História A árvore secreta - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 5
Palavras 561
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 8 - Capítulo 08 - Surpresa


Após sua refeição, Makoto e Ann começaram seu caminho de volta. Fizeram todo o caminho de volta rindo e conversando sobre o que fariam em suas férias de verão. E então, chegaram na árvore. Assim que Makoto abaixou-se para entrar, algo aconteceu. Sua cabeça bateu contra o tronco. O buraco não estava mais lá. Não haviam errado o lugar, Makoto fez o mesmo caminho que fizera por semanas, mas o fato era apenas um, o buraco pra onde levava até Ann, não estava mais ali. 

"...?"

"?"

"Erramos o caminho?"

"Não, é esse mesmo o caminho, Ann"
Makoto começou desesperadamente a tentar cavar e empurrar, chutar, socar a arvore e nada, absolutamente nada aconteceu. Após um longo tempo, Makoto havia notado que Ann havia parado de falar, e ela estava de costas, olhando para o céu. Ele então, resolveu desistir e tentar no dia seguinte. Mas...

"Ann?! Ann? O que aconteceu, Ann?!"

Ann estava chorando, e no instante seguinte, caiu no chão, sentada sobre sua pernas. Num piscar de olhos, Makoto estava segurando nos ombros da garota e falando em voz alta para ela olhar em seus olhos, porém, todas as tentativas foram inúteis, tudo que se escutava eram os gemidos e grunhidos de choro de Ann e a voz exaltada de Makoto. 
A chuva chegou. Era uma chuva forte, Makoto pegou a garota em seus braços e saiu a procura de um abrigo, já que estavam consideravelmente longe de sua casa, e mesmo se estivessem perto, não haveria nenhuma explicação lógica para estar trazendo uma garota para sua casa.

Ele lembrou então de um armazém antigo que ficava atrás de um supermercado. Estava decidido, era o que ele faria. Durante todo o caminho, Ann quase não se movia nos braços de Makoto e fitava o vazio com uma expressão de tristeza. Ao chegarem no armazém, Makoto se sentou encostado na parede, e colocou Ann em seu colo, tirou com cuidado sua meia calça, sua sapatilha e vestido encharcados pela chuva e enfim colocou-a envolta em sua blusa e em seu colo entre seus braços.

"Eu... Eu... Eu estou completamente sozinha agora, Makoto-kun."

"Não! Você não está, eu com certeza errei o caminho, Ann, amanhã tentaremos de novo, com certeza vai ficar tudo bem!"

"Eu sei que você está mentindo, seu bobo. Não teria porque você errar o caminho."

"..."

"Não... Não é como se eu estivesse perdendo muito, Makoto-kun. Eu não tenho pais ou família e por tempos, eu desejei alguém pra me fazer companhia, e então, você chegou. Makoto-kun, eu não choro porque perdi meu lar, choro porque eu provavelmente perdi a minha companhia de todos os dias, pra onde você irá agora que não tem mais aquela árvore? Quero dizer, eu perdi meu lar a muito tempo já. Eu não terei mais onde morar, Makoto-kun."

"... Ann. Eu não acho que você esteja pensando com clareza. Não há motivo algum para sua tristeza. Eu estou aqui, não estou? Por que diabos você acha que eu iria para lá todos os dias? Era só para te ver, ir pra lá só tinha uma única finalidade, e era te ver."

"..."

"..."

Ambos olhavam um no olho do outro, foi quando Makoto se deu conta que Ann estava apenas com suas roupas íntimas e no seu colo. O tempo congelou e Makoto começou a fitar todo seu corpo. Cada centímetro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...