História A Aposta - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Bella Swan, Edward Cullen
Tags Comedia, Drama, Romance
Visualizações 47
Palavras 1.122
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura! :)

Capítulo 41 - 2 Temporada: Conselhos do Emmett.


Fanfic / Fanfiction A Aposta - Capítulo 41 - 2 Temporada: Conselhos do Emmett.

Por Edward.

—Como foi com a Bella? - Pergunta Emmett quando eu entrei no quarto, ele estava lá, mesmo não sendo meu colega de quarto, meu colega de quarto que estava deitado na sua cama lendo um livro, se levantou dando a entender que iria nos deixar sozinho para conversar, eu sorri para ele como forma de agradecimento, e ele fez o mesmo. Emmett estava sentado na minha cama, "brincando" com o celular em suas mãos.

—Foi uma porcaria, quer dizer, não totalmente, mas boa parte nós só discutimos e discutimos, eu falei muita coisa que era verdade, mas que me arrependo, assim como ela que me falou muita verdade e aposto que não se arrepende, mas eu consegui, bom... Eu roubei um beijo dela, e ela gostou, quer dizer, no começo ela queria me empurrar e tentou resistir, mas depois de tanta insistência minha ela cedeu e nos beijamos, e Emmett, céus, eu juro que eu pude me relembrar de cada gostoso momento que eu vivi com ela, Emmett, eu a amo tanto, ainda mais do que antes, eu não posso e não vou desistir dela, me chame de egoísta, maluco, babaca, mas não, eu não vou desistir dela. – Eu confessei despejando de uma vez só toda a historia, Emmett ouvia tudo de boca e abismado, eu suspirei.

—Ual, essa historia toda daria uma ótima novela. – Ele disse agarrando uma almofada. –Confesso que fiquei bastante feliz em saber que vocês dois se beijaram, mas acho que beijar uma garota força não é legal, isso só atiçou mais a raiva dela, apesar de que com certeza a fez sentir novamente algo por você, algo que para mim vai mais de atração, então eu acho que vocês dois acertaram e erraram meio termo, mas vocês dois ainda tem voltas, eu tenho quase certeza que você vai conseguir Edward, e pode contar comigo, você sabe disso não é? – Ele pergunta e eu sorrio percebendo que ele prestou atenção na história e está disposto a me ajudar, com certeza Emmett e Jasper eu posso contar sempre.

—O que eu posso fazer se pedir perdão não é o suficiente? – Eu perguntei com uma ponta de desespero, mas era verdade que não tinha muitas coisas para fazer, Bella não me perdoava, eu podia fazer o que fizesse, podia pedir perdão quantas vezes fosse ela não se rendia. Emmett fez uma expressão pensativa, colocando a mão sobre o queixo.

—Eu acho que você tem que reconquistar ela. – Ele responde. –É a maneira certa de fazer. – Ele acrescenta. –Você tem que provar para ela que mudou, tem que provar que é um novo homem e não um garotinho do terceiro ano que se diverte com muitas mostre para Bella o homem que você se tornou, apenas faça isso, ela percebera o esforço, notara a mudança e pode te perdoar, afinal se você não gostasse dela, você jogaria um foda-se para essa merda toda e iria comer a primeira garota que conseguisse, na verdade você iria foder a metade dessa universidade, mas não, você quer somente Bella, e você vai provar isso para ela, e ela irá ver. – Fala Emmett dando um longo discurso, eu suspiro, seu conselho foi realmente muito bom, e ele tinha razão, se eu fosse aquele Edward eu não iria estar nem ai para Isabella, mas não, eu a quero, a quero tanto que chega a doer, e eu vou provar isso á ela, mas algo me refreia, um medo toma conta de mim.

—Tem um problema Emmett. – Eu digo.

—Qual? – Ele pergunta com as sobrancelhas arqueadas.

—E se alguém tentar roubar Isabella de mim? E se alguém tentar ter ela, você sabe, Bella está muito, muito linda e atraente, ela está ainda mais mulher, ela está perfeita, os homens vão avançar, o que eu vou fazer? – Perguntei com medo e receio, Emmett se levantou, ficou de pé, andou até mim, parou na minha frente e me deu um tapa no rosto.

Meu rosto ardeu levemente, e eu olhei para ele de boca aberta e sem nada entender, o que esse babaca fez?

—Porque fez isso? – Eu perguntei passando a minha mão sobre o meu rosto, sentindo ele quente e minha barba mal feita.

—Você é homem ou um rato? Qual é o seu problema cara? Sério, me diz. – Ele disse indignado. –Você está preocupado que alguém possa roubá-la? E daí? Você é homem cara! Homem suficiente para dar um esporro no primeiro otário que vier de gracinha para cima dela, Bella é sua cara, e você é dela, você não pode deixar nenhum cara deixar roubar o seu posto. – Ele disse me dando um tapa leve no ombro, eu me senti animado, Emmett tinha razão, eu tinha que defender o que é meu, e Bella é minha.

—Você tem razão Emmett, Bella é minha e eu vou lutar por ela, e vou dar na cara de quem ousar tentar ter algo com ela. – Eu falei alto, forte e firme.

—Isso mesmo meu irmão, imagina a Bella como um pedaço de carne. –Disse Emmett me fazendo estacar e olhar para ele sério.

—O que? Um pedaço de carne? – Eu perguntei.

—É, um pedaço de carne que é só seu, e de mais ninguém, somente seu, ela é sua pedaço de carne, e você tem que protegê-la dos cachorros que vão tentar atacá-la, pois ela é sua pedaço de carne. – Disse Emmett com uma comparação horrível e quase que nojenta.

—Sua pedaço de carne? – Eu perguntei cerrando meus olhos e balançando a cabeça. –É sério isso Emmett? Um pedaço de carne? Você está comparando ela com um pedaço de carne? Qual é o seu problema? Isso é nojento, e que comparação é essa? – Eu perguntei indignado e sem acreditar no que ele havia dito às vezes Emmett é tão bom nas palavras, como ele foi agora a pouco, mas às vezes ele é péssimo.

—Eu não tinha outra coisa para comparar, foi à primeira coisa que veio na mente, mas não foi uma comparação ruim. – Ele diz se defendendo.

—Não foi ruim, foi péssimo, realmente horrível, eu acho até melhor você calar a boca. – Eu peço me afastando dele que estava perto demais.

—Você tem razão, eu vou ficar calado, mas lembre, eu to falando sério, e a comparação não foi das melhores, mas eu ainda assim estou certo. – Ele disse convencido, eu revirei os meus olhos.

—Cala boca Emm. – Eu pedi para ele me sentando na cama.

—Você tem sorte Edward, hoje vai ser um excelente dia de ficar de olho na Bella e tentar ainda mais uma reaproximação. – Ele diz.

—Porque diz isso? – Perguntei.

—Porque hoje a noite terá a festa de boas vindas da universidade. – Ele respondeu com um sorriso malicioso no rosto.

Continua.


Notas Finais


Comentem..

Até amanhã...

:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...