História A Anja e o Demônio - Capítulo 6


Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjos, Demonios, Originais, Romance
Visualizações 16
Palavras 855
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Cap só com a visão da Reven pq sim :3 esperamos que gostem vlw flw

Capítulo 6 - Liberdade


Fanfic / Fanfiction A Anja e o Demônio - Capítulo 6 - Liberdade

POV. REVEN

Acordo de manhã com os poucos raios de sol que passavam pelas barras da cela batendo em meu rosto, sinto uma coisa macia em cima da minha pele e eu tinha certeza de que não era minha blusa, e tinha mais uma coisa... Sentia como se alguém estivesse comigo, sentia seu corpo forte encostado no meu.

Viro-me e fico de frente com o Kane que estava me olhando com seus olhos avermelhados que estavam me hipnotizando, mas me assustando.

Reven – K-Kane! – Falei me levantando rapidamente e quando o lençol sai da parte de cima do meu corpo percebo que não estava nem com minha blusa e nem meu sutiã e ele estava sem blusa também – O que você esta fazendo aqui?! Cadê minha blusa?! O que aconteceu noite passada!

Kane – Nada de mais... Digamos que tivemos um momento bem quente ontem – Lembrei-me do que ocorreu... Ele me beijou e depois me deito no chão ai ele tirou minha blusa e... Ah! Não quero nem lembrar!

Reven – Eu não acredito que fizemos isso! Saia daqui! – Kane ficou com um leve sorriso me vendo com raiva.

Kane – Ah! Vamos lá Reven! Não me diga que você não gostou – Eu... Bem... Acho que gostei... Mas não vou dar essa satisfação para ele!

Reven – Não! Não gostei! – Falei corando levemente, pois fiquei lembrando da noite passada...

Kane – Anjos são péssimos mentirosos... –Ele fala saindo da minha cela e pegando a própria blusa.

Quando fui tentar minha camisa e meu sutiã não conseguir, pois as correntes que me prendiam não eram grandes o bastante para isso.

Reven – Demônio pega minha blusa e meu sutiã que você jogou longe – Ele me olhou com um sorriso malicioso.

Kane – Só faço isso se você me de um beijo igual de ontem – Fico muito corada e ele fica rindo de mim.

Reven – N-não irei te beijar!

Kane – Então fique sem camisa – Abaixo minha cabeça para poder pensar.

Reven – Está bem! Irei te beijar! – O mesmo sorrir e entra novamente na minha cela.

O demônio bota as mãos na minha cintura e me deixa colada ao seu corpo definido, e, por algum motivo, eu estava querendo isso tanto quanto ele.

Kane aproxima nossos lábios formando um beijo que durou bastante, durou ate o nosso ar acabar e quando nos separamos amaldiçoei a mim mesma por não ter fôlego o bastante para continuarmos com os lábios selados.

Kane – Adoro quando você é uma boa menina. – Ele fala pegando minhas roupas e dando para mim.

Quando termino de me vestir, Kane segura meus pulsos só com uma mão e os levanta e fazendo-me sair um pouco do chão, ele me levantou o bastante para eu ficar de seu tamanho, e o mesmo aproxima sua boca do meu ouvido e sussurra.

Kane – Eu farei uma coisa por você linda anja, irei te dar a liberdade, contanto que você nunca mais volte para cá... – Ele me abaixo de volta no chão.

Reven – Terei minha liberdade?! – Ele apenas assinta. – Mas... Se eu for embora... Você ira manipular aqueles estudantes, e eu não posso permitir isso! – Kane levanta levemente meu queixo com seu polegar.

Kane – Eu realmente gosto de você anja, por isso irei me arriscar fazendo isso, tudo por quer te amo, e sinceramente... Não gostaria de te matar e continuar te mantendo aqui contra sua vontade. – Eu não pude acreditar em suas palavras... Ele me ama... Ira fazer isso por mim... – Aceitando ou não te libertarei. – Kane retira de seu bolso uma pequena chave enferrujada e retira totalmente minhas correntes.

Quando sentir meu corpo mais leve sem as correntes, faço pequeno movimento para aquece minhas articulações.

Kane – Agora vá, antes que eu me arrependa e te prenda de novo. – Apenas fico fitando ele em silencio sem me mover – Você esta surda?! Saia já daqui! – Ele falou me empurrando levemente para o terraço da prisão. – Vá, voe.

Lentamente abro minhas asas que fizeram um pequeno estalo por eu ter mantido elas fechadas por tanto tempo.

Pulo do terraço e bato minhas asas com toda a força, e fico planando alto por um tempo, ate que sinto elas formigarem e pararem de funcionar consequentemente me fazendo cair em queda livre.

Reven – Kane! Socorro! – Tentava bater minhas asas, mas elas não respondiam e estava já meio longe da prisão então Kane não deve ter me escutado... Provavelmente irei morrer quando me chocar com o chão.

Fecho meus olhos esperando pelo pior ate que eu paro de cair... Dois braços fortes que eu conhecia me seguraram. Era o Kane.

Kane – Não devia ter te mandado embora assim tão rápido... Desculpe-me Reven – Era a primeira vez que o escuto pedindo desculpas... E parecia que ele nunca tinha feito aquilo.

Reven – Tudo bem... Pelo menos não cair e me espatifei no chão – Ele da um leve sorriso e encosta a testa dele na minha.

Kane me leva para a prisão, e, desta vez não fiquei atrás das grades como antes. Realmente ele me ama... Mas o que aconteceria se a gente tentasse ficar juntos? Provavelmente iriamos virar inimigos do céu e do inferno... Eu já não sei, mas o que pensar nem fazer...


Notas Finais


Ta ai o cap, Feliz dia das crianças galerinha
Só isso por hj
UM BEIJO E UM QUEIJO DO MICK
E BJS DA REVENGER <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...