História A Babá - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Personagens Fernando Mendiola, Letícia "Lety" Padilha Solís, Personagens Originais
Tags Ababá, Amor, Criança, Drama, Ellynblu, Família, Ferlety, Mundoblu, Romance, Tristeza
Exibições 134
Palavras 614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 38 - Aquela vontade de te beijar


Fanfic / Fanfiction A Babá - Capítulo 38 - Aquela vontade de te beijar

 

Lety colocou um dos seios para fora do vestido e deu para Cristal, que o sugou assim que teve contato, Fernando começou arrumar os papeis que havia deixa em cima da mesa e depois que os arrumou se aproximou de Lety, a mesma ainda dava de mamar para Cristal, ele a olhou.

 

(F)O que acha de jantarmos a noite?

 

(L)Tudo bem, mais e a Cristal?

 

(F)Será que a dona Julieta se importaria de ir lá pra casa ficar com ela, durante algumas horinhas?

 

(L)Acho que não, mais o que esta planejando, senhor Mendiola?

 

Ele fez cara de anjo.

 

(F)Nada demais, apenas ficar sozinho com você, sem preocupações ou pessoas ao redor.

 

(L)Onde pensa em me levar?

 

(F)Surpresa.

 

Falou dando um selinho demorado nela, Lety sorriu de canto ainda com os olhos fechados e Fernando ficou a admirando por alguns segundos, ele passou seu dedo nos lábios dela, como se desenhasse as mais belas curvas que ela possuía, Lety abriu os olhos e o fitou, a atenção dele estava voltada simplesmente para os lábios dela e nenhum outro lugar.

 

(F)Tenho vontade de te beijar, até não sentir mais nenhuma ar em meus pulmões.

 

Sussurrou sorrindo de lado.

 

(L)E o que esta esperando para fazer isso?(sussurrou)

 

Fernando a olhou nos olhos e segurou o rosto da mesma se aproximando devagar, seus olhos se fecharam seus narizes se tocaram juntando as respirações que já começavam a acelerar, Cristal soltou o seio de Lety, mais não fez nenhum ruído, apenas ficou os olhando em silêncio, como se esperasse aquele beijo, mais que os próprios, Lety fechou os olhos assim como Fernando e quando seus lábios estavam prontos para se juntarem ouviram uma batida na porta, Fernando respirou pesadamente encostando a testa na de Lety, a mesma respirou fundo em reprovação e Cristal reclamou, Fernando se levantou arrumando a roupa e Lety arrumou a dela, colocando Cristal para arrotar logo em seguida.

 

(F)Pode entrar.

 

A porta se abriu e Sarah entrou.

 

(Sa)Seu Fernando, aqui esta o documento que o seu Omar mandou.

 

Disse se aproximando e o entregando.

 

(F)Obrigado Sarah.

 

Ela assentiu e saiu logo em seguida, Fernando guardou junto com a pasta que levaria para casa, agradeceu por ser sexta.

 

(F)Já podemos ir?

 

Perguntou olhando para Lety, a mesma colocava Cristal na cadeirinha.

 

(L)Sim.

 

Fernando se aproximou pegando a cadeirinha e Lety pegou a bolsa da pequena, os dois saíram da presidência.

 

(F)Lola, onde esta a Alice?

 

(Lo)Da última vez que a vi, ela estava indo em direção ao banheiro, com certeza indo retocar a maquiagem.

 

(F)A que lindo, agora aqui virou desfile pra toda hora ela ir retocar, diga a ela que não voltarei mais hoje.

 

(Lo)Sim senhor.

 

(L)Tchau, meninas.

 

(Tdos)Tchau, Lety.

 

(Sa)Volte para nos visitar.

 

Lety sorriu.

 

(L)Assim que der, voltarei com certeza.

 

Elas se aproximaram dá cadeirinha e ficaram babando em Cristal, a pequena olhava tudo em volta.

 

(Sa)Essa menina, é uma menina de altura.

 

(Ma)Parece um suflê de chocolate branco de tão linda.

 

Fernando riu.

 

(Lo)Você só pensa em comer, Marta.

 

(Jo)Ela parece o gatão do pai.

 

Joana se calou quando percebeu que havia falado de mais, Fernando apenas ria.

 

(F)Me acha gatão, é Joaninha?

 

Falou brincalhão, Lety sorriu.

 

(F)Cuidado que esse gato morde em.

 

(Jo)Ai seu Fernando...(corou)

 

Fernando gargalhou e a abraçou.

 

(F)Bom, até segunda meninas e se quiserem ir na minha casa no domingo para babarem a Cristal e o gatão do pai dela, estão convidadas.

 

(Sa)O senhor é um galã de altura, seu Fernando.

 

Fernando riu e se despediu delas, assim como Lety, eles foram para o elevador e assim que chegaram no estacionamento, Fernando dispensou Samuel, foram no carro dele, pararam em um restaurante para almoçarem, depois foram para casa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...