Hist√≥ria A Aluna Nova ūüĒĻ Kim Namjoon - Cap√≠tulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Got7, Sistar
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bambam, Bora, Bts, Colegial, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Romance, Suga
Exibi√ß√Ķes 107
Palavras 973
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
G√™neros: Colegial, Ficção, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta hist√≥ria s√£o apenas alus√Ķes a pessoas reais e nenhuma das situa√ß√Ķes e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma fic√ß√£o. Os eventuais personagens originais desta hist√≥ria s√£o de minha propriedade intelectual. Hist√≥ria sem fins lucrativos, feita apenas de f√£ para f√£ sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu estava sem criatividade, então demorei um pouquinho para continuar.
Sorry, amo vocês‚̧

Capítulo 4 - Minha História?


Fanfic / Fanfiction A Aluna Nova 🔹 Kim Namjoon - Cap√≠tulo 4 - Minha História?

Eu almocei e de tarde maratonei séries, comi pipoca, coisas assim. Só fui reparar que estava com a camiseta de Nam quando ele bateu na porta.

- O-oi, Namjoon. Por que você está aqui?

- Hum, minha camiseta. Você ficou com ela. Pode me dar?

Eu já ia tirar a blusa na frente dele quando minha mente processou aquilo.

- A-ah... Eu vou no quarto.

- Para mim está ótimo você tirar aqui.

 Fiz careta, mostrei a língua e fui para o quarto. A frestinha na porta fez com que Nam me visse. 

- Seu tarado, sai daqui - joguei um chinelo na cara dele

- Ai!

 Ele entrou no quarto, me deu um selinho e saiu. Eu suspirei e pus a blusa.

Na sala, entreguei para ele e o beijei. 

- Pelo que vi, você gosta de Stranger Things - ele disse

- Gosto sim, por quê?

- Porque eu também estou no último episódio e seria uma beleza dividir esse sofá com você.

- Claro, Nam.

Fechei a porta, peguei um cobertor, e fomos para o sofá, peguei a pipoca e ofereci à Namjoon. Ele pegou um pouco.

- Você gosta de sal, não?

Sorri e assenti.

- Percebe-se.

 Assistimos o resto, ficamos criando teorias bizarras e coisas que para mim são maravilhosas❤

- Aposto que a Eleven vai voltar - ele disse

- Claro que vai.

- O Mike vai voltar para o universo alternativo, né?

- Não sei.

Passamos a tarde juntos, uma tarde maravilhosa.

~QUEBRA DE TEMPO

Três meses depois, Namjoon e eu continuávamos muito apaixonados. Eu havia criado uma grande amizade com Hyuna, que havia ficado bem amiga de Hoseok/Hobi.

Eu estava com Namjoon em meu apartamento.

- Ah, tá legal e tudo mais aqui, mas nós podemos sair, ir na piscina, não?

Assenti. Fomos chamar os garotos, além da Hyuna. 

Quando voltamos, fomos até o apartamento gigante de Nam para ir na piscina. 

- Manaka... Vamos trocar de roupa? Pôr o biquíni e essas coisas... - disse Hyuna

- Claro. Nam, onde podemos fazer isso?

- Tem uma espécie de, hum... Vestiário, reto e dobrando à esquerda. 

Fomos até lá, entramos.

- Hum, Manaka, qual sua história?

- Como, Hyuna?

- Sua história. Uma história legal para contar para seus filhos, e seus filhos contarem para seus netos?

Eu parei um pouco e fiquei pensando. Qual? Eu não sabia. 

- Sabe, Hyuna... Eu não tive nenhuma história realmente interessante na minha vida.

Ela sorriu de um jeito fofo. Ela era muito fofa!

- Você tem uma história?

- Tenho. E é muito intensa.

- Você pode me contar?

- Aham, é que...

- MENINAS?! TÃO FAZENDO O QUÊ AÍ?! HYUNA, VOCÊ PENSA QUE EU ESQUECI DE QUANDO VOCÊ QUESTIONOU SUA SEXUALIDADE??! LARGA MINHA NAMORADA!!

Ele abriu a porta.

Eu corei. Me senti um pimentão.

- Namjoon! Você falou NAMORADA!!

- Falei? - questionou

- Falou, sim!! - Hyuna riu

- Não, não falei. Hyuna, cala a boca.

Ela riu e nós saímos. Eu não achei que o biquíni estava muito escandaloso, mas Namjoon e os meninos ficaram olhando para mim e para Hyuna.

 - Vocês... Vocês não tem nada para fazer não?! Dar um mergulho?! - Hyuna disse

Hobi mergulhou e voltou para a superfície. Soltou um "caralho" e disse que a visão era muito boa. Os meninos mergulharam também, e Namjoon começou a bater neles. Hyuna riu. Olhei para ela e ri também.

No final da tarde, eu estava mergulhando, quando dei de cara com Nam. 

Ele olhou para mim em baixo da água e me deu um selinho. Voltei para a superfície e ri, escondendo o rosto. Saí da piscina, como todos, e fomos tomar uma ducha. Depois, colocamos uma roupa e fomos assistir um filme. Fomos assistir um filme. Kookie, Tae, Jin e Jimin ficaram em um dos sofás, Hobi no outro com Hyuna eu seu colo. Todo mundo shippava e apoiava eles, mas eles não assumiram por muito tempo. Mas eu acho que agora... Bem, enfim, e no outro sofá eu e Nam. Assistimos Invocação do Mal, eu via que Hobi abraçava Hyuna.

 Nam até me abraçou, mas porque quis. Eu não tenho medo disso, não.

No final do filme, eles foram embora. Eu fiquei no apartamento de Namjoon. 

Sentei em sua cama e ele disse que ia buscar uma coisa. Ele trouxe um pacote.

- Abra - ele disse

Eu abri, e tirei de dentro um anel. Eu ia GRITAR. Namjoon pôs a mão na minha boca.

- Shh, linda. Por enquanto é de namoro, mas logo será de casamento.

Eu ia chorar. Nam me abraçou e deitamos. Ele se virou. Me beijou. Passou a mão na minha nuca e me ergueu. Sentei na cama, surpresa. Namjoon me encarou com o olhar.

- Nam, você poderia me esperar? Eu tenho... Medo.

Ele sorriu e disse:

- Claro, eu te respeito. Mas eu só quero avisar uma coisa: logo, logo, terá uma menina muito linda deitada nessa mesma cama.

- Nam!! Sério?! Eu não acredit...

Ele colocou o dedo em meus lábios.

- E ele vai me chamar de papai.

Eu sorri e o abracei. Nam era muito romântico, e eu realmente amava ele. Dormimos abraçados.

Quando acordei, já eram 11:00. 

Ouvi um barulho de panela do chão. 

- Namjoon! Olha aí, seu desastrado!

Era uma voz feminina.

- Ei, ela ainda não acordou.

- Ela dorme, né?

Ri. Com certeza era Hyuna.

Desci as escadas do duplex e vi eles na cozinha. Eles não me viram.

- Droga! Olha aí, trouxa! - Hyuna disse, apontando para a panela de comida no chão.

- Eu vou buscar comida em um restaurante. Ele pegou as chaves e saiu.

- Hyu... Pobrezinho dele! Tão desastrado! - ri

- Com certeza, Naka. 

- Vamos limpar isso.

Enquanto limpávamos, resolvi falar com ela.

- Hum... Hyu... Eu tenho uma história para contar sobre minha vida.

- Ah! - disse, sorrindo - me conte!

- Minha história foi se apaixonar por um garoto muito desastrado, que conheço da maneira mais estranha e me apaixonei apenas o olhando. Essa é minha história porque eu nunca iria saber que um menino tão lindo e romântico iria se apaixonar por alguém como eu. Minha história foi amá-lo. Ele é minha história.








Notas Finais


‚̧


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...