História A Babá - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Justin Bieber
Exibições 210
Palavras 1.072
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá amores! Notas finais. Irei explicar algumas coisas

Capítulo 18 - O tão esperado dia


   As mãos de Justin percorriam por toda a extensão de meu corpo, apertando entre seus dedos. Justin levou suas mãos ao feicho de meu sutiã abrindo-o em seguida, vi um pequeno sorriso brotar em seus lábios ao encarar meus seios, sem demoras Justin atacou meus seios, um ele chupava e com sua mão apertava o outro me fazendo pirar com os movimentos de sua boca.
   O calor subia ainda mais, suas mãos apressadas foram ao zíper de minha saia molhada, a descendo em seguida jogabdo-a longe ao chão. Desci minhas mãos por todo seu corpo até chegar em seu pau completamente ereto por cima de sua bermuda, apertei sem muita força o fazendo arfar. Aquele homem me deixava tão louca por ele, mesmo eu não o querendo, mesmo eu lutando para que aquilo que tínhamos — a química na verdade — nunca chegasse a esse ponto. E olha só, estou eu, aqui entregue nas mãos ágeis e envolventes dele.
   Sem demora minhas mãos abriram o botão de sua bermuda e retirei levando junto sua boxer, seu membro saltou para fora completamente duro de excitação. Ele retirou o peso de cima de mim para que desse para retirar minha calcinha, o ajudei na retirada do pano sensível em minhas pernas.
   Agora era apenas eu e ele. Eu. E. Ele.
   Justin beijava e sugava com intensidade meu pescoço, mas que não deixaria marcas, rolei na cama ficando por cima dele começando um movimento lento de meu quadril, fazendo com que seu pau tocasse minha buceta o fazendo apertar minhas coxas.
  — An-Ana... — grunhiu ele cortando o beijo.
  — O que deseja? — sussurrei em resposta.
   Em um movimento rápido, Justin trocou de posição ficando por cima de mim arrancando um riso fraco.
  — Foder você. — sua voz foi firme. Seus olhos estavam fixados nos meus me passando um pouco de segurança, mergulhei meus dedos entre seus fios dourados trazendo seu rosto ao meu unindo nossos lábios. 

POV. Justin

   Ela tinha curvas bem desenhadas, era incrível como eu a queria desde aquele maldito dia que a vi chegar em minha casa. Eu nunca sentira algo assim. Desejo, atração, seja o que fosse eu a queria. E se dependesse de mim, nunca mais iria deixá-la ir.
   Sua pele era macia e tinha cheiro de rosas, eu gostava do seu perfume era fresco e tinha um aroma de enlouquecer o juízo. Quando a penetrei lentamente e vi o prazer estampado em sua face, ela tinha fechado os olhos abrindo a boca em um “O” quase perfeito interrompendo o nosso beijo. Sua mãos pequenas e macias apertaram minha nuca com força. Segurei sua coxa enquanto aumentava os movimentos saindo e adentrando nela, aquilo era muito bom — maravilhoso até — me sentia no paraíso, ela era apertadinha e tão delicada, suas bochechas bronzeadas tomaram um tom rosado, acho que era por conta do calor que compartilhávamos. Seus gemidos tomaram conta do quarto fazendo eco por todos os cantos, aquilo me deixava cada vez mais excitado.
   Era diferente foder com Isabella e ela, Isabella era escandalosa e sempre gozava logo e tinhas umas manias com meu cabelo. Anna não. Ela era o tipo de Puta delicada se é que me entendem, ela era discreta, seus gemidos eram altos, mas não escandalosos. Sua voz era maravilhosa, nunca iria me cansar de escutá-la gemendo feito uma cadela pedindo por sexo em minha cama. 
   Depois de muito tempo, cerca de horas tivemos nosso segundo orgasmo. Estávamos exaustos e suados. Anna deixou seu corpo cair por cima do meu, grudando nossa pele por conta do suor de nossos corpos. Minhas mãos passeavam lentamente pelas mechas de seu cabelo acariciando a mesma com delicadeza. Sei que uma garota quer ser tratada com “amor” pós-sexo, e não ligava de dar  privilégio a ela. Estava estranhando, sempre quando terminávamos de foder — Eu e Isabella — sempre ia um para cada lado e eu acabava dormindo sozinho, mas agora eu queria que Anna ficasse, por mais que seja apenas hoje. Mas queria.

POV. Anna
 
   Estávamos trocando carinhos, deitados enrolados com o lençol. Nunca passou isso em minha mente. Eu, deitada com Justin Bieber em sua cama depois de horas de puro sexo. 
   Ele brincava com meu cabelo o colocando em meu rosto, tampando minha visão, balançei minha cabeça retirando os mesmo de meu rosto, logo em seguido Justin me surpreendeu puxando meu rosto para um beijo lento, mas quente e cheio de vontade.
  — Justin, para. — falei rindo entre o beijo.
  — Me obrigue. 
  — Eu não. Não mando em você. — dei de ombros. Justin virou na cama me levando junto fixando por cima prendendo meus braços acima de minha cabeça apertando meus pulsos.
  — Me solta! — falei rindo baixo.
  — Não quero.
  — É sério, quero tomar banho, estou imunda.
  — Afe! Você acaba com o clima de “briguinha”. — revirou os olhos saindo de cima de mim.
  — Justin, só porque eu vou tomar banho não quer dizer que você não possa me acompanhar. 
   Seu rosto mudou completamente de emburrado para um safado pevertido. 
   O banho foi calmo, nada mais que troca de carinhos, um passava o sabonete bo outro enquanto brincávamos de guerrinha com a água.
   Voltamos para o quarto, Justin foi para seu closet e logo saiu vestido com uma boxer roxa e uma toalha em mãos secando seu cabelo, entrei logo em seguida e escolhi uma blusa branca longa que ia um pouco acima de minha coxa, uma cueca preta. Sequei meus cabelos com a toalha e logo em seguida sai do closet, Justin estava deitado todo preguiçoso na cama, sorri vendo aquela cena, parecia um bebê gigante, seus olhos pararam em mim e logo se endireitou conforme ia me aproximando cama.
  — Você.. Você está linda. — sua voz saiu falhada, não sabia o por quê, mas senti minhas bochechas arderem.
  — Obrigado.
   Deitei-me ao seu lado, Justin envolveu seus braços ao redor do meu corpo me puxando para mais perto, senti sua respiração tocar minha nuca e um beijo em seguida no mesmo local fazendo meu corpo todo reagir a aquela toque. 
  — E Isabella? — perguntei baixo virando ficando frente a frente com ele que me olhava com um ponto de interrogação.
  — Depois converso com ela. — deu de ombros depositando um beijo em minha testa.
  — Ela vai querer me matar. 
   O escutei rir em seguida do meu comentário — Ela vai mesmo. — confirmou Justin em seguida. — Mas agora vamos dormir, você me cansou — um sorriso preguiçoso surgiu em seus lábios.
   Aos poucos minha visão ia se embargando e o sono veio em seguida. 


Notas Finais


Amores, o de sempre. Estou andando muito ocupada que não tenho tempo para pensar no capítulo e eu queria pedir perdão desde já por fazer vocês ficarem sem conteúdo para lerem. A greve que minha escola sofreu afetou muito o ano letivo e estou tendo que fazer provas atrás de provas para recuperar os bimestres perdidos e alcançar boas notas oara passar de ano Zzz. Agradeço muito pelos últimos favoritos, a fanfic anda crescendo, mas mesmo com 72 favoritos me sinto uma pessoal muito especial! Amo vocês e obrigado por estarem ao meu lado, obrigado por me entenderem. Peço novamente que confirmem minha nova fanfic e que se gostarem e tiverem uma curiosidade sobre o que vai rolar que deixem “favoritos”. Até próximo capítulo, amo vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...