História A. - Interativa. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ever After High
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Drama, Ever After High, Interativa
Exibições 27
Palavras 1.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Penultimo cap.deste arco. :3

Capítulo 9 - Cap. 09.


Anne caminhava lentamente pelos corredores, ela observava o movimento de alunos que vinham e iam por ela, de vez enquanto ela topava com algum casal conversando, ela de certa forma se sentia mal perto deles, como se aquilo fosse algo ruim ao seus olhos, ou será que era outra coisa.

-senhorita Anne. –Gael apareceu do alem ao seu lado esboçando um sorriso gentil. –bom dia.

-Gael, se é louco quase que te dei um murro. –ela diz ofegante pelo susto mais logo se recompõe. –não chegue assim nas pessoas...

-oh, perdão não foi minha intenção assustar você. –ele diz arrependido.

-tudo bem... –ela suspira. –e impressão minha ou o dia esta mais calmo do que o normal?

-bem, calma eu não diria, acabou de acontecer uma briga em outro corredor. –ele diz olhando o teto.

-QUE?! E ninguém me avisa. –ela diz exaltada tirando uma risada do rapaz. –hm... do que você ta rindo?

-nada... –ele desvia o rosto.

-eh?-o sinal bateu e todos já começaram a ir para a suas salas. –bem, e aqui que nos despedimos... até.

-até... oh, espera. –ele segura o braço dela de leve chamando sua atenção.

-que?

-ah... eu queria saber... –ele encarou os olhos da jovem dama e então suspirou. –esquece, a gente se vê outra hora. –ele diz sorrindo e se indo.

-okay... –ela entrou em sua sala.

 . . .

-ANNE!!-Sky chegou que nem louca na sala quase derrubando a loba da cadeira por conta do susto. –eu matei um cara!!-ela diz segurando os ombros da loba desesperada.

-que?- Anne a olhou surpresa e confusa.

. . .

-Meu Deus, Sky... –Anne olhou o corpo do rapaz surpresa.

-foi sem querer. –ela diz soluçando enquanto abaixava ao lado do rapaz.

Ele tinha cabelos negros meio bagunçado e aparentemente recém cortados, a pele branca. Ele era alto e visivelmente forte. O mesmo estava imóvel com um corte na testa que ainda saia sangue lentamente.

(N/A: Resumo do acidente, Sky empurrou ele acidentalmente da janela do segundo andar, ela escorregou e bateu acidentalmente nele.)

-tá bom, precisamos de um machado, sacolas grandes e uma pá. –disse Anne olhando Sky seria.

-que?! Nem pensar, não vamos dar um fim assim nele. –ela disse nervosa.

-hm... –o rapaz deu sinal de vida resmungando. –ai. –ele se sentou letamente e levou a mão a testa.

-Oh!! ELE NÃO MORREU!!-Gritou Sky alegremente.

-que bom. –Anne encerrou os olhos do rapaz notando o rosa meio avermelhado que neles habitava, eles a encarava confuso.

-quem são você?-perguntou calmo porem direto e firme.

Nome: Pedro Gariti, Idade: 15 anos, filho do Javar.

-ah, bem... Eu sou a Sky, esta e  Anne... –começou Sky nervosa.

-você tropeçou e caio da janela. –Anne cortou rapidamente a amiga.

-sim, e viemos ver se estava bem. –completou Sky sorrindo nervosamente.

-hm... –ele as olha franzindo a testas e se levantando. –obrigado, mais não preciso da ajuda de ninguém. –ele saio nervoso.

-idiota. –disseram em uni som. –eh?-se olharam surpresas e começaram a rir.

-então agora... eu já vou indo?-Anne se levantou.

-para onde você vai?

-Lugar nem um, mais eu tenho aula de Vilania, e você sabe como é o professor.

-hm... entendo, bem até.

-Falou.

. . .

Anne estava prestes a entrar pela porta da sala quando acidentalmente esbarrou em alguém.

-Foi mal. –disse a garota sorrindo de leve.

-não tudo bem... –ele a encarou de cima em baixo como se a analisa-se e então sorriu. –Primeiro as damas. –abriu caminho para ela.

Nome: Thiago Devil, Idade: 15 anos, filho da Cruela.

O garoto tinha olhos vermelhos rose assim como seu cabelo levemente bagunçado, a pele branca. Alto, corpo forte mais não exagerado. De forma cavalheira abriu caminho para que ela pudesse passar primeiro.

-obrigado. –disse Anne se dirigindo para seu assento.

-disponha... –ele se retirou.

~ Mais Tarde. ~

A aula já havia chegado ao final, Anne acabou tendo que levar os livros de volta a biblioteca por ter sido a ultima a sair. No caminho ela ia tranqüila segurando duas pilhas de livros uma em cada braço. Pouco antes de chegar a biblioteca passou em frente a uma sala vazia e escutou vozes lá dentro, curiosa optou por observar o que se passava, era Gael. Ele movia as pequenas chamas azuis de uma mão a outra em volta de um vidro o mondando lentamente e com cuidado. Anne acabou ficando hipnotizada pelo movimento das mãos do rapaz, as labaredas de fog dançavam lentamente ao som de Hold My Heart que tocava no celular.

Anne ficou tanto tempo observando que ele acabou a notando na porta, o mesmo sorriu e sem começou a brincar com as chamas fazendo desenhos e ainda assim moldando o vidro de forma mais entusiasma. Anne abriu um largo sorriso e então alguns fragmentos saíram do cajado que estava repousado atrás do rapaz e se dirigiram ate ela, dançando ao seu redor e aos poucos a fazendo adentrar a sala. As mesas chamas pegaram os livros que ela carregava, sem os queimar, e colocaram sobre a mesa.

-Eu não sabia que gostava de observar as pessoas. –ele disse sorrindo de leve e a olhando com um olhar gentil e calmo.

-desculpa, eu não queria... mais... como faz isso, tipo e incrível.

-wom, obrigado, mais eu não as controlo apenas guio, são chamas passadas a gerações na minha família... elas jamais apagam. –após terminar de falar as chamas se esvaíram de sua mão voltando para o lampião do cajado.

-legal. –ela se sentou em uma mesa o observando girar uma rosa de vidro que flutuava a sua frente.

-mais é você, qual o seu dom?-ele a olhou curioso.

-quer dizer alem de virar um lobo, hm... vamos ver, Audição bastante apurada, rapidez, visão noturna aguçada. –ela contava nos dedos e olhava o teto. –acho que só.

-você esqueceu sua beleza exuberante. –ele sorriu se levantando.

-isso foi um belo elogio. –ela riu o mesmo a acompanhou.

-então, My Lady. –ele se curvou lhe entregando a rosa.

-que Cavalheiro. –ela riu e pegou a rosa.

-bem, eu posso me livrar desses livros para você. –ele estranhou os dedos e os livros caíram em uma espécie de portal.

Na biblioteca as duas irmãs deram um alto pulo quando os livros caíram a sua frente fazendo um alto estrondo ao se encontrar com a mesa.

-valeu. –ela sorriu se levantando.

-disponha. –com um sorriso ele se retirou deixando a jovem para trás com um sorriso e o mais belo e novo presente.

. . .

Já era noite e todos estavam de volta a seus dormitórios. As três jovens já estavam portas para dormir.

-hm... que presente bonito. –disse Sky ao notar a flor de vidro sobre o criado mudo da amiga.

-eu sei. –ela sorriu ao observar a peça bem equilibrada de pé ao lado de sua cama.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...