História 9 minutos de Exo - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Exo, Exo Planet, Fanfic, Kaisoo, Nove Minutos De Exo, Planetas
Visualizações 30
Palavras 1.508
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ficção, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ok, esse é MEIO pequeno, mas eu tenho meus motivos. Acontece que ando muito ocupada esses dias, com a escola, casa...etc! E minha criatividade anda murchando, hehe... :(
Mas aqui está!!! Espero que gostem..

Capítulo 6 - Uma vida engraçada.


Fanfic / Fanfiction 9 minutos de Exo - Capítulo 6 - Uma vida engraçada.


Pelo clima e as nuvens, já estava ficando tarde e não vai demorar muito para escurecer. 
Juntos, ficaram rondando pelas estradas, admirados pela beleza da cidade e as pessoas que nunca viram de perto. Depois de uma pergunta, eles conseguiram a resposta: Coréia do Sul.
...
- Bom, a gente não tem um lar e muito menos dinheiro para comprar algo. - disse Lay, chateado, enquanto caminhava ao lado de lamparinas iluminando a noite.
Baekhyun tropeçou sem querer numa pedra.
- Olha...a gente vai encontrar um abrigo, talvez uma ponte, algo assim. amanhã decidimos o que fazer, e aliás, estou cansado. - respondeu Suho, piscando.
- Que tal a gente criar uma casa para nós? - riu Chanyeol.
Baekhyun só ouvira metade da conversa, quieto, pois não parava de pensar nas suas lembranças nada boas e um par de olhos laranjas. 
Ao contrário de Chen, que não parava de tagarelar e fazer piadinhas junto com Xiumin.
Kai e D.o conversavam sobre o que iriam fazer amanhã, enquanto Sehun ficava abraçando D.o e rindo.
As estrelas se mostraram finalmente quando as nuvens desapareceram, e todos se sentaram na grama de um campo. 
Olhando intensamente para as mil estrelas no céu, se perguntando sobre o que estaria acontecendo com seu planeta. 
Talvez os seus servos estejam morrendo lá, mas era um risco trazer eles juntos, que ainda não são qualquer ser vivo. E aliás eles não eram tão importante assim.
- Saudades do meu planeta. - sussurrou Baekhyun com uma voz triste.
- É... - concordou Chanyeol, dando um meio sorriso. - Mas nunca vamos esquecer dele.
Então Chanyeol começou á cantar uma música que ouviu na Tv. All of me.
Ele pareceu meio envergonhado, mas depois ele perdeu todo seu medo. 
Todos ouviram, aproveitando sua voz e aquela noite linda. 
Baekhyun também amou, especialmente ele. Quando ele chegou no refrão, ele começou á cantar também, e depois os outros acompanharam por murmurando. 
E essa foi a última coisa que eles lembram antes de cair num sono com sonhos bons.
...
- Acordem todo mundo! - gritava Suho. - Já amanheceu!
Chen espremeu os olhos, parecendo um zumbi. 
- Obrigado por me tirar do meu sonho super legal. - resmungou Chen, revirando os olhos.
- Deixa disso, porque Coréia nos espera! - respondeu ele sorrindo.
- Que diabos vamos fazer? - perguntou Xiumin.
- Ai, que fome. - remungou Jongin. 
Jongin abriu os olhos e olhou ao redor. Ele arregalou os olhos ao ver um pedaço de frango coberto de molho nos pratos de uma loja.
Eles todos correram em direção á mesma, com água na boca. Mas ficaram super chateados quando um homem os impediu:
- Ei, calma aí, quem são vocês?
Eles ficaram confusos.
- Ããã...clientes? - respondeu Lay, nervoso.
- Isso mesmo, e se são clientes, vocês vão comprar alguma coisa, certo?
Todos se entreolharam, porque o bolso da calça de todos estava vazio. Sem contar com os fiapos e sujos.
- Bem, ah, a gente...é...
O homem ficou batendo os pés, como um total ganancioso. 
Baekhyun cochichou na orelha de Suho.
- Ah, senhor, na verdade estamos aqui para garantir que não há ninguém roubando as lojas... - disse Suho.
- É mesmo? - o homem arregalou os olhos.
- Aham! Não lembra? O senhor nos contratou ontem á noite, prazer, sou Yixing. - falou Lay, entendendo o jogo.
O homem pareceu persuadido. 
- Ah, foi mal da minha parte, podem entrar, estão com fome?
Todos acenaram, com um sorrisinho.
- Bom, podem pegar o quê quiser, desde que fazem seu trabalho, vocês vão sair daqui oito horas e aquela vaga é para você, que tal se apresentarem? Ah, antes disso...
Ele começou á tagarelar sobre um monte de coisas.
- Eu disse que iria funcionar! - murmurou Baekhun, orgulhoso.
- Isso foi fácil! Agora bora atacar as prateleiras! - exclamou Chen, sorrindo.
- Nossa, conseguimos um trabalho rapidinho. - riu Xiumin.
Eles passaram toda a tarde fazendo seu "trabalho", que estava mais para comer do que ficar de olho nas pessoas.
Depois de dar oito horas da noite, o gerente olhou eles, com um olhar de desprezo.
- Santo senhor! Que roupas são essas? Venham comigo, tem um armário aqui nos fundos para pessoas. - ele caminhou e passou pela uma porta de ferro. Eles seguiram ele. 
Entraram numa sala pouco iluminada, mas deu para ver um armário largo encostado na parede branca.
- Vocês podem testar todas, okay? 
- Ah, tá. - respondeu Chanyeol, pegando um suéter laranja.
O gerente foi embora, e quando ia embora, perguntou:
- Vocês tem uma casa?
...
Explicaram pacientemente para o homem que eles NÃO tem casa, e que era um assunto pessoal. Apesar da curiosidade dele, ele finalmente concordou e deixou todos dormiram nos fundos, mas só por uma noite, porque cheirava á roupa molhada e suja. Não era um bom lugar para dormir.
- Gente! Olha essa roupa! - gritou Baekhyun. - A gente poderia virar uma estrela! 
- Como assim? - estranhou Lay.
- Ei, D.o, olha, é pequeno! Pode caber em você! - falou Chanyeol, cutucando o baixinho.
D.o olhou para ele de um modo assustador, mas logo arrancou a roupa da mão do orelhudo.
Eles passaram praticamente toda a noite testando aquelas roupas. E quando finalmente encontraram uma perfeita neles para o trabalho de amanhã, eles dormiram como uma pedra, em cima de uns tapetes, como gatos de rua.
...
- ACORDEM!!! Já são meio dia! Hey! - gritava o chefe, cujo nome era Jack.
Kai resmungou e virou se de lado. 
- VAMOS, VAMOOOOOOOS! - eles ainda ouviam a voz dele lá de cima.
- Ah, ninguém merece. - protestou Baekhun, com olheiras. - Parece que não durmo á dias! Não, espera...eu não dormi mesmo...
- Levanta, Baek! O Jack vai nos dar um dinheirinho extra!! - gritou Chanyeol sorrindo.
- Gente, dá para calar a boca? Ainda são meia noite... - disse Kai, num tom adormecido, e dormiu de novo.
Chen parou e observou Jongin.
- Ele só deve estar com noia.
D.o riu. 
Quando finalmente se arrumaram, o chefe deles reclamou, impaciente:
- Nossa, vocês fazem muito barulho! Vamos, o dia ainda está para começar!
Eles seguiram o outro, como zumbis. 
- Hey, Chan, olha isso! - chamou Baekhun.
Ele pegou uma caixinha que dizia: Peppero. E rasgou um pouco, deu um para ele.
- O que isso? - se assustou Chanyeol, mas deu uma mordida. - Parece doce.
- E é, vi numa propaganda, eles fazem isso. - Baekhun se aproximou do maior, colocando o peppero na boca do outro.
Chanyeol pulou de susto e deu um passo para trás.
- Relaxa, bobo. - respondeu Baek, revirando os olhos.
Quando chegou pertinho dos lábios de Chan, ele mordeu e se afastou rapidamente.
- Legal, né? 
- Ah...aham... - respondeu Chanyeol, vermelho.
- Ei, Chen! Quer tentar? - perguntou Baek, mostrando o doce.
...
Já fazia dois dias que estavam "trabalhando" naquela lojinha cafona. Eles ficaram guardando o dinheiro, sem saber bem o que fazer com ele...talvez comprar uma nova casa, e ter outro trabalho de uma forma certo, não mentindo...
Mas eles gostavam do trabalho justamente por comendo, e de graça! Mas sentiam que aquilo não era o bastante, eles precisavam fazer algo mais.
Mas o quê?
Eles não faziam ideia. 
Bem, até Suho ouvir falar de....SM.
...
- O quê? Você tá louco? Talento é a única coisa que me falta! - gritou Kai, perplexo.
- Só o dorminhoco é contra mim? - zombou Suho.
- Eu até gostei dessa ideia, não vale nada tentar, certo? - disse Xiumin, dando de ombros.
- É, pode ser...- concordaram os outros.
- Vamos, gente! Nós podemos não ser daqui, mas nós temos que ter algo que faça a gente especial, certo? Podemos ficar famosos, ricos...
- Mas e as consequências? Não acha que você está sendo muito irrealista - disse Yixing, preocupado.
- Não tem nada haver com eu sendo irrealista, só estou dizendo que podemo fazer nosso próprio negócio. A gente tem chances! - rebateu ele, tentando convencer eles.
- Já que falou nisso, eu estou com uma vontade de aparecer nas câmeras! - falou Baek, pensativo.
- E se nós não conseguirmos, há outras empresas também, e outros trabalhos. Nós precisamos de dinheiro, precisamos...de uma vida! 
- É verdade. - concordou D.o. 
- Então, aprovam?
- Ok! - respondeu todos, felizes.
...
- Você ouviu a ideia que eles estão tendo? Formar um grupo famosos? É a coisa mais sem sentido e absurda que já ouvi na minha vida! - dizia o garoto, de olhos laranjas.
- Concordo, e se conseguirem, vamos ter problemas, temos que impedir-los! - disse uma garota de cabelos pretos amarrado.
- Eles são uns idiotas fracos! - gritou uma segunda garota.
- Já que não podem mostrar seus poderes ao público, nós podemos roubar deles, então, depois fazer o...trabalho sujo. - falou uma terceira mulher, sorrindo maliciosamente.
- Já sabem o quê fazer... - retornou o garoto, piscando.
- Claro, Park Chanhyuk
...
 


Notas Finais


Ah, meu deus! Deve estar uma BOSTA!
Bem, até a próxima... :( !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...