História A aventura de Akinobo Sugahara - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 4
Palavras 750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shounen, Sobrenatural, Super Power, Terror e Horror, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Tive que fazer o capítulo duas vezes...
Eu uso o bloco de notas para copiar o capítulo e depois passar para cá mas na hora de copiar do bloco de notas para cá, eu sem querer teclei o botão de apagar e tudo que eu marquei para copiar (mais de 1000 palavras) foi apagado... ;-; Então como qualquer pessoa eu desanimei mas copiei tudo que eu me lembrava ter feito (claro que na 1° vez o capítulo estava maior e melhor) e passei para cá, entendam o sacrifício.
Ah, mais uma coisa: falas com ?-XXXXXXX
significam quem fala e o que fala, por exemplo:
Akinobo (quem fala)- se você rir você é um idiota. (o que fala)
Caso no lugar de quem fala esteja "?" é por não saber o nome/não saber de onde vem a voz/ não saber quem fala.
Desculpem a longa introdução, vamos a história.

Capítulo 7 - A batalha difícil


Andando para Guy Wakelay, Akinobo tem uma ideia "procurarei por um rio, e irei nadando por ele" (por ser um tritão, Akinobo é a 2° espécie mais rápida na água, perdendo apenas para as sereias)
Após 15 minutos de caminhada, quase desistindo da ideia, Akinobo avista um rio a sua direita e sem hesitar, mergulha e nada rápido como um tritão (por ser um tritão), após 3 minutos de pura velocidade (uns 100 km/h) Akinobo vê um objeto semelhante a uma garrafa pet, por estranhar uma garrafa pet em um rio que em sua volta havia apenas floresta, então, com medo, ele parou e esperou alguma coisa suspeita acontecer e então:
?-Hahahahah.
Akinobo-Apareça!
?-Não pensei que alguém como você pensaria de uma forma inteligente.
Akinobo-Você seria essa garrafa pet?
?-exato
Akinobo-Sabia!
Então a garrafa vai tomando a forma de um tritão e diz:
?-Vim aqui para te matar.
Akinobo invoca sua conjuração:
Akinobo-Aaaaaahh!
Sugahara-Ahaha, quando me chamar me chame pelo seu sobrenome, não grite como um paciente com uma doença terminal sentindo dor! Assim eu vou morrer de rir.
Akinobo-O que importa é que seu serviço é matar aquele amigo tritão que está na nossa frente.
Sugahara-Então é isso?
?- Antes de desafiar qualquer um, tome precauções, vou explicar meu poder e verá o quão impotente você é. Por onde começo? Ah sim, sabe a diferença entre adquirir sua conjuração por dor ou poder? Eu sei que não, vou explicar, caso você desperte seu poder pela dor, seu poder irá agir para te proteger, ou seja, a primeira ação foi dele, já se despertar seu poder por conta própria, seu poder ficará entediado por você resolver tudo só e vai tentar falar com você e lutar também, ou seja, a primeira ação foi sua. Resumindo: se seu poder for despertado pela dor, seu poder se limitará a seu próprio poder e você não o controlará em 100%, já se seu poder for despertado por sua força própria, você terá 100% de controle sobre ele e ele não se limitará a seu poder inicial, meu poder pode mudar a forma, cheiro de tudo além de invocar coisas que existiriam apenas no futuro ou que hoje em dia são mitos, meu poderes se limitariam a mudar apenas meu cheiro e minha forma mas, como consegui meus poderes por forca própria eu pude melhorar meu poderes em muito, ou seja sou mais forte que meu poder.
Akinobo-Isso não interessa
Yoshitsugo-Meu nome é Yoshitsugo Endou, é um prazer, pena que vou te matar.
Akinobo puxa sua Gettelfinger (para quem não lembra, é a espada de Akinobo) e Sugahara faz o mesmo, Akinobo ataca horizontalmente Yoshitsugo e Sugahara ataca verticalmente mas, em uma velocidade fora da percepção do olhar e saca duas pistolas .44 e atira no peito de Akinobo e de Sugahara:
Akinobo-O que foi isso?
Yoshitsugo-Saquei armas que só existem hoje em dia para mim, são chamadas "armas de fogo", ouvi isto numa espionagem ao governo e pelo mito criei estas armas inexistentes ao mundo hoje em dia.
Akinobo-Não pode ser!
Yoshitsugo invoca mjorir, martelo de Thor e ataca as costelas de Akinobo e de Sugahara.
Yoshitsugo-Mjorir! Agora morram!
----------------------------------------------------
Horas depois (12:3X)
----------------------------------------------------
Akinobo-Hm... Onde estou?
(Abre olhos lentamente)
Por que há uma mulher na minha frente? Esse teto, essa parede, esse quadro de miss... SERÁ POSSÍVEL?
Akinobo levanta e vê que estava em cima de uma cama com lençol e um travesseiro branco e ao reparar mais ao seu redor, vê que estava em Guy Wakelay:
?-Guy, ele abriu os olhos!
Guy-Sério Nanase? Se for uma pegadinha vou ficar triste com você.
Nanase-Olha aqui!
Após Guy chegar onde Akinobo se encontra:
Akinobo-Guy me explique tudo agora!
----------------------------------------------------
Exatamente uma hora depois
----------------------------------------------------
Akinobo-Então foi tudo um teste para liberar meu poder? Vamos ver se entendi, o vampiro e o lobisomem são inimigos do Yoshitsugo, que é seu amigo e amigo da Nanase, tudo foi armado para liberar meu poder e foi tudo minuciosamente planejado por você?
Guy-Sim, você aprende rápido...
Akinobo-Ou seja, você é meu amigo, a Nanase é minha amiga e o Yoshitsugo também?
Nanase-Isso.
Akinobo-Entendo...
E então, Akinobo caminha até
a porta do Guy Wakelay, abre a porta, olha para o sol e pensa "eu achava ser o centro das coisas, mas vi que preciso treinar mais, pensar mais e ser mais forte. O que me pergunto é: por que os jeitos que eu aprendo e vivo as coisas são tão bizarros? Bom, por enquanto isso não importa..."
---------------¿CONTINUA?----------------


Notas Finais


Por favor, só nesse capítulo quem leu dê ao menos um sinal de vida nos comentários (esse capítulo deu trabalho duplex) ;-;, abraços.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...