à noite, esteja lá.

Paguei a conta e fui trabalhar, com as palavras do Jimin se repetindo na minha cabeça



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...