História A aventura de Akinobo Sugahara - Capítulo 2


Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Original, Rpg, Sem Hentais
Exibições 7
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Super Power, Violência
Avisos: Canibalismo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Capítulo 4 e 5 juntos com algumas correções.

Capítulo 2 - A caminho de inimigos


Após levar
Antes da batalha entre Akinobo e seu inimigo, há uma pequena conversa:
Victor-Não acho que seja educado de minha parte não dizer o nome do homem que vai te matar, prazer meu nome é Victor Gettellfinger e eu darei fim a sua vida.
Akinobo-Antes de tudo me apresento, Akinobo Sugahara, o homem que fará suas palavras se voltarem contra você mesmo
Os dois abrem um sorriso, Victor some em 1 segundo e volta com sua outra adaga ensangüentada, Akinobo puxa de suas costas uma grande espada de ouro e os dois se encaram com um olhar assassino esperando a primeira ação do oponente, em segundos Akinobo toma a primeira ação e rapidamente se aproxima de Victor, o atacando transversalmente, mas, Victor defende e contra ataca Akinobo acertando-o em seu peito e diz com sarcasmo:
?-Esse é o "homem" que vai me matar?
Akinobo abre um sorriso e retira a adaga de seu peito jogando-a longe e atacando Victor com um ataque perfurante em direção ao coração com sua espada porém algo incrível acontece e Victor não morre, Victor diz:
?-Vou te explicar os poderes de um disseemer: por ser meio fantasma 50% de mim não existe e por ser meio humano 50% existe ou seja se eu tirar um órgão meu e colocar em outro lugar ele continuará funcionando mas não estará em meu corpo ou seja a única forma de destruir meu coração é achando-o fora isso apenas me matando com golpes na cabeça, o cérebro é o único órgão que disseemers não conseguem tirar ou seja apenas cortando minha cabeça fora ou acertando acima do pescoço é possível me matar.
Akinobo faz uma expressão de surpresa e nessa fala toma um golpe fatal de Victor com sua outra adaga, mas, abre um sorriso e algo incrível acontece com Akinobo.

Após levar um golpe que poderia matá-lo, Akinobo sorri e diz:
Akinobo-Eu prometi que não iria morrer!
E os olhos de Akinobo suavemente mudam de cor castanha á um vermelho forte e seu corpo começa à ser molhado por uma água sem fonte e que apenas molha o corpo dele mas não o chão nem suas roupas, Victor surpreso retira sua adaga rapidamente de Akinobo dando um salto para trás por precaução e pergunta:
?-O que é isso? Como você fez isso?
Akinobo-Isso não importa!
Akinobo sem perceber regenera sua ferida e então em uma velocidade além da compreensão para Victor Akinobo se aproxima dele e corta fora um de seus braços e  diz:
Akinobo-Victor, para te derrotar necessito de apenas um braço.
Victor-Hahaha, impressionante sua habilidade, mas, não irá me deter, vamos regenere seu braço, eu sei que você pode.
Akinobo-Caso você me arranhe mais UMA vez eu regenerarei meu braço e te contarei como e por que fiz .
Victor curioso, corre rapidamente para trás de Akinobo e o fere dizendo "Agora como o prometido, conte-me sobre isso" Akinobo sorri e diz:
Parabéns por me ferir facilmente, não vou quebrar promessa então lá vai, TODOS os guerreiros dependendo de sua raça tem um poder oculto que costumamos chamar de Insanidade, você libera este poder com sua força ou quando está prestes a morrer, como eu me feri mortalmente este modo foi ativo ou seja, se eu te matar em um golpe você nunca irá ter seu insano a menos que sobreviva a tal golpe ou invoque uma força de si mesmo, resumindo, você não terá seu insano pois morrerá no próximo golpe.
E então Akinobo percebe que Victor admitiu a derrota dentro de si mas, por instinto berserker quer matá-lo , então Akinobo faz algo como um fio d'água, que segura o cabo de sua espada, Akinobo pula para trás ficando longe de Victor e usa o fio para aumentar seu alcance, Akinobo desfere um golpe mortal de longe em Victor que morre sem sua cabeça, Akinobo diz após isso: Foi uma boa luta, darei duas homenagens a você, deixarei esta cicatriz em minha costa e darei o nome de minha espada de Gettellfinger.
Então Akinobo vira as costas e vai embora, ainda em modo insano, vai a vila e joga água nela para amenizar a destruição e um dos chefes da vila chega e diz:
?-Jovem, não sei como fez isso mas, muito obrigado, lhe recompensarei lhe dando dinheiro e as coordenadas á cidade.
Akinobo-Muito obrigado, eu aceito.
Akinobo recebe uma bússola marcando seu próximo destino e 500 moedas, e pensa:"a aventura está apenas começando!".
Após sua primeira batalha Akinobo ajuda o aldeões a reconstruir parte da vila em troca de um favor, informações, o acordo baseava-se em:
Cada imóvel reconstruído, uma informação 100% correta, Akinobo apenas queria uma informação, onde acharia alguém com dinheiro o suficiente para contratá-lo como mercenário, então, exausto, Akinobo vai a casa do chefe da vila e pede tal informação que foi dada da seguinte forma:
Na cidade, olhando de onde estamos, o lado esquerdo irá"piorando" por ter muitas coisas ruins como mortes e até mesmo venda de pessoas como combatentes ou escravos, já o lado direito, a paz e riqueza reinam, tanto monetariamente falando quanto a felicidade, se você quer ser contratado, vá à esquerda e encontrará um lugar chamado "Guy Wakelay" que também é o nome de seu contratante.
Akinobo não pensou duas vezes e como iria ganhar dinheiro, começou gastando com "uma carona á cavalo"e como queria que a viagem fosse rápida pediu ao homem que iria levá-lo ir para ir a toda velocidade e ir até onde o dinheiro der, o homem disse que iria até o limite da cidade direita para com a da esquerda por motivos de segurança, o que deixaria sobrar 100 moedas.
Chegando a cidade, Akinobo foi para à esquerda procurando as palavras "Guy Wakelay", após alguns minutos de caminhada, perdendo de vista o lado direito da cidade, Akinobo acha o lugar que procurava e adentra tal lugar sem medo ou receio, lá havia um quadro de missões com classificações por letra e estrela (D,C,B,A), ele vendo pelas estrelas tirou do quadro de missões uma missão A (4 estrelas) e levou á um balcão do local esperando alguém, até que um cara com 1,90 m de altura, olhos azuis vestindo uma roupa um tanto que estranha aparece dizendo:
?-Você deve ser novato não? Acha que é fácil uma missão A ou necessita tanto do dinheiro?
Akinobo-Os dois!
?-Não vou fazer como nos livros ou animes e dizer que é perigoso e tentar te em pedir então leia o que está no papel e faça a missão, a locomoção é por minha conta, tenho um mapa e cavalos á entregar á mercenários meu, se quiser ser um mercenário diga, se for fazer apenas esta missão, arranje seu transporte e seu mapa.
Akinobo responde com convicção que será um mercenário de Wakelay, lê o papel de sua missão e vai á caminho de seu primeiro "trabalho".
----------------¿Continua?-----------------


Notas Finais


Não precisa ler o que está escrito aqui.
Se leu o que está escrito comenta aí.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...