História 91 Days - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, V
Tags Abo, Jikook, Jimin Ômega, Jungkook Alfa, Namjin, Taeyoonseok, Vhope, Vmin, Yoonseok
Exibições 610
Palavras 1.599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oláa
Como avisei nas outras fics, minhas cirurgias foram adias porque tive um certo probleminha de pânico,então postarei alguns dias aqui..

Obrigada pelos 433 de favoritos <33

Boa Leitura :3

Capítulo 5 - Capítulo cinco


Sr. Jeon fez questão de separar os filho que ainda estavam atracados, afastou os dois puxando Taehyung para o seu lado. Seus olhos caíram novamente no ômega encolhido, agora, atrás de Jungkook; O ouvia o ômega sussurrar para o seu filho mais novo, perguntava-se se ele sabia que todos estavam ouvindo seu sussurro. Então ouvirá mais uma vez a voz suplicante do ômega sussurrar para seu filho.

– Eu quero ir pra casa, Jungkook-ah. – Viu seu filho por sua mão sobre a do ômega que segurava a blusa do maior. E sentia o cheiro dele.

– Eu vou te levar, tudo bem? – Perguntou ele e Jimin assentiu. Pareciam está em seu mundinho, esse que acabou logo.

– O Jeon mais velho entre eles viu o olhar raivoso e enciumado de seu filho mais velho, ao encarar a cena a sua frente e que para nada pior acontecer, Sr. Jeon fez questão de acabar tudo alí mesmo.

– Vai me dize quem é ele? – Perguntou interrompendo Jimin e Jungkook – Qual é seu nome, ômega?

– P-Park J-Jimin. – Gaguejou. O olhar intenso do Jeon mais velho de dava medo.

– Park? – Indagou e o menor assentiu – Tudo bem. Vou chamar um motorista para lhe levar em casa.

– Eu vou leva-lo! – Jungkook disse alto encarando o pai.

– Eu o levarei! – Taehyung se pronunciou-se também encarando o homem mais velho.

– Nenhum dos dois vai! Ele irá com um motorista e pronto e tratem de arrumassem para escola, sabe que não gosto de atrasos.

– Posso acompanha-lo até lá embaixo? – Jungkook perguntou com os olhos pidões.

– Pode mas quero você aqui em cinco minutos. – Dito isso esperou Jungkook passar com o ômega que segurava sua mochila.

Jimin e Jungkook caminharam em silêncio até o jardim, ao pararem jeon abriu a boca para proferir algo porém calou-se ao sentir Jimin lhe abraçar e depositar um beijo na sua bochecha e logo depois correr para o carro onde o motorista já estava a suas espera.

Depois que Jimin partiu, suspirando alto Jungkook voltou para dentro da mansão dando de 'cara' com seu pai que lhe disse que iria ter uma conversa com ele e seu irmão assim que os dois voltassem da escola.

                                                                                                   *
 
A viagem até a sua casa não fora longa e ao sair do carro agradeceu e adentrou na sua casa. Jimin olhou em volta da casa silenciosa não avistando nem sua mãe e nem seu irmão, sabia que sua mãe estava na trabalhando e seu irmão na escolinha. Subiu as pressas para arrumasse para ir a escola.

– Já estava completamente pronto, trajando o uniforme escolar da família Jeon; Saiu de casa e avistou o motorista ainda em frente a sua casa.

– O que o senhor ainda está fazendo aqui? – não quis ser rude, mas dizer que não ficou com medo quando viu que o homem ainda não havia ido embora seria mentira.

– Vou leva-lo para escola como o Sr. Jeon pediu. – Respondeu e abriu a porta do carro para o ômega.

– Tudo bem.

Jimin entrou no carro e acomodou-se. Ao chegar na escola atraiu olhares para si, todos sabia que Jimin era pobre e de repente chegar de carro que mais parecia um limousine, era de se estranhar.

O ômega agradeceu ao motorista e foi encontro aos seus amigos – vulgo Jin e Hoseok – que lhe olhavam de olhos arregalados e de boca aberta. Ao se aproximar deles apenas murmurou um “depois eu explico” e entrou na escola, a final o sinal já havia tocado porém os alunos estavam conversando lá fora.

A sala estava barulhenta pela turma que conversar, parecia uma competição de quem falava mais alto. Jimin estava sentado na sua cadeira ao lado de Hoseok, quando viu Jungkook entrar na sala todo emburrado; Sentiu seu coração acelerar e seu rosto esquentar quando o alfa lhe encarava descaradamente, agradeceu aos céus quando o professor entrou na sala e a atenção do moreno fora para ele.

Quando o sinal tocou, Jungkook viu Jimin e seus amigos saírem rapidamente da sala, até parecia que estavam fugindo de si. Na cantina sentou-se na mesma mesa que seu irmão e Namjoon, olhou em volta do local a procura do ômega ruivo até encontra-lo em uma mesa um pouco distante abraçando um alfa pálido de cabelos pretos. Tanto Jungkook, como os dois alfas que estava sentado alí, encarado os ômegas – Hoseok, Jimin e Jin – sorrindo abertamente para o alfa, esse que deixou um beijo na boca de Hoseok. Taehyung cerrou o punho ao ver a cena, claro que ele tinha uma queda por pelo ômega alaranjado e vê-lo beijando outro alfa lhe fez querer espancar o tal.

Jimin sorria ao ver Yoongi deixar Hoseok corado quando ousava rouba-lhe uns beijos, sentia um olhar pesar em si, olhou ao redor da cantina avistando três alfas olhando para mesa onde estava.

– Sabe Minnie, precisamos sair qualquer dias desses? – Comentou Yoongi – Sei lá, poderíamos falar com o professor e acamparmos.

– Acho uma boa ideia. – Hoseok sorriu e Yoongi roubou-lhe mais um selinho – Ya! P-Para.

– Só mais um? – O alfa pediu e o ômega alaranjado negou e novamente roubou mais um selinho.

– Yoongi hyung!

– Eu vou para biblioteca, preciso pegar um livro. – Jimin disse levantando-se e rindo dos amigos.

– Não vai me deixar sozinho com ele né? – Jin perguntou e Jimin assentiu – Aish Jiminnie.

Jimin saiu da cantina e fora até a biblioteca, procurava entre os livros um qual já havia visto e nunca lido e esse lhe chamava atenção sempre que vinha na biblioteca. Enquanto olhava nas prateleiras sentiu-se se abraçado por trás e um beijo na nuca o fazendo arrepiar-se, não precisou virar-se para saber quem era; Só pela ousadia já conhecia bem quem era. Jeon Jungkook.

– Quem é o alfa? – A voz roupa penetrou seus ouvidos, sentiu seu corpo estremecer diante dela.

– U-Um amigo. – Tentou-se afastar porém o alfa lhe agarrou mais ainda.

– Ele tem algum tipo de interesse em você? Ele goste de você? Sente alguma coisa por ele? – Jimin confundiu-se com tantas perguntas direcionada para si.

– Ya! Já disse que ele é um amigo não precisa de tantas perguntas. – Murmurou livrando-se do abraço.

– Desculpe. – Aproximou-se novamente do ômega corado – Não vou poder te acompanha até em casa ou ficar um pouco mais tarde na escola, meu pai quer conversar comigo e meu irmão. – Suspirou.

– Eu não queria causar nenhum tipo de confusão. – o ômega abaixou a cabeça porém o alfa tratou de ergue-la carinhosamente.

– Você não fez nada, quer dizer... – Deu uma pausa ao ver o ômega espera-lo continuar com os olhinhos tristes – Você fisgou dos corações de uma só vez e aliás foi de dois irmãos.

– E-Eu... – Sem saber o que falar sobre o comentário de Jungkook, iria afasta-se dele porém fora surpreendido por um beijo calmo do alfa.

– Tudo bem. Nos vemos no café que você trabalha. – Jimin assentiu ainda atordoado pelo beijo do alfa – Tchau Jiminnie. – Jeon beijou-se na bochecha e partiu.

Suspirando alto enquanto tocava os lábios carnudos, Jimin voltou a procurar o livro, onde o avistou em uma prateleira alta. Bufou, porque tinha que ser tão baixinho?

 – Precisa de ajuda, Jimin? – ouviu uma voz rouca atrás de si, essa a qual não pertencia a Jungkook e sim a o irmão dele.

– S-Sim. – ainda de costa para o alfa, sentiu o mesmo se aproximar e pegar o livro - Lobos Não Choram? Da série Alfa e Ômega?

– Você já leu? – O ruivo virou-se curioso para Taehyung.

– Tenho toda a coleção em casa. – Entregou o livro para o menor – Você vai gostar, ele é um ótimo livro.

– Pela sinopse parece que sim. Você poderia me emprestar seu livro? – Perguntou receoso – Aqui na escola temos que devolver os livros em uma semana e eu queria mais tempo...

– Claro! – Pegou o livro da mão do ômega e o guardou – Levarei toda a coleção para você, te vejo na cafeteria a noite.

O alfa deixou um beijo demorado na bochecha do ômega e saiu rapidamente. Jimin precisou se sentar ao lembrar que Jungkook dirá a mesma coisa, nem queria pensar como isso ia dar errado. Os dois alfas no seu local de trabalho... Com certeza destruiriam tudo.

                                                                                                   *

O sinal tocou e logos todos estavam indo embora, Jimin até tentou falar com os irmão Jeon, porém os viu entrar no carro e partir. Apenas restou-lhe ir para casa.

Assim os dois irmão adentraram na mansão, viu seu pai sentado no sofá a espera dos dois. Sentaram e mal tiveram tempo de falar nada, só a única frase dita pelo pai os fizeram paralisar.

– Eu quero os dois longe desse ômega ou eu tomarei minha próprias providencias.

Dito isso o pai dos dois entrou no escritório e os dois subiram para seu quarto. Ambos fazendo planos para noite com o ômega ruivo.

                                                                                               *

Jimin andava de um lado para o outro atendendo os clientes, até que viu Taehyung entrar na cafeteria com alguns livos na mão, sorriu para ele que foi retribuído com um sorriso quadrado do mesmo. Ele era lindo e estava tão charmoso em seus trajes, Jimin ouviu a voz de Yoon lhe chamar o tirando de seus devaneios. Jimin iria entregar o pedido de um cliente – vulgo Taehyung – quando seu corpo paralisou e seu sorriso aumentou ao ver quem tinha entrado na cafeteria, Jungkook. O moreno sorriu para si porém seu sorriso morreu quando viu Jimin desviar o olhar para mesa, essa onde se encontrava seu irmão sentado.

– O que você está fazendo aqui? – Os dois falaram ao mesmo tempo, enquanto Jimin arregalou os olhos. Podia jurar que havia visto o carro do pai dos alfas passar pela cafeteria e reza pedindo para que não houvesse nenhuma briga, ou morte.


Notas Finais


Então foi isso, espero que tenham gostado
Me desculpem pelos erros..
Até próximo capítulo
kisses ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...