História 9 minutos de Exo - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Exo, Exo Planet, Fanfic, Kaisoo, Nove Minutos De Exo, Planetas
Visualizações 6
Palavras 1.509
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ficção, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Super Power, Violência
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ok, esse é MEIO pequeno, mas eu tenho meus motivos. Acontece que ando muito ocupada esses dias, com a escola, casa...etc! E minha criatividade anda murchando, hehe... :(
Mas aqui está!!! Espero que gostem..

Capítulo 6 - Uma vida engraçada.


Fanfic / Fanfiction 9 minutos de Exo - Capítulo 6 - Uma vida engraçada.


Pelo clima e as nuvens, já estava ficando tarde e não vai demorar muito para escurecer. 
Juntos, ficaram rondando pelas estradas, admirados pela beleza da cidade e as pessoas que nunca viram de perto. Depois de uma pergunta, eles conseguiram a resposta: Coréia do Sul.
...
- Bom, a gente não tem um lar e muito menos dinheiro para comprar algo. - disse Lay, chateado, enquanto caminhava ao lado de lamparinas iluminando a noite.
Baekhyun tropeçou sem querer numa pedra.
- Olha...a gente vai encontrar um abrigo, talvez uma ponte, algo assim. amanhã decidimos o que fazer, e aliás, estou cansado. - respondeu Suho, piscando.
- Que tal a gente criar uma casa para nós? - riu Chanyeol.
Baekhyun só ouvira metade da conversa, quieto, pois não parava de pensar nas suas lembranças nada boas e um par de olhos laranjas. 
Ao contrário de Chen, que não parava de tagarelar e fazer piadinhas junto com Xiumin.
Kai e D.o conversavam sobre o que iriam fazer amanhã, enquanto Sehun ficava abraçando D.o e rindo.
As estrelas se mostraram finalmente quando as nuvens desapareceram, e todos se sentaram na grama de um campo. 
Olhando intensamente para as mil estrelas no céu, se perguntando sobre o que estaria acontecendo com seu planeta. 
Talvez os seus servos estejam morrendo lá, mas era um risco trazer eles juntos, que ainda não são qualquer ser vivo. E aliás eles não eram tão importante assim.
- Saudades do meu planeta. - sussurrou Baekhyun com uma voz triste.
- É... - concordou Chanyeol, dando um meio sorriso. - Mas nunca vamos esquecer dele.
Então Chanyeol começou á cantar uma música que ouviu na Tv. All of me.
Ele pareceu meio envergonhado, mas depois ele perdeu todo seu medo. 
Todos ouviram, aproveitando sua voz e aquela noite linda. 
Baekhyun também amou, especialmente ele. Quando ele chegou no refrão, ele começou á cantar também, e depois os outros acompanharam por murmurando. 
E essa foi a última coisa que eles lembram antes de cair num sono com sonhos bons.
...
- Acordem todo mundo! - gritava Suho. - Já amanheceu!
Chen espremeu os olhos, parecendo um zumbi. 
- Obrigado por me tirar do meu sonho super legal. - resmungou Chen, revirando os olhos.
- Deixa disso, porque Coréia nos espera! - respondeu ele sorrindo.
- Que diabos vamos fazer? - perguntou Xiumin.
- Ai, que fome. - remungou Jongin. 
Jongin abriu os olhos e olhou ao redor. Ele arregalou os olhos ao ver um pedaço de frango coberto de molho nos pratos de uma loja.
Eles todos correram em direção á mesma, com água na boca. Mas ficaram super chateados quando um homem os impediu:
- Ei, calma aí, quem são vocês?
Eles ficaram confusos.
- Ããã...clientes? - respondeu Lay, nervoso.
- Isso mesmo, e se são clientes, vocês vão comprar alguma coisa, certo?
Todos se entreolharam, porque o bolso da calça de todos estava vazio. Sem contar com os fiapos e sujos.
- Bem, ah, a gente...é...
O homem ficou batendo os pés, como um total ganancioso. 
Baekhyun cochichou na orelha de Suho.
- Ah, senhor, na verdade estamos aqui para garantir que não há ninguém roubando as lojas... - disse Suho.
- É mesmo? - o homem arregalou os olhos.
- Aham! Não lembra? O senhor nos contratou ontem á noite, prazer, sou Yixing. - falou Lay, entendendo o jogo.
O homem pareceu persuadido. 
- Ah, foi mal da minha parte, podem entrar, estão com fome?
Todos acenaram, com um sorrisinho.
- Bom, podem pegar o quê quiser, desde que fazem seu trabalho, vocês vão sair daqui oito horas e aquela vaga é para você, que tal se apresentarem? Ah, antes disso...
Ele começou á tagarelar sobre um monte de coisas.
- Eu disse que iria funcionar! - murmurou Baekhun, orgulhoso.
- Isso foi fácil! Agora bora atacar as prateleiras! - exclamou Chen, sorrindo.
- Nossa, conseguimos um trabalho rapidinho. - riu Xiumin.
Eles passaram toda a tarde fazendo seu "trabalho", que estava mais para comer do que ficar de olho nas pessoas.
Depois de dar oito horas da noite, o gerente olhou eles, com um olhar de desprezo.
- Santo senhor! Que roupas são essas? Venham comigo, tem um armário aqui nos fundos para pessoas. - ele caminhou e passou pela uma porta de ferro. Eles seguiram ele. 
Entraram numa sala pouco iluminada, mas deu para ver um armário largo encostado na parede branca.
- Vocês podem testar todas, okay? 
- Ah, tá. - respondeu Chanyeol, pegando um suéter laranja.
O gerente foi embora, e quando ia embora, perguntou:
- Vocês tem uma casa?
...
Explicaram pacientemente para o homem que eles NÃO tem casa, e que era um assunto pessoal. Apesar da curiosidade dele, ele finalmente concordou e deixou todos dormiram nos fundos, mas só por uma noite, porque cheirava á roupa molhada e suja. Não era um bom lugar para dormir.
- Gente! Olha essa roupa! - gritou Baekhyun. - A gente poderia virar uma estrela! 
- Como assim? - estranhou Lay.
- Ei, D.o, olha, é pequeno! Pode caber em você! - falou Chanyeol, cutucando o baixinho.
D.o olhou para ele de um modo assustador, mas logo arrancou a roupa da mão do orelhudo.
Eles passaram praticamente toda a noite testando aquelas roupas. E quando finalmente encontraram uma perfeita neles para o trabalho de amanhã, eles dormiram como uma pedra, em cima de uns tapetes, como gatos de rua.
...
- ACORDEM!!! Já são meio dia! Hey! - gritava o chefe, cujo nome era Jack.
Kai resmungou e virou se de lado. 
- VAMOS, VAMOOOOOOOS! - eles ainda ouviam a voz dele lá de cima.
- Ah, ninguém merece. - protestou Baekhun, com olheiras. - Parece que não durmo á dias! Não, espera...eu não dormi mesmo...
- Levanta, Baek! O Jack vai nos dar um dinheirinho extra!! - gritou Chanyeol sorrindo.
- Gente, dá para calar a boca? Ainda são meia noite... - disse Kai, num tom adormecido, e dormiu de novo.
Chen parou e observou Jongin.
- Ele só deve estar com noia.
D.o riu. 
Quando finalmente se arrumaram, o chefe deles reclamou, impaciente:
- Nossa, vocês fazem muito barulho! Vamos, o dia ainda está para começar!
Eles seguiram o outro, como zumbis. 
- Hey, Chan, olha isso! - chamou Baekhun.
Ele pegou uma caixinha que dizia: Peppero. E rasgou um pouco, deu para um para ele.
- O que isso? - se assustou Chanyeol, mas deu uma mordida. - Parece doce.
- E é, vi numa propaganda, eles fazem isso. - Baekhun se aproximou do maior, colocando o peppero na boca do outro.
Chanyeol pulou de susto e deu um passo para trás.
- Relaxa, bobo. - respondeu Baek, revirando os olhos.
Quando chegou pertinho dos lábios de Chan, ele mordeu e se afastou rapidamente.
- Legal, né? 
- Ah...aham... - respondeu Chanyeol, vermelho.
- Ei, Chen! Quer tentar? - perguntou Baek, mostrando o doce.
...
Já fazia dois dias que estavam "trabalhando" naquela lojinha cafona. Eles ficaram guardando o dinheiro, sem saber bem o que fazer com ele...talvez comprar uma nova casa, e ter outro trabalho de uma forma certo, não mentindo...
Mas eles gostavam do trabalho justamente por comendo, e de graça! Mas sentiam que aquilo não era o bastante, eles precisavam fazer algo mais.
Mas o quê?
Eles não faziam ideia. 
Bem, até Suho ouvir falar de....SM.
...
- O quê? Você tá louco? Talento é a única coisa que me falta! - gritou Kai, perplexo.
- Só o dorminhoco é contra mim? - zombou Suho.
- Eu até gostei dessa ideia, não vale nada tentar, certo? - disse Xiumin, dando de ombros.
- É, pode ser...- concordaram os outros.
- Vamos, gente! Nós podemos não ser daqui, mas nós temos que ter algo que faça a gente especial, certo? Podemos ficar famosos, ricos...
- Mas e as consequências? Não acha que você está sendo muito irrealista - disse Yixing, preocupado.
- Não tem nada haver com eu sendo irrealista, só estou dizendo que podemo fazer nosso próprio negócio. A gente tem chances! - rebateu ele, tentando convencer eles.
- Já que falou nisso, eu estou com uma vontade de aparecer nas câmeras! - falou Baek, pensativo.
- E se nós não conseguirmos, há outras empresas também, e outros trabalhos. Nós precisamos de dinheiro, precisamos...de uma vida! 
- É verdade. - concordou D.o. 
- Então, aprovam?
- Ok! - respondeu todos, felizes.
...
- Você ouviu a ideia que eles estão tendo? Formar um grupo famosos? É a coisa mais sem sentido e absurda que já ouvi na minha vida! - dizia o garoto, de olhos laranjas.
- Concordo, e se conseguirem, vamos ter problemas, temos que impedir-los! - disse uma garota de cabelos pretos amarrado.
- Eles são uns idiotas fracos! - gritou uma segunda garota.
- Já que não podem mostrar seus poderes ao público, nós podemos roubar deles, então, depois fazer o...trabalho sujo. - falou uma terceira mulher, sorrindo maliciosamente.
- Já sabem o quê fazer... - retornou o garoto, piscando.
- Claro, Park Chanhyuk
...
 


Notas Finais


Ah, meu deus! Deve estar uma BOSTA!
Bem, até a próxima... :( !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...