História 7 Sexy Brothers - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Lysandre, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya, Viktor Chavalier, Violette
Exibições 484
Palavras 1.439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Leiam as notas finais pls :3 <3

Capítulo 31 - O Plano


Fanfic / Fanfiction 7 Sexy Brothers - Capítulo 31 - O Plano

POV’s Armin OFF

POV’s Mairy ON

Eu não imaginava que Ren poderia ser alguém que planeja em tudo, sinceramente quando ele me disse o que eu deveria fazer eu me surpreendi, eu ainda não acreditava muito que meus irmãos ficariam observando ele pelas câmeras, mas Ren parecia convencido disso.

Ele planejou tudo com muitos detalhes e tentou envolver quanto menos pessoas possível, era como se eu estivesse em algum filme onde eu fugiria de uma família controladora, ri, parecia mesmo.

Terminei de arrumar minhas coisas e sentei-me na cama esperando, vi de longe Jade carregando a escada e a posicionando perto da minha janela como instruído por Ren. Gostaria de ver a cara do garoto quando Ren o deu essas ordens. Uma parte do plano estava feita, que seria por onde eu iria sair, pela janela.

Novamente tracei na minha cabeça o caminho que deveria percorrer, jogar a mala pela janela, descer, jardim, quadra de esportes e sauna, teria que fazer isso rápido, teria apenas 5 minutos para percorrer esse caminho, levaria hoje apenas uma mochila e amanhã Ren disse que despacharia a mala que eu vou jogar, pois ela atrapalharia hoje, olhei no relógio eram exatas 21 horas, respirei fundo e fui para perto da janela e logo tudo ficou escuro.

POV’s Mairy OFF

POV’s Kentin ON

Estava vigiando as câmeras, vi o jardineiro sair, ele parecia um pouco confuso Armin estava do meu lado.

Kentin: - Não é mais seu turno, você não precisa ficar aqui. -

Armin: - Eu sei, mas to com um mau pressentimento. -

Ri, Armin estava muito paranóico. Olhei para a câmera que pegava uma das janelas do quarto da Mai e vi ela ali olhando pra fora, notei que tinha algo na janela dela, mas quando eu fui ver o que era a tela apagou junto com todas as luzes.

Kentin: - O que é isso? -

Armin rapidamente se levantou e foi até o corredor, eu o segui.

Lys: - O que houve com a luz? - Reconheci a voz de Lysandre que também estava no corredor.

Kentin: - Não sei, queda geral? -

Armin: - É muita coincidência, não pode ser queda geral. -

Armin deu alguns passos tateando ao seu redor até chegar perto da parede, julguei que estivesse procurando a porta do quarto da Mai. Ouvi as outras portas se abrirem.

Melody: - O-O que houve com a luz? - A garota disse com um tom de medo.

Nessa hora Alexy ligou a lanterna do celular o que fez Armin sorrir para o irmão e enfim achar a porta do quarto da Mai, onde ele bateu.

Armin: - Mai? Você ta ai? -

Ficaram todos em silencio, mas nada, nem uma resposta.

Castiel: - Ela ta irritada, não vai responder, foi só uma queda é normal. -

Armin: - Não, não, não... É muita coincidência. -

Nath: - Vou ligar pros seguranças verificarem a caixa de energia, e já peço se viram a Mairy. - O loiro voltou pro quarto seguido de Melody.

Armin: - Mairy abre a porta, por favor. - O moreno disse voltando a bater.

Lys: - Por que não tenta abrir? - O platinado perguntou afastando Armin da porta e tentando abrir a mesma, mas sem sucesso - Está trancada. -

Ouvi algum deles bufar e então se aproximar, Viktor.

Viktor: - Saião da frente. - O garoto disse se aproximando.

Ken: - O que você vai fazer? -

Viktor: - Abrir a porta. - Viktor disse dando um chute na porta.

Lys: - Desse jeito? Acho que Mairy não vai gostar nem um pouco. -

Viktor: - A culpa é dela por não responder, ou vocês preferem ficar aqui chamando por ela? - Viktor perguntou e todos os outros ficaram quietos - Foi o que eu pensei. -

Viktor se afastou e começou a chutar a porta com mais força o que fazia um barulho alto soar pelo corredor, depois de alguns chutes a mesma se abriu, na mesma hora a luz voltou.

Nath: - Alguém desligou a caixa de energia, os seguranças já religaram, mas disseram que não viram a Mairy.

Nessa hora todos os irmãos entraram no quarto da Mairy juntos.

Quando eu olhei pro quarto dela, fiquei de boca aberta, o quarto estava uma bagunça, roupas espalhadas, perfumes, vasos e outros objetos quebrados pelo chão, folhas rasgadas, mesa virada.

Alexy: - Isso explica todo aquele barulho... -

Castiel: - Nem parece que a Mairy fez isso. -

Melody: - Isso é pra vocês verem como vocês não conhecem ela, ela é uma idiota e vocês ainda mais por correrem atrás dela. -

Armin: - Se essa garota continuar falando desse jeito da Mai, eu juro que tiro ela daqui eu mesmo, e ninguém vai gostar do jeito que eu vou tirar ela. -

Nath: - Já deveriam tê-la tirado faz tempo. -

Melody: - N-Nath... - A garota o repreendeu.

Nath: - O que? É verdade. - O loiro olhou rapidamente para a garota que continha suas lagrimas e depois voltou a encarar o quarto sorrindo.

Melody saiu do quarto batendo os pés.

Castiel: - Que isso Nathaniel. - O ruivo debochou.

Lys: - Vocês estão perdendo o foco. -

Kentin: - Concordo com o Lys, a Mai... Ela não ta aqui. -

Procuramos pelo quarto para ver se Mairy não estava escondida, mas nada.

Armin: - Tenho certeza que isso é coisa do Ren. -

Viktor: - Concordo. -

Alexy: - Vamos fazer assim, Armin, Viktor e Castiel vão atrás do Ren enquanto os outros procuram a Mai pela casa. -

Kentin: - Por mim tudo bem... -

Os outros também concordaram e então cada um foi pro seu lado...

POV’s Kentin OFF

POV’s Mairy ON

Assim que a luz se apagou eu joguei a mala pela janela e desci as escadas, ali embaixo, como prometido, Ren estava ali me esperando.

Mai: - Você foi rápido. -

Pude ver o sorriso de Ren no escuro.

Ren: - Sou sempre. - Ri - Agora vai que nós não temos muito tempo. -

Assenti dando um ultimo obrigada para Ren enquanto via o garoto levar minha mala para dentro de casa.

Corri com a maior velocidade que eu tinha, demorava pra chegar até a sauna e eu ainda estava na metade do jardim, se as luzes se acendessem eu sei que ainda vou ter algum tempo antes que eles resolvam olhar nas câmeras, mas não tenho muito tempo com os seguranças.

Passei rapidamente o ginásio e entrei na sauna, assim que entrei na sauna as luzes se acenderam, engoli em seco enquanto fitava a pequena janela que havia ali, os seguranças do portão de trás já estavam ali.

‘Droga’, pensei comigo, ‘Fui muito lenta’. Bufei enquanto via a figura dos dois guardas e me lembrava das palavras de Ren.

‘Passe por dentro da sauna, se não der tempo de você chegar até o portão fique na sauna, é um dos poucos lugares onde não tem nenhuma câmera e assim ninguém poderá te ver lá. Fique ali por uns 20 minutos, que é o turno dos seguranças acabam, você tem exatos 50 segundos para correr e ir até onde o taxista vai estar te esperando. Não se preocupe com a demora, ele é um amigo meu. ’

Respirei fundo e peguei meu celular e comecei a jogar um jogo qualquer ali, mas não consegui me concentrar, estava um pouco preocupada com o Ren, sabia que meus irmãos não seriam agradáveis com ele, eu vi o roxo no olho dele e sei que foi algum deles, mas por outro lado eu sei que ele pode se virar muito bem, se não ele não teria feito esse plano maluco sozinho, ri, Ren é até que um rapaz agradável, mesmo que no inicio eu tenha estranhado ele, e até mesmo se as razoes dele pra ele me ajudar sejam estranhas, ele é gentil com quem ele quer... Eu lembrar alguém que ele gostava? Eu não sei... Parece-me um pouco... Estranho.

Olhei para fora e fiquei prestando atenção nos seguranças, depois de um longo tempo eles começaram a sair, me levantei e rapidamente sai da sauna lentamente me aproximei do portão e olhei para fora, não havia ninguém, eu sai e corri para onde o taxista me esperava.

Taxista: - Demorou hein? - O homem falou rindo.

Mai: - Desculpa... - O homem riu e então deu partida no carro.

Então é isso, eu estou mesmo fazendo isso, acho que vai ser bom eu me dar um tempo e refletir sobre os meus sentimentos, coisa que não faço desde o que aconteceu com o Viktor.


Notas Finais


Oiie gente <3
Então, como eu disse vou tentar retomar a frequencia da fic, mas nada garantido ;-;
Quero me desculpar se caso eu tenha deixado de responder algum comentario, até porque eu tinha umas 80 notificações de comentarios, e eu posso ter me perdido e deixado algum de lado, me perdoem :c


Mudando de assunto quero deixar aqui uma recomendação de uma fic de uma leitora, é um hentai com o Kentin escrito por outra conta da ~Endlys
(Segue link: https://spiritfanfics.com/fanfics/historia/fanfiction-amor-doce-my-military-boy-6023935 )
É sério, ficou MUITO bom, eu super recomendo :33

Como já disse se vocês querem que eu avalie ou recomende uma fic de vocês ou que vocês ADORAM, é só me mandar em pv/mensagem ou pelos comentarios mesmo :3
Assim como qualquer duvida/elogio/sugestão/critica... Sério adoro quando vocês dão opiniões <3 ^^~

É isso, espero que vocês tenham gostado :3

Beijos :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...