História A Aposta - Capítulo 47


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Bella Swan, Edward Cullen
Tags Comedia, Drama, Romance
Visualizações 40
Palavras 1.417
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Como prometido, capítulo novo as 23:30
Boa Leitura!

Capítulo 47 - 2 Temporada: Recomeçando em todos os sentidos.


Fanfic / Fanfiction A Aposta - Capítulo 47 - 2 Temporada: Recomeçando em todos os sentidos.

Por Edward.

Eu assoviava, arrumando a cama do meu quarto, meu colega de quarto já estava no refeitório almoçando, ele dormiu com uma garota e passou a noite na cama dela, só veio hoje de manhã para trocar a roupa e perguntar se eu queria algo para comer, eu neguei e assim que ele saiu, decidi arrumar a minha cama e também a sua, já que eu estava com uma disposição e felicidade não muito normal, nesse um ano, digamos que eu não sorri muito.

Alguém bateu na porta do quarto, e eu abri, dando de cara com Emmett, ele sorria com as duas mãos no bolso da calça jeans.

—Eu não te falei, falei?! – Ele perguntou, e eu estreitei os meus olhos.

—Do que você está falando? – Eu perguntei sem entender.

—Ora Edward, não se faça, eu vi muito bem a Bella entrando no quarto dela de manhã cedo com os cabelos revirados e os sapatos na mão, ela passou a noite com você não foi? – Ele perguntou e eu sorri, não poderia esconder isso de Emmett.

—Sim, ela passou. – Eu respondi. –Foi maravilhoso Emmett, foi fantástico na verdade. – Eu confessei dando espaço para ele poder entrar no meu quarto, ele entrou e sentou em cima da minha cama que já estava arrumada, eu contive a vontade de revirar os meus olhos.

—Eu te disse que meus conselhos iriam dar certo. – Ele falou se gabando.

—Que conselhos Emmett? – Eu perguntei ironizando e cruzando os meus braços. –Os conselhos de imaginar Bella como um pedaço de carne? – Eu perguntei segurando o riso, mas uma coisa era verdade, os conselhos de Emmett foram realmente eficazes para mim, ele me disse que eu deveria agir como homem de verdade quando um homem tenta-se atacar Bella, e foi exatamente como eu fiz, mas eu queria brincar um pouco com ele.

—Ah! E vai dizer que não funcionou? Porque as minhas dicas e conselhos sempre funcionam, eu estou até pensando em trocar a faculdade de engenharia para faculdade de psicologia, o que você me diz? – Ele perguntou ás vezes eu tinha as minhas dúvidas se Emmett falava sério, ou se ele apenas brincava com a minha cara, Emmett tinha uma capacidade para a atuação que me impressionava, por isso eu o olhei desconfiado, quando arrumava os lençóis de Taylor.

—Você está falando sério? – Eu perguntei o encarando, ele rio.

—Não, claro que não. – Ele respondeu rindo. –Você sabe que a engenharia é minha grande paixão, e eu não agüentaria cuidar de pessoas depressivas que necessitam de um conselho, isso me colocaria para baixo. – Ele disse se explicando. –Mas então, meus conselhos, realmente funcionaram? – Ele insistiu.

—Sim Emmett, eles realmente funcionaram, eu acho que você merece uns parabéns, agora em diante eu farei tudo o que você me mandar. – Eu disse querendo parecer sério e acho que realmente funcionou, pois Emmett também ficou sério.

—Verdade verdadeira? – Ele perguntou usando um dos seus antigos trocadilhos.

—Lógico que não Emmett, se toca! – Eu o repreendi rindo, ele em troca me deu uma almofada na cara.

—Babaca! – Ele xingou. –O que você está fazendo? – Ele perguntou.

—Arrumando a cama, não está vendo? – Eu devolvi a pergunta.

—Virou mulherzinha agora? Essa cama nem é sua. – Ele rebateu.

—Eu sei, mas não quero o quarto desorganizado. – Eu rebati, Emmett iria retrucar, mas a porta foi aberta e nele entrou Taylor, que cumprimentou Emmett e eu, e me agradeceu por ter arrumado a cama dele, logo Emmett e eu fomos para o refeitório, para encontrar Jasper, Rosálie e Alice, e claro que Bella, mas eu estava ansioso, será que ela sentaria sozinha novamente hoje? Porque eu não permitiria. E será que ela me ignoraria? Aquilo que ela disse foi somente de boca para fora? Eu rezava internamente que não.

Por Bella.

Entrei no quarto pronta para ir direto ao chuveiro tomar um bom banho, e me deparei com Alice já acordada se arrumando, ela usava um vestido claro, que ia até os seus joelhos, comportado e até mesmo básico, ela usava sapatilhas e fazia a maquiagem em um espelho grande que era portátil.

Assim que entrei nós nos encaramos por alguns segundos, decidi cumprimentá-la, eu já tinha resolvido as coisas com Edward, e como eu recomecei com ele, eu quero recomeçar com Alice também, quero mostrar aos poucos que estou mudando o meu comportamento.

—Bom dia Allie. – Eu a cumprimentei usando seu antigo apelido, eu vi o seu rosto ficar surpreso, provavelmente não esperava esse meu cumprimento.

—Bom dia Bella. – Ela cumprimentou de volta sorrindo. –Como foi a sua noite? – Ela perguntou, eu conhecia desde sempre Alice, e também sabia onde ela queria chegar, suspirei, eu tinha que entender que esse era o seu jeito de ser, sempre curiosa e querendo ou tentando fazer o bem dos outros, mesmo quando isso não seja da sua conta, talvez o meu excesso de raiva com ela naquele dia, eu tenha falado coisas que não deveria talvez eu tenha sido muito agressiva, e agora eu me arrependo.

—Ela foi boa, eu estava com Edward. – Eu respondi, e no fundo eu sabia que não era nenhuma surpresa para ela.

—Vocês voltaram? – Ela perguntou, eu coloquei meus saltos no chão e me sentei na cama, suspirando.

—Não, nós decidimos que vamos ser apenas amigos por enquanto, nós queremos recomeçar do zero. – Eu expliquei, ela sorriu novamente.

—Eu fico muito feliz com isso. – Ela confessou. –Eu acho que vai ser saudável para vocês dois recomeçarem do zero, principalmente como amigos, é uma nova chance. – Ela disse.

—É eu sei, eu quero que nós sejamos amigos, sabe. – Eu disse novamente suspirando um pouco cansada. –Eu quero deixar o passado para trás. – Eu confessei e declarei.

—Isso é ótimo. – Ela comentou, eu sorri para ela e me levantei caminhando para o banheiro, pronta para tomar um bom banho quente, assim daria para pensar em tudo que aconteceu em tão pouco tempo.

{...}

Quando saí do banho apenas de toalha, Alice ainda estava no quarto, mas dessa vez ela arrumava a sua cama, que tinha lençóis roxos, fronhas floridas e ursinhos de pelúcia em cima, definitivamente Alice ainda tinha o espírito juvenil.

Eu ri comigo mesma, e fui em direção as minhas roupas, que ainda estavam em minha mala, a abri, e olhei todas aquelas roupas sem nem ao menos ter ideia do que vesti, olhei para Alice que estava de costas para mim.

—Alice? – Eu a chamei.

—Sim? – Ela perguntou.

—Me ajuda a escolher uma roupa? – Eu perguntei incerta, e seus olhos brilharam com a minha pergunta.

—Claro. – Ela prontamente respondeu e se posicionou ao meu lado, me ajudando a escolher uma roupa, começamos a conversar e ver as opções, na verdade eu tinha pouca coisa, e poderia vestir qualquer coisa, pois eu não me importava com isso, mas eu queria me reaproximar de Alice, e essa era a melhor forma.

Ela escolheu uma calça jeans clara, e uma blusa regata branca, e insistiu que eu coloca-se um casaco amarrado na cintura, nos sapatos eu escolhi um tênis, que não era all star, mas era confortável.

—Bella? – Alice me chamou, enquanto eu amarrava meu cabelo em um coque alto.

—Sim? –

—Me perdoa por tudo que fiz? – Ela perguntou, eu olhei para ela, que estava constrangida, Alice nunca foi muito boa para pedir desculpas, assim como eu.

—Não há mais nada para perdoar, vamos recomeçar, lembra? – Eu perguntei e ela sorriu assentindo positivamente.

Naquele momento eu vi que nós tínhamos voltado a sermos amigas, passando em cima do nosso orgulho.

Por Edward.

Eu já estava na fila comprando o que iria comer, aproveitei para comprar para Bella também, mesmo não sabendo se ela iria ou não me ignorar, ou iria ou não sentar comigo.

Amigos.

Eu tentava manter isso em minha mente, nós éramos agora amigos, como ela mesma havia dito isso, então porque eu estava tão preocupado?

Por que eu tinha medo ainda de perdê-la com um piscar de olhos, e isso me deixava além de frustrado, me deixava aflito.

Senti uma mão pegar levemente em meu ombro, e me assustei, olhando para quem era o dono ou dona daquela mão.

Era Bella.

Estava linda com o cabelo preso, mostrando o seu delicado pescoço, e seu rosto a mostra.

—Oi. – Ela sussurrou.

—Oi. – Eu cumprimentei de volta sem conter um meio sorriso em meus lábios, eu estava meio abobado, eu não tinha a real certeza que ela viria até mim.

—Podemos sentar juntos hoje? – Ela perguntou constrangida.

A minha resposta era mais do que obvia.

Continua.


Notas Finais


Até...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...