História A Árvore de Cerejeira - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Karin, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Drama, Naruhina, Naruto, Nejiten, Romance, Saiino, Sasosaku, Sasusaku
Visualizações 218
Palavras 1.725
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie meus amores... Queria ter postado no fim de semana, mais eu tive um compromisso... Mais eu trouxe mais um capitulo novinho para vocês... Bjsinhos...

"Te amo. Com todas as letras, palavras e pronúncias. Em todas as línguas e sotaques. Em todos os sentidos e jeitos. Com todas as circunstâncias e motivos. Simplesmente, te amo."

Capítulo 15 - O que eu Sinto?


Fanfic / Fanfiction A Árvore de Cerejeira - Capítulo 15 - O que eu Sinto?

Sasuke on 

 

Passei as mãos por seu quadril, contornando sua cintura. Senti meu corpo estremecer quando suas mãos passearem pelos meus cabelos de uma forma tão delicada. A puxei para mais perto com a intenção de aumentar os beijos, ela desceu a mão do tórax para meu abdômen, parando no elástico da minha calça. Nós afastamos a procura de ar, a olhei contra a claridade que vinha do jardim, as curvas, a pele tão alva e aqueles olhos cor de esmeraldas que brilhavam em minha direção. Num impulso rápido trocamos de posição comecei a beijá-la ainda mais, com desejo e vontade, desci os beijos até seu pescoço, estava sentido coisas que nunca tinha sentido com garota nenhuma. Estava tudo mais que perfeito.

 

-Sa… Sasuke - ouvi ela gemer meu nome, e isso estava me deixando louco.

 

-Você é linda sabia? - eu disse parando de beijá-la e olhando em seus olhos. - Sakura você é tudo para mim. - ela sorriu acariciando meu rosto.

 

-SAKURA… - eu acordei gritando, me sentei na cama eu estava todo suado, passei as mãos algumas vezes no cabelo, porque eu estou tendo esses sonhos ultimamentes? Porque estou sonhando com a Sakura? Porque eu queria que tudo isso fosse real? Porque durmo todas as noites com a esperança de sonhar com ela de novo? Arg… isso já ta me deixando louco, não é possível, será que eu estou apaixo… 

Balancei a cabeça para afastar esses pensamentos, e melhor eu ir tomar um banho, se não vou acabar me atrasando. E ainda tenho que passar na casa do Naruto.

 

-E ai Sasuke, como foi a conversa com seu pai? - Naruto me perguntava um pouco receoso.

 

-O que eu já imaginava, ele não gostou da idéia, e disse que não vai me apoiar. - a gente adentrava a faculdade.

 

-E cara sinto muito. - ele me encarou. - mais você já sabia disso né. 

 

-Eu não tô nem aí Naruto. - entramos na sala, me sentei e coloquei a mãos atrás da cabeça. - ele nunca me apoio, não seria agora que ia me apoiar. 

 

-Pois é. - ele estava mexendo nos cadernos. - na boa Sasuke, eu não entendo seu pai. 

 

-Eu também não. 

 

Era aula de exatas e sinceramente, essa nunca foi a minha matéria preferida, a Sakura era muito boa nessas matérias, ela sempre me ajudava estudar, e é graças a ela que eu consegui passar na escola. Agr… porque tudo que falo, penso, faço, tem a Sakura no meio, porque tudo me lembra ela. 

 

-Naruto! - eu sussurrei.

 

-Am? - ele falou sem me olhar.

 

-Quando você sonha com uma pessoa. Assim várias noites seguidas. - ele me encarou. - não quer dizer nada não é? - eu ergui a sobrancelha.

 

-Você tem sonhando com a Sakura não é mesmo? - ele me lançou um olhar malicioso. 

 

-Não dá para falar com você Naruto. - eu olhei para o professor.

 

-Tá legal Sasuke. Quando você vai admitir. - ele ainda tinha o mesmo sorriso no rosto.

 

-Admitir o que Naruto? - eu o encarei.

 

-Que você é apaixonado pela Sakura des do do colégio - ele se virou. - e que agora está morrendo de ciúme em saber que ela está saindo com o Sasori, e que ela está beij…

 

-Cala boca Naruto. - eu o interrompi.

 

-Tudo bem, só não deixe ficar tarde demais, porque você pode acabar perdendo ela para sempre. - ele olhou para o professor.

 

Perde ela para sempre? Não posso perder ela, eu preciso dela em minha vida, ela é meu porto seguro, e se ela ficar com esse Sasori ela vai me esquecer, parar de falar comigo, não isso não vai acontecer porque eu não vou deixar. O Naruto tem razão, eu gosto da Sakura, sempre gostei dela. 

 

(...)

 

Sakura on

 

-O que! Você vai ter que viajar? - eu falei melosa.

 

-Pois é, princesa. Minha avó tem leucemia, e está pior do que da ultima vez que a vi. - ele passou a mão em meu rosto.

 

-Ah sinto muito Sasori, eu sei que você precisa ir ver ela, mas me doi em saber que vou ficar longe de você. - eu fiz bico o que fez ele sorrir.

 

-Também vou sentir muito a sua falta princesa. - ele se aproximou de mim. - nossa conversa vai ter que adiar. 

 

-Você fala desse jeito e me deixa curiosa, então quando você volta? - eu passei as mãos em seus cabelos.

 

-Volto sábado. - ele sorriu. - aí a gente conversa. - ele ergueu meu queixo e me deu um beijo apaixonante, eu adorava o jeito que ele me beijava, tinha vontade de ficar ali o dia inteiro. Ele me puxou para mais perto intensificando ainda mais o beijo, eu passei as mãos pelos seus cabelos com a intenção de não soltá-lo, até que nos separamos a procura de ar. Ele sorriu para mim, e acariciou meu rosto. 

 

-Acho que é melhor a gente parar, se não, eu não vou conseguir me segurar. - ele sorriu, o que fez eu ficar vermelha. - pode deixar que eu te ligo. - ele veio e me deu um selinho rápido.

 

-Vou ficar esperando. - ele sorriu e acenou para mim.

 

Ai o que será que ele tem para me falar? Ah é melhor eu não pensar nisso se não vou morrer de curiosidade. Acho que vou aproveitar essa semana para me encontrar com as meninas, faz tempo que nao falo com todas elas e tenho muito o que falar, e posso apostar que elas também. 

 

(...)

 

Sasuke on

 

Já havia se passado três dias desde a conversa com meu pai, depois daquele dia não tenho visto ele, e também não tenho vontade nenhuma de me encontrar com ele, por isso sempre depois das aulas venho para a casa do Naruto, esperando ficar bem tarde para voltar para casa. Naruto não parava de falar, não estava prestado muito atenção nele, mas acho que era algo relacionado ao clube.

 

-Sabe Sasuke nao vejo a hora de domingo chegar. - Naruto se jogou na cama. 

 

-Porque tanta ansiedade? - eu ergui a sobrancelha.

 

-Não vai dizer que se esqueceu? - ele se sentou na cama. 

 

-Claro que não. - eu revirei os olhos, na realidade eu não me lembrava.

 

-Ata. - ele riu alto. - e a inauguração do clube, tá com a cabeça aonde Sasuke? - ele ria ainda mais.

 

Caramba eu já tinha me esquecido da inauguração, se não fosse o Naruto, mais isso ele não precisa saber. Estou com tanta coisa na cabeça ultimamente que nem sei mais o que to fazendo.

 

-Você estava certo Naruto. - eu me levantei, e parei na janela.

 

-Ah eu sabia que você tinha esquecido. - ele apontou o dedo para mim, e sorriu.

 

-Não disso seu baka. - eu o encarei.

 

-Então o que? - ele ergueu a sobrancelha.

 

-Sobre a Sakura. - ele me encarou. - acho que estou apaixonado por ela. Penso nela, sonho com ela, estou com saudade dela, fico com muito raiva só de pensar que ela está saindo com aquele idiota, e sabe qual a minha vontade agora? - eu encarei ele, que ficou calado me observando. - de ir até a casa dela e beijar ela, tenho uma vontade enorme de beijá-la, abraçá-la, tocá,la. Agr… nunca senti isso por uma garota antes, e estou ficando louco. Você entende isso Naruto? Estou perdendo ela. 

 

-E porque você não faz isso então Sasuke. - ele me olhou com ar de esperança. - porque não vai até a casa dela?

 

-Está doido Naruto. - ele me olhou com cara feia. - se eu fizer isso ai que vou perdê-la mesmo. - me sentei na cadeira.

 

-Você que deve estar doido Sasuke. Onde já se viu isso, se você a ama, deve contar para ela. - eu encostei a cabeça na mesa.

 

-Você não entende, quais a chance dela me corresponder? Nenhuma. - levantei meu rosto, e Naruto me encarava.

 

-Tenho dois amigos tapados mesmo. - ele deitou na cama. - a Sakura te ama cara, será possível que vocês não enxergam isso. - ele ria alto.

 

-Não entendi Naruto, a gente não enxerga o que? Como você sabe que ela me ama? - eu coloquei as mãos no joelho.

 

-Olha primeiro ela é a única pessoa do mundo que te aguenta, te escuta, e ainda ri das suas piadas sem graças… - eu tentei falar mas Naruto não deixou. - ela sempre fica ao seu lado não importa o que seja, e ela nunca te bate quando você a chama de Haruno, ou quando você corrige ela e olha que ela odeia isso. E segundo tá na cara dela, e na sua também. Você sempre a defende de tudo e todos, tudo que você fala tem o nome dela no meio, e sempre quer falar as coisas primeiro para ela.

 

Nisso Naruto tinha toda razão, eu sempre a defendi no colégio, e não gostava quando algum garoto falava dela, prefiro falar com ela primeiro porque gosto da opinião dela, nunca tinha reparado nisso que Naruto falou, será que é verdade? Mais até que faz sentido, ela sempre e amável comigo, e eu me sinto tão bem quando estou com ela.

 

-Está assim tão na cara? - eu apontei para mim mesmo.

 

-Sim está, mas acho que a Sakura é tão ou mais tapada que você, porque acho que ela nunca reparou também. - ele ofereceu uma bebida, balancei a cabeça negativamente.

 

-Mas é se eu falar com ela e… - Naruto bebeu um gole da bebida.

 

-Olha se nunca vai saber se não tentar, e saiba que se não fazer isso rápido, vai acabar perdendo ela para o Sa… acho que nem preciso falar o nome dele, você sabe quem é, e olha vou te contar ele tá decidido conquistar ela. - ele sorriu.

 

-Eu sei disso. Mais se eu perder a amizade dela também? Eu não conseguiria viver sem ela. Eu não posso viver sem ela. - eu passei as mãos algumas vezes no cabelo.

 

-Sasuke você vai ter que arriscar. - ele estendeu o copo de novo, e dessa vez eu peguei e virei o copo de uma vez. - e torço para vocês se entenderem.

 

-Você tem razão. Vou falar com ela ainda hoje. - Naruto concordou com a cabeça.


Notas Finais


Então o que vocês acharam? O Sasuke deve ou não dizer o que sente? E ah Sakura será que vai corresponder? O que Sasori tem para falar de tão importante? 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...