História A Amiga do Assassino - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Jeff The Killer
Personagens Jeff, Personagens Originais
Tags Assassinato, Castiel, Jeff The Killer, Poderes
Visualizações 44
Palavras 2.206
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Super Power, Terror e Horror, Violência, Visual Novel
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Trabalho e A Chuva - Parte 1


P.O.V Anyel

.

.

Hoje eu acordei bem cedo, até mais cedo que o Jeff, fui ao banheiro tomei meu banho, coloquei uma regata preta  que mostrava a barriga, tinha uma escritura em vermelho "Go To Sleep" como se fosse sangue, uma calça jeans preta com um cinto, meu amado all star preto, arrumei meu enorme cabelo que ia até a minha bunda, e a franja que tapava meu olho branco também, sim eu tenho heterocromia, meu olho esquerdo é branco e o outro negro, depois de me arrumar eu fui a cozinha e preparei o café da manhã preferido do Jeff. Ovo, bacon, suco de laranja natural sem açúcar e algumas frutas vermelhas, eu escutei o abrulho da escada e logo vi o Jeff entrando na cozinha na maior cara de sono

.

Jeff- Bom dia - Ele se aproximou de mim e me deu um beijo na bochecha - O Que te fez acordar tão cedo? - Ele me abraçou por trás

Anyel- Uma coisa chamada sem sono - Ele soltou uma risada baixa e deitou a cabeça no meu ombro 

Jeff- Engraçadinha - Ele me deu um beijo na bochecha - O cheiro está ótimo 

Anyel- Obrigada, agora o senhor pode se sentar que eu tenho que tomar café e ir a escola - Ele faz uma cara emburrada

Jeff- Ta - Ele me soltou e se sentou em uma das cadeiras, eu servi o café da manhã dele e tomei o meu também, eu olhei o Jeff para me despedir, ele já estava arrumado alguma coisa tem ai

Anyel- Aonde vai? - Eu perguntei sem rodeios 

Jeff- Buscar grana com o Slender, depois eu vou matar um pouco - Ele me olhou - Que fofa um mini cosplay de mim - Ele soltou uma risada alta e eu sorri de lado 

Anyel- Que foi? Eu adoro essa roupa é confortável - Eu dei um beijo na testa dele - Eu tenho que ir até de tarde 

Jeff- Até

.

.

Eu saiu dali fui a sala e peguei minhas coisas, logo eu sai de casa e comecei a andar, quando cheguei a entrada da floresta vi o Castiel parado encostado em uma das árvores da entrada

 

Anyel- Ta fazendo o que aqui? - Eu perguntei olhando ele 

Castiel- Deu vontade de te acompanhar até a escola - Eu revirei os olhos e nós começamos a andar - Nanica sobra ontem..

Anyel- O que tem ontem Slender 2.0?

Castiel- Nada esquece 

Anyel- Ok - Depois de alguns minutos nós chegamos a escola, e cada um foi um lado, eu me sentei em um banco sozinha 

.

.

Eu fechei os olhos um pouco mas logo notei uma sombra na minha frente quando abri os olhos era uma garota platinada e um garoto de cabelos azuis

.

Garota- Olá eu sou a Rosalya, mas pode me chamar apenas de Rosa, esse do meu lado é o Alexy, mas também conhecido como purpurina 

Garoto- Olá, você é muito fofa sabia? - Eu os olhei quietas vendo a animação deles de manhã

Anyel- Prazer eu sou Anyel, mas podem em chamar apenas de Any é mais fácil, e obrigada Alexy - Eu sorri gentilmente para eles

Rosalya- Vem eu vou te apresentar a turma - Ele pegou a minha mão e saiu me puxando para perto de uma rodinha - Gente essa é a Anyel, Any esses são Violette - Ela apontou para uma garota de cabelos roxos - Priya - Ela apontou para a indiana - Bia - Ela apontou pra menina baixinha - Íris - Ela apontou para a ruiva - Peggy - Ela apontou a garota que aparentemente era jornalista - Kim - Ela apontou para uma morena - Melody - Ela apontou para uma garota toda certinha - Agora os meninos, esse é o Nathaniel - Ela apontou para um loiro - Esse é o Lysandre - Ela apontou a uma moço que se vestia com a moda vitoriana - Esse é o Armin - Ela apontou para um garoto que jogava em um psp nem prestava atenção - Esse é o Kentin - Ela apontou para um garoto de calça militar - E esse é o... - Eu interrompi ela

Anyel- Cabelos de menstruação denominado Castiel - Todos soltaram uma risada e o Castiel fez uma cara emburrada 

Castiel- Se eu sou cabelo de menstruação você é uma tabua nanica, me diz porque usa sutiã se não tem nada? - Ele falou em um tom de deboche 

Anyel- Pelo mesmo motivo que você usa cueca sendo que não ha nada ai em baixo - Algumas pessoas fizeram um "OOOOHHHH" e ele voltou a ficar embirrado

Lysandre- Por favor não briguem - Ele falou de maneira calma 

Anyel- Vou brigar não Lysandre, pode ficar calmo 

.

O sinal para as aulas bateu e nós fomos para a sala, cada um sentou em seu devido lugar, logo uma mulher entrou na sala e colocou as cosias dela em cima da mesa

.

Professora- Bom dia turma, eu sou a Professora Helena e darei aula dou aula de música e dança. Hoje como eu sei que tem uma aluna nova, peço que cada um venha se apresentar, podem escolher entre cantar e dançar, bom quem vais er o primeiro? - Uma garota no estilo patricinha levantou a mão e foi até la na frente com mais duas garotas

???- Nós vamos dançar Work From Home - A professora colocou a música e elas começaram a dançar, seus movimentos eram para serem sensuais mas elas pareciam umas galinhas dançando musica, assim que ela acabou foram outros alunos, el algum tempo apenas faltava eu o Castiel e o Lysandre, o Lysandre cantou uma música e caralho ele canta muito bem, depois foi o Castiel ele apenas tocou uma música, eu conhecia bem era Highway To Hell da banda AC/DC, depois chegou a minha vez, eu estava com um frio na barriga, mas fui até lá na frente e peguei a guitarra que tava em um canto e me posicionei, logo comecei a tocar e cantar, estava tocando e cantando The Trooper da banda Iron Maiden 

.

.

 Anyel- 

You'll take my life, but I'll take yours too
You'll fire your musket, but I'll run you through
So when you're waiting for the next attack
You'd better stand, there's no turning back

The bugle sounds and the charge begins
But on this battlefield no one wins
The smell of acrid smoke and horses breath
As I plunge on into certain death

Ooh, ooh, ooh, ooh, ooh
Ooh, ooh, ooh, ooh, ooh

The horse he sweats, with fear, we break to run
The mighty roar of the russian guns
And as we race towards the human wall
The screams of pain as my comrades fall

We hurdle bodies that lay on the ground
And the russians fire another round
We get so near yet so far away
We won't live to fight another day

Ooh, ooh, ooh, ooh, ooh
Ooh, ooh, ooh, ooh, ooh

.

.

We get so close, near enough to fight
When a russian gets me in his sights
He pulls the trigger, and I feel the blow
A burst of rounds take my horse below

And as I lay there gazing at the sky
My body's numb and my throat is dry
And as I lay forgotten and alone
Without a tear I draw my parting groan

Ooh, ooh, ooh, ooh, ooh
Ooh, ooh, ooh, ooh, ooh

.

Quando chegou o solo de guitarra e me soltei, eu fui abaixando de vagar até que eu ajoelhei e continuei a tocar, depois eu fui levantando, eu não errei uma nota, eu sabia tocara quela música muito bem, assim que a música acabou eu olhei pra turma que estava de boca aberta

.

Anyel- Eeeeehhhh - Eu fiquei um pouco envergonhada e todos se levantaram e me aplaudiram, bom nem todos, aquelas 3 garotas do começo, nem se mexeram, não em importei, nem com o olhar de raiva da loira 

Rosalya- Uau menina você toca muito bem - Ela veio me dar um abraço no qual eu retribui depois guardei a guitarra no lugar 

Anyel- Não é para tanto Rosa 

Lysandre- Rosalya tem razão a senhorita toca muito bem - Ele falou se aproximando da gente 

.

.

O resto das aulas foi legal até, eu fique com a Rosa e o Alexy eles são bem legais, eles me chamaram para ir ao shopping, mas eu disse que não sabia se podia ir, inventei a desculpa, que quando eu chegar em casa  eu perguntaria ao meu pai, eles me passaram os telefones deles e me adicionaram em um grupo da sala, quando chegou a hora de ir embora, eu arrumei minhas coisas e fui indo até a saída 

.

.

P.O.V Castiel

.

.

Eu esperei a Anyel no portão da escola, ela apareceu em alguns minutos, e eu fui falar com ela

.

Castiel- Ei tabua 

Anyel- O que foi cabelo de menstruação? - Ela perguntou sem me olhar e continuou andando, eu fui andando ao lado dela

Castiel- Onde aprendeu a tocar bem assim? - Eu tava tentando ser legal, porque? Porque ela toca e curte rock, isso é legal são poucas as garotas que curtem esse estilo 

Anyel- Sozinha

Castiel- Nunca fez aula? 

Anyel- Não, meu pai me ensinou na verdade, ele adora música, eu acabei pegando esse gosto e bem ele me ensinou o básico o resto eu fui aprendendo sozinha - Eu fiquei quieto depois disso - ....Porque ta me acompanhando de novo?

Castiel- Para.... - Eu fui interrompido por ela

Anyel- Eu não em perder no caminho, saiba que eu sei esse caminho muito bem - Ela revirou os olhos

Castiel- Tabua ta ficando nervosa? - Eu falei a provocando

Anyel- Vai a merda - Ela apertou o passo e andou um pouco na minha frente, eu voltei a ficar do lado dela, até que ela ficou olhando um carrinho de algodão doce 

Castiel- Você quer?

Anyel- Não, eu tenho que almoçar ainda - Eu ignorei esse tentativa de mentira dela e comprei o algodão doce e dei pra ela

Castiel- Você ta me devendo essa 

Anyel- Eu não pedi pra comprar, mas valeu to te devendo essa - Ela começou a comer o algodão doce ela parecia uma criança que experimentou doce pela primeira vez, eu me perdi em meus pensamentos, mas foi ai que eu lembre do que a Íris me deu das anotações da aula 

Castiel- Hey tábua uma amiga me passou os trabalhos que perdemos ontem, então a gente ta de dupla, vai fazer na minha casa ou na sua? 

Anyel- Na sua - Ela falou meio desesperada 

Castiel- Que desespero é esse? To vendo que você quer muito ir na minha casa 

Anyel- Não é isso, meu pai não gosta que eu traga garotos lá em casa, ele fala que eles vão me desviar dos estudos - Ela falou calmamente, ela parecia ter problemas com o pai, melhor não tocar mais no assunto, voltamos a fica em silencio, em alguns minutos nós chegamos na casa dela

Castiel- Bem, acho que a gente se despede aqui... - Eu vi ela indo até a porta e pegou um pedaço de papel

Anyel- Ou não...entra um pouco, parece que vai chover, e não é bom ficar em uma floresta quando chove - Eu olhei para trás e para o céu, estavam vindo nuvens de chuva - Entra logo não quero ser a causa da morte de ninguém - Ela entrou na casa e deixou a porta aberta 

Castiel- Tabua se preocupando comigo? que fofo - Eu entrei na casa e fechei a porta, a casa era muito bonita, tinha uma sala com lareira de paredes de vidro, uma outra sala com uma tv, uma sala de jantar, uma cozinha e um banheiro, também tinha a escada para o andar de cima 

Anyel- Foca a vontade, meu pai não vai voltar tão cedo pra casa - Ela colocou a mochila dela em um canto da sala e eu deixei minha mochila no sofá - Ta com fome?

Castiel- Um pouco 

Anyel- Eu vou preparar algo pra gente comer - Ela foi em direção a cozinha e eu fui atrás, eu fiquei apoiado no balcão olhando ela - Tira foto também - Eu fiquei um pouco envergonhado pro ser pego olhando ela na cara dura, depois de alguns minutos ela terminou o almoço, era arroz com brócolis e hambúrguer - Espero que goste - Ela serviu um prato pra mim com uma quantidade boa de comida, depois serviu um prato pra ela, nós comemos em silencio 

Castiel- Você cozinha muito bem - Eu falei de boca cheia e isso arrancou uma risada baixa dela 
Anyel- Obrigada - Depois da gente comer a gente foi para a sala onde tinha a lareira, cada um sentou em um canto

Castiel- vamos fazer o trabalho? - Ela assentiu com a cabeça 

.

.

Nós passamos um tempinho fazendo o trabalho que era apenas para conhecer sua dupla e fazer uma redação sobre o mesmo, quando terminamos começou a chover forte, caia raios e ventava bastante, que alegria eu to preso aqui

.

.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...