História A aposta - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Amor, Aposta, Colegial, Justin Bieber, Romance, Traição
Exibições 94
Palavras 2.375
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Não confie


- Você me trouxe aqui para ganhar a aposta? - Olhei para o pôr do sol que era lindo visto dali

- Por quê? Você está quase se apaixonando por mim? - Ele arqueou a sobrancelha, dei risada e empurrei seu ombro

- Nem de longe! - Ele deu risada - É que você me trás pra ver o pôr do sol, me abraça...

- Sou um cara romântico, só acho que você precisa conhecer uns caras menos cafajestes por aí

- Então acho que vou ter que procurar mais um pouco - Ele deu risada junto comigo

- Sou o melhor cara do mundo - Ele segurou minha coxa com força - E acho também que eu deveria te lembrar de algumas coisinhas

Ele queria jogar? Vamos jogar Bieber!

- Tipo o que? - Virei para ele olhando diretamente para sua boca, sua mão subiu pela minha perna até chegar no meu quadril, ele o apertou

- Tipo o jeito que um garoto deve segurar uma menina - Cheguei mais próxima dele e sussurrei

- O que mais? - Ele mordeu o seu próprio lábio

- O jeito que você deveria gritar meu nome embaixo de mim - Sorri e me aproximei mais ainda dele, sussurrei bem pertinho da sua boca

- Putz, fica pra próxima Justin

Sorri e me levantei, ele se levantou logo em seguida de mim e puxou meu braço fazendo nossos corpos chocarem, eu estava de bikini, ele só de calção, não era uma das melhores sensações que eu já tinha tido, na verdade, não era uma reação que eu queria agora.

- Você não provoca uma pessoa assim e depois sai andando Lex

- Por que não? O que você vai fazer sobre isso?

- Estou pensando em muitas coisas, não acho que você vá ficar feliz com nenhuma delas

- Vai se ferrar Justin

Ele deu uma risadinha e soltou meu braço, voltei a andar até o lugar onde seria nosso jantar, coloquei o vestidinho que estava antes por cima e o chinelo, fui até a cadeira do lado da Rosie e me sentei, a Zoe ainda continuava ocupada com o Dean:

- Pelo amor de Deus não me diga que você pegou o Bieber!

- Não! Ficamos conversando Ro, relaxa

- Essa história de vocês está estranha, vão ficar amiguinhos agora? - Justin sentou do meu lado no exato momento que serviram os pratos, ele olhou para a Rosie respondendo a pergunta

- Qual o problema de virarmos amigos? A aposta ainda está contando, só estamos nos dando bem - Dei um sorriso olhando para ele, eu adorava quando ele respondia coisas que eu não sabia responder

 

(...)

Todos estavam no luau, eu estava tomando um suco de abacaxi sentada em um dos banquinhos perto da pista de dança, Rosie estava dançando com o Troy e a Zoe com o Dean. Eu achava que a Zoe estava tendo um casinho com o Dean, mas ela sempre foi muito fechada, então nunca falava pra nós se estava com algum cara, a não ser que fosse sério.

Justin se sentou do meu lado, olhei para ele com um sorrisinho:

- O que foi Bieber? Quer ajuda pra ficar com alguma menina?

- A não ser que você não diga "sim", não preciso de ajuda - Dei risada

- Não vai rolar

- Então vou pedir outra coisa - Ele olhou nos meus olhos - Quer dançar comigo Lex? E não venha com aquela de "eu não sei dançar"

- Mas eu não sei dançar! - Ele deu risada

- Eu te ensino - Justin me estendeu a mão e eu suspirei e me levantei segurando na sua. Ele me levou até o meio da pista e colocou as mãos na minha cintura, em seguida sussurrando baixinho no meu ouvido - Coloca as mãos no meu pescoço Lex - Fiz o que ele disse - Agora siga meus pés, dois passos pra cada lado

Afirmei com a cabeça, segui seus pés e ele me apertou mais firme contra ele:

- Quando você entrou na escola achei que você seria mais uma daquelas meninas fáceis de pegar - Dei risada

- Tenho cara de fácil então Justin?

- Não, você só tem o mesmo estilo delas. Esse cabelo castanho e super comprido, olhos azuis, sabe, você não parecia o tipo de garota que ignora muitos caras

- Por que não ignoraria?

- Porque você é linda Lex, queria saber em média quantos caras já pediram pra ficar com você e levaram um chute - Dei risada - Aliás, com quantos caras você já ficou?

- Não sei, uns treze

- Só? - Dei risada

- Você é o pegador aqui Justin. Quantas você já pegou?

- Ah Alexandra, já perdi a conta

- Então quantas você já comeu? - Ele riu

- Quer mesmo saber?

- Se eu perguntei é porque eu quero - Ele olhou nos meus olhos

- Meu Deus me dá vergonha de falar isso pra você. Foram onze, Lex

- Onze? É quase o mesmo tanto de garotos que já fiquei!

- Eu disse que era vergonhoso. Não é a coisa que mais me orgulho no mundo

- Pelo menos se lembra do nome de todas?

- De umas oito eu lembro, do resto não

- Que vergonha Justin Bieber - Ele deu risada junto comigo- Mas você parece estar mais de boa esse ano, ou é impressão minha?

- Ainda fico com as garotas, mas não vale a pena transar com elas quando não lembro o nome no outro dia. Quero alguém que eu me lembre o nome - Ele sussurrou a última parte e apertou minha cintura

- Que coisa mais direta pra se falar

- Pode ser que funcione - Ele olhou nos meus olhos e depois para minha boca, subiu sua mão até meu queixo e me deu um selinho de leve- Talvez quando você perceber que eu não sou um cara tão ruim

Ele continuou olhando nos meus olhos, já tínhamos parado de dançar.

- Você não é um cara ruim

Ele deu um sorrisinho e segurou minha nuca, me puxando e dando um beijo leve nos meus lábios. Seus lábios passaram pelos meus durante alguns segundos e depois soltaram, ele olhou diretamente nos meus olhos:

- Vamos pro meu quarto Lex? - Olhei para ele o fuzilando com o olhar, era óbvio que estava bom demais. Ele riu - Calma garota! Não vou te forçar a fazer nada comigo, é só que as pessoas daqui ficam esperando qualquer tipo de interação pra postar no facebook, e isso me irrita um pouco

- Se você tentar alguma coisa que eu não queira você nunca mais vai ter filhos

- Eu sei disso Lex

Ele estendeu a mão para mim e andou da praia até o hotel, subimos pelo elevador até o oitavo andar, Justin andou até o quarto 809 e abriu a porta, tinham duas camas de solteiro, ele se sentou em uma delas e fiz o mesmo, ele me olhou com um sorriso:

- Você parece desconfortável

- Sabe a quanto tempo não vou em um quarto de garoto?

- Deve fazer pouco já que você tem um irmão - Revirei os olhos e ele deu risada - Relaxa Lex, só quero te deixar confortável, sei que você não gosta daquelas pessoas olhando também.

- Não sei do que tenho mais medo, delas ou de você

Ele se levantou, se inclinou até mim e me deu um selinho:

- Relaxe

Justin andou até o frigobar e pegou uma garrafa de água, abrindo ela e se sentando do meu lado, ele me olhou e colocou a mão na minha perna acariciando ela de leve enquanto tomava um gole da água:

- O que você quer Bieber?

Ele olhou nos meus olhos e depois para minha boca:

- Quero muita coisa Lex - Ele voltou a olhar para meus olhos - Mas não vou fazer nada se não sentir que você está confortável com isso

- Você parece tão casável falando isso

- Isso é uma coisa que não sou - Ele se aproximou de mim e sussurrou perto da minha boca - Mas posso fazer algumas coisas que nem um cara casado com você faria

- Não sei como confiar em você

Ele sorriu e segurou minha nuca:

- Não confie, só se entregue

Fechei os olhos, ele beijou meus lábios devagar, e eu senti todas as partículas do meu corpo se revirando dentro de mim. Ele me beijou durante mais algum tempo, então afastou meu cabelo e passou a língua pelo meu pescoço, gemi e ele o beijou perto do maxilar, logo depois dando uma mordida e mais um beijo leve por cima. Seus lábios foram descendo pelo meu pescoço até chegar no início do decote da minha saída de praia. Abri os olhos e ele olhou em meus olhos, suas mãos desceram até o final do vestido e ele acariciou minha perna e subiu sua mão por dentro do vestido até minha bunda, onde ele apertou.

Seus lábios voltaram a encostar nos meus, fui me inclinando para perto dele até ele deitar, me inclinei por cima dele deixando um joelho de cada lado do seu quadril e voltei a beija-lo, ele passou a mão pelas minhas costas até minha bunda e a outra continuou no meu quadril, me abaixei até seu pescoço e o beijei, ele gemeu e deu um apertão na minha bunda, mordi seu pescoço com força e ele segurou minha nuca dando um puxão no meu cabelo, olhei para ele e ele deu um sorrisinho malicioso que só me dava vontade de tirar a roupa. Ele foi puxando meu vestido e parou quando chegou quase nos meus seios.

Colocou as mãos por dentro do meu vestido e apertou os meus seios, me fazendo dar um gemido baixinho, uma de suas mãos desceu novamente até minha bunda enquanto a outra massageava meu seio, beijei seus lábios até ouvir a porta se abrindo, parei de beijar o Justin na hora e enquanto tentava sair de cima dele ouvi a voz do Dean:

- Puta que pariu, merda, desculpa Justin, droga Lex. Mil desculpas, estou saindo, saindo

Puxei meu vestido pra baixo e o Justin deu uma risada se levantando da cama:

- Entra Dean

- Não cara, podem continuar

Sentei na cama e arrumei meu cabelo, só agora olhei para o Dennis, Justin se sentou do meu lado e abraçou minha cintura:

- D, você já acabou com o clima na hora que abriu a porta, vai, entra aí

Dean olhou pra mim:

- Desculpa Lex - Sorri

- Fica sossegado, já estava indo pro meu quarto

Justin chegou mais perto de mim e deu um beijo no meu pescoço sussurrando logo em seguida:

- Eu reparei que você já estava indo pro seu quarto

- Cala boca! - Ele riu e me apertou mais contra ele - Vou pro meu quarto Justin

- Tá, nos falamos amanhã

Ele sorriu e puxou meu queixo me dando um beijo enquanto apertava minha cintura, eu adorava os beijos daquele garoto. Sorri quando ele terminou e me levantei da cama dele:

- Boa noite Justin, boa noite Dean

Os dois responderam, saí do quarto dele dando de cara com a professora Garcia, ela franziu o cenho:

- Alexandra, o que está fazendo aqui?- Mordi o lábio, ela me olhou de cima a baixo

- Tinha esquecido uma coisa com o Justin

- Não sou burra Alexandra, já sei da aposta que está rolando de vocês, da próxima vez que eu te ver no andar dos garotos você volta pra casa antes, ok?

- Entendido

- Vai pro seu quarto agora

- Boa noite sra. Garcia

Ela afirmou e voltei a andar, entrei no elevador e apertei o sexto andar, fui até o quarto 605, abri a porta e as duas meninas me olharam:

- Onde você foi? - Zoe parecia estar realmente preocupada, enquanto falava seus olhos estavam arregalados - Te procuramos por toda parte Lex! Tá rolando tudo quanto é tipo de conversa por aí, aquela vadia da Daisy está falando por aí que você foi com o ex dela pro quarto dele

- Aquela vadia da Daisy está certa - As duas arregalaram os olhos, Rosie foi a primeira corajosa a falar, ou melhor, gritar

- Como assim Lex?! O que você estava fazendo no quarto do Bieber?! Ficou louca?!!

- Não, estávamos só conversando

- Ah tá! Você estava no quarto do Bieber pra conversar com ele. Nem de longe Lex! - Zoe parecia uma louca falando desse jeito

- Ótimo, a gente estava se pegando, foi uma das noites mais loucas da minha vida porque nunca faço essas coisas, principalmente com esse tipo de garoto, mas ele é bem convincente quando quer. Agora chega desse assunto, e essa história não sai daqui

- Como foi? - Rosie era sempre mais interessada nos detalhes, acho que a Zoe não gostava de saber desse tipo de coisa

- A gente estava se beijando, deitados na cama dele, uma mão dele estava na minha bunda e a outra no meu peito - Rosie riu - Aí o Dean entrou no quarto

- Por que o Dean sempre tem que acabar com o clima? - Rosie olhou para a Zoe - Porra Zoe, podia ter segurado seu garoto por mais um tempo!

- Ele não é meu garoto - Ela murmurou

- Todo mundo sabe que ele é Zoe, para de negar - Ela me olhou e franziu o cenho - O que? É verdade!

- Ah okay Lex, e você, todo mundo já reparou que você vai cair rapidinho onde o Justin quer que você caia?

- Onde? Na parte da frente da calça dele? Porque eu acho que você deveria fazer isso Lex! - Eu adorava a Rosie as vezes, dei risada

- Cala a boca vocês duas, já disse que chega disso. Vou tomar um banho, vão dormir que vocês ganham mais

Elas deram risada, entrei no banheiro e tranquei a porta atrás de mim, suspirei e me olhei no espelho, eu precisava me livrar logo desse garoto antes que eu perdesse o resto de juízo que ainda tinha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...