História 99 IMAGINES BTS - dedicado para armys - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Bts Bangtan
Visualizações 67
Palavras 546
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Uma suicídia - Kim Taehyung


Ninguém mais sabia onde ela estava. Apenas eu sabia. Eu sabia onde encontrá-la. Peguei meu carro , pisei fundo no acelerador e fui até onde a garota estada. Cheguei ao prédio onde havíamos nos encontrado pela primeira vez , onde nós nos conhecemos. O lugar onde ela me contou tudo que aconteceu com ela , tudo sobre sua vida e seus relacionamentos pessoais. Ela se abriu para mim. Como um livro que eu poderia ler , eu a conheci. Conheci como talvez ninguém a conhecesse. Nem mesmo como seu namorado a conhecia, ela confiava em mim. O que era certo. A uns dias atrás , ela me disse que pensava no suicídio. Tentei tirar isso de sua cabeça , mas era impossível. Tudo que acontece com ela , todas as decepções , todas as feridas , tudo. Tudo estava à corroendo por dentro. A destruindo por fora. Com lágrimas em meus olhos e a culpa em meu coração , peguei o elevador até o último andar daquele prédio. Que eu tinha boas lembranças , assim como lembranças horríveis. Horríveis digo , quando ela estava triste. Eu odiava vê-la naquele estado. As portas do elevador se abriram e eu corri , corri para a cobertura como se não houvesse amanhã. A vida dela era mais importante do que tudo. Ela não poderia ir embora assim , não agora. 


" S/N !?"- dei o grito mais alto que eu pude , vaguei meus olhos por todo aquele lugar e a vi perto da beirada daquele prédio. 


"Taehyung ?"-  virou-se e me fitou. Vi seu rosto angelical tomado por lágrimas e dor. Eu odiava vê-la assim. - Vá embora , tudo vai acabar. Tudo vai ficar bem.


"Não ouse fazer isso S/N. Pense em todos que te amam. Não faça isso S/N , não. "- me aproximei devagar da pequena garota que estava prestes a se jogar. 


"Desculpa Taehyung. Eu não aguento mais isso , não aguento mais essa vida. Eu não deveria ter nascido.."- se lamentou. 


"Se você nasceu é por que teve um propósito. Então não faça isso. Fique viva , eu estarei com você. Confia em mim." - estiquei minha mão para segura-la, ela não poderia ir embora. 


"Desculpa Taehyung" - a mesma deu um passo para trás e em questão de segundos estava caindo do 26° andar daquele prédio. 


"S/N , não !"- corri até o lugar de onde ela havia se jogado e vi apenas seu corpo caindo e em segundos se espatifando no chão. A vida de mais uma garota havia ido embora. Todos as julgavam louca , diziam que não pensava na vida , que não a valorizava. Porém o que ninguém sabia é que o que ela passava era muito pior do que sua morte. S/N havia deixado sua família e namorado para trás. Mas também , ela havia me deixado. Ela havia deixado o cara que a amava para trás e nem se quer soube disso. Eu a amava mas ela se foi , o que eu poderia ter feito ? Eu deveria ter salvado-a , eu não pude. A culpa estará comigo para o resto de minha vida. Sempre vou lembrar desse dia como "o dia em que uma garota triste se foi". O dia em que S/N se foi.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...