História A Aluna Nova ➖ Kim Namjoon - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Colegial, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Romance, Suga
Exibições 66
Palavras 875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Sob Pressão


 - Olha, Nam, ele parece mesmo uma criança! - eu disse rindo

Ele sorriu e fomos em direção à Yoongi.

- Oi, Namjoon! Oi, Naka! - ele sorriu

- Manaka - Namjoon corrigiu

Dei uma cotovelada em Namjoon e disse:

- Naka.

Ele mostrou a língua para Namjoon e piscou.

- Vamos até a área dos brinquedos? - ele disse - Por favor? - fez biquinho

Namjoon assentiu.

Yoongi correu. Eu não sabia de onde ele havia tirado tanta energia.

Ele correu até a máquina com um gancho para pegar pelúcias, ele não errou uma. 

- Pegue, Naka - me alcançou um irso

- Obrigada.

- E esse - me alcançou um Pikachu

- Obrigada, Yoongi.

- E mais esse - me alcançou um patinho

- Muito obrigada!

Namjoon suspirou, abriu caminho e disse:

- Minha vez.

Ele tentou uma, duas, três, quatro vezes e não conseguiu.

Yoongi riu. Fomos até a praça de alimentação. Conversamos, e no fim da tarde eu já havia ficado bem próxima de Yoongi.

Ele era gentil, educado e muito alegre.

Quando chegamos na minha casa, Nam falou:

- Tenho uma proposta para te fazer, Naka.

- E qual é, Nam?

- Você não quer morar comigo?

- Morar? Sério?

- Sim.

- Ah, acho que seria legal.

-Beleza, amanhã começamos a mudança.

- Amanhã?! Tá louco, Kim Namjoon?!

- Por você.

Bufei e concordei.

No dia seguinte a mudança já estava pronta. 

~QUEBRA DE TEMPO~

Passaram-se duas semanas. Eram duas da madrugada. A insônia estava fazendo parte da minha vida, os estudos estavam pesados. Saí para tomar um ar. Coloquei um moletom e saí.

- Ei, menina...!

Olhei para um homem, que vinha em minha direção, seu aparência era horrível.

- Que menina bonita...

Recuei um passo, ele começou a me perseguir, eu comecei a correr. Cada vez mais rápido. Ele alcançou meu braço, me puxou. 

Eu tentei me livrar, mas ele me segurava forte.

- Vamos te conhecer por dentro...

Eu tentei correr, ele me puxou para perto, me conduziu à um beco. Baixou o zíper, logo as calças. Abaixou minha calça. Eu tentava de todas as maneiras escapar.

Ele me deu um soco no rosto. Eu via tudo embaçado, ao fundo uma luz, de um poste. 

- Não, não... Por favor, não! Por favor! Pare! 

Ele ia abaixar minha calcinha quando alguém no fundo gritou:

- Ei! Cara, o quê você está fazendo?!

- O quê acha, jovem?! Saia daqui!

- Não, não. - segurou um dos braços dele

O homem deu dois socos seguidos no garoto atrás, que eu ainda não havia identificado. Eu ia correr quando o homem me deu um tapa e eu caí no chão. Pude ver as silhuetas trocando socos, chutes. 

O gosto de sangue percorria a minha boca quando fechei os olhos.

No dia seguinte, levantei com uma sensação estranha. Tinha um bandaid no canto de minha boca e próximo aos meus olhos. Toquei meu rosto, doía muito.

- Ah, finalmente você acordou, Manaka.

- Hum... Jin? O quê acont...

- Manaka, coma algo, depois eu te levo para seu apartamento.

- Eu não est...? - olhei ao redor - Droga. Namjoon deve estar muito preocupado.

- Eu já falei com ele. - ele me alcançou um sanduíche - Agora pegue. Coma. Descanse. Se quiser, durma mais um pouco.

Ele saiu e me deixou sozinha no quarto. Repousei minha cabeça nos travesseiros e suspirei. Comi, o sanduíche estava muito bom.

 Eu não me lembrava de quase nada da noite anterior. Tentei levantar, mas meu corpo doía muito. Soltei um "aí" e percebi que meus esforços seriam em vão. Dormi.

Quando acordei, Jin estava sentado próximo à mim, trocando o bandaid do meu olho. Estreitei um pouco o olhar e vi que ele estava com um olho roxo e vários cortes no rosto.

- Jin... O quê aconteceu?

- Bem, Manaka, você ia ser estuprada..

- O quê?! - interrompi

- Você ia ser estuprada por um homem quando cheguei. Estava saindo da festa de Gayoon, fiquei lá um pouco mais. Ia para casa, a pé mesmo, e passei por um beco perto do seu apartamento. Vi aquilo e impedi que ele fizesse outras coisas. Depois que você desmaiou de dor, ele te espancou mais, você não está bem. Eu chamei Namjoon, ele está à caminho.

Chorei.

- Ah, Jin, - parei - você não tem um computador aí?

Ele assentiu. Liguei para meu pai pelo Skype.

~Yno Manaka ON

- Pai - disse chorando

- Filha - ele suspirou

- E-Eu não estou bem.

- Eu percebi. Naka, o quê é isso no seu rosto? 

- Nada, pai. Nada.

- Manaka... Foi bom você me ligar. Já posso te dizer uma coisa.

- O quê, pai?

- Suas passagens de volta para o Brasil, a essa altura, estão no correio de seu novo apartamento.

~Yno Manaka OFF

- Não! - eu chorei - Não!

Jin me abraçou. A campainha tocou, e Jin foi atender.

Namjoon correu até a cama em que eu estava. Me abraçou. Me beijou. Disse que tudo ia passar. Ele sabia o motivo de eu estar chorando? Por enquanto acho melhor nem contar.

~QUEBRA DE TEMPO~

Eu estava na cama do apartamento, Kookie fora me visitar.

- Kookie...

- O quê, Nakinha?

- Eu vou voltar para o Brasil.

- O quê?! WTF?!

- O Namjoon não pode ficar sabendo. Só você e o Jin sabem.

Kookie me abraçou. Passou as mãos pelo meu cabelo. Chorou junto comigo. Ele era meu amigo verdadeiro, então eu sintia que podia contar com ele. Era o que eu esperava, já que não era um segredinho bobo de amigos da 5ª série.




Notas Finais


:']


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...